Chuvas, Finados, Mães e nossa visão medieval do Mundo

galileuHoje na minha timeline no Tuito surgiu um comentário inocente… “Minha mãe falava que sempre chovia em Finados”. Eu retruquei que isso não era verdade, o que propiciou uma avalanche de comentários me desmentindo.

Pra facilitar a vida dos trolls, o trechinho que vão repetir por aí provando minha arrogância: Me senti Galileu diante da Inquisição, quando os bispos se recusaram a olhar no telescópio, como mostra a famosa pintura descrevendo a cena que nunca aconteceu.

A história de que sempre chovem em Finados é mais uma daquelas mentiras que as mães contam, mas só uso o termo mentira por não gostar de atenuantes como  “meia verdade”. É uma mentira. Bem-intencionada, elas realmente acreditam nisso. Minha avó repetia dogmática a tal afirmação.

A alegação de que “sempre chove em Finados” é, obviamente de cunho religioso, populações urbanas de países com clima decente associam chuva a tristeza. No Saara Ocidental seria algo a se comemorar.

O interessante dessa crendice é que ela não resiste aos mais básicos questionamentos, mas TODOS a espalham sem pensar. É como se alguém dissesse “o Sílvio Santos consegue virar lobisomem” e todo mundo aceitasse como algo natural. (o que é um absurdo, ele é judeu, viraria um Golem*),

* não, não viraria, eu sei, mas não sou versado em criaturas místicas de origem judaica, fora a Natalie Portman.

Temos aqui um caso de memória coletiva seletiva. As pessoas passam adiante a crendice e convenientemente esquecem das ocasiões em que ela é demonstrada falsa. Quando não chove em Finados, as pessoas simplesmente não falam nada, ninguém pensa “hey, não era pra ter chovido hoje?”

A crendice da chuva em Finados tem também base na percepção de que o Homem é o Centro do Mundo. Nós somos o centro de nossos Universos, perceber que há mais além do que nossos olhos podem ver é MUITO complicado. Nada é mais difícil para um crente entender que o discurso “estamos nos fins dos tempos, Jesus está voltando” é repetido com as mesmas palavras e com os mesmos “sinais” e profecias desde uns 5 minutos depois que ele morreu. SE morreu, uns dizem que foi pro Japão (sério).

“Sempre Chove Em Finados” é muito mais fácil de ser assimilado no Rio de Janeiro, por exemplo. Estamos em época de chuvas, estatisticamente CHOVE muito por aqui. Na verdade no Hemisfério Sul inteiro. Só que estatisticamente “sempre chove” em Finados, mas “sempre chove” dia 1o de Novembro, dia 3 e no período inteiro.

Outra questão: “Sempre chove” AONDE, cara-pálida? No mundo inteiro? Tenho certeza de que um fenômeno desses seria razoavelmente divulgado na literatura científica. 100% de cobertura de nuvens no planeta é algo que não costuma passar em branco.

No Twitter falaram “ah, no Rio sempre chove”. A implicação é que somos uma cidade especial? Temos alguma prerrogativa divina para recebermos um sinal em honra aos mortos? Bem, a música diz que a Cidade Maravilhosa é escolhida por Deus, talvez esteja certa.

Outro comentário no Twitter foi “Pois é. Eu honestamente não me recordo de nenhum. Mas não sou tão velha quanto o @Cardoso”. Primeiro, velha é a mãe :). Segundo, é uma tuiteira precoce, ou com Alzheimer, pois em 2008 não choveu no Rio em Finados.

Em uma atitude quixotesca e inútil, pois crendices não são vencidas com fatos, coletei via Wolfram Alpha  informações pluviométricas de Rio e São Paulo entre 2010 e 1988. Por “chuva” (em azul) entenda-se qualquer precipitação acima de zero, mesmo anos onde choveu por meia-hora no final da tarde.

Coloquei Lisboa como um controle, afinal é uma cidade eminentemente católica, culturalmente próxima do Brasil mas no Hemisfério “errado”. Notem que misteriosamente não segue o padrão.

Nesse intervalo São Paulo teve 5 dias de chuva em Finados contra 10 secos. O Rio teve 6 secos contra 16 de chuva. Dificilmente uma relação de quase 30% de dias secos é “quase sempre chove”.

