Como é difícil escrever sobre o que se gosta

Não no sentido de que se você é fã do RBD muito provavelmente não é alfabetizado, mas no sentido de que na maioria das vezes entusiasmo só não basta. Gostar de um tema, dominá-lo é somente o primeiro passo. Muitos temas já estão saturados. De que adianta você, candidato a ProBlogger, que no mínimo valoriza a qualidade do que escreve, se tornar mais um na multidão?

Mesmo um trabalho não necessariamente “profissional” acaba caindo nos níveis pessoais de exigência dos outros trabalhos, e isso pode ser frustrante.

Eu resolvi aproveitar meu gosto por seriados de TV e lançar um blog sobre o tema, o Contraditorium Séries, mas esbarrei em um problema. Não quero escrever em estilo fanboy /migucho. Não vou fazer recapitulação detalhada, não gosto de colagens com fotos de personagens e, definitivamente, por mais que goste de Heroes não vou lançar o Heroescast.

Legal, você se pergunta. “Vai fazer o quê então, idiota?” (essa foi a Rosângela, se perguntando)

Boa pergunta, digo eu. Não sei.

Achar a voz, o estilo do blog é algo complexo. alguns já saem prontos, outros levam anos se digladiando até encontrar o estilo ideal. No caso do Contraditorium Séries, ainda não achei. O blog está no esqueleto, com posts de teste do WordPress e tudo. O fato de acompanhar um zilhão de séries também complica a situação.

Um estilo que gosto muito é o do Jovem Nerd. As Versões Resumidas dele são sensacionais. Infelizmente não sou cara-de-pau de copiar o estilo e lançar a minha versão.

Vejamos nas próximas semanas. Se achar um estilo para o blog, darei prosseguimento. Caso contrário, farei o que todo blogueiro deve ter coragem de fazer: Puxar o plug, desligar da tomada, tirar do suporte vital, pagar um Saddam Hussein e matar o blog. Do contrário é só ruído, ocupando espaço no servidor, banda quando os robôs (e spammers) o acharem e frustração no leitor que porventura caia ali atrás de informação.

Mas que eu gostaria de falar sobre séries e filmes, isso eu gostaria. Vocês sabiam que a Faith, de Buffy, era a filha do Schwarzenegger em True Lies?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Endosso. Tem coisas que eu gostaria de falar sobre mas não sai como eu gostaria, se é que dá pra entender o que acabo de dizer.

    Mas to feliz com o novo-MUNDO, minhas mudanças no layout me agradaram e ACHO que estou postando com a regularidade e qualidade devida.

    E viva o Saddam!

  • O meu problema é me interessar por assuntos diversos e querer escrever sobre todos. Hoje tive que me segurar para não falar sobre erros 404 no wordpress, que descobri ser um bug na versão 2.0, que cria um .htacess

    inválido… Viu, não dá prá querer, quem ia ler sobre isso?

  • E você sabia que a feiticeira mais gostosa de CHarmed era a filha do Governador em Comando Para Matar?

  • Realmente não basta dominar o assunto. É necessário ter a originalidade para repassar a informação.

    Mas também tirar o plug da tomada é radical. Estaria privando nós, leitores, de informações interessantes que estam passando despercebidas.

    Tenho certeza que o Contraditorium Series estará no meu GReader em breve. =c)

  • Noronha: Quem? Um monte de blogueiros, inclusive eu ;)

    Tiago: Seja mais específico, sempre achei a Prue a mais gostosa, mas como ela é nojentinha de nariz empinado o pessoal tende a esquecer…

    Pedro: Tomara.

  • Que tal criar teorias conspiratórias ?

    Alguns Hoax sobre os seriados, você é bom nisso e com certeza vai atrair fãs fervorosos tentando explicar as coisas.

    Dicas do episódio 11 de heroes: Peter Petrelli o Homem bomba, E o negão que não "deletou" a memória da Claire, porque? invente algo sobre isso.

    Gosto muito de seriados também, atualmente estou acompanhando ou pelo menos tentando acompanhar uma lista enorme, pena que alguns estejam de férias.

    Séries que acompanho.

    Heroes, House(essa é fantástica, se não assistiu ainda não perca mais tempo comece agora), Prision Break, Lost, Dexter, Six Degrees, Justice, Jericho, Rome, e ainda Taken, The 4400 etc

    E agora nas "férias" comecei assistir SmallVille rs sempre fui relutante mas acabei cedendo.

  • Falando em seriados, ô dublagem porca a do 24 Horas, hein?

    Tudo bem, talvez nem seja porca, mas pra quem é acostumado com as vozes originais é um murro no estômago assistir aquilo.

    Quanto ao Contraditorium Séries acho que para um bom começo seria você "catalogar" quais as séries que você assiste e porquê… daí ja dá pra se identificar e tal.

  • Escrevi o post sobre o wordpress. O trackback deve ter caído no spam porque só lembrei de linkar depois de publicado.

  • Não desista da idéia.

    Acredito que vc faria um blogger sobre séries para quem tem mais de 21 anos e um QI acima de 80 pelo menos..rsrs

    Não aguento mais procurar notícias sobre minhas séries preferidas em blogs de miguxos!

    Fico aguardando ansiosamente!

  • Um assunto, por mais específico que seja, nunca interessa a apenas uma pessoa. A língua pode ser uma barreira, claro, mas não existe tema que seja do gosto de apenas um ser humano em um planeta com mais de 6 bilhões de indivíduos.

    Mas uma coisa é verdade: nem sempre a gente escreve bem sobre o que gosta. É preciso persistência para deixar vícios de lado e não cair, como você bem disse, no esquema fanboy ou miguxo. Acho que o tom a gente encontra no dia-a-dia, justamente no exercício da escrita.

    Mande bala com a nova idéia. Tomara que dê certo!

    Ale Rocha

    Poltrona.TV | o blog sobre televisão
    http://www.poltrona.tv

  • Você tocou num ponto interessante quando disse: "Infelizmente não sou cara-de-pau de copiar o estilo e lançar a minha versão."

    Mas pq não?

    Pow se tu acha a idéia (estilo) bacana o que custa tentar criar as suas próprias versões resumidas? Claro, não faça a coisa igual, sempre dê o seu toque especial, faça a diferença (e seja justo, sempre que necessário parabenize o "original")…

    Afinal de contas o que hoje em dia é 100% original?

    "Nada se perde, nada se cria. TUDO se transforma"

  • Pior que dominar e não saber tratar, é saber como quer abordar mas não ter proficiência no assunto. Muitas vezes me deparo com temáticas que me agradam mas que desconheço a fundo, e acabo optando por não falar em meu blog.

    Falar leigamente ou de forma a passar a informação errado eu prefiro não fazer. Claro que as pesquisas são muito importantes e embasam os textos, mas em alguns casos tem que ser mesmo entendido do assunto.

  • Sezaum

    Cara, do jeito que vc posta fotos do D.Vader, acho que vc leva jeito para um blog do tipo malzão. Assuma seu alter ego, vá para o lado negro.

  • Lu

    Bem que eu ia gostar de encontar num só canto os resumos de todas as séries que acompanho – especialmente agora, que ando empenhada no projeto de assistir a "apenas" três horas de tv por dia.

  • Ola!

    Parabens!

    Gostariamos muito que escrevesse em nosso portal http://www.zigbr.com sobre qualquer assunto escolha o assunto obrigado

    ficaremos muito felises com sua participaçãoz