Da arte de escrever posts pessoais

Imagine que você está cercado de gente que acompanha seus textos, tem uma boa idéia dos seus gostos, e não só sabe que cada pingo seu é uma letra, como sabe qual letra é. Blogueiros com leitores fixos não podem se dar ao luxo de soltar “piadas particulares”. Isso não existe. Se eu comentar que uma agência de marketing viral está promovendo um encontro entre um blogueiro e sua eterna musa, mas me pediram para não dar detalhes até o dia do encontro, tudo que é blog de fofoca vai estampar na capa: “Cardoso e Vendramini: Mission Accomplished” ou algo assim.

Nota: Já repararam que não há um único blog de fofocas bom no Brasil? Não no sentido de fofoca fofoca, quanto a isso há vários, vide o excelente Papel Pop, eu digo fofoca da blogosfera mesmo. Bloguismo Tablóide Marrom. Será que não tem ninguém para falar do casal de blogueiros conhecidos que está preparando o noivado em segredo? (essa é séria!) Ou dos disse-me-disse nos comentários? Precisamos de um blog desses, vocês levam a Internet muito a sério.

Escrever para leitores fixos é ter que abrir mão do duplo-sentido, eles quase sempre pegam o sentido que queremos passar (mas não necessariamente queremos tornar público).  Então o que fazer? Tornar o duplo-sentido mais hermético? Diminuir o número de referências, tentar fazer com que somente um subgrupo as entenda? Sinceramente pra mim isso é só adiar problemas.

Fechar-se completamente é uma droga também. Já vi excelentes blogs se tornarem meras fontes de informação (e pra isso temos o Estadão) por medo dos autores, assustados com a repercussão de seus textos.

“Não quero me expor”

OK, então monte um site, não um blog com seu nome. “Blog do Fulano” onde o fulano não fala nada de si? Blogueiro, mostra tua cara, quero ver quem você é. Já as blogueiras podem mandar links pro Flickr e me incluir para visualizar as fotos “private”.

Nosso melhor diferencial é que somos gente, não máquinas, e se você lembrou do discurso de Chaplin em O Grande Ditador é nele mesmo que me inspirei. Humm… Grande Ditador. Cardoso. Gostei da associação de idéias.

Não somos veículos, nossos blogs são iniciativas pessoais. MESMO os blogs coletivos são repletos de personalidade. No caso, várias. Mas cuidado.

O blog como ferramenta de desabado deve ser usado, mas é muito mais eficiente se você não vira um Emo e cria o Blog das Lamentações. Ler desgraça todo dia cansa, a não ser que sua vida seja MUITO patética, como a famosa “Gorda Estagiaria”, que freqüentou rapidamente as Internets, em 2005.

Chore todo dia suas pitangas, e ninguém te dará bola. Tenha uma base fiel de leitores por escrever coisas relevantes e um monte deles aparecerá com uma palavra amiga, no dia que você precisar. Da mesma forma serão bem mais compreensivos quando você revelar algum defeito ou fraqueza. Quer dizer, eu acho. Nunca experimentei. Até pensei em simular algum defeito, mas como a Honestidade só perde para a Perfeição, entre minhas qualidades, não posso iludir meus leitores.

OK, admito: Tenho um defeito sim, a baixíssima tolerância com os idiotas que lerão o parágrafo anterior e levarão a sério, dizendo “viu? É um babaca!”. Falta de senso de humor é algo que não tolero, mas é um bom alerta, pois sempre vem acompanhado de falta de inteligência.

Portanto, meus caros, dosem. Existe uma enorme diferença entre se expor e se tornar vulnerável. Mostrar um pouco de gente de verdade é legal, saudável e evita surtos megalomaníacos descontrolados. (os meus são todos metódicos e planejados). Já se tornar vulnerável é diferente. Aí sim não acho uma boa. Exemplo: Se eu disser que fui namorado da amante de meu chefe estou me expondo, mas não me tornando vulnerável (ele já bateu as botas). Já se eu disser que estou de olho numa blogueira do Sul aposto minha coleção de revistinhas suecas dos anos 80 que algum babaca pesquisará todas as blogueiras relevantes do Paraná pra baixo mandando emails avisando pra “tomarem cuidado comigo”.

