web metrics

Ei Rafinha Bastos, veja como um comediante de verdade responde a uma patada, sua mula.




Jon Stewart é um dos pseudojornalistas mais influentes dos EUA. Seu programa, The Daily Show recebe chefes de Estado, Reis, Rainhas, laureados com o Nobel, Miguel Nicolelis, Barak Obama, gente desse nível.

Ele diz fazer um programa de Fake News, embora as matérias sejam sempre baseadas em fatos, o tom humorístico só reforça o surreal da coisa. Claro, ele ganhou muitos inimigos com isso, incluindo Joe Scarborough, radialista e apresentador da MSNBC, republicano conservador e bem influente nos meios políticos.

Com visões políticas diametralmente opostas, Scarborough não gosta nada quando Jon Stewart sacaneia as besteiras dos canais noticiosos, principalmente do Morning Joe, programa –obviamente- do Joe.

Um dia ele perdeu a linha e repetiu que Jon Stewart era um cara “muito, muito nervosinho” e –por ser baixinho- ter complexo de Napoleão.

Aqui um gênio como Rafinha Bastos responderia com “Napoleão é a mãe” ou algo igualmente criativo. Lá, Jon Stewart respondeu assim às agressões:

Quando a Fox News inteira se uniu para atacar Jon Stewart, acusando-o inclusive de racismo por causa das piadas sobre Herman Cain, um dos candidatos republicanos à Presidência, ele respondeu primeiro negando o que obviamente não tinha nada ver com racismo, para em seguida MOSTRAR À FOX COMO SE FAZ, colocando a própria equipe de pesquisa para compilar dezenas de momentos em qu ele, Jon Stewart, fez piadas racialmente insensíveis imitando sotaques e realçando estereótipos:

Claro, no país do Zorra Total é utopia achar que um dos “maiores comediantes do Brasil” responda de forma parecida. Somos a nação do Bateu, Levou, do sorvete na testa e torta na cara, do kibe e da muleta audiovisual mostrando ao espectador em que momento deve rir no CQC e no Passou na TV, a única parte do Agora é Tarde que não presta.

Esperar sutileza, inteligência, elegância e sagacidade do Rafinha, essa sim é a grande piada.



Leia Também:

Sobre o Post

Este post foi escrito em 05/04/2013 às 3:58 pm

Está arquivado na(s) categoria(s) Humor, Idiocracia.

Você pode acompanhar os comentários via RSS 2.0.

Você pode fazer um comentário, ou trackback de seu próprio blog.



Regras: Comentários de clones serão apagados. Caso seu comentário contenha ofensas pessoais, textos todos em caixa-alta, palavrões desnecessários ou miguxês você poderá ter seu email e IP expostos publicamente. Anonimato não é um direito, é um privilégio. Use-o bem ou perca-o. Se quiser me xingar, seja criativo, assim há uma leve chance de seu comentário ser aprovado. Do contrário não gaste seu tempo.
As opiniões expostas nos comentários não refletem as do autor do blog, algumas vezes mal refletem as do autor do comentário.

Faça seu comentário

Quem é Cardoso

Para saber mais sobre o autor deste blog, visite este link. Para enviar uma mensagem, clique aqui. Para anunciar, clique aqui.



Hey, você aí...

Colabore com o blog que você conhece e ama. Ou então com o contraditorium. Demonstre seu afeto da forma que todo mundo entende: Com dinheiro. Ei, se até Deus precisa dele, quem sou eu para discordar? Escolha sua doação:
Valor do Agrado

Jabá

O Contraditorium está hospedado no Bluehost, com transferência mensal ilimitada, espaço em disco ilimitado, domínios ilimitados, infinitos subdomínios, PHP, Ruby on Rails e todas as funcionalidades que você puder pensar. Quanto? US$6,95 / mês, quinze Reau, menos que uma pizza. Conheça o Bluehost, clique no link abaixo.




Switch to our mobile site