Porra Estadão, dá uma dentro, vai…

No BlogCamp eu fui entrevistado, sobre a reação da blogosfera sobre o caso do Estadão, comentei que achei a reação exagerada, que esperava que se houvesse uma reação que fosse mais madura do que os chiliques pedindo boicote, expliquei que a própria blogosfera era a primeira a questionar o tempo todo a credibilidade dos blogs, e que achava que se NÓS podemos nos questionar, todos devem ter esse direito.

contraditorium-hulk.jpgEu sempre defendi que o modelo jornalístico onde uma matéria é devidamente apurada, passa por diversos filtros, editores, chefes de redação, manuais de redação, etc, era um bom modelo. Não que fosse adequado a blogs, mas em teoria É um bom modelo.

Aí o Estadão publica uma matéria sobre o BlogCamp, falando sobre o tema e a entrevista, citando a mim e outros blogueiros.

Colocam meu link como www.blogdocardoso.com.br

O problema é: EU ENTREGUEI O CARALHO DO MEU CARTÃO DE VISITAS PRO REPÓRTER. Nele constam o www.carloscardoso.com, www.contraditorium.com e www.meiobit.com, os blogs onde escrevo com mais frequência. Mesmo um chimpanzé, não necessariamente esperto como o Bruno, era capaz de COPIAR UM LINK DE UM CARTÃO DE VISITAS.

Sinceramente, Estadão. Se você não consegue dar nem um SIMPLES E CLARO DADO FACTUAL CORRETAMENTE, você não tem credibilidade NENHUMA.

Declaro aqui para os devidos fins que mudei completamente de opinião, e se a blogosfera não tem maturidade para lidar com uma crítica que ela mesma faz, o Estadão não tem COMPETÊNCIA JORNALÍSTICA para ser chamado de veículo de imprensa. Não considerarei nenhuma notícia veiculada no site do jornal como digna de crédito, exceto se for algo que achincalhe com sua imagem. Tendencioso e parcial, eu? Pode apostar.

Agradecimentos ao Norberto Kawakami por ter passado o link, e meus pêsames por ele ler um veículo tão pouco preocupado com a precisão factual ;)

[atualização] Como o Daniel bem notou, o Estadão está obviamente duvidando da minha masculinidade. Vou dar… porrada! “Segundo um dos profissionais mais respeitadas (grifo meu) do evento, Carlos Cardoso” diz o artigo.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Porra Cardoso, é só enviar um e-mail pedindo pros caras corrigirem a porcaria do URL q eles pegaram errado.

  • Tudo isso por causa de um link errado?

  • Pagou de "ui, o estadão não é tão mau assim" e agora tá pagando o pato Cardoso.

    OWN3D

  • Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza.

  • Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza. [2]

  • Calma Cardoso, a culpa é do repórter.

    Os editores, chefes de redação, manuais de redação, etc. que não sabem quem é Carlos Cardoso, também não saberão que o repórter colocou o link errado.

    Álias, nem devem ter visto o link.

    Botar a culpa no Jornal por isso é radicalismo. Eu acho.

  • Então você quer dizer que os editores, chefes de redação, etc, aprovaram uma matéria sem sequer CLICAR em um link?

    "Fulano, não está abrindo, é isso mesmo?"

    Pedir demais, né?

  • E você também é "um dos profissionais mais respeitadAs do evento".

  • Leonardo

    Que bom que vi alguém falando do Estadão, gostaria até que alguém comentasse sobre ela porque estou MUITO chateado com eles. E queria até que o Cardoso pudesse falar sobre a falta de BOAS MANEIRAS de uma empresa que se espera ser séria.

    O motivo da minha indignação é que a quase 1 mês atrás, estava fazendo pesquisas sobre algumas notícias no portal do Estadão, que estava em reformulação, e encontrei um erro no campo de pesquisa, aonde o link levava para uma página errônea, faltava / e outras coisas (no portal antigo a procura levava para a página certa). Até aí tudo bem, sem problema né, aí então tentando encontrar no chute o link correto acabei encontrando uma vulnerabilidade no site do estadão aonde te dá acesso a todo o conteúdo, sem ser assinante e que algum espertinho pode se aproveitar disso.

