Coca-Cola… Salvando vidas?

Existem poucas empresas mais odiadas pelos comunistas de butique do que a Coca-Cola, chega a ser divertido ver as acusações bestas, inclusive a de que o Sangue do Capitalismo tira empregos. Devem achar que todas as latinhas são enviadas por drones, de Atlanta, e na volta aproveitam para bombardear orfanatos.

Na verdade a Coca-Cola, tirando ser uma das marcas mais conhecidas do mundo, é uma empresa como qualquer outra, e como toda empresa inteligente, está aberta a novas idéias.

Simon Berry por sua vez é um cara inteligente e sabe que os problemas do mundo NÃO são causados pela Coca-Cola (talvez pela Pepsi), e descobriu uma forma de não odiar o refrigerante, mas usar sua estrutura para melhorar a vida de outras pessoas.

A idéia –genial- é que boa parte do custo de suprir regiões carentes e remotas de países pobres com medicamentos e outros bens essenciais é logística. Você tem que ter equipes de terra, que serão assaltadas, precisam de salários, levam tempo demais para cobrir os territórios e no geral, não funcionam.

Por outro lado, em qualquer lugar do planeta você compra uma Coca-Cola.

Simon diz: Que tal pegar carona na PUTA logística de distribuição da Coca-Cola, aproveitar a capilaridade deles e distribuir os kits junto?

 

Com isso ele se saiu com a ColaLife, uma ONG que viabilizou o projeto. Um estúdio de design criou uma embalagem especial que se tornou o AidPod:

aidpod

A embalagem é um kit anti-diarréia, uma das maiores causas da mortalidade infantil. Em formato de copo dosador, tem sabão, nutrientes, purificador pra água, tabletes de Sulfato de Zinco e pode significar a diferença entre a vida e a morte para uma criança.

cocalife

O kit é projetado para ocupar o espaço entre as garrafas nas grades de Coca-Cola distribuídas… em qualquer lugar que Coca-Cola seja distribuída, lembrando que mais gente tem acesso a Coca-Cola do que a água encanada no mundo.

O incentivo aqui é que o Kit é vendido, custa US$1,00 e dura por vários dias. Toda a cadeia de distribuição está levando uma pequena margem, o que é essencial para que o comerciante lá na ponta não jogue os kits fora.

A iniciativa já está em testes operacionais na Zâmbia, e está se mostrando um sucesso. A Coca-Cola soube do projeto e não só deu carta-branca como colaborou com informações dos processos logísticos de seus distribuidores africanos e, provavelmente, com empurrões amigáveis para que eles embarcassem no projeto.

Nada mau para o sangue negro do Capitalismo. Sua vez, Kremlin-Cola.

Fonte: Wired

Leia Também:

  • AndreLK

    Genial! Simplesmente genial!

    Simon Berry, esse realmente é gente que faz e não gente que fala que faz…

    _____
    42

  • Carlos Werberich

    Excelente texto. É sempre ótimo ver pessoas com boas ideias e com coragem de levá-las adiante ao invés de sentar e reclamar dos problemas. Uma solução simples que ajuda a poupar vidas inocentes. E parabéns pela Coca Cola por participar ativamente deste projeto.

  • Os comunistas também distribuem de forma parecida, mas distribuem CIANETO ou ESTRIQUENINA, kkkkkkkkkk!

  • 1k2

    Mas a esquerda burra prefere ficar no buteco tomando cú-de-burro e amaldiçoar a sua existência pequeno-burguesa…

  • É engraçado o fato comentado sobre o incentivo, infelizmente é a realidade. Qualquer coisa grátis não tem o devido valor, e não é questão só de brasileiros, o mundo inteiro é assim.

    Na Teoria das Restrições (ou TOC), a capacidade de uma empresa ou instituição para gerar lucros (ou ações) é exatamente igual ao seu maior gargalo (http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_das_restri%C3%A7%C3%B5es), sem a menor sombra de dúvida a logística é hoje o maior problema enfrentado pelas empresas e algumas delas, como a Coca-Cola, se destacaram no cenário internacional com uma solução para este problema.

    Conseguir aproveitar de toda esta estrutura implementada pelas empresas é o maior trunfo que qualquer ação de caridade pode conseguir, e claro, qualquer empresa no mundo vai querer este crédito por ajudar as pobres crianças do cdm.

  • Jogada de marketing linda também né. Seu produto fica mais valorizado do que nunca. Levando saúde até as pessoas, além de matar a cede é claro.

  • Chrpike

    Lembro-me, tem alguns anos, de uma entrevista com o então CEO da Coca-Cola, quando ele foi questionado sobre que planos teria a empresa, caso, hipoteticamente falando, e da noite para o dia, fosse proibido o consumo de refrigerante em escala mundial. A resposta dele foi rápida e direta: "nosso negócio não é refrigerante, portanto, essa proibição não nos afetaria".
    Como diria o velho Didi Mocó Sorrizal Collesterol: CUMA????
    O referido CEO explicou que o negócio deles era puramente LOGÍSTICA, e que numa suposta proibição dessas, rapidamente achariam outro produto que houvesse necessidade de distribuição em larga escala.
    Tiro o chapéu pra Coca-Cola por essa belíssima iniciativa, assim como torço para que seja disseminada para outros países que sofrem do mesmo mal.
    Agora só resta uma pergunta: não seria mais fácil e mais barato a velha receita do soro caseiro?! Água, açúcar e sal?????

  • A Coca-Cola pode derreter um osso, depois de semanas http://www.golaovivo.com/

  • Daniella

    Essa ação "caridosa" nada mais é que propaganda social. Trabalho com marketing e sabemos que esse tipo de ação aparece nos planos da empresa não pensando em salvar vidas, mas sim salvar seus bolsos. Se ela quisesse mesmo salvar vidas pararia de fabricar esse produto que não tem nenhum benefício para o ser humano.

    • gilbertodorneles

      Malditos capitalistas, salvando vidas e ainda se beneficiando com isso. Deveriam se sacrificar isso, sim, porque é melhor salvar 1 criança se sacrificando do que duas se beneficiando, porque se beneficiar é algo ruim.

      Já estou encaminhando um projeto que ao você dar comida a um pobre na rua tem que se dar 10 chibatadas nas costas.

  • Henrique

    O interessante de tudo não é se a Coca-Cola está sendo "boa" ou "ruim" se está ganhando dinheiro – o que é mais que justo – ou senão está ganhando nenhum centavo. O que deve ser frisado nesse momento não é a Imagem da coca-cola (Que está de parabéns. AINDA QUE SEJA POR PURO INTERESSE, PELO MENOS FOI LÁ E FEZ ALGO!) O importante de tudo é que PESSOAS estão sendo beneficiadas com esse "Oportunismo ou não" da Coca-cola. Então, não ligo para o meio e sim para o fim. E o fim é: Pessoas que precisam de ajuda, estão sendo ajudadas. Ainda que nas mínimas condições.

    Coca-Cola tá de parabéns, pois ainda que por interesse ou não, foi lá e fez, enquanto as demais empresas, continuam com o MESMO interesse, – senão pior.- E não tomaram uma atitude dessa. Coca-cola saiu na frente!

  • claudia

    Coca é isso aí!!! Polêmica!