Fique Rico Imitando Dan Brown

pig Convenhamos, ele é o cara certo na hora certa. Seus livros não têm nada demais, os roteiros parecem cópias uns dos outros, mudando somente alguns dados dos personagens, as tramas são simples e esquemáticas, mas o cara enche o rabo de dinheiro, vende zilhões de cópias e todo mundo gosta, inclusive eu. É hora de seguir a onda e ganhar dinheiro com isso, então escrevi e compartilho com vocês o Manual de Redação Dan Brown:

Manual de Redação Dan Brown

O Protagonista:

O protagonista é sempre um profissional destacado (sem ser celebridade) dentro de sua área. O bastante para ser respeitado, mas nunca um dos líderes. Deve ser ficar na casa dos quarenta. Solteiro, com uma história de decepção amorosa / tragédia pessoal.

A área de atuação não é charmosa o bastante para gerar um personagem interessante por si só, como piloto de caças ou chefe de esquadrão anti-bombas, mas não é monótona o bastante para se tornar impossível de glamourizar, como Analista de Sistemas ou Contador.

O protagonista tem padrões éticos distintos. Fugindo dos vilões não pára nem por um segundo para admirar a parceira e pensar “bela bunda”, como todo humano normal.

A participação do protagonista é sempre legítima. Ele deverá ser convocado para participar da trama, geralmente pelo próprio vilão, que o usará como sustentáculo de uma “versão plausível” da trama, desviando as autoridades do real e nefasto motivo do crime. (sim, sempre há um crime).

O vilão sempre terá uma assistente / subordinada solteira, bem-sucedida mas ainda em busca de seu propósito. Ela terá uma ligação íntima com o vilão (se não é o vilão aguarde, no final do livro ele irá se revelar) mas não hesitará em se aliar ao herói, mesmo tendo conhecido este cinco minutos atrás. Ela TAMBËM tem uma profissão nos moldes do protagonista, mas em área totalmente distinta.

Há sempre um vilão falso, para quem todas as indicações apontam, até a virada crucial no terço final do livro. Na verdade ele sempre é inocente.

A Trama:

O template Dan Brown (provavelmente disponível na nova versão do Microsoft Office) pode ser definido assim:

  • 1 – Crime / fato relevante acontece. Sempre um fato que irá mudar profundamente a face da Terra.
  • 2 – Teoria Falsa #1 apresentada, com vilões e coadjuvantes sendo introduzidos
  • 3 – Protagonista cai de pára-quedas, imediatamente compra a teoria falsa; percebe a coadjuvante
  • 4 – Protagonista começa a desconfiar da teoria falsa, junto com outros especialistas bonzinhos desenvolve n+1 teorias alternativas.
  • 5 – Coadjuvante / interesse romântico descobre a informação crucial que fará desmoronar a teoria falsa; conta para o vilão verdadeiro.
  • 6 – Vilão descobre que a teoria vai ser desmascarada. Tenta matar (ou mata) o vilão falso, seguido do protagonista. Alguns camisas-vermelhas morrem, mas nunca o protagonista e a coadjuvante.
  • 7 – Assassinos profissionais são derrotados pelo protagonista e seu insuspeito conhecimento dentro de sua área técnica, vilão verdadeiro morre, Teoria Falsa #1 desmascarada, o mundo continua como antes. Protagonista dorme com a coadjuvante, câmera se move pra lareira.

As Teorias:

Os livros Dan Brown usam um bom truque; ele faz uma pesquisa rápida (no Google provavelmente) sobre qual a teoria da moda, seja fusão fria, antimatéria, criptografia, religião ou o que quer que o Fantástico paute pra semana que vem. Após um período considerável (5 minutos, dada a superficialidade dos textos) ele compila material para criar um tema “e se..”. De posso disso, aplica o roteiro acima e voilá: mais um best-seller instantâneo.

Qualquer página de Teorias da Conspiração fornece material para dezenas de best selers. Ele ainda não fez nenhum sobre OVNIs, mas aposto as fotos do menage que fiz com a Sandy e a Luciana Vendramini que ele lancará um em breve.

Nota: Óbvio que essas fotos não existem, mas confio no meu taco. Se o Dan Brown NÃO lançar um livro sobre aliens, eu IREI fazer um menage com a Sandy e a Vendramini, e aí será o Segundo sinal do Apocalipse.

