CoverItLive – Ferramenta para Live Blogging que quase funcionou

Ontem foi uma pauleira. Cobrindo remotamente o Apple WWDC para o MeioBit, resolvemos fazer algo melhor do que ano passado, quando o servidor foi pro saco, por excesso de acessos. A melhor opção nesses casos é uma aplicação AJAX, sem refresh da página inteira, como TODO MUNDO que estava cobrindo o evento usou.

Resolvemos experimentar um serviço diferente, o CoverItLive, uma aplicação por enquanto gratuita, mas que se garantir performance com certeza valerá ser paga. O serviço permite que você inclua sua cobertura em qualquer site, via HTML simples. Pode usar inclusive em mais de um site simultaneamente.

O "dono" do evento acessa via um console que permite:

 

  • Atualizar o Live Blog sem refresh
  • Moderar comentários
  • Acompanhar estatísticas
  • Gerenciar moderação liberada (bad idea)
  • Gerenciar: vídeos, fotos, sons, textos e publicidade
  • Incluir pesquisas
  • Agendar eventos e alertar automaticamente leitores
  • Pesquisar no Google de dentro da aplicação
  • Redimensionar a janela de texto
  • Autorizar panelistas (nada a ver com panelinhas)
  • Autorizar produtores

 

Panelistas são membros ativos e propositivos (dá-lhe, Odorico) do painel, que podem enviar mensagens sem passar pela moderação. Produtores possuem os mesmos poderes do criador do live blog, inclusive upload de imagens.

Eu recomendo que um cuide de tirar fotos e subi-las para o servidor do SEU site, usando a opção de HTML do CoverItLive para enviar as imagens pro blog, enquanto outro cuide de escrever os textos. Blogs grandes usam 3 ou mais participantes em uma cobertura dessas (blogs gigantes usam bem mais).

 

ScreenShot005

Ao final você faz um Copy/Paste e tem todo o conteúdo postado, se não quiser confiar no servidor dos caras para guardar o seu evento.

 

ScreenShot006

 

Os servidores do MeioBit só começaram a pipocar quando tivemos que mudar para a cobertura tradicional, o CoverItLive ficou lento demais. A culpa não foi deles. MacMagazine caiu, MacRumours caiu, até o Yahoo Live caiu.

Eu pretendo utilizar esse serviço mais vezes, já estou inclusive anunciando no Twitter:

ScreenShot007

A bem da verdade eu deveria falar com o Leo Faoro e com o Nick Ellis primeiro, mas cá pra nós, eu nem sei qual vai ser o próximo Grande Evento da blogosfera brasileira, então estou só botando pilha.

Nota: Não é meio porco capturar tela e deixar o cursor? É, eu também acho.

Essa ferramenta não só é útil para quem assiste ao evento, como é uma salvação para os servidores, principalmente os mais baratinhos. Vejo muita gente usando, seja em eventos esportivos, seja em convenções, apresentações e feiras de eventos.

Esse serviço será uma excelente dupla para meu Asus Eee PC, que deverá chegar no final do mês. O sonho de um blogueiro, gerar mais conteúdo com menos trabalho (e carregando menos tralha).

Leia Também:

  • Cobertura conjunta? Eu topo!

  • Ed

    É, existem casos que o Ajax não soluciona. No geral, o ajax aumenta consideravelmente a quantidade de requisições a um servidor, porém, o tamanho de informação que trafegam entre elas tendem a ser muito menor.

    É preciso analisar.

  • boa noite, tenho um único comentário a fazer::::: estou no seu blog a quase 1/2 hora e achei assuntos por mim nunca lidos antes, até mais!!!

  • "Nota: Não é meio porco capturar tela e deixar o cursor? É, eu também acho."

    Pérai! Como assim, Bial? Eu devo ter uns dez anos de experiências nérdicas-computacionais e até hoje não sei como colocar um cursor numa captura de tela! Juro! Quer dizer, conheço apenas UM software para Windows que faz isso (bem) e nenhum para Linux.

    Para você, no entanto, isso parece ser uma tarefa bem trivial… Portanto eu <del>EXIJO</del> peço que você compartilhe tal conhecimento para nós, meros mortais que não conhecemos o grande segredo divino de capturar a tela com o cursor incluso.

  • Arthur Tavares

    É mais porco ainda ver que o cursor está em uma área com cor chapada e poderia – facilmente – ser editada (até em paint) para removê-lo.