Suicide Bombers are Bad, mmmmkay?

Alguém no Pentágono acha que propaganda ganha guerras, então resolveu investir em um comercial contra os Homens-Bomba. O problema é que esse tipo de campanha não funciona. É dinheiro jogado fora. Comerciais de TV contra homens-bomba tendem a funcionar tão bem quanto comerciais anti-drogas e anti-tabaco.

Bolas, todo fumante sabe que cigarro faz mal. Eles não gostam de tossir, não gostam de não poder subir escadas e não creio que um sequer afirme que cigarro não causa câncer, enfisema ou paumolescência adquirida. Mesmo assim eles fumam. Não vai ser uma foto de um rato do lado de uma barata que vai fazer alguém parar de fumar. Eles sabem que cigarro mata.

Da mesma forma as campanhas anti-drogas são risíveis, pois mostram jovens consumindo drogas em festas, todo mundo curtindo, a música melhor e mais alta por causa do Extasy, gatinhas dispostas a trocar um bolagato por um baseado OU se você for uma gatinha, carinhas que você faria de graça dispostos a te fornecer droga em troca de um “carinho”…

Alô pessoal da publicidade… Sexo fácil e descomplicado, balada direto e um monte de gente curtindo junto com você é exatamente o que todo adolescente procura. Mostrar isso é dar o mapa da mina. E não, não adianta mostrar imagens de gente tendo surtos esquizofrêncicos induzidos por drogas, em uma cela acolchoada, não adianta mostrar o clássico junkie com as veias estouradas, sabe o porquê?

Porque aquele ali, como a campanha faz questão de mostrar, é um loser, um perdedor, e eu, pensa o jovem, não sou um perdedor. Isso não vai acontecer comigo. É a mentalidade corrente, vale para drogas, para cigarro e até para o cinto de segurança. Quantas vezes já ouvi gente dizer “não uso cinto, eu dirijo com cuidado…”

A realidade não mostrada nas propagandas, que é de conhecimento de todo jovem, é que os losers efetivamente são uma minoria. Aliás, se não fossem, Darwin já teria dado conta deles faz tempo. Também não ajuda os responsáveis pelas campanhas serem exatamente os velhos caretas que os jovens não querem se tornar. Já vi gente dizendo que o videoclip Smack my Bitch Up , do Prodigy era excelente para uma campanha anti-drogas. Aonde, cara-pálida? Aquela criatura se diverte muito mais que eu!

O vídeo do terrorista vai, em minha opinião, aumentar a quantidade de homens-bomba, pois ele mostra o que acontece depois que o botão é apertado. O candidato a not-so-smart-bomb vê o horror á sua volta, vê a explosão em uma linda nuvem de fogo, parada no tempo com traidores e aliados dos infiéis (e alguns mártires de Allah) sendo lançados longe… é lindo, dá até vontade de experimentar. Onde eu assino, Samir?

Todas essas campanhas, contra drogas, álcool, sexo, rock´n´roll e atentados suicidas têm uma coisa em comum: Esquecem da RESPONSABILIDADE PESSOAL. O sujeito acorda com um dragão do lado e diz: “ah, foi a cachaça”. Não, não foi, você decidiu tomar a cachaça, então assuma o que fez sob influência dela. Isso vale tanto para o alcoólatra quanto para o sujeito que troca a cachaça por uma igreja, após uma lavagem cerebral e acha que está melhor por ter trocado seis por meia-dúzia.

Ao invés de ser agravante, cometer crimes sob influência de substâncias é quase um atenuante. Um motorista alcoolizado que se diga arrependido e frequentando o AA se safa com muito mais facilidade do que um que tenha tido um surto de raiva, sóbrio. Mães são muito mais atenciosas com o filho maconheiro que rouba dinheiro de sua bolsa do que com o filho que tira boas notas e não dá trabalho. Afinal, precisam ajudar o “coitadinho”. Aí temos jovens que não são mandados para a Universidade pois o dinheiro foi direcionado para pagar desintoxicação do irmão burro demais para usar drogas com responsabilidade.

Minha filosofia libertária abomina a idéia de impor o que qualquer um deve ou não deve fazer a si próprio, se isso não for prejudicar terceiros (aí acaba seu Direito), mas também exige que a pessoa seja responsável pelos seus atos. Ciente disso, meu philho, minha philha, vai fundo. E na dúvida, procure ajuda na Bíblia. Sério. Essa discussão toda de drogas, álcool, etc teria sido encerrada em sua gênese se seguissem as palavras de São Paulo, em Coríntios, 6:12:

Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas


Technorati : , , , , ,

Leia Também:

  • Tá pensando em fundar uma igreja? Não!?