Os Truques:

Acho que foi P.T. Barnum que disse que ninguém nunca perdeu dinheiro subestimando a inteligência alheia, mas Dan Brown faz isso de forma brihante; ele faz o leitor se achar muito mais inteligente do que é.

Bons cineastas criam cumplicidade com o público respeitando sua inteligência. Um filme com referências, veladas ou não, consegue muito mais simpatia que uma obra única e fechada. Nem precisa ser a brincadeira trekker na abertura de Kill Bill, detalhes simples tornam a experiência pessoal. Todo mundo da minha geração que reconheceu o intercomunicador original d’As Panteras no primeiro filme deu um sorriso de aprovação.

Em livro isso é mais complicado, então Dan Brown seguiu outra linha; ele explica a trama mas dá ao leitor a oportunidade de confirmar independentemente. Não é preciso ser um pesquisador do Instituto Smithsoniano, ele se baseia sempre em “provas” simples e acessíveis. Todo mundo (no ocidente) tem uma bíblia em casa, é fácil achar as passagens misteriosas (afinal de contas ninguém lê aquele calhamaço mesmo) e soltar um “caramba, é verdade”.

No livro sobre criptografia ele demonstra algumas cifras simples; todo mundo pega papel e lápis e sai se achando James Bond…

Muito melhor do que se basear apenas na fé ou na suspensão de incredulidade. Nem Tolkien conseguiu isso…

Outro truque clássico é a reversão de expectativas. O vilão é sempre mascarado. Você até desconfia dele um pouco mas todos os fatos apontam para OUTRO. Quando o vilão começa a ser perseguido, o leitor tira da cabeça a idéia de que ele seja vilão. Isso só é revelado perto do final.

As Organizações:

Os livros nunca são sobre a Associação Americana de Contabilidade ou o Instituto Romeno de Ensino à Distância. Dan Brown sempre escolhe uma organização famosa (CIA, NASA, Vaticano, NSA) com uma agenda própria. Também escolhe uma organização secreta (desde que com página na internet) para fazer contraponto. Pode ser um grupo mais obscuro, como os Illuminati ou algum tão famoso que tenha sede própria, mas ninguém fora do meio ouça falar, como a Maçonaria ou o Opus Dei.

Aguardem em breve um livro de Dan Brown sobre os Templários.

Os processos internos são descritos razoavelmente bem, em geral são curiosos para os de fora. A sensação de estar espiando pela janela uma vizinha trocando roupa é ótima, somos todos Voyeurs.

As Pesquisas:

Ao contrário do Michael Crichton, como bem observou o Bernard, Dan Brown não tem muita paciência pra pesquisa. Crichton vai fundo, chega a passar anos aprendendo algo antes de fazer um livro. Mesmo suas obras ruins, como “Prey” e “Timeline” são muito mais bem embasadas do que as do Dan Brown. “Enigma de Andrômeda” é um dos clássicos da Ficção Ciêntífica, “WestWorld”, que ele inclusive dirigiu é um dos melhores filmes de robôs já feitos. Por isso décadas depois ainda se fala nele.

Curiosamente o mercado parece gostar da superficialidade do Brown, pois permite que literalmente dezenas de livros contestando suas idéias sejam escritos. Eu ganho, você ganha, nós ganhamos, estamos todos felizes.

A Conclusão:

No melhor estilo Dan Brown, a reviravolta: Eu não desgosto dos livros dele. Em termos de entretenimento são ótimos. Leitura rápida, você fica esperando a conclusão sabendo que algo vai se reverter mas sem pensar muito para não deduzir quem é o vilão… os temas são interessantes, as cenas são bem descritas. EU fiquei excitado com a cena do Anjos e Demônios da Biblioteca do Vaticano. Quem ama livros sabe o que seria entrar ali.

Recomendo Dan Brown sem ressalvas. Nem tudo que você lê tem que mudar sua vida. Você pode se divertir SIM com um livro despretensioso. NÃO vou cair na tentação dos pseudo-intelectuais fruto de botequim de faculdade de classificar como “literatura de segunda”. Não é. É literatura, ponto. Lê quem quer.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Claudiß

    E-X-C-E-L-E-N-T-E !!!