    Eis então que na boa vontade vou no fale conosco e não tem nenhum contato com webmaster ou alguém responsável pelo portal, mando um email pro editor, pra cia do grupo estado e pro SAC da empresa falando dos erros.

    Sabe quantas respostas eu tive 0!!!!! Veio uma resposta automática que qualquer zé mané coloca, falando sobre o recebimento do e-mail. Mandei dia 24/07/07 o e-mail e até hoje os erros não foram corrigidos e tão pouco um simples OBRIGADO foi enviado por qualquer um daqueles que receberam o email.

    Não estou pedindo uma cesta, uma nota no jornal, um reconhecimento mundial, só gostaria de ter recebido no mínimo um obrigado e nem isso uma empresa do tamanho deles fizeram, aí você pára e pensa e vê que brasileiro é goiaba mesmo. Quer apostar quanto que se tivesse feito o pior já teriam arrumado tudo e estaria na capa do jornal Folha de S. Paulo a manchete, site do Estadão é hackeado e usuários tem suas privacidades expostas….

    VLW Cardoso!
    OBS: se quiser mando uma cópia do e-mail pra vc cardoso!

  • Leonardo, vou participar de um debate promovido pelo Estadão e gostaria de receber uma cópia do teu e-mail: http://www.interney.net/contato.php

  • Quando te afeta, você muda de idéia? Bah! Coisa mais pequena, não? Atacaram teu ego.

  • Lucas Rezende

    Eu troquei as bolas, sim. E daí? Voce queria propaganda de graça? Não aqui no Estadão. E olha que eu fiz muito em citar seu insignificante nome na reportagem.

    [cardoso]

    Obviamente é fake, notem os dados… me explique como um repórter do Estadão em SP tem um acesso via Brasil Telecom…

    Author : Lucas Rezende (IP: 201.67.33.161 , 201-67-33-161.cbace702.dsl.brasiltelecom.net.br)

    E-mail : marcoaqteixeira@zipmail.com.br

    URL :

    Whois : http://ws.arin.net/cgi-bin/whois.pl?queryinput=20

  • Mário: Não, Ô trollzinho, eu mudo de idéia quando presencio em primeira-mão uma sequência de fatos mostrando que o Estadão não se preocupa em apurar fatos de forma consistente.

    Ego por ego ser chamado de "um dos profissionais mais respeitados do evento" contaria muito mais pontos, pensou nisso? Só que eu preferi questionar a credibilidade do jornal a fingir que não recebi o email do Daniel, e simplesmente replicar a matéria deles, mostrando o quanto eu sou foda.

    Quem sabe no dia que passar a fazer isso você não pode ser citado como profissional mais importante de alguma coisa também?

  • Falar nisso, estou enviando os dados do comentário do "lucas" para o Estadão, para que dêem entrada em um processo por Falsidade Ideológica. Assumir identidade alheia é crime, sabia?

  • Quanta babaquice…

    Do Cardoso não, porque mesmo se eu achar ele babaca ele está sendo babaca no espaço dele, mas tudo que se fala de Estadão tem que aparecer um bando de gente louca esbravejando. Até no meu blog insignificante teve um 'anônimo' metido a galã.

    Eu achei toda essa onda em torno da campanha de marketing do Estadão uma idiotice. Coisa de 'garotinho pão com mortandela'. Devem estar tendo mais acessos que antes, porque todo revoltadinho de plantão sentiu como ofensa pessoal e saiu escrevendo sobre o tal.

    Vi o furdúncio todo e achei que era alguma coisa direta. Quando vi as campanhas, me deu nojo dessa reação toda…

  • Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza. [3]

  • Meu, grandes bostas o estadão, eu não vejo tv, quanto mais ler jornais

    Agora até eu clico nos links para ver se abrem ou do que se trata, expor essa vulnerabilidades do site dos caras nos canais para alguém mais "bonzinho" se aproveitar disso, ou então fazer uma campanha forte na blogosfera para acabar com a credibilidade do jornal daria um fuzue bem mais legal, e forte viu … imagine, todos os blogs e outros sites falando isso?