Mas… é apenas ciência. Isso nunca levou ninguém a lugar nenhum.

Presença de Chuva no dia 2 de Novembro

vermelho – sem chuva – azul – chuva 

       
ano São Paulo Rio de Janeiro Lisboa
2010 0 1 0
2009 0 1 0
2008 1 0 0
2007 1 1 0
2006 1 1 1
2005 0 1 1
2004 0 1 1
2003 nd 1 0
2002 nd 1 1
2001   1 0
2000 0 0 1
1999 0 0 0
1998 1 1 1
1997 nd nd 1
1996 1 1 0
1995 nd 1 1
1994 0 0 1
1993 nd 0 1
1992 0 1 0
1991 nd 1 0
1990 nd 1 0
1989 nd 0 1
1988 0 1 1

Para fins comparativos, a mesma tabela mas para o dia 1o de Novembro, onde não há qualquer imperativo místico para chuva:

Presença de Chuva no dia 1o de Novembro

vermelho – sem chuva – azul – chuva

ano São paulo Rio de Janeiro Lisboa
2010 0 1 0
2009 0 1 1
2008 0 1 1
2007 1 1 0
2006 1 1 1
2005 0 1 1
2004 0 1 0
2003 nd 1 1
2002 nd 1 1
2001 0 1 0
2000 0 0 0
1999 0 0 0
1998 1 1 0
1997 nd nd 1
1996 1 0 0
1995 nd 1 1
1994 0 0 0
1993 nd 0 1
1992 0 0 0
1991 nd 1 1
1990 nd 0 0
1989 0 0 0
1988 1 1 1

O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Rodrigo Santiago

    Eu já tinha ouvido essa, mas achei que era da mesma brincadeira do "sempre chove em carnaval" ou seja, nada de homenagem aos mortos, mas pra fuder com qualquer possibilidade de praia nos feriados.

    Mas a do carnavel é séria! Todo carnaval que chove, chove!! Isso é fato. Sempre vai ser assim.

    • Em Carnaval QUASE sempre chove aqui em Porto Alegre, e também na Feira do Livro, etc.
      QUASE, eu disse.
      Pessoalmente detesto chuva quando estou no centro da cidade.
      Se eu estiver em casa, nada contra, pode chover à vontade.

  • Gostei do texto, principalmente pela discussão da memória seletiva das pessoas… É a mais pura verdade.

    Agora, um outro assunto: o que aconteceu com o carloscardoso.com? Foi descontinuado?

  • Bruno Fontes

    Engraçado é que eu nunca havia parado para pensar por este lado. Costumo brincar que em certas ocasiões sempre chovem, mas não por nenhum cunho religioso ou nada assim. Apenas um comentário bobo mesmo, como dizer que sempre que tem show da banda X no Rio eu estou ocupado com alguma coisa e não posso ir.

    Em nenhum dos 2 casos há uma certeza absoluta. É mais uma brincadeira mesmo, assim como dizer que camisas brancas são atraídas por vidros de ketchup.

    Enfim, vivendo e aprendendo até onde as pessoas acreditam em histórias assim.

  • Eu já escutei isso, na verdade é quase que tradição falar que chove em Finados.
    Acho que são quase superstições que as pessoas costumam repetir por ser curioso, por gostar desse aspecto místico da vida.
    Mas na verdade nunca se perguntaram se realmente acontecerem.

  • Pierre

    Nunca tinha ouvido essa do finados.
    Mas eu mesmo já falei que não existe oktoberfest sem chuva, lá na minha cidadezinha de interior.

  • Sempre chove no dia de finados, por isso o Axl Rose fez a música November Rain, sabia?

  • Conheço o mito bem de perto, sou aniversariante de 2/11.
    Em apenas 3 ou 4 churrasquinhos de aniversário a chuva não apareceu. Nada demais para atrapalhar os bebuns presentes, claro.

  • Luis Santos

    Mas você está errado mesmo. Releia o texto…

    "Hoje na minha timeline no Tuito surgiu um comentário inocente… “Minha mãe falava que sempre chovia em Finados”. Eu retruquei que isso não era verdade, o que propiciou uma avalanche de comentários me desmentindo."