    Parabéns! Nem precisava assinar…

  • Pingback: Cardoso’s Contraditorium»Blog Archive » Jesus Cristo era Gay?()

  • CC,

    não encontraria palavras melhores para escrever sobre Dan Brown! A-M-E-I e rolei de rir!

    Agora vamos ver se aparece mesmo um livro sobre os templários e outro sobre OVNIs…

    Pelo menos fica o convite pra você vir a Sampa na estréia do filme do Código Da Vinci, dia 19 de maio.

    Beijão!

    Bia da Frota

  • Pingback: Lost: um jeito Dan Brown de fazer TV | Pessoais()

  • Zictor

    Cara, tua descrição ficou boa, mas eu não entendo como você gosta de Dan Brown e detesta Lost, já que os dois seguem a mesma lógica.

    Eu já assisti a primeira temporada de Lost e li dois livros de Dan Brown, não planejo voltar a nenhuma das duas drogas.

  • ou, será que se usar algo como Lula PT, PCC Esquadrão da Morte Carandiru,

    Usar cidades como Rio de Janeiro ( no counter striek fez sucesso) São Paulo, São Tomé das Letras para dar o tom mistico

    ah, e claro, colocando Daniela Cicarelli como a coadjuvante e hum, quem pode ser nosso astro principal ? Rubens Barrichello? Rodrigo Santoro? Selton Melo? não precisa ser alguém na casa dos 4enta …

    Rs devia existir algo como aqueles crie seu pagode instantâneo, crie seu best seller instantâneo!

  • Cleycley

    Muito bom ^^

    uma boa maneira de explicar Dan Brown para seus fans..

    com os pontos certos..

    falando os ruins e os bons, pq se fosse algum puxa saco não sairia tão bem quanto vc descreveu ele…

    e se seria um cara q nao gosta dele, tbm não sairia tão bem hehe

    vc esta no meio termo, ou o termo certo para falar de Dan…

    flw aew muito bom

    Cleycley…

  • Prezado amigo Cardoso, teu manual, muito além de revelar o código do sucesso editorial chamado Dan Brown, denuncia a excelência da qualidade literária do Autor.

    Só um lembrete. Na senda editorial impera o capitalismo selvagem, onde, os cifrôes movem a montanha até Maómé.

    Creia-me não é fácil se tornar um Dan Brown tupiniquin.

  • Excelente… só faltou algumas coisinha Cardoso.

    Faltou falar o tanto que os personagens principais do filme são ultra hiper mega inteligentes, e encontram solução pra tudo em questão de segundos.

    As mulheres ou são horrorosas ou são divinas de tanta beleza e gostosura…

    Os Homens ou são feios também ou são altos, fortes e atletas.

    E faltou um outro destaque… A Força Delta dos EUA sendo destruida por um casal de apaixonados depois de um dia muito…muito difícil. (Ponto de Impacto)

  • Ana

    O dan brown é um escritor serio. Esses comentários são estupidos e ciumentos.

    • xxxxXXXXXxxxx

      Bom, se voce axa que é sério usar um esqueminha e pesquisas no google para fazer o roteiro de um bestseller mundial, tudo bem, já eu, concordo com o cardoso.

  • maria das gra&ccedil

    gostaria de saber quem é o protagonista da obra cinco minutos de jose de alencar?

  • EDUARDO

    Nossa pelo manual de Instrução passado acima não sei como o autor desse texto bobo não ficou milhonário tbm né gente….Deixa eu pensar…talvez seja capacidade, tempo, pesquisa, experiência…o autor da matéria fala tanto mal do autor e no no final baba um Ovo danado. Quem entende….=P

    "Bora deixar de cobiça e fazer concurso do Banco do Brasil gente?" hahah

    • Jéssica

      HSAUIHASUIHSAIUHASIUAS isso ae Eduardo! to contigo xD

  • Grimaulde

    Sensacional. Eu já havia feito uma analogia semelhante, bem mais simples, evidentemente. Parabéns.

  • Roberto Escobar

    Ehehehehe…acredito que qualquer literatura traga algo que procuramos…no caso dos livros de Dan, para mim, pura diversão, passatempo. Por isso não me preocupo em criticar ou sugerir…até pouco tempo eu lia apenas livros teóricos-técnicos. Comecei com os romances por pura agonia…queria me iludir um pouco com a vida…fantasiar! Bom, para quem gosta de relatos, li recentemente: "Montanhas da Mente" …um relato maravilhoso de Robert Macfarlane, sobre suas experiências em escaladas…com uma visão maravilhosa dos fatos apresentados! Outro título que gostei muito…já na linha de Dan: O Enigma do Quatro…maravilho!!!! Abraço!!!!

