Blogueiro japonês com 50.000 hits/dia é bem mais popular que você

OK, é mais popular que eu também. E para adicionar injúria ao insulto, o tal blogueiro, Hatch-chan, é um gato. Felino, para não deixar dúvidas.

O casal que trabalha para o gato (quem tem gato em casa sabe a verdade: Cachorros têm donos, gatos têm staff) inscreveu o felino em redes sociais, produz material para o blog do gato e administra os empreendimentos.

Com isso o Hatcha é altamente lucrativo.Agora estão organizando inclusive visitas guiadas para conhecer a casa do gato. Os fãs adoraram. Isso mesmo, o gato tem fãs, que compram calendários, álbuns de fotos, imãs de geladeira e até DVDs do gato.

Por um lado é complicado para a cabeça de um blogueiro saber que além de tudo temos que competir com gatos, ou pior, que nós blogueiros brasileiros temos em média bem menos visitas diárias do que um felino.

Mas por outro outro lado, há um valor interessante escondido na reportagem: Os 50.000 hits do gato.

É um bom número para o Brasil, mas para o Japão achei decepcionante. Só posso de deduzir que a gatoblogosfera por lá esteja tão pulverizada que não seja mais possível um blog ter acessos monstruosamente grandes.

Será esse o nosso futuro, com ou sem gatos? Será que chegará o dia que teremos tantos blogs bons que nenhum irá se destacar, e a diferença entre os 100 primeiros do blogblogs será de algumas dezenas de usuários? Como a quantidade de dinheiro investida na web é finita, ao invés dos anunciantes dividirem sua verba entre 10 blogs, dividirão entre 100, e aí ter blog profissionalmente deixará de ser bom negócio.

Será que um gato previu o fim dos ProBloggers?

Fonte do gato

Leia Também:

  • Gatos são cachorros homossexuais!

  • É uma idéia meio difícil de ser aceita, que um ser irracional esteja ganhando de lavada de pessoas com cérebros, que correm atrás de novidades, pesquisam, escrevem e passam horas gastando neurônios enquanto esse gato provavelmente só fica enchendo a burra de Wiskas Sachê (ou similar japonês).

    Final dos tempos.

  • Cardoso, é engraçado como vocês, probloggers de verdade falam, ou escrevem, com tanta naturalidade que 50.000 visitas / dia é algo micho… :| :)

    Sem falar que com propagandas ele pode faturar uma grana enorme se somente 10% dos visitantes clicarem nelas…

    Queria eu ter 10% das visitas diarias deste gato :P

    Acho que vou colocar meu cachorro e meus 3 gatos para blogarem por mim…

    FALOW !

  • Cardoso, como sempre, se superando em termos de comentários em seus artigos…

    Eu até ia brincar, te chamar de Mãe Dinah, porque só prevê desgraça, mas perdi o tesão.

    Acho que o futuro da blogosfera é como você prevê, Cardoso. Aliás, o exemplo do gato é muito interessante porque mostra aquilo que eu não quero ver: o blog como ferramenta de apoio para um outro negócio, no caso da venda de DVDs e ingressos para a casa.

    Aproveitemos, pois, os bons ventos que ainda sopram.

  • O Brasil também já tem o seu blog de gato: o meu. O blog da Gata Lili. Ainda não tenho tantos acessos como meu amiguinho japonês, mas um dia chego lá. Veja o endereço: http://www.lili-gata.blogspot.com

  • Francisco

    Só falando sobre cachorros terem donos e gatos, staff, outro dia ouvi o seguinte:
    o cachorro olha os humanos e pensa "essas pessoas me dão carinho e comida. Eles devem ser deuses!" enquanto o gato pensa "essas pessoas me dão carinho e comida. EU devo ser um deus!"
    E eu não vejo o futuro assim. Só pra traçar um paralelo, não importa se abrirem mais transmissoras no Brasil, todo mundo ainda vai querer anunciar na Globo.

    • SERÁ????????????/ eu PENSO QUE ELES NÃO PENSAM APENAS AGEM POR INSTINTO.

      INSTINTO: Reação expontanea e de reflexo diantante do ocorrido.

