É tão difícil interagir com um blogueiro?

Os blogs são vistos como um meio onde a interação é absolutamente promíscua (no bom sentido, infelizmente) mas na realidade ela não é tão generalizada assim. Interagir com os leitores come muito tempo, e se um blogueiro resolver disponibilizar  mais do que um ou dois meios de interação, logo estará enterrado em mensagens, sem chance de separar o sinal do ruído.

Notem, não estou falando para fechar os comentários, blog sem comentários nem pode ser chamado de blog. O que estou dizendo é que em projetos individualistas do eu-sozinho, os comentários e formulários de contato são o limite pratico de ferramentas de interação.

Quando você recebe mais de 500 spams por dia (fora os que são mortas na fonte, por plugins como o Bad Behaviour ou o SpamKarma) tem que avaliar esses comentários manualmente, a não ser que assuma a perda de alguns comentários legítimos marcados como falsos positivos.

Infelizmente comentários são uma droga, quando passam de 50 são absolutamente horríveis de se ler, não há encadeamento de mensagens, como o Digg e mesmo com usuários cadastrados, as ferramentas são inexistentes.

A saída? Nenhuma. Mesmo assim, vamos ver alguns métodos de interação que podem ser (e são, em alguns casos) usados por blogueiros:

Fórum

Alguns blogueiros criam fóruns, mas como o Edney descobriu, o tempo acaba sendo consumido pela administração do mesmo. Sou admoderador de um fórum médico nos EUA, e acreditem, ele consome mais tempo do que meus dois sites juntos, na parte de controle de mensagens e spam.

Existem plugins e ferramentas de fórum com integração ao WordPress, mas ao usá-las você passará a lidar com spam e trolls em uma escala bem maior. Ou então irá abandonar o forum à própria sorte, e sua morte estará decretada.

Lista de Discussão

É uma forma de interação que também não é atraente, dado o alto grau de disponibilidade que ela exige do administrador. Viaje 3 dias, esqueça de liberar mensagens moderadas, e vai ver como os usuários cairão em cima de você.

Outra desvantagem da lista é que ela não reflete no blog. Você pode ter 10.000 membros, o visitante do blog não terá a menor idéia (ou acesso imediato) a esse conteúdo.

Canal de IRC

Talvez o pior de todos. A novidade da interação instantânea logo se torna obrigação. Do contrário seu canal vira terra de ninguém, engraçadinhos entrarão com seu nome e farão propostas indecorosas ao Cobalto, por exemplo.

SkypeCasts

Ver IRC 

Shoutbox

A shoutbox é aquela caixinha de texto na lateral, onde você deixa uma mensagem curta e ela é imediatamente exibida. Eu não conheço nenhum blog com uma dessas que não tenha uma enorme lista de palavrões e xingamentos.

MSN e similares

Alguns blogueiros divulgam seus endereços de messengers. Isso rapidamente se alastra, e uma das cenas mais apavorantes que já vi foi a Bia Kunze abrindo o MSN e sendo recebida por centenas (não estou brincando) de visitantes que ela saía cadastrando graciosamente. O resultado foi ela cometer MSNcídio. Instant Messengers não são ferramentas de comunicação de massa. Funcionam muito bem, de um para um, com um grupo reduzido.

Lembre-se, a sua produtividade baixa na proporção equivalente ao quadrado do número de contatos em sua lista.

Mais ainda, você deixa UM leitor satisfeito, e o resto continua sem saber se você existe.

Newsletters

Faça-me o favor.

 

E agora, José?

Eu poderia dizer que não vim trazer paz, mas uma espada, que não quero explicar, quero confundir, mas quem acompanha este blog sabe que eu prefiro sempre dar um fio de esperança aos leitores.

O que sugiro, então, para aumentar a interação com seus usuários, sem comer 90% do seu tempo e garantir orgasmos aos trolls e spammers é, como já se tornou tradição, algo que eu não faço, mas tenho o excelente álibi de nunca tê-lo feito por ter acabado de ter a idéia.

Sugiro um post semanal onde você listará os melhores comentários. Os mais interessantes, instigantes, divertidos. Também pode dedicar uma seção aos mais patéticos, os mais mal-escritos e o famoso “bonde andando”.