  • Pingback: Manual de Escrita - Dan Brown | Willian Rabelo()

  • Liliane Rosa

    Interessante sua análise, mas me cheirou a "dor-de-cotovelo". O objetivo da literatura é divertir, prender o leitor, vender livros, informar, ensinar, ocupar o tempo, ou qualquer outro que o leitor queira (inclua aqui o seu ____________ ), e se o Dan Brown consegue isso, e olha que ninguém o compara ao Paulo Coelho, que embora também venda muitos livros, não consegue o mesmo feito de Brown porque seus leitores são tão inteligentes quanto abóboras maduras, então é um bom escritor. Quando lemos seus livros sabemos que é apenas passa-tempo, mas que forma deliciosa de fazê-lo! Gostaria que todos os escritores que leio que causassem o mesmo prazer. Talvez esteja aborrecido apenas porque não consegue provocar o mesmo bem-estar em seus leitores. Eu gostaria de escrever como Dan Brown, mesmo que meus livros fossem apenas divertimento leve e passageiro.

  • E aew falou tudo sobre Dan Brown…

    como se diz se voce copiar o livro de alguém pode ser preso, mas se voce escrever algo copiando de varios lugares e autores, voce é premiado por ter feito uma ampla tese…

  • Laura

    Gostei da sua idéia mas você acha que com um roteiro estúpido vai conseguir imitar um cara desses?
    Se fizessem um roteiro de 'como imitar J.K Rowling' até que tudo bem, mas isso ai é ridículo demais.
    Se acha que funciona usa você e eu vo te contar um segredo: Vai morrer de fome.

    (:

  • Fernando

    Só uma pessoa fazer sucesso e chove de críticas em cima dela. Quem aqui nunca faz uma dessas coisas: asssite futebol, big brother, lê revista em quadrinhos, joga jogos na playstation ou no computador? Afinal Dan Brown não é voltado para a classe de supremos intelectuais e sim voltado para uma leitura prazeirosa de entretenimento. Não há como criticar uma pessoa pelo o que não era o objetivo dela. Garanto que ele nunca quis escrever livros como Kafka, Dostoievski, Saramago e outros.

  • Camila

    Acho ridículo o papelão que tu tá fazendo, de se prestar a gastar o teu tempo pra ridicularizar o jeito que uma pessoa tem d eescrever seus livros. Gente como tu, que gasta tempo formulando um texto destrutivo contra outra pessoa, se presta a digitar e ler algumas vezes o próprio texto para ver se tá bom e que coloca numa página da web, pra mim não existe outro termo para te definir a não ser como INVEJOSO. Se ele ganha muito dinheiro vendendo milhares de cópias do seus livros, me diz o que tu tem a ver com isso? Tá te afetando isso? Tá te machucando? Por favor "amigo", te encherga! Gasta teu tempo cuidando da tua vidinha, que não deve ser das mais agitadas, já que tu tem tempo de ler os livros de Dan Brown, criticá-los e expor tua opinião na net. E infelizmente, eu estava fazendo uma pesquisa sobre os livros de Dan Brown na net, e achei sua página. Que tempo perdido lendo as idéias que uma pessoa fútil como você, que se acha o maior para poder ciritcar os outros, escreve por ai. LASTIMÁVEL.

  • André Ferreir

    Ótima crítica! Não consigo entender como as pessoas agem,tão passionalmente,em face das idéias alheias. Danny Brown,é 100% clichê! E daí? É entretenimento e nada mais. Hq,novela,reality show,e a própria web,representam manifestações da cultura pop.
    não esmoreça,parceiro. Que a "turba enfurecida",arrume outro lugar pra enfiar suas foices,forcados e tochas…

  • laertesss

    Ótimo texto.. faz muito sentido.

    ps: Você por acaso tem alguma obsessão pela Luciana Vendramini? pois vc sempre cita ela hehehe.

