Sanguessugas, Parasitas, Xeroqueiros e Plagiadores: Manual do Usuário

dolly.jpg

A comunidade blogueira discute atualmente a baixa audiência dos blogs, a dificuldade dos leitores em se manifestar e se identificar com os autores, etc, etc. Só que pior do que um leitor tímido que não tem nada a escrever, é um plagiador. O que era uma atitude mau-caratista isolada está se tornando uma praga, com graves consequências. Nada desestimula mais um autor do que ver outro assumindo a autoria de seu trabalho.

Vamos ver como podemos começar a pensar em nos defender? Copiei umas dicas interessantes de um blog gringo, mas ele nunca vai saber, hehe eu sou 1337, Cardoso R0><!!!

O primeiro caso de condenação por plágio na Internet foi em um processo movido pelo Mandic contra a Intervale, depois que essa copiou descaradamente o layout e funcionalidades do site do primeiro. Infelizmente o processo foi a exceção, a regra é ficar tudo por isso mesmo. Quanto mais popular o site, mais chances de ser chupado. O Meio Bit sofre com isso, um sujeito de Portugal volta e meia copia as matérias, adapta os textos e posta como se fossem dele.

O Glacial foi vítima de plágio, também de Portugal. Um belo post sobre o Nokia 6600 foi chupado sem dó. O Tutorial sobre Bit Torrent, que publiquei em meu blog, também foi vítima. Achei várias chamadas de um fórum português, com o sujeito inclusive copiando as imagens. O verme copiou o texto todo, assinou e pronto. E ganhou vários elogios. Ia modificar as regras de acesso para que as imagens fossem substituídas pelo goatse.cx, mas ele se deu ao trabalho de copiá-las para outro servidor. Era plagiador profissional, sabia que corria risco de ser surpreendido.

Notem que não estou exigindo somente conteúdo original. Os sites mais agitados da Internet, como o Slashdot ou o Digg não geram conteúdo original, são basicamente diretórios de links. (comentários não contam como conteúdo). Um excelente e despretensioso blog é o Como Faço, que se propõe a listar tutoriais e dicas, com um resumo e link para o post original. Não há do que se reclamar, que continuem com o bom trabalho.

Também não é um manifesto contra o reblog. Algumas notas curtas, vídeos ou imagens não precisam ou não comportam comentários, o que podemos fazer é divulgá-los, mais nada. O Engadget vive disso, não é motivo de vergonha. Eu vivo lá.

O problema são os parasitas. Não contentes em publicar somente conteúdo chupado dos outros, removem os créditos e assumem como SEUS os textos. É fácil dizer que “toda propriedade intelectual é um crime”, quando você não produz nenhuma. Já tive gente que veio me dizer, como elogio, que um amigo pegou um livro de minha autoria e xerocou.

Outro dia um desqualificado copiou artigos inteiros do meu blog, roubando até o HTML. Quando vi, estava inclusive apontando para as imagens hospedadas no MEU servidor, que EU pago. Escrevi um comentário, ele apagou. Pedi para uma galera ir lá e comentar, ele bloqueou. Escrevi para o Blogger.com, eles exigiram carta registrada pros EUA para acatar a denúncia. Então fiz o que tinha que ser feito, troquei as imagens no MEU servidor por fotos de sacanagem bem cabeludas, de profundo mau gosto. O sujeito ficou tão irritado que foi parar no Meio Bit, atacando um post do Leo Faoro sobre o assunto. E ainda ME acusa de só ter conteúdo plagiado aqui. Céus, como me assusta…

Para uma versão detalhada do plágio, com links para os sites envolvidos, visite esta página.

Como Agir em Caso de Plágio:

As dicas abaixo foram adaptadas deste excelente blog:

Não é um caso de se, é um caso de quando. Se seu conteúdo é bom, será roubado. Acostume-se com a idéia.

O Blog é seu. O Copyright é seu, mesmo sem nenhum registro formal.

Licenças como Creative Commons não valem absolutamente nada no Brasil, do ponto de vista legal.

Os procedimentos, sem envolver ação Legal são:

  1. Identificar o plagiador.
  2. Contactá-lo. Seja por email, messenger, comentário no Blog. Peça para que ele identifique sua autoria, e remova o texto completo, fazendo link para seu site.
  3. Caso ele não faça isso, entre em contato com o provedor de hospedagem / Blog. Escreva uma mensagem educada, denunciando o caso de plágio, use termos como DMCA, constuma assustar. O provedor irá solicitar mais informações, geralmente por escrito. Faça isso, se achar que vale o esforço
  4. Contacte os anunciantes – Veja quem provê anúncios, escreva explicando que estão sendo cúmplices de plágio, e não é bom ganharem dinheiro com o SEU conteúdo. No mínimo os anúncios serão suprimidos para posterior avaliação
  5. Solicite um banimento dos sites de busca – mesma coisa. Faça a denúncia, substanciado em bastante evidências (links com datas dos próprios sites de busca, por exemplo).
  6. Contacte quem linka para o site, explique a situação e peça para removerem os links. Você verá que a maioria das pessoas é bem razoável, e não nutre sentimentos por plagiadores. Para descobrir quem link para seu site, no Google digite: link:http://www.carloscardoso.com (trocando, claro, a url pela url de seu site)

O que não fazer:

  1. Não xingue ou perca a linha, mesmo quando o plagiador atacar você.
  2. Não responda a comentários dele em seu blog. Apenas apague/modere.
  3. Não poste comentários no blog copiado.
  4. Não coloque links no seu site para o blog copiado, não vá dar tráfego grátis para o verme.

Achando quem usa seu conteúdo

É muito simples, não requer prática muito menos experiência. Selecione uma frase do seu texto, de preferência razoavelmente grande. Vamos lá, como exemplo peguei o post “Paparazzo com Blogueiras”, brincadeira de 1o de Abril que pegou bastante gente. Escolhi uma frase, aleatoriamente.

“para aumentar a quantidade de visitas, uma campanha viral que irá publicar ensaios”

Coloque no Google, com as aspas. Cinco resultados. Alguns meus, mas um outro desconhecido. O Valei. Entrei lá, o post está na íntegra, os o cidadão não só colocou um link para o post original, como identificou a fonte. Chegou ao requinte de hospedar a imagem, não fazendo hotlink. Dá pra chamar de plágio? Claro que Não.

Um serviço com opção paga e gratuita, é o Copyscape, pesquisam seu site e comparam com outros arquivos, à procura de similaridades. Vale uma pesquisada.

Batize suas imagens com nomes esquisitos, as chances são de que o sujeito não vai se dar ao trabalho de renomeá-las, mesmo que as copie.

Por último, use marcas d’água. Sei que é feio, uma URL no meio da imagem, mas é o jeito. Claro, só faça isso se a imagem for produzida por você, como no caso do sujeito que roubou minha necrópsia do Memory Stick.

Lembre-se, você produz conteúdo original, ele não. Pense o quanto isso deve frustrá-lo por dentro. Não é bom ir dormir sabendo que você irritou profundamente alguém apenas por existir?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