    Só que o que eles fizeram ontem é passado, o que querem é isso, falem bem, falem mal, mas falem de mim, quantos links os caras não ganharam? e viu como eles ficam jogando confete falando que o que mais se falou foi o nome deles?

    Mas Cardoso, o que eles temem mesmo é que as pessoam cheguem até aqui ;-)

  • Na moral, axo que o Cardoso estava sentado em cima de seu saco quando leu a materia e escreveu este post … kkk

    Um link errado, é melhor que link nenhum … como disse o Bender, um e-mailzinho resolvia isso facil …

    Abraços …

  • Tomio

    ¬¬

  • Acho que alguém no jornal deve estar começando a se lamentar por ter cometido um erro de publicação justamente com o link do cardoso.

    Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza. [4]

  • Ricardo

    Cardoso, de uns tempos pra cá links falando que você é um dos mais visitados blogs tá lhe subindo a cabeça. Teus textos tão muito agressivos e ess chilique agora e dizer que o Estadão E TODOS os profissionais que nele trabalham não tem credibilidade é demais. VIAGEM TOTAL. Antes quando eles não erraram seu link até que eram legais e agora vc 'declara' que não?
    Sinceramente e infelizmente RSS fora da minha lista.

  • Acho que o problema principal é na questão de marketing enganoso.

    "A diferença é que o Estadão NÃO funciona".

  • Eduardo

    Concordo com você Cardoso. Um jornal tem a OBRIGAÇÃO de publicar a matéria corretamente. Existe uma dúzia de chefes que deveriam ler a matéria, verificar erros e as fontes.

    Imagina o jornal dizendo que o presidente eleito é o que ficou em 2º lugar e não o que ficou em 1º. Como ficaria a credibilidade do jornal? Ou que um assassino não fulano, é ciclano?

    Ao rapaz que disse que a culpa não é do jornal, que fique claro: a culpa é da empresa. SEMPRE. Liga para um SAC que te passa informação errada e depois você processa quem? O atendente ou a empresa?

  • Só eu, ou mais alguém percebeu que o link pro blog do Marmota é o antigo?

  • Realmente erraram, como acontece sempre nessas edições online editadas/revisadas por estagiários.
    Mas a sua reação como você mesmo comentou sobre a reação dos blogueiros esta mais para chilique por não ter ganho um link, e as visitas que trariam.
    eu acredito que enviar um email para eles resolveria.

  • E o link do Marmota também tá errado. Um link errado é a mesma coisa que link nenhum – nenhum dos dois leva a lugar nenhum. Engraçado é que se fosse ao contrário, o Cardoso teria passado o maior vexame por ter errado o link do Estadão, né?
    Outra coisa: "Blogueiros antecipam debate sobre credibilidade na internet"?! "Evento debate polêmica criada pela campanha do estadão"?! Como se o BlogCamp fosse uma prévia dessa porcaria de debate que o estadão inventou pra tapar a burrada da campanha dos macaquinhos? Credibilidade ou não, são uns bons FDPs, isso é o que é.
    Idiotas.

  • Igor Escobar

    Realmente, me coloco no seu lugar e com certeza ficaria muito indignado se colocassem meus dados errados no jornal, isso só prova a falta de consideração que eles tem com os entrevistados. De que adianta ter centenas de artigos e noticias publicadas? Apartir de agora muitas coisas começam a ser questionadas sobre o estadão.

  • O MAIS GOSTOSO SOU E

    Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza. [4]

    Mas que vc merece, MERECE

  • O Estadão é muito ruim. Conteúdo ruim, site ruim, erra muito, etc.

    Prefiro ler a Folha. :P

  • "o Estadão não tem COMPETÊNCIA JORNALÍSTICA para ser chamado de veículo de imprensa"

    Essa frase me lembrou o Marco Bianchi do Rock Gol de Segunda, da MTV, na hora.

  • Rafael Gonçal

    O interessante mesmo é saber que o Cardoso tem 37 anos… Quando ele explica pela "milésima" vez pra mãe que é um problogger, aposto que ela diz: — "Mas e o que você faz de trabalho meu filho"?