Não estou brincando, no tempo em que freqüentava a lista mundosemfio a Bia Kunze me mandou vários emails desse tipo, gente alertando-a, dizendo que eu tinha péssimas intenções, que eu era amiguinho dela na lista mas era só interesse… Alguns inclusive levantando a hipótese de que eu poderia ser perigoso, e que ela evitasse me encontrar se viesse ao Rio.

Nem só de salsinhas e trolls inofensivos vive a Internet. Há gente bem ruim por aí. Só não deixe que esse tipo de idiota o feche em uma concha, caro leitor. Isso só beneficiaria os idiotas, e bons blogueiros não reagem bem a ameaças terroristas. Ignore-os, mostre seu melhor produto, você mesmo. Se você é uma pessoa interessante, já é meio caminho andado para produzir textos interessantes.

Ou, na incapacidade de produzir algo, pode também compilar uma lista de todos as blogueiras relevantes do Paraná pra baixo. E passar pra mim…


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • É por isso que eu gosto de ler seus textos. Tem uma frase muito muito boa que eu já coloquei nos clipmarks :)

  • Pelos bastidores da bloguesfera existe a possibilidade de um blog de fofocas, mas acredito que as maiores fofocas/polêmicas serão de blogueiros como você.
    Sobre a lista de blogueiras: Se você receber envia pra mim! :D

  • …tudo que é blog de fofoca vai estampar na capa: “Cardoso e Vendramini: Mission Accomplished”

    Ou um blog de fofocas blogueiras estamparia: "Cardoso surta de vez", hahahaha…

  • Texto maravilhoso Cardoso, também acho que, se o blog não for dirigido ou específico, tem mais é que variar, inclusive com momentos "diarinhos", pois o ser humano adora saber da vida alheia hehehe
    Mas nem precisa de lista das sulistas… vá lá, BK já é suficiente! :P
    Abração

  • markus

    A agência não seria essa né?
    http://www.riot.com.br/

  • Um ombudsman da blogsfera brasileira já bastaria – desde que também se dedicasse a fofocas :P

  • De vez em quando o Fabio Seixas cumpre essa função, e um ou outro blogueiro ali ou acolá dão uma de Nelson Rubens. Mas é tudo muito dividido :-p

  • o papelpop é bom mas o papelpobre(.blogspost.com) é mais divertido. e digamos que são poucos os blogueiros que levam uma vida interessante o suficiente, não?

  • Concordo com vocês. Um blog deve ter um "quê" do blogueiro. Não deve ser repleto de reclamações, muito menos contar a vida do dia-a-dia, algo do tipo "ontem fui tomar banho tarde por isso não lavei o cabelo". A não ser que o artigo fale sobre não lavar o cabelo tarde da noite.
    Enfim, gosto de blogs onde a gente pode conhecer um pouco do "dono", seus gostos e o que passa pela sua cabeça. Além de conteúdo, é claro.
    Abraços!

  • Essa coisa de conhecer a "pessoa por trás(ui) do blogueiro" é legal por que cria um vínculo entre escritor e leitor. Existem blogs que, depois de um tempo de leitura regular, já parece que o cara é seu amigo, cada post é como uma conversa de boteco.

  • excelente post…

  • "[…]>Até pensei em simular algum defeito, mas como a Honestidade só perde para a Perfeição, entre minhas qualidades, não posso iludir meus leitores[…]"
    Ainda bem que o complexo de superioridade foi contornado, né?