Lembre-se de colocar os links das matérias e dos sites dos autores dos comentários, se existirem. Comente trackbacks que achar interessante (você acompanha seus trackbacks, não?) e avise, por email, que o leitor foi incluído nessa compilação.

Com isso você ganhará mais um espaço de interação, dentro da estrutura do blog, e com periodicidade. Blogs que usam o WordPress podem inclusive oferecer um feed RSS para a categoria, que você pode chamar de “A Semana”, ou algo assim.

Acostume-se a separar posts e comentários interessantes, no dia de escrever esse post semanal terá mais material do que necessário.

Você estará prestigiando seus visitantes, abrirá um canal de comunicação com a vantagem da familiaridade e com o tempo criará um hábito.

Portanto, aguardem para semana que vem o Contraditorium Em Revista (ou outro nome igualmente criativo).


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Se o blogueiro for do sexo masculino, estiver deitado, nu e apontando o dedo pra mim, sim, é muito difícil interagir com ele. [heresia mode off]

    Acho que a interação blogueiro-leitor pode se dar de uma forma saudável se for por email ou por visitação mútua. O problema é que vai ter sempre um troll filadamãe colocando na tagline do msn 'Uhuuu, o kibeloco me visitou e deixou comentário! Uau!' pra gerar meia tonelada de inveja em quem ler.

    Ah, não concordo com o seu ponto de vista de que blogs sem comentários não são blogs. Mas não vou sequer tentar discutir porque isso varia muito de pessoa pra pessoa. Aquele velho chavão, 'cadum, cadum'. :)

  • E ai beleza?

    Eu discordo, sobre a administração de um fórum, pois não é algo tão difícil. Pois a moderação pode ser dividida entre muitos membros. Só se o sujeito for tão egoísta, que vai querer cuidar de tudo sozinho.

    Outra, essa idéia de colocar um post de comentários, pode afugentar alguns "comentaristas" mais timidos, e atrair alguns que só querem aparecer.

    abs

  • Cesar

    E o contraditorium sempre repassando algo interessante.

    Valeuu

  • Independentemente do número de posts, acho extremamente importante a interatividade com os visitantes de seu blog.

    Mostrar que lê os comentários e responder alguns, é muito válido.

    Além disso, considero que posts podem servir para abrir discussões sobre assuntos e serem abordados nos comentários também. Não sempre, senão vira um forum de discussões, mas vale a pena.

  • não consigo parar de pensar o que te levou, ou melhor, que tipo de cancer (talvez concentrado em partes posteriores da anatomia humana) que te levou a ser moderador de um site gringo de cancer.

    o dedo do médico era grande, cardosão? :)

  • Claudio Tavares

    Bem, o Cara de Milho publica alguns comentários, como posts e, em seguida dá a resposta. O resultado é…veja você mesmo: http://carademilho.blogspot.com/
    Só uma pergunta: porque nesse mundinho virtual todo mundo é tão valente, corajoso, etc?? (Apesar disso, me divirto muito com essas atitudes)

  • Claudio: Machão de teclado é uma praga mundial. Ao vivo ficam fininhos, fininhos. Pouca gente tem a decência de manter na vida real os desafetos E opiniões que têm na Internet.

    Morroida: Às vezes um charuto é apenas um charuto. O dono do site é um oncologista amigo meu que precisava de um help.

  • Gostei das observações e da idéia de passar os comentários em revista. É muito difícil atrair bons comentários para o blog e isso deve estimular.

    Vou pensar em implementar algo assim no meu blog.

    Abraço,
    Rui Nelson
    http://www.uebbemais.com

  • Quem dera um dia eu precisasse de um canal no IRC pra conseguir interagir com meus leitores…

    *Sonha*…

  • Opa, belo post!

    Com toda essa revoluçao na web devia ser mais facil falar com o blogueiro, ninguem pensa nisso e se pensa faz como o cardoso vai eliminando tudo ate nao sobrar quase nada, deixando apenas os comentarios como ponto de conversaçao entre os 2 mundos.

    Ah eu achei um blog com Shoutbox aHAuAUAUHAuh Espero que o primeiro e ultimo

    http://www.manux.com.br/

    abraços!

  • Pingback: Anônimo()