  • Cardoso,

    Posso ter cara de moleque (apesar dos meus 26 anos), mas sei muito bem as palavras que coloco pra fora da minha boca.

    Meu blog completa logo mais 5 anos de existência, isso sem contar outros sites que mantive desde 1996. Nesse universo (internet) tão novo e que ninguém sabe onde vai parar, todo mundo aprendendo junto, acho que tenho algo pra falar no debate de amanhã.

    De todo modo, não tenho a pretensão de defender o ponto de vista da blogosfera, mas o MEU ponto de vista. Se concordam com ele ou não, isso é outra história.

    Agora, se você quiser, eu sugiro pro Estadão chamar o Renê no meu lugar. Ele com certeza vai ter uma opinião sensata e ponderada… ;P

    abs

  • Desculpem, mas sinceramente, não vejo nenhuma grande novidade. E também não acredito que um jornal tenha "obrigação" de publicar tudo aos trinques, assim como não existe a tal "imparcialidade" e tudo o mais que alguns jornalistas adoram defender.

    Mas estou do lado de vocês, não estou defendendo o Estadão. Acontece que, pra mim, isso tudo já era anunciado. O problema maior, na minha opinião, é que eles não sabem assumir seus erros, o que é essencial pra qualquer um, principalmente a quem tem tanto poder de palavra.

  • Meu, esse pessoal que ta comentando ai não leu?
    o CC deu uma entrevista, deu o cartão… e os macacos COPIARAM errado… parou neh….

    cardoso… apoiado…

  • E o Cardoso que reclamava dos salsinhas, ao menos eles conseguiam digitar um endereço eletrônico corretamente (ou não teriam seus comentários aceitos).

    Estadão, a mídia salsinha em pleno sec. XXI…

  • Troca meu link, mas não troca meu sexo. Diz aí.
    Ou seria o contrário?
    :)

  • E o sujeito que escreveu essa matéria ainda estudou pra isso.

  • Hipóteses prováveis:

    1 – O repórter jogou o cartão de visitas no lixo;
    2 – O repórter assumiu que todos os blogs pessoais possuem a URL blogdo[fulano] ponto com;
    3 – O repórter não faz idéia do que signifique URL.

    Na dúvida, melhor registrar o domínio…

  • A bronca adiantou, pelo menos para o seu lado, Cardoso. Arrumaram o seu link (mas não desgrudaram BlogdoCardoso) e o "respeitadas". Mas não arrumaram o link do Marmota.

  • Eu cheguei a pensar em registrar, mas é sacanagem.

    Eu só pensei… mas se der mole alguém registra rapidinho.

  • Como eu imaginei, o meu comentário lá na notícia só foi aceito 12 horas depois de enviado e o link não é lincado (o interessado precisaria copiar e colar URL no navegador)

  • Cardoso,
    já vi avanços. Antes não tinham links nas matérias. Agora tem, mas não levam a lugar algum. Algum dia eles chegam lá…

    abraço

  • Antes tarde do que nunca… acho que fizeram de maldade mesmo :)

    Deixe esses caras prá lá… os blogs não precisam deles mesmo.

    Maysa

  • HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA

    HA HA HA

    HA HA

    HA

  • Ivan

    Muita tempestade por um copo com pouca água…

  • Cardoso, melhor registrar o Dominio no registro.br

    blogdocardoso.com.br
    Domínio disponível para registro.
    Para registrar, siga as instruções aqui.

    Ele ainda está disponível. 30 reais com certeza não vão te fazer falta.

    T

  • fernando

    repôs meu link! mas tú é falso mesmo hein cara!

    sabe o que acho…

    duvidaram da sua masculinidade mesmo.

    e ELES tem razão.

    fuck you

  • Alguém entendeu o que o blogtard aí de cima falou?

    PS: "tu" não leva acento.

  • Traduzindo o Cebola ae de cima:
    "repôs meu link! mas tú é falso mesmo hein cara!
    sabe o que acho…
    duvidaram da sua masculinidade mesmo.
    e ELES tem razão.

    fuck you"

    traduzido:

    "Gostei muito do Brazil, vou voltar aqui mais vez!
    Samba, Pelé, Caipirinha…
    comenta no meu fotolog então migo.
    A verdade está lá fora.

    luvi iu"

    =B

  • Calma, calma… Por causa do link… liga pra eles e eles corrigem. Acontece…

  • Sei não…

    "Blogueiros antecipam debate sobre credibilidade na internet"
    Evento debate polêmica criada pela campanha do estadao.com.br, que será discutida nesta quarta-feira.

