Gameboy Que Fala

Nào é bonito, não é elegante, não é charmoso mas me atende melhor que o Palm em 90% das situações.

Gameboy Que Fala

é meu Gameboy que Fala.

Com o fone Bluetooth a maior limitação dele deixa de existir. E mesmo que não deixasse, o sidetalking é um preço muito pequeno a pagar pelo Symbian. Só queria que me explicassem uma coisa:

Como um telefone “obsoleto” de R$499 consegue ter um sistema operacional multitarefa bem-resolvido, e meu Palm outrora topo-de-linha de R$1500 não tem? Como assim, Bial? Eu posso baixar emails em background, continuar com o Agile Messenger jogando conversa fora, de quebra o Palm acessa o Bluetooth, um blog é carregado no NetFront, tudo ao mesmo tempo agora. Isso não é boato, é fato. Fizemos isso no domingo. Do ponto de vista de redes é trivial, mas vendo como um celular, é um feito.

Leia Também:

  • já descobriu onde baixar jogos piratas?

  • Tá brincando? Ganhei um CD de uma amiga (Valeu filé, você é róquis) com toneladas de coisas… fora o que tem no eDonkey.

  • Paulo Guedes

    Ele só é barato porque ninguém quer.

  • Sorte a minha. É que nem o pessoal que não compra uma câmera digital pq "saiu de linha". Ora pombas, vai parar de funcionar por isso?

  • Celo

    não sei se vc lê comentários antigos, mas não custa tentar.

    eu também sou um feliz proprietário de um n-gage, e como dica vale lembrar que o orkut é uma nova fonte infinita de informação. a comunidade "gager" de lá é bacana, experimenta dar uma olhada.

    abraços

  • Ah, curralzinho! Uma infinidade de jogos com o usuário de cima.

    Ah, multitarefa!