  • Wagner Baretta

    Me interessei muito pelas fotos do menage com a Sandy e a Luciana Vendramini…

  • Marcos Vasconcelos

    Agora q vcs ja tem a formula, escrevam livros com Dan Brown e fiquem ricos depois me contem se da certo que ai deixo de ser cetico!

    Parabens pelo autor deste artigo por ignorar a capacidade das pessoas de se diferenciar das outras que possuem algo incomum! se o autor de O codigo da vince ficou rico e porque tem meritos, e se fosse possivel escrever como ele, varios hoje seriam ricos!

  • felipe

    kra, eu nem perdi meu tempo lendo isso, soh de ler o inicio ja axei uma coisa bem idiota haha

    • Mas perdeu seu tempo postando um comentário? Então tá.

  • Célia

    Adorei, ótima sua crítica! Você faz uma descrição muito fiel ao relatar os passos que o autor seguiu para escrever o livro. Mas como entretenimento. sugiro aos leitores que ainda não tiveram a oportunidade de ler o livro que leiam, pois acredito que aprendemos o tempo todo.

    Continue a escrever sobre outras obras, e não dê ouvidos as críticas negaticas, pois são poucas pessoas que tem capacidade para ler um livro e fazer uma análise tão complexa como a que você fez.

    Felicidades!

    Célia

  • Katita

    Gostei do texto publicado!

    Infelizmente, as pessoas estão interessadas nos programas, livros, filmes, dos quais as fazem sair da realidade, e que a mídia com sua grande ajuda -só promovem o que é de interesse, é claro- divulga, todos saem ingulindo, sem siquer saber o que está mastigando. Êta mundinho que gosta de celebridades e esquecem da essência!!!!

  • Brahms Vampire

    Dan Brown agora se torna um mito nas bibliotecas, isso óbvio, mas é como você provou logo acima, não é preciso ser um gênio para escrever livros assim, eu acredito que além da capacidade dele de formular problemas mundiais "perigosos" só se completa pelo fato de ele esconder muito bem esse problema e os verdadeiros envolvidos até o final do livro.

    Cada um tem suas formas de ganhar dinheiro, admiro a dele, até porque ele faz algo que o produto me faz bem, ou seja, ele escreve (talvez mais por dinheiro do que por prazer) e eu leio muito entusiasmado algo que provavelmente já sei o final, na realidade o que mais me chama atenção em seus livros são o emprego de palavras exatas nos momentos exatos e as inúmeras informações artísticas, históricas e religiosas, considerando o fato é claro de que são tramas fictícias!

    Obrigado pela atenção.

    Parabéns pelo trabalho!

  • Rode Madalena de Jes

    CODIGO DA VINCI.
    Muitas pessoas que assistiram ou leram o código da Vinci acham-no apenas uma invenção satânica de Dan Brown, Mas, na Bíblia há varias evidencias que nos levam a crer que realmente Jesus Cristo e Maria Madalena tinham um relacionamento amoroso e deste relacionamento teria nascido uma menina. Bem, ai já começa as polemicas porque a Bíblia deixa bem claro que Cristo amava João (João cp.20-21´ Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? 22 Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu. 23 Divulgou-se, pois, entre os irmãos este dito, que aquele discípulo não havia de morrer. Jesus, porém, não lhe disse que não morreria, mas: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? 24 Este é o discípulo que testifica destas coisas e as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro.`) E se Cristo amava João porque então teria tido uma filha com Maria Madalena? É porque João e Maria Madalena eram a mesma pessoa. Jesus Cristo precisava de alguém de sua alta confiança que pudesse se infiltrar entre seus perseguidores e obtiver informações e este alguém era João que na verdade era Maria Madalena. Veja por que:
    1) (Marcos cp.14-51´ E um certo jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. 52 Mas ele, largando o lençol, fugiu nu.`) Este Jovem era Maria Madalena pois não convém que um homem saia nu só enrolado em um lençol já uma mulher seria mais normal, ela fugiu porque estava com Cristo e também seria presa,mas se vestiu e volto para negociar a prisão de Jesus Cristo.João cp.18- 15´ E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote.`

