1280 x 1024 e outras resoluções para 2007

Diferente das previsões, estas aqui eu posso fazer acontecer, e posso ser cobrado por elas. Pretendo até a primeira semana de janeiro estar com tudo encaminhado. Então, vamos lá:

  1. Comprar o monitor LCD de 19″ que estou namorando
  2. Organizar os feeds em grupos e categorias
  3. Comprar um controle remoto novo para o DVD
  4. Totalizar o crescimento / faturamento dos sites em 2006, e postar o primeiro
  5. Analizar os posts de acordo com a quantidade de comentários, para entender onde errei e onde acertei
  6. Fazer uma projeção do crescimento para 2007, com metas a alcançar
  7. Levar a Julia no Outback
  8. Levar o PG para comer o bife com fritas na CADEG, de preferência em um sábado, para arriscar uma saia justa.
  9. Assistir ao Fantasma da Ópera em São Paulo, de preferência com a Bia. Se ela não puder ir, levar a Bia.
  10. Assistir ao Fantasma da Ópera em São Paulo, de preferência com a Bia. Se ela não puder ir, levar a Bia.
  11. Refazer o layout dos blogs, otimizando os plugins e aumentando a interatividade
  12. Adicionar ferramentas de monetização, como Buscapé, Submarino e outros afiliados, integrando-os aos textos de forma pertinente e benéfica ao leitor
  13. Voltar ao Mercado Editorial
  14. Dar minha segunda entrevista para o Fantástico (SIIIIIMMM, mas se você não lembra da primeira não sou eu quem vai contar) e desta vez lembrar de perguntar “É pro Fantástico?”
  15. Escrever um plugin revolucionário de comentários para o WordPress
  16. Ser uma pessoa boa, generosa, amar o próximo, as criancinhas e ter Jesus no coração.

OK, talvez não dê para fazer tudo, então vamos deixar a última para 2008…


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também: