Não se fala de Gripe Suína neste Cicarelli de Blog? TAM. GOL. Mesotelioma.

Existem poucas formas mais eficientes de perder dinheiro do que sendo burro. Talvez a única seja sendo esperto. Espertão, espertaralho. Foi o que aconteceu comigo.

No começo eu falava dos assuntos que me interessava, junto com textos aproveitando hypes do momento. Aí comecei a me levar a sério (BIG MISTAKE, nunca faça isso) e dar ouvidos a gente que reclamava dos hypes, usando aquela aporrinhante ladainha “já foi um blog bom, já foi sério, bla bla bla”.

Parei com os hypes. Passei longos dias sem postar em busca da qualidade total radiante. Vi o faturamento cair, as visitas diminuirem mas achava ótimo ter um Padrão Globo de Qualidade Platinum 2000 ou algo assim.

Problema é que quando o Seu Barriga aparece pra cobrar o aluguel não quer saber de um blog de qualidade. A Tia da Padaria não quer saber se tenho 15000 seguidores no Twitter. Só vai vender Coca com casco de Pepsi se eu for do Interney pra cima.

Hoje vejo que não dá para ser radical assim. Pombas, eu NÃO escrevia sobre assuntos para não ficar com cara de hype. Não falei um “a” sobre gripe suína. NEM no carloscardoso.com que deveria abordar esses assuntos de forma mais humorística. O que eu ganhei? Nada.

Portanto, este blog mudará de abordagem. Vou parar de querer ser Saramago e tentar ser amigo dos hypes, mesmo que tenha que apelar para trocadilhos deploráveis.

Não se preocupe. Foi criada a categoria “Hype”, basta ver se o artigo pertence a ela, e simplesmente não ler. Mesmo assim, acho que você deveria. Como os paraquedistas sequer são alfabetizados, não importa o que eu escreva. Então pretendo produzir material que ME divirta, e aos leitores fiéis (e as leitoras infiéis, as melhores).


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Ratinho do SBT fez isso.E deu no que deu.

  • Hype ou não, a gente vai se divertir, não tenha dúvida!

  • Moisés

    É, também acho que você não devia se preocupar tanto com isso não… Basta tratar tudo com humor, já tá valendo. Escreve o que te der na telha, ué.

    E trolls de internet, enfim… Você sabe.

  • O Mauricio Stycer tornou-se especialista nos assuntos 'hype' do Twitter.

    Vamos faturar!

  • Excelente notícia Cardoso! Tava sentindo falta daquela blogagem moleque, de raíz, que você sempre fazia.

    Seus textos são sempre excelentes. Sendo hype ou não, valem muito a pena!!!

    Obrigado pelo retorno! SUCESSO Mestre!!!!

  • É isso! O blog é seu, então você deve escrever o que te der na telha. Se alguém não gosta de ler determinados assuntos aqui, que não leia! Que vá fazer o dele (ou dela)! Como nem todos tem "competência" para isso, "que se lixem". Voltem outra hora, sei lá! A grande maioria vai ter que ler e decidir só depois se gostou ou não, aí é tarde, você atingiu seu objetivo. E o espaço para comentário está aí para isso mesmo… :-)

  • sebastiao neto

    ahh se rendendo ao hype???

    já foi um blog bom, já foi sério, bla bla bla.

  • AC de Souza

    Caro Cardoso,

    Tem mais de uma pessoa escrevendo no seus blogs?

    Digo… Como você concorda que: Fãs acham que querem a felicidade de seus personagens mas anseiam o conflito. Mas para de escrever sobre hypes porque os "fãs" acham que isso é coisa do demônio?

    [],

    AC

    • São casos completamente diferentes.

      • AC de Souza

        A semelhança está em atender as "pessoas" que chegam aqui por conta de um hype e pedem pra você parar de falar de hypes, só porque são hypes.

        Outra coisa…. É chato não ver mais essas "pessoas" terem sua "inteligência diferenciada" sendo evidenciada ;)

        [],

        AC

    • Sem conflito amoroso cai audiência..

      Com Hype sobe audiência..

      page views fãs //minha teoria

      quem comentava reclamando portanto era a minoria dos visitantes

    • page views != fãs //minha teoria

      //simbolo de maior e menor não sai no comment

  • E o próximo passo do Cardoso vai ser falar sobre relacionamentos aqui no blog. Atenção mulheres, mandem e-mails com dúvidas que ele responde… ¬¬

    • Especialmente se quem mandar for a Luciana Vendramini.

