Hello boys, I’m baaack! ou: Como parei de me preocupar e aprendi a amar os blogs

Já faz bastante tempo, tempo demais até que tive a questionável idéia de ouvir Richard Bach e ganhar a vida escrevendo. Foi uma jornada interessante. Conheci muita gente legal, fui a lugares que jamais imaginaria e consegui que pessoas pagassem pelas coisas que escrevo. Algumas mesmo depois de terem lido!

Mesmo assim como todo visitante frequente está careca de saber, este blog foi quase abandonado. Não só por baixo resultado financeiro, com a Morte dos Blogs e Ascensão dos Youtubeiros, eu percebi que estava sem tesão e o buraco era mais embaixo. Eu estava me sentindo tolhido, limitado. Escrever aqui era estressante.

O culpado? Mr Google. A gente fica tão acostumado com as migalhas do AdSense que quando vê faz tudo para não melindrar o Google. Era comum receber emails reclamando de textos publicados anos atrás, mas que ali, agora naquele momento feriam as sensibilidades do Mr Google e se não os removesse meu AdSense seria cortado.

Sem explicação, sem apelação, nada. O Google é um gorila de 800Kg e faz o que quiser. A coisa era tão surreal que fui punido por violar regras do AdSense em posts onde eu publicava vídeos do YouTube. Monetizados. Isso cansa, não tenho disposição para relacionamentos abusivos.

Deixei pra lá, o Twitter cumpria a função de local de debates e exposição de idéias, e de qualquer jeito os blogs estavam mortos, né?

Ao menos foi o que cansei de ouvir, e cansar de ouvir é a chave: Que saco! Eu nunca escrevi para moleques analfabetos, tenho poucos porém ecxelentes leitores, que querem mais da vida do que assistir moleques sem camisa se esgoelando no YouTube. Se os blogs morreram, se eles são dinossauros, só tenho uma coisa a dizer:

Se blogs são dinossauros, o Contraditorium é o Jurassic Park. Aqui você verá um blog em toda sua glória, dedicado a textos, pensamentos, idéias, opiniões. Como sempre deveria ter sido, sem a pressão do Google, sem a censura do AdSense.

Isso mesmo, como você deve ter percebido o Contraditorium agora é 100% livre de AdSense, não há mais propaganda no site limitando o conteúdo, o Gorila Grodd foi defenestrado, se algo entrar ou sair dos textos, será por decisão exclusivamente minha, não por medo de perder anunciante.

Essa mudança tem a ver com você, querido leitor. Sim, você mudou. Hoje há uma mentalidade muito mais propícia a recompensar criadores, e nós criadores temos também a percepção de que doação não é esmola, doação é a forma de dizer “olha, adorei seu texto, tome um incentivo para continuar produzindo”. Dez anos atrás isso não existia.

Os dois livros que disponibilizei gratuitamente foram muito bem recebidos e recompensados pelos leitores, por isso nem é surpresa anunciar que vem mais um aí, e será porreta!

Em conclusão pois está tarde para todo mundo: Em 2017 você verá meus textos profissionais no MeioBit e  pessoais aqui no Contraditorium, com muito, muito mais frequência. Estou empolgado, animado e de saco cheio de ter que me espremer em 140 caracteres.

Nós dinossauros somos tradicionalmente espaçosos, afinal.

Obrigado por ter aguardado e confiado, prometo não decepcionar (muito).

Cardoso, janeiro 2017

PS: Sim eu sei o Layout está esquisito, calma, estou mexendo ainda.

 






Se você quiser fazer uma doação, a casa é sua, use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal  com o email  cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Marcio Maciel

    Sucesso pra ti. Merece.

  • Allan Wziontek

    Estava aguardando ansiosamente este retorno, bem vindo de volta pra casa….

  • Agora vai!

  • Rodolfo da Silva Carvalho

    Longa vida ao Contraditorium!