    É o que todo blogueiro, lá no fundo, deseja.

  • Cesar

    Sensacional, gostei do texto.

    Show de bola.. =]

  • Realmente, é fácil culpar o mundo pelo o que somos e o que fizemos.

    Responsabilidade Pessoal acima da Social é o que precisamos.

    Parabéns!

  • Tiagotb

    Bem é meu primeiro comentario aqui…

    De primeira vista o video pareceu um trailer de um filme ação que será mais admirado e até um incetivo de ação para os terroristas =p

    As pessoas só mudam de idéia, seja com cigarro, drogas ou até terrorismo quando sofrem na pele os efeitos nocivos das mesmas…

    o problema do terrorismo é que é algo que envolve religião, honra, coragem e não há como voltar atras depois de feito…

    e é isso =]

  • George Arraes

    Cardoso, não acha que está na hora de moderar os comentários daquele post sobre Caps Lock no Meio Bit?

    Acredito que está sujando a imagem do site.

    É apenas uma sugestão…

  • George Arraes

    Excelente este artigo. Penso EXATAMENTE da mesma forma.

    Honestamente, quando fumava um baseado eu sabia que EU estava me dando mau e sempre arquei com as consequencias, até mesmo porque o meu pai me ensinou assim. Quando eu chegava em casa nervoso, assustado, ele me mandava de volta pra rua dizendo que não iria acobertar um covarde. Vai da cabeça de cada um. Comerciais e exemplos não adiantam de nada, se adiantassem eu não fumaria (tabaco) como eu fumo hoje, porque eu passei a vida inteira sentindo o maior nojo do meu pai quando ele fumava, mas não adiantou, aos 16 bateu aquela vontade experimentar, mesmo achando ruim, mesmo sabendo que faz mal.

    Como papai sempre disse: sua cabeça é seu guia.

  • Helvídio

    Discordo a little bit.

    Um filmezinho desse, se vinculado para a população local, que sofre compulsoriamente por invasões, homens-bomba, atentados etc, pelo menos ajuda a refletir na loucura que é lutar através de atos extremos.

    No filme o homem que estoura os miolos e mata muita gente está matando apenas os "seus". Gente que~não tem conluio com os americados ou qualquer ocidental. Gente que quer apenas ser feliz, vender, brincar, sobreviver.

    Pessoas que são mortas a troco de que?

    De muita merda política e religiosa.

    Just like that.

  • Jorge Flávio

    George, gastei alguns minutinhos do meu tempo e fui ler os comentários sobre a notícia do Capslock, lá no meio bit. E percebi que cada vez mais eu admiro o Cardoso [:)].

    O cara publicou aquilo, não pelo ridículo da notícia, mas pra ficar se divertindo com os comentários. Lógico, evidente, ele sendo macaco-velho e conhecedor da natureza humana, já sabia que ia dar aquela zorra.

    Semelhanto ao que já aconteceu com o post da Bia sobre o Linux, o outro do Ubuntu lá no prórpio meiobit, o do Jesus Gay (não lembro se foi aqui, ou no cardoso.com).

    Resumindo, já era de se esperar que aquilo acontecesse. E serve como espelho para nossas próprias reações, pra nos colocar um freio. Quantas vezes não entramos em discussões infrutíferas, só pra expor/justificar nossa opinião?

  • Nostrono

    Cardoso, apesar de não ler o seu blog como um maníaco interneteiro, gosto muito dos seus textos. Concordo com o papo da dificuldade em assumir responsabilidade por si mesmo. Ainda mais como psicólogo! Quanto ao comercial, só foi um bom jeito de você expor uma idéia mais interessante; afinal, é coisa de americano conservador, o que pra alguns é pior que brasileiro malufista! hehehe

    Em tempo: você recomendaria algum blog sobre música que te agrade? Estou pensando em começara escrever um com um amigo, e gostaria de conhecer o que existe pra tentar fazer algo interessante. Espero que possa me ajudar. Abraço

  • Esse flash do cigarro mata é o melhor!

    Hey! heyyyyyyyyy! I save the world today -y -ay!

    Slonik eu já fundei uma igreja, procure no orkut por multiplanar ^^

  • laisse

    gostei muito

    exelente!!!

    sem palavras!!!