    2) João cp.1-1 ¶ E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro. 2 Correu, pois, e foi a Simão Pedro, e ao outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram. 3 Então Pedro saiu com o outro discípulo, e foram ao sepulcro.
    4 E os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais apressadamente do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro. 5 E, abaixando-se, viu no chão os lençóis; todavia não entrou. 6 Chegou, pois, Simão Pedro, que o seguia, e entrou no sepulcro, e viu no chão os lençóis, 7 E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte. 8 Então entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, e viu, e creu`. Maria Madalena viu o sepulcro aberto foi e avisou a Pedro, Pedro saiu correndo e foi ver e Maria Madalena voltou com Pedro veja só Marcos também narra esse fato, mas, diz que apenas Pedro foi Ao sepulcro porque Marcos não sabia que era Maria Madalena. Marcos cp.24-12 ´Pedro, porém, levantando-se, correu ao sepulcro e, abaixando-se, viu só os lençóis ali postos; e retirou-se, admirando consigo aquele caso`.
    3) Terceira carta de João cp.4´ Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade.`João Madalena teve filhos e um de seus filhos é citado em Atos cp.12-12´ E, considerando ele nisto, foi à casa de Maria, mãe de João, que tinha por sobrenome Marcos, onde muitos estavam reunidos e oravam. 13 E, batendo Pedro à porta do pátio, uma menina chamada Rode saiu a escutar; 14 E, conhecendo a voz de Pedro, de gozo não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava à porta. 15 E disseram-lhe: Estás fora de ti. Mas ela afirmava que assim era. E diziam: É o seu anjo`.
    4) João cp.20-13´ E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram`. Maria Madalena deveria ter dito, levaram o nosso senhor ou levaram o Messias, mas, Ela diz ´levaram o meu Senhor`, fazendo referencias claras de Cristo sendo seu companheiro.
    5) (Apocalipse cp.21- 9 ¶ ´E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro`.) O Anjo diz que vai apresenta a noiva que é Jerusalém à mulher do Cordeiro que é João Madalena.
    6) (Apocalipse cp.19-7 ´Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou`.)???

    7) (João cp. 19-25´ E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena. 26 Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho. 27 Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa`.) Maria Madalena era o discípulo que Cristo amava e estava ali perto de sua mãe, pois todos os outros estavam escondidos com medo dos Judeus. (João cp. 20-19´ Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco`.) 8) ( Atos cp. 8-33 ´Na sua humilhação foi tirado o seu julgamento; E quem contará a sua geração? Porque a sua vida é tirada da terra`.) ????
    9) Se não ficou claro então leia os evangelhos de Felipe, Maria Madalena… Muitas pessoas ficam indignadas ao ouvirem falar do evangelho de Maria Madalena, Há como pode uma prostituta ter um evangelho a respeito de Cristo? Maria madalena não era prostituta não há nada na Bíblia que ligue Maria Madalena à mulher adultera, pois, é estas pessoas que dizem isso nunca leram a Bíblia, só ouvem o que os outros dizem. Aquela mulher adultera (João Cp8-1ao11) que a Bíblia não cita nome, Maria Irma de Lázaro (Lucas Cp7-50, Cp11-2) e Maria Madalena, pela lógica não são a mesma pessoa coma as igrejas ensinam. A mulher adultera, Cristo salvou à no pátio do Alpendre que é Jerusalém, e Maria Irma de Lázaro era de Betânia, (Lucas Cp7-50), o e se Cristo já tinha salvado a mulher adultera (João Cp.8 -1ao11,), não tinha necessidade de salva La de novo em Betânia, (Lucas Cp7-50, João Cp.11-2), e Maria Madalena só e citada pela primeira vez na Bíblia quatro dias antes de Cristo ser crucificado (Lucas Cp.7-2, João Cp12-1.) Depois disso João discípulo que Cristo amava sai de sena.Por quê???
    8) A cronologia Bíblica diz que João morreu por volta do ano 80 aos 100 depois de Cristo, isso só foi possível porque João passou a viver só como Maria Madalena.
    Os donos de igrejas não aceitam os chamados livros apócrifos como o evangelho de Felipe e outros e dizem para seus fieis que a Bíblia é bem clara a respeito de Jesus Cristo. Na Passagem de Cristo pela terra Ele teve muitos perseguidores e por isso não falava abertamente para as pessoas, mas, sim por códigos. Mateus cp.13-1010 E, (´acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? 11 Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado; 12 Porque àquele que tem, se dará, e terá em abundância; mas àquele que não tem, até aquilo que tem lhe será tirado. 13 Por isso lhes falo por parábolas; porque eles, vendo, não vêem; e, ouvindo, não ouvem nem compreendem. 14 E neles se cumpre a profecia de Isaías, que diz: Ouvindo, ouvireis, mas não compreendereis, E, vendo, vereis, mas não percebereis`).Lucas cp.8-9.
    Outros já acham que Bíblia tem varias interpretações e por isso não devemos ler a, mas, dizer isso é o mesmo que dizer que a soma de dois mais dois nem sempre será quatro. Bom, como anda a humanidade hoje nem sempre é mesmo, mas, vamos supor que a soma de dois mais dois sempre será quatro e resolver esta equação porque um homem de nome Leonardo da Vinci nos deixou esta equação nos deu o resultado e deixou a resolução a critério de quem quiser sair da mesmice.