    Isso é verdade. Todas as mães falavam que sempre chovia em Finados…

  • Eu sempre falo isso também, mas mais por experiencia. Minha mãe me disse que "Segundo agricultores, quando não chove em finados a colheita no ano seguinte será ruim", outra crendice. Nem eu nem ela acreditamos nisso e sabemos que a chuva não é por causa do dia, é mais fácil que seja o contrário.

  • Amanda Guerra

    E acho que sempre chove em finados. E se não tem chovido, é sinal do fim dos tempos. Ai meu deus, 2012 tá chegando!

    Deus nos salve! Amém! Saravá, aleluia, etc etc

  • Nada melhor que uma boa base de dados.

  • Fabuloso, Cardoso. Adoro causar o efeito q vc causou com esse texto nos meus alunos. Se quiser um exemplo, dá uma lida nesse texto aqui: http://incautosdoontem.opsblog.org/2010/12/25/seb

  • Lili

    É aquela história: as pessoas acreditam no querem acreditar. Eu nunca ouvi essa "frase-meme" de que sempre chove em dia de finados, é novidade pra mim rsrsrs. Mas eu acredito que é tudo lorota e não tem nada a ver com a data em questão. Muitas vezes chove no carnaval também, mas não pelo fato de a data estar associada à chuva, acho que é mais por causa das pragas lançadas por muitos que odeiam o carnaval mesmo! kkkkkkkkkkkkkkkk. Mas falando sério agora, isso aí é uma crendice popular sem qualquer embasamento científico. Cada bobagem viu!

  • É aquela história: as pessoas acreditam só no que querem acreditar. Assim como também dizem que chove no carnaval por causa das pragas lançadas por quem odeia o carnaval. Nada a ver.

  • ja ta acabando o dia e nenhum chuvinha até agora aqui em São José dos Campos!!!!

  • DuDu_Pinto

    Herege!

  • F.H.

    Mas, elas estão certas. SEMPRE chove em finados. Só faltou especificar em que local do mundo.

    PS: Sim, também SEMPRE chove no dia 01, 03, 04, 05… Exceto, quando a Terra ainda era muito quente para ter água nas 3 formas.

  • A frase "100% de cobertura de nuvens no planeta é algo que não costuma passar em branco." ia ficar mais engraçada ainda se fosse dito "em brancas nuvens"…

  • Maria Bevilaqua

    Meu pai morreu atropelado em frente ao portão 2 do Parque do Ibiapuera, no dia 02 de novembro de 1999, num radiante dia de sol. Mas sempre ouvi dos mais velhos "que sempre chove em finados".

  • É me recordo do ultimo finados que teve na minha cidade choveu e acredite foi a primeira chuva depois dos meses de seca foi chover justo neste dia, que coisa
    e olha que agora que refleti parece verdade mesmo que todos dia de finados chove .

  • Silvio Jardim

    É como "cisco sempre cai no olho" – lógico, se ele cair em qualquer outra parte do corpo que não seja o olho, vc não vai nem saber.

  • Kejak

    Bom, já que você disse que ia facilitar os trolls, aí vai a trolagem: Galileu é da era Moderna, e a tortura foi aprovada na Inquisição só nos últimos anos da Idade Média.

    Eu sei, preciosismo, yadda-yadda, mas a Idade Média não era tão ignorante quanto se pensa. Na maior parte do tempo eles até acreditavam no heliocentrismo e na Terra esférica. Dá uma olhada nas primeiras páginas do excelente livro do Umberto Eco “História das Terras e Lugares Lendários”, tem mapas bonitinhos.

    Até essa coisa de chover sempre em todos os lugares do mundo aparece como uma falsidade em Agostinho, Tomás de Aquino e especialmente Roger Bacon.

    PS: Não, não acho que a Idade Média era a Terra Média de gente feliz, e nem se me oferecessem uma Vendramini ia querer viver nela.

  • sapobrothers

    Usei esse texto como base para o enredo de uma animação (que deveria ter ido ao ar ontem mas só terminei hoje): https://www.youtube.com/watch?v=zMGh6NETPQ0