Dica para aumentar o faturamento: Saiba o nome do seu cliente

Eu sei que é algo complexo, não é todo mundo que acompanha as mais avançadas técnicas de relacionamento agência/clientes, otimização de marca, share-of-mind, essas coisas. Mas eu acho que com um pouquinho de paciência da parte do nobre leitor, eu chego lá.

Seu cliente ama a própria marca. Ele respeita, investe, cuida dela com mais carinho do que muita criança é cuidada pelo mundo. Um cliente se sente MUITO seguro quando conversa com gente que SABE o que está vendendo. Quando eu era redator júnior de publicidade um de nossos clientes era uma revenda de informática, a Intercorp. Eu acompanhei os vips em uma visita, e era o único que sabia o que estava vendo. Scanners, lasers topo de linha, essas coisas. O cliente ficou nas nuvens, ao ver que eu ENTENDIA do produto, e exigiu que eu ficasse responsável pela redação das peças deles. É um diferencial.

Se você não tem o Cardoso em sua agência, TUDO BEM, é possível ser feliz sem mim. Seus profissionais não precisam de profundos conhecimentos técnicos sobre o produto.

O que não dá, PQP, é você colocar um anúncio no AdSense para seu cliente e ERRAR O NOME DA PORRA DO PRODUTO:

kinor

KINOR my ass, é Knor, entende? K N O R R. É difícil? Se for, dispense o cliente, pois se não dá nem para escrever o nome do produto, como você vai vender uma estratégia de mídia pra eles?

Imagem achada no Cobra.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Fabio Augusto Andrad

    estou imprssionado como um cara faz isso e se acha artista.Etica, respeito aos mortos, sei nao, esse artista nao bate bem nao… Internação já

  • Aloha Chefe!
    Discompetência! Extrema!!
    A seleção natural não tem funcionado no mercado porque…
    1) A formação(?) destes profissionais(?) está sendo elaborada por:
    1a) gente semelhante ou;
    1b) de pior tipo, aquele que sabe e tem medo de passar adiante para diminuir a concorrência
    2) os clientes são tão discompetentes quanto e não percebem a discompetência da equipe que estão contratando.
    Resumindo: Auto-defesa simbiótica contra Darwin…
    Aloha!
    p.s. Chamar de "incompetentes" seria elogio.

  • Dica importantíssima Cardoso… Qual a credibilidade de um cara que vende e nem sabe o que está vendendo…? Realmente, nenhuma…

  • Isto é em decorrência das marcas serem estrangeiras e da ortografia ser cada vez menos precisa no Brasil. Acho que você tem toda razão.

    • Eric Souza

      Sinceramente não acho que justifica que seja ortografia estrangeira não. Se a criatura que escreveu esse troço não sabia como se escrevia o nome podia:
      1-perguntar pro google
      2-perguntar pra alguém
      3-visitar um supermercado
      Ou seja, o cara é um imbecil mesmo.

  • Okay, está mais que na hora de aplicar prova aos futuros (ou não) profissionais do marketing desse país.

  • Rafael Netto

    Esses anúncios do Adsense são muito estranhos, parecem piratas. Entrei no site indicado achando que era algum tipo de scam, mas parece ser oficial mesmo.

  • Parece que as pessoas não aprendem. Durante a faculdade, uma das coisas que mais nos ensinam é conhecer bem o produto antes de falar sobre ele. Estudar, analisar, conhecer, criar uma relação.

    Você coloca um cara que nunca teve contato com computadores para falar do novo Widows. Vai dar merda, claro!

    Mas isso é uma regrinha básica de todo publicitário, principalmente dos redatores, que tem como finalidade passar a mensagem do cara através dos textos, e errar o nome do cliente? Ai já é demais né?

    abraço!

  • Se vamos falar de algo, que pelo menos o conheçamos. O tiro sai pela culatra. Catástrofe na certa.

    Amilton

    Abs,

  • Isso só mostra o que é óbvio: Um diploma disfarça muitos imbecis.

    Um abraço.

  • Não é por nada não, Cardoso, mas o cara escreveu "Kinorr", você disse que ele escreveu "Kinor" e corrigiu (na primeira vez) como sendo o certo "Knor". Na verdade, o correto é "Knorr" (sem o "i" e com dois "r"s), como foi escrito "soletrado" na sua segunda tentativa.

    Conclusão: Céus! Eu sou um maldito desocupado!

  • Sei lá, mas acho que isso é só aquelas técnicas de "pegar trouxa"… ou seja, você faz um anúncio que conta com o erro de digitação das pessoas para aparecer na busca do google, ou algo assim…. é uma possibilidade…

  • Pingback: 10 posts que você deveria ler essa semana: O retorno()

  • taloco, que gafe imperdoável.
    só faltou o link pro site da Knorr pra ver se tem mais erro por lá. http://www.receitamilionaria.com.br

  • Talvez tenha sido de propósito, como os "alugão-se" da vida…. mas se foi, pior ainda =P

  • Putz… prefiro nem comentar. Lastimavel!