Breaking News: Morreu Tancredo!

millhousemd

Eu não sou exatamente conhecido nas interwebs por minhas profundas habilidades diplomáticas e paciência monástica, e se tem algo que me irrita profundamente é quando subestimam minhas capacidades fuçatórias. Eu trabalho direto com essa bosta de Internet, me orgulho de estar em dia com tudo que acontece, então quando alguém aparece cheio de amor pra dar, indicando uma notícia ou link que eu CANSEI de ler nas últimas 24, 72 ou mesmo 36 horas eu fico pra morrer, quero matar um.

Mas NUNCA o autor da indicação.

Eu me irrito com o FATO de ter recebido uma notícia pra lá de velha, que cansei de ler, mas não guardo ressentimento nenhum contra quem enviou, e jamais faltaria ao respeito com o sujeito. Se o fiz alguma vez, aproveito que estamos na época do Yom Kippur e peço sinceras desculpas.

Um blogueiro é tão bom quanto suas fontes, e não há fontes melhores que leitores. Receber um link legal, um furo, uma novidade é um grande prêmio, faz parte ser enterrado sob uma pilha de links velhos. Nem todo mundo passa o dia fuçando coisas na Internet, o timing das pessoas varia. Com o tempo elas percebem que só porque algo chegou na caixa de email delas não quer dizer que seja notícia fresquinha, mas ficar apontando isso é ser desnecessariamente rude, e falta de educação não-intencional é desperdício de falta de educação.

Por isso mesmo eu incrivelmente ainda não saí gritando PUTAQUEPARIU ESSA MERDA TEM MAIS DE 4 ANOS E NEM FOI ENGRAÇADO DA PRIMEIRA VEZ!!!! cada vez que me mandam –ao menos uma vez por dia- a imagem que abre esse artigo.

É uma forma do leitor de aproximar, compartilhar uma brincadeira inocente, estabelecer contato. Longe de mim atacar o sujeito em sua primeira semana de Internet.

Portanto, fica a dica: Se você envia uma notícia, uma imagem ou um trocadilho pra algum tuiteiro com muitos seguidores, acredite: Ele apreciou ao menos seu gesto, Só não respondeu por falta de tempo, ou para não parecer rude dizendo “já vi, é velho”ou, no caso do MillHouse, para não incentivar, pois em 100% das vezes um “hehehe” é suficiente para que o sujeito mande imediatamente a SEGUNDA imagem photoshopada mais batida da carreira do Hugh Laurie:

winehouse


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Péricles Linhares

    isso já aconteceu muito comigo, as vezes vou comentar com alguma pessoa um video que vi na internet rindo feito um imbecil, ai o cara chega e diz que já viu e que o video é pré-histórico. ai eu fico com cara de bunda e todo sem graça, que dizer o sujeito além de não rir acaba com minha vontade de rir!

  • Eduardo

    É o preço da fama Cardoso. :P

  • "desperdício de falta de educação" é uma expressão muito interessante. De fato, falta de educação é um bem precioso, que deve ser reservado a uns poucos privilegiados.

  • ta_maos

    Bom, pelo menos uma dica minha pelo twitter gerou um post no meiobit (com o crédito).

  • hauhauaha
    ahhh fala a verdade, todo esse texto foi só uma desculpa pra postar essas duas fotos!!

  • Volta e meia tenho dessas quando alguém me manda algo assim, mas já estou acostumada a ignorar.
    O curioso é que nunca tinha visto essas duas imagens que ilustram o post acima, pra mim é novidade! :)

  • É óbvio, que Cardoso sempre está atualizado, por isso o sigo no twitter. Se por acaso me aparece algo novo nas minhas listas de discussão, procuro saber se não é FAKE, o que acontece na maioria das vezes.
    De todos modos às vezes mando alguma coisa que chama minha atenção, não importa se ele me responde ou não.
    VL&P

  • Jonathan,Beatriz e Elizabeth

    A segunda imagem é engraçada!

  • sem duvida esse e o preço da fama não quer isso não fique famoso…

  • Cardoso, vou te mandar uns power points de auto-ajuda que tenho. Um deles tem dois flamingos formando um coração. Você vai adorar!

    Mando pra qual e-mail?

  • Normal. Isso acontece toda hora na caixa de emails, mural do Facebook, Twitter, cometários do Blog e etc…

    Piada velha é que nem amigo mala, sempre te acha em todos os lugares.

  • Que coisa… hein!?

  • Eu confesso! Já fui um dos que (várias vezes) mandou um link para o Cardoso (e outros twiteiros) de algo que ele já sabia há tempos, mas eu julgava ser novidade. E nem era imagem brincando com a persona do avatar dele, como essas, mas notícias científicas mesmo. Mas quando vejo uma notíca que parece ser do perfil dele que conhecemos e tem data de HOJE no site onde a vi, vai que, por puro acaso, ele ainda não tenha visto? Se TODOS pensássemos "ahh, ele já deve ter visto, não vou mandar", ele poderia acabar não sabendo dela (afinal, não dá para ficar acompanhando 100% das notícias que acontecem, 100% do tempo). O lance é moderar e ser minimamente razoável, para não encher a paciência do receptor :)