Pela volta da sutileza da cueca por cima da calça

A indústria de quadrinhos sofreu uma mudança drástica no último ano. As histórias estão cada vez mais panfletárias, repletas de discurso militante. Isso está gerando um efeito ruim, afastando muitos leitores. Mas será que o problema são as causas ou a abordagem? Será que é a primeira vez que quadrinhos lidam com questões sociais? Spoiler: Não.

Continue reading

Seja no rádio, seja na Internet, o que nós queremos é bacalhau

Abelardo Barbosa estava com tudo e não estava prosa, e se vivo fosse provavelmente teria uns 300 milhões de seguidores no Twitter e seria dono de metade do Facebook. Por quê? Simples? Ele entendia COMUNICAÇÃO DE MASSA como algo que envolvia pessoas, não tecnologia. E esse é o erro de um monte de gente que tenta achar o caminho do sucesso nas redes sociais.

Continue reading

Pai Cardoso prevê a maior subversão da História da Disney

A Bela e a Fera vem aí, e prevejo uma grande, uma enorme mudança. Não, não é nada em prol do politicamente correto, embora pareça. É em prol da história, corrigindo uma injustiça que todo mundo que saiu do cinema saiu reclamando. Posso estar errado? Talvez, mas meu feeling diz que vão mudar isso. Tá certo, Nizan Guanaes diz que só quem ganhou dinheiro com Feelings no Brasil foi Morris Albert, mas tudo bem… clique e leia qual mudança é essa!

Continue reading