  • Luciano Sturm

    Obrigado pelo “ecxelente”, quase me fez sentir culpa ao lembrar das vezes que pensei “não quero mais ler as coisas desse puto”. Mas quando se acompanha algo por anos, apreende-se sobre os altos e baixos. É uma pena a monetização não funcionar nesse formato que pretende seguir, recompensa financeira, somada a apreciação dos leitores, seria justo. Enfim, que vc e nós, leitores, apreciemos o que está por vir em seus escritos!

  • doorspaulo

    Porra Cardoso, que alegria receber o email do feed!
    Eu estava igual aquela esposa abandonada pelo marido, sempre dando uma olhada na sala, para saber se, por um acaso, ele havia voltado.

  • Silvio Luiz de Carvalho Filho

    Nunca fiz nenhuma doação para nenhum criador de conteúdo.

    Mas ver o Contraditorium voltando e seus textos incríveis com mais frequência fez isso mudar.

    Não posso doar muito mas espero ajudar, já pensou em fazer algo como patreon?

    Abraços e wellcome back!

    • Não existe doação grande ou pequena demais, eu nunca comento valores justamente pra não criar um ranking, o que vale é a intenção de ajudar (se doar, só a intenção não paga a cerveja, claro).

      Patreon eu penso mas não quero criar obrigação com os leitores. TALVEZ se surgir algum projeto específico.

      • Silvio Luiz de Carvalho Filho

        Na real, obrigação nunca existe, quem doa pode parar quando quiser, mas é bacana realmente com esse seu pensamento, para tirar projetos do papel.

      • Antonio Carlos da Graça Mota D

        E, criar um botão de assinatura, no PagSeguro mesmo?

  • Muito bom saber.

    Não acho o twitter um espaço para discussões profundas, por isso fico feliz que vc tenha voltado ao blog.
    E eu me sinto na liberdade de dizer isso aqui. Se eu dissesse pelo twitter, sempre tem o risco de eu ser bloqueado… =P

  • André K.

    Vou até doar para dar meu voto de confiança!

    • André K

      Legal seu nick !

  • Wender

    Aí sim.

  • Eros

    Maravilha poder saber que o blog voltou! Hoje em dia é difícil encontrar bons textos como o seu! Feliz 2017!

  • Jorge Machado

    Excelente notícia!

  • claudio laky

    2017 começando melhor que 2016. A “volta” do contraditorium é uma excelente notícia.

  • Márcio José Pedroso Dias

    Primeiro a volta da Frota Estelar Brasil. Agora do Cardoso.
    Eita.

  • Leonardo Carneiro

    layout não faz diferença no feedly =D

    • Pois é mas gente normal não sabe o que é RSS ;)

      • Leonardo Carneiro

        RSS é o que a galera dos blogs chama de dinossauro

      • Daniel Andrade

        Viva os anormais então ^^

        • Ser chamado de anormal no atual estado em que se encontra a Internet é um grande elogio.

  • Vinicius Montezano

    2017 já se mostra um ano muito promissor. welcome back.

  • Como sempre, um texto delicinha de se ler. Valeu, Cardoso!

  • Bruno Aveiro

    Opa opa. 2017 está começando bem!
    PS: Quanto à doação… tenho uns primos venezuelanos querendo doar alguns bolívares. Pode ser? (piada ruim, eu sei!).

  • Vinicius Zucareli

    Só me restou uma dúvida: dinossauro com ou sem penas?

    Bem vindo de volta! Depois vou deixar um faz me rir lá pra comemorar.

    • Sem penas, fora daqui com seu revisionismo científico!

  • Fabio Esteves

    Contraditorium era um dos pouquíssimos blogs que eu acompanhava com frequência. Bem vindo de volta.

  • cloverfield

    Enfim esse blog voltou… eu entrava aqui toda semana pra ver se tinha novidades, como faço com a porta da geladeira (a cada 2 minutos).
    Bem vindo de volta Cardoso.

  • Rodrigo

    Boa notícia. Gosto muito dos seus textos no Meio Bit e acompanhava por aqui também nas antigas. Que bom que vai voltar a escrever por aqui tb.