    [Reply]

  • Paulo

    Muito bom,
    mas…

    … acho muito fácil criticar quem faz, sem fazer…

    o cara tá rico, e famoso, e badaladissimo, e voce… escrevendo aqui neste blog…
    dica: a formula vc já sabe, só falta fazer…

    Boa Sorte…

  • ROGERIO

    Bom a unicquesão é quem delira mais ele ou voce? e se o que voce postou de fato é tão simples assim porque voce estaperdendo seu tempo escrevendo esse monte de besteiras, não o copiou da forma como voce "ensinou" e ficou rico???

    Perdão mas acho que a falta de criatividade e um pouco de dor de cotovelos acaba gerando justamente isso não é mesmo!!!

    é mais facil malha o judas do descobrir se realmente ele é o traidor.

    espero que essa receita de bolo que voce alega ter ensinado satisfaça pelo menos seu ego ja que com tamanho absurdo ficar rico é que voce não vai memso

  • Pingback: Resenha: Anjos e Demônios()

  • Jorge

    Cadê as fotos, Cardoso?

  • William santos

    Parabens pelo roteiro hehehe

    Realmente, as estruturas dos livros do Dan Brown são as mesmas!

    Estrutura de sucesso, apesar dele inovar só nos temas abordados, ele sabe como conduzir uma boa trama e assim prender a atençao do autor!

    Cardoso se quiser me add no msn pra trocarmos ideias

    w.santos.carvalho@hotmail.com

  • Jillian

    Se vo diz que tramas do daw brown são simples é porque não prestou muita atenção nos livros, não são tão engalicadas quanto as do stephen king ou C. R. Zafón, mas também não chegam a ser simples como se fosse stephenie meyer ou meg cabot. a mulher dele que é historiadora auxilia em todas as referencias historicas e de lugares que ele faz, por isso discordo quando voce diz que ele faz uma pesquisa rapida, a não ser que a pessoa seja formada em historia, a pequisa não será tão simples assim.

    E afinal, se voce realmente ''desvendou'' esses segredos como você diz, porque ainda não escreveu livros como o dele? vai ficar tão bom quanto não é?…

  • Andra

    Acredito q cada um tenha a sua verdade, assim como acredito q cada um tenha mais aptidões para algo do q os outros. Pode até haver uma fórmula para escrever best sellers, mas o modo de como contar a história é o diferencial. É como contar uma piada: um conta e ninguém acha graça, já outro conta e coloca nomes, faz gestos e a torna mais engraçada. Eu gostei mais de ver os filmes do q de ler os livros. Achei os livros mto chatos, talvez pq eu seja mto imediatista. Mas gosto desse tipo de filmes, assim como gosto de Indiana Jones, Guerra nas Estrelas, comédias… É entretenimento. Isso é lazer e pra quem trabalha mto, esses momentos são importantes. Ver o nosso mundo real se desaparecendo em montes de lixo, as guerras, a falta de respeito entre as pessoas e geleiras se derretendo… isso sim me preocupa.

  • Sensacional!!

    O post inteiro é muito bom, o template e tudo mais.
    Mas, a pesquisa de teorias da moda… ótima idéia!! =D

    hehehe.. muito bom.