      Um abraço!

  • Quando um gato ganha de você, você percebe que tem algo muito errado acontecendo…

  • Ian

    Isso se os probloggers não morrerem todos antes:
    http://www.nytimes.com/2008/04/06/technology/06sw

  • Creio que não será esse o futuro da blogosfera não. É que não sei o tamanho dos blogs grandes de lá, mas devem existir os que se destacam.

    É como tv paga. Existem centenas de canais, mas quais as pessoas realmente assistem?

  • Gostei da idéia, vou criar um blog agora mesmo pro meu gato, hehehehe!

  • Quem escreve no meu blog também é um gato!
    Eu sei, foi sem graça… eu sei…

  • Pingback: Blogs mudando o mundo | O Blogue do Janio()

  • Esses japoneses são realmente criativos ahhaa. Pelo menos o gato é bonitinho.

  • Não é justamente isso que dizia o sujeito do efeito da cauda longa? Popularização das ferramentas de criação, formação de nichos de interesse e outras buzzwords afins?
    Então, parece que ele estava certo. Mas isso não significa o fim dos probloggers da mesma forma que a falência da industria musical não é o fim do músico profissional. Há lugar ao sol para mais gente, não precisa concentrar os louros todos em poucas cabeças.

  • Blog está se tornando uma ferramenta cada vez mais popular. Atualmente já não há aquele guru, mas várias pessoas dividindo postos superiores. Porém isso não quer dizer que é o fim dos blogueiros profissionais, e sim que é preciso começar a inovar.

    A blogosfera meio que estacionou nos últimos tempos. E isso não está sendo bom. Creio que com o surgimento de blogs novos, e bons, os velhos acordem para a realidade.

    Se quiser destaque, mereça destaque.

  • Há um problema nos blogs de probloggers aí no Brasil. Uma vasta percentagem é de mulé nua. Tédio. Acho que blogs corretos, que dão informação tech, com português legível, e mulé nua só podem dar certo.

    Muito boa essa estória do gato. Tenho um doberman que come alface e uma gata que bate no cachorro. Nelson Rodrigues diria que "a vida é assim."

  • Aloha Chefe!
    Das opções, a mais aceitável. Perder para um felino é menos frustrante do que perder para, sei lá, um cachorro, ou para uma tartaruga!
    Quanto à monetização, sempre alguém vai estar na frente. Mesmo pulverizada, a verba ainda se concentra em pontos focais, e estes vão ganhar MAIS dinheiro do que os outros. Vai ser difícil ficar milionário começando depois, mas talvez se possa fazer fortuna.
    Uma vida digna, confortável, provável para os bons, talvez. Sobreviver? Para os esforçados.
    Epic Fail? Para todos os que mereçam, é inevitável!!
    Aloha!

  • Para terminar esse post pré-apocalíptico, só faltou aquele vídeo do "esquilo/marmota/sei lá" que fez sucesso no you tube dando aquela virada e encarando a lente num close up suspeitíssimo ao som de "tarãããmmmm"

    Ficaria demais…

  • sim, gatos são tudo de bom e por isso trabalhamos para ele e por eles!!! eu to na fase de usar a travessura dos meus para atrir leitores – hahahahahahahaha

  • Já que os gatos são tão "interessantes" será que alguém conseguiria sucesso igual por aqui? alguém se arrisca? talvez eu encontre um por a qualquer momento.

  • Me perdoem o trocadilho mais o que mais vejo na net é felinos sendo feitos de “gato e sapato”, por sorte há um gato que resolveu vingar sua raça, deem uma olhada nesses posts:

    http://jurato.powerminas.com/gato-rambo-adverte-jamais-me-pegarao-vivo

    http://jurato.powerminas.com/gato-rambo-ii-jamais-me-pegarao-vivo

    rsssss

  • Se tomarmos como amostragem o Jonny e o Inagaki, eu diria que os nossos blogueiros japoneses são melhores que os blogueiros japoneses dos outros.

  • Pingback: E ao fim do segundo dia… | HaX by Pedro()

  • Pingback: Cigarros? São 8 rugas por favor. | Lemp Corp()