  • Robson Vieira

    eu não deixei de acompanhar, tá lá no meu digg reader. Sempre que pingava algo aque eu lia.

  • JuNioR

    Parabéns e muito obrigado, Cardoso. Minha sensação lendo esse texto?
    https://uploads.disquscdn.com/images/0728d1ca443ee2feb18965227ced2c4ef12356c5b72ae2a8ee832e4a435f0924.jpg

  • André Oliveira Rielo

    Só queria dizer que, por não gostar do twitter e redes sociais em geral, estive num abismo esse tempo todo. Feliz que vc voltou. Abraços e sucesso!

  • Cesar Osvaldo Müller

    Opa, esperei ansiosamente por este dia, A propósito, acho o modelo do Manual do Usuário muito legal, talvez com alguns ajustes técnicos fique legal para monetizar este espaço :D

  • David Matheus

    Muito obrigado por continuar a escrever aqui.

  • Pedro H. Oliveira

    Até que outros meteoros nos separem.

  • Renato Navarro

    Legal Cardoso!
    Eu também tô meio de saco cheio desse mundo em 140 caracteres.
    É como se esse limite tivesse extrapolado o Twitter causando efeito nas mentes dos leitores e produtores de conteúdo.
    Parabéns pela decisão e boa sorte.

  • Muito bom saber que o Contraditorium está de volta… Dava raiva olhar a barra dos feeds e não ver o número sair do zero… Abri a aba do Contraditorium achando que era um erro e que os números não eram textos novos e sim antigos reindexados por algum motivo.
    Bem-vindo de volta, Cardoso. Faz de conta que a casa é sua. É só não abusar e querer passear pela sala só de fio-dental que tá tudo certo!

  • Rafael Rodrigues

    Um dia o Cardoso saiu dizendo que ia comprar cigarro.

    Que bom que ele voltou!!

  • oigreslima

    Vi esse texto hoje pelo, igualmente, “pré-histórico” RSS (tinyrss) :-) É isso… gerencie seu próprio conteúdo fora de jardins murados de redes sociais e viva as “conversações” nos blogues!

  • Tiago Tkb

    Welcome back!

  • _guintter

    Aeeee!!
    Cheguei atrasado mas tá valendo :D

  • Leonam Ramos Folí

    Cardoso Obrigado por voltar, te acompanho desde 2007 no meio bit, a uns anos me interessei mais pelo contratidtórium e bom, da pra dizer que passei a minha infância (desde meus 14 anos) lendo seus textos e vendo a partir de um ponto de vista de alguem mais experiente o mundo pode ter certeza que lendo aqui, você me ajudou muito a formar um caráter melhor, claro, meus pais sempre foram referencia também mas, alguém fora do contexto familiar, ajudando a formar o caráter de uma pessoa é muito bom, se hoje sou um jovem melhor foi com a sua ajuda (ps: fique tranqulio, alcoólatra eu não me tornei).

  • Lucas Timm

    Acho que uns 6 meses depois de eu acessar o Contraditorium pela ultima vez (já que não tava tendo textos, mesmo), passei por aqui hoje. Pausa pra ver a data, 21 de janeiro de 2017.
    E tive a grata surpresa que a coisa continua andando!
    Valeu Cardoso, tava realmente com medo de ter que assinar mais um canal do youtube e ver a tua cara feia por lá toda semana. :)

  • Mauricio Montel

    Que bom encontrar seus textos de volta aqui, vida longa ao Contraditorium

  • Philippe Hardardt

    Sempre fui fã!

    Muito bom ver o Contraditorum de volta.

  • Tássio Brunelli

    Eu tentei te ajudar doando os meus almanaques sobre aviões da segunda guerra, mas você não respondeu aos meus e-mails nem aos meus tweets. :/

    Sei que não é muito, que é material obsoleto (por não estar em meio digital), mas é o que eu posso agora e acho que você iria se orgulhar muito de ter na estante. Creio eu.

    Agradeço por não ter parado de escrever. Curto muito os seus textos.