    A manchete e a linha fina quer fazer entender que foi "aquela" campanha do Estadão que motivou o Blogcamp, o que não é verdade. Uma manchete dessas a posteriori, pode indicar "marvadeza" com o link errado. Ou não?

    Alimentando o furdunço, o Estadão ganharia o que esta ganhando: publicidade. Será que num tem neguinho lá pelos cantinhos da sala em ih,ih,ih?

    Seria impensável que profissionais dali não conheçam um pouco do espírito dos blogs.

    É só uma tese.

  • Aí Cardoso, é a primeira vez que posto algo aqui. Daqui de Goiânia, leio sempre seu blog. Descobri este espaço numa indicação do Blog de Noblat. Sou radialista, trabalho há 7 anos na área (assessoria de imprensa) e gosto das reflexões que fazes a respeito de credibilidade na net e outras coisas.

    Sobre essa do Estadão, acho que foi ráta dos caras mesmo. Acho também que tu ficou mais fulo do que deveria por ter perdido um bom jabá com o link errado. É o que penso. Mas, mesmo se tiver sido ráta ou sacanagem, isso só acaba respaldando as críticas que tu faz sobre não levarem jornalismo on line a sério. Falô :)

  • Cardoso,
    Eles são FDP (grande definição Nospheratt). Ponto final. E vc está certíssimo em dar porrada. E quem tiver coragem, tem mais é que te seguir.
    Merigo: chamar o René não resolve… ele diz que não entende nada de blog. ;)

  • Tá ficando cada dia pior!!!
    Acho que o Cardoso ficou mais irritado/decepcionado porque segundo o Estadão, ele é um dos profissionais mais respeitaDAS… hehehe

    Olha essa do diário do Nordeste (12/08/07) http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?cod

  • Felipe

    Primeiramente: O erro foi corrigido;
    Segundamente: Isso mais me parece a união da correria para entregar uma matéria, falta de revisão e um blog que se chama "Blog do Cardoso" .

  • Opa … tô indo la na locaweb agora registrar o dominio blogdocardoso.com e redirecionar pro meu blog hahahaha

  • Certas coisas não dá pra ficar isento…
    Uma pena, e como diz um tenente amigo meu que adora táticas de tropa de choque:
    LINHA, PAU E BOMBA!
    :D
    Abração

  • A expressão "vergonha alheia" me vem à mente.

  • isso me lembrou um caso recente de "distorção de opinião" que aconteceu com a Bia Kunze.
    http://www.odontopalm.com.br/gsf/arquivo/2007/05/

    A mídia tradicional não tá nem aí pra links, gêneros ou reputações.
    Agora diz aí Cardoso, qual foi o presente da Bia?

  • Pingback: Parem o mundo que quero descer, blogueiros não sabem debater?()

  • Trackback manual (caso não apareça por aqui): http://davis.blog.br/post/ate-aqui-na-polonia-aon

  • Pingback: Blog Institucional()

  • Pingback: Bloooooooog! » Sou de São Paulo, mas não vejo a hora de me mudar. =D()

  • Ah, cara, eles fizeram de sacanagem, com certeza. [5]

  • Cláudio

    eu vou registrar http://www.blogdocardoso.com.br e vou criar uma daquelas páginas cheias de propaganda.. eu vou ficar rico.. huahauah
    Cardoso, cara. Registre o domínio. Hoje mesmo eu digitei "blog do cardoso" no google pra conseguir achar.. se você num registrar em registro!! huahauah

  • Pingback: ato ou efeito | Manual do blogueiro moderno - Passo 5: Parcerias()

  • Pingback: Tiago, eu sou seu pai!()

  • Pingback: Manual do blogueiro moderno - Passo 5: Parcerias | Boiolosfera | ato ou efeito()

  • Felipe

    eu ri