  • É tudo uma questão de vocação… o espaço comercial existe para facturar, e a esteira criou-se para descansar.

  • Enfim alguém nos libertou dos grilhões da seriedade enrustida. Já tava ficando um saco não poder escrever nada sem ter um troll de merda (ou não) apontando o dedo dizendo que cairíamos junto com os aviões e espirraríamos "feito porcos" caso aproveitássemos os hypes.

    Tá, eles não vão desistir, mas agora temos um aval, uma carta de auforria. Vamos abrir o Terra…

    • Daniel,

      por isso apago comentários dos troll… não me estressa.

  • Fora do hype não há salvação irmão!

  • O Cardoso vai se tornar um "Morróida" recatado. CORRÃO… pra cá!!!

    A parte boa é que não vou mais precisar visitar o salsinhas.com

  • Danilo

    Putz, ta pra nascer o blogueiro q nao enxergue somente os comentário ruins!

    peace!

  • Quer queira, quer não queira… Se você não tem como ganhar dinheiro, não tem como blogar. Uma coisa é consequencia da outra.

    Se você vive disso, fala o que é melhor para sobreviver. Muitos dizem: "Temos que trabalhar para viver e não viver para trabalhar", mas esquecem que um dia não poderemos trabalhar para viver e o tempo que desperdiçamos não vivendo para trabalhar enquanto podíamos, já se foi.

    Enquanto dá pra ganhar dinheiro, tem que se ganhar… Seja fazendo o que se gosta, escrevendo o que se gosta… Ou Não!

    Nem sempre podemos selecionar nossos leitores, mas se eles nos sustentam (no seu caso) que assim seja. Vamos escrever "PRA CRASE QUE SEJE"!

    Google é POP, não NOBRE!

    Abraço

  • Na minha humilde e irrelevante opinião, um texto bem escrito, na maioria das vezes, vale apena ser lido. Se quem escreveu ganhou ou não algum dinheiro com isso, não tem a menor importância, quer dizer, não tem a menor importância pra mim, reles leitor. Eu não sei exatamente o que é hype (e também não estou com saco de procurar agora), parece que é estar na antenado com últimos assuntos mais recentes da moda e freqüentar livrarias afrescalhadas (essa ultima parte eu estou chutando e não tentando inferir do texto). Se é possível conseguir aliar seu estilo de escrita com ganho de mais e mais grana, por que não fazer? Eu com certeza não vou pagar suas contas e não to nem ai se você está rico ou pobre fazendo isso aqui, ou se gosta ou não dos assuntos que escreve (tudo que vira trabalho em nossa cultura tira um pouco do prazer da coisa, desde lá do Jardim do éden, trabalho é castigo, então, certamente, pra ganhar dinheiro escrevendo não dá pra escrever só sobre o que se gosta e dá prazer, ou apenas sobre o que está afim naquele dia — é trabalho, e, como tal, tem que ter uma dosagem de castigo). Porém, isso não quer dizer que seja mal feito, e enquanto for bem feito, eu leio. E, se você conseguir tirar um troco disso, fica todo mundo feliz, né não?

  • O seu estilo de escrever que atrai os leitores para cá, se por acaso eles não gostarem do conteudo hype de CTRL+F4, simples não? ou veja conteudos antigos aqui do blog.

  • Rodrigo

    Até que enfim =]

  • Na minha opinião ninguém escreve pra si. Se escrevos é pra que leiam, aprovem ou desaprovem. Lógico que a vaidade faz com que queiramos escrever textos memoráveis. Mas… na vida a gente faz oq tem q fazer e não oq quer.

    É isso ai.

    Abraço

  • Rafael Dantas

    Isso ai brother!

  • Lucas BiM

    "Excelente notícia Cardoso! Tava sentindo falta daquela blogagem moleque, de raíz, que você sempre fazia." Rics.

    Exatamente o que pensei quando li o post.

    Parabéns e bem vindo de volta!

  • Sérgio

    "coca com casco de pepsi" – hahaha muito bom! tô rindo até agora disso!

  • Completamente apoiado. Se vc escrever textos interessantes (como sempre faz), o tema central pode ser um hype q não tem problema nenhum.

  • Falsos-moralistas comunistas/socialistas tem em tudo que é lugar, mas ninguém é obrigado a se converter a mesma filosofia de vida para tentar fazer do mundo um jardim do Éden, até porque, é utopia demais, e o pecado é sempre mais divertido.