  • brown

    vc ta com inveja?

    já sabe o q fazer enta faz

    num tenha inveja de ningem

    dan é o cara!

    isso é inegavel

    até qem num gosta de ler se apaixona pela leitura em ler seus livros

  • muito bom! é sempre o que eu tenho que dizer pras pessoas. só porque eu leio Balzac e Tosltói eu não posso ler Dan Brown e Paulo Coelho? Faz favor, né? Eu, por mim, sou mais estar na lista dos mais vendidos do que numa cadeira da ABL mal-vestida. não desmerecendo os veinho, mas eu, pessoalmente, prefiro o rabo cheio de dinheiro do que uma xícara de chá quentinha.

  • Mary

    A ausência do pensamento "bela bunda" foi demais!

    Acabei de ler "O símbolo perdido" e foi justamente a impressão que o personagem Robert deixou, de um completo assexuado!

    ;0)

  • Judy

    Cardoso, mas você não sai com a sensação se que perdeu seu tempo quando acaba?

    Concordo totalmente com tua análise do cara, também leio sem pensar muito, tem passagens de prender o fôlego pra saber o que vai acontecer, e o final às vezes é meio broxante…

  • Depois de ler esse texto, fiquei na expectativa do lançamento do próximo livro dele, "The Templars from Outer Space". Best Seller sem dúvida.

  • Rodrigo

    Excelente artigo. O Dan Brown é somente isso: diversão. Se alguém aceita as "pesquisas" e os "fatos" por ele citados como verdade, periga cair no ridículo. Nenhum estudioso leva a sério as fantasias do Sr. Brown.

  • Guilherme

    Peraê! O Código da Vinci fala de templários e Ponto de Impacto fala de aliens! :D

  • wolan

    Entrei na onda de dan brow. Estou escrevendo um livro que narra a historia de um de um assessor de um professor de uma universidade no Cairo, Egito no qual vai participar de uma reunião do G8 a portas fechadas com outros membros de uma sociedade ultra secreta que detem todos os segredos e misterios da humanidade. Na reunião são tratados assuntos pertinentes a condução do mundo rumo a nova ordem mundial. Algumas informações são vazadas e vão gerar consequencias avassaladoras…..
    G: letra que compõe o brasão maçonico;
    8: numero mistico, refere-se a hermes trimegistro, planeta mercúrio, a fenix que renasce das cinzas, etc

  • Virgínia

    Você usa muito bem do humor para escrever sobre coisas que todos nós – que ja lemos alguma obra de Dan Brown – achamos bem lá no fundo…e acho que não foi inveja sua, nem babação de ovo como escreveram lá em cima! Foi um jeito diferente e novo de descrever o que esses livros são.Inveja é de quem perde tempo escrevendo um comentário que não contribui em nada pra vida de ninguém ( :P)
    Bom tambem………………………..
    shuashuashua vlw msmo!

  • Falar é fácil quero ver é você fazer um e vender milhares de exemplares no mundo todo! aiaiai….tsc do jeito que o povo daqui é sem cultura nenhuma surgir algo assim é impossivel.

  • Herico Prado

    Pois é, então escreve sobre Sir arthur conan doyle, Agatha Christie, Jo Soares, Bokowski… Todos eles também escrevem da mesma forma e da mesma maneira em todos os livros.
    "Uma pesquis rápida no Google", isso por si só torna sua crítica absolutamente tediosa. Achismos, como os seus, não são verdades absolutas.
    Dam Brown agora é o Paulo Coelho mundial. Nego que nunca leu um livro do cara, fica falando baboseiras… É como alguém aí disse, se a fórmula é tão fácil, TENTE. Vamos senhor autor sabichão. Escreve um livro e vamos ver quantas cópias você vai vender…

    Lembre-se, AC/DC faz discos iguais a anos e nem por isso é ruim…

  • Gostando muito de ler os seus artigos.

  • Carlos ATMacedo

    Se algum dia eu fizer pesquisa sobre defeitos de caráter virei a esta página. Aqui a INVEJA fala alto…

  • “literatura ponto” eu achei exagerado, e é tão amador quanto o Dan Brown. Pra ser tão contraditória quanto você, eu achei legal sua análise. Mas, no melhor estilo Dan Brown, eu iria mais longe porque a fórmula não é inventada por ele, ele também a copia.

  • Fábio

    Análise tosca.

    Vc já escreveu alguma estória q fosse boa? Fez sucesso?

    Vc é mais um idiota, retardado e metido a sabichão.

    Superficial até na suposta análise.

    Vai estudar, seu anta!