  • Anônimo

    Bom o texto, porém descordo em algumas coisas.
    Acho que o fato de se expor fica a critério de cada blogueiro, há quem se sinta a vontade se expondo, mas também há aqueles que não.

    "OK, então monte um site, não um blog com seu nome."

    Eu acho que as intenções em fazer um "site comum" e um blog, são diferentes. No blog se deseja dar sua opinião sobre determinados assuntos, comentar notícas, etc, etc… sempre atualizando ele.
    Digo, a estrutura e intenção dos dois são diferentes.

    O blog precisa de um personalidade? Sim, mas se expor é desnecessário.

    O objetivo principal do jornalismo é informar. Deve ser algo que informe os fatos como ocorreram, sem mostrar inclinação ou opinião pessoal do autor, deixando com que o leitor pense por si próprio (ou pelo menos deveria).
    O que acontece com o blog, é que você dá sua opinião pessoal. Não que eu esteja dizendo que o leitor não pensará por si próprio, longe disso, mas aí talvez ele veja um ponto de vista que não foi anteriormente pensado.
    Pra mim, essa é a grande diferença entre os dois.

    O que não implica exposição por parte do blogueiro :P
    (mas que tampouco a exclui, caso ela seja desejada pelo mesmo hehe)

  • Anônimo

    O blog precisa de [um personalidade]? = [um pouco de personalidade]
    :b

  • Faz tempo, complexo de superioridade implica em reconhecer a existência de outros, mesmo que inferiores. Um Blogueiro Megalomaníaco Autocentrado não pode ser tão condescendente.

  • Daniel

    Acho que o Cardoso está virando o Montaigne .

  • Contendo várias palavras do Veríssimo – O Analista de Bagé. :P

    Concordo plenamente com o que o Fabio falou e com seu post. Achei ótima a utilização do seu ótimo (mesmo!) senso de humor nele!

    Aliás, depois me manda a lista das blogueiras, pq… eu tenho que… falar mal de vc pra elas… sabe como é, né?

  • Putz, enfim, esse é o melhor conceito de blog que já li. adorei! Nada que uma boa experiência para passar ótimos conceitos.

  • George Arraes

    É a Bia Kunze? :(

  • Quer nome, cpf e rg do santo? Naninanão, só conto o milagre.

  • Não sei se faço um bom blog. Mas faço o que acredito. E dentro disso está o de sempre mostrar a minha cara , como vc disse. Por conta disso, já fui chamada de :pretensiosa,louca,inconsequente,ingênua,sem-noção e várias outras coisas que não registro na memória.Tudo por que não tô nem aí pro que pensam de mim e assim sendo, me exponho mesmo,na boa.Como tenho leitores fiés,devo estar no caminho certo.Mas estou no caminho que eu quero,isso com certeza!

  • Pingback: Dia do Blog - Blog Day 3108()

  • Epa! Sou de Sc…rs
    Mas não me encaixo aí não. Meu blog tem a minha cara, tudo que eu curto ou acho que um dia vai me servir.
    Beijão!

  • Pingback: Megalopolis » A verdadeira identidade do Dr. Love()

  • Eu só qro

    montar umas fotos

    e escrever em fotos

    maiiis ninguem me

    ajuda

    fazem esses site

    IDIOTAS

    Q Ñ AJUDAM EM NADA

    ESTE SITE É UMA MERDA.!

    A LIGA DAS PATY'S

    Q ME PERDOEM

    BY:PATY

    xD

  • MERDA DE SITE

    mERDA DE SITE

    merda de site

    NUM PRESTA PRA NADA

    KEM KIZER ME ADD

    NO ORKUT

    O EMAIL É

    paty_sntpva@hotmail.com

    MERDA DII SITE

  • Ainda bem que aparecem comentários doidos iguais essesacima porque me levou a ler esse artigo, eu estava precisando ler algo assim, parabéns ficou muito bom! Abraço

  • Renata

    aff qh site de bosta!!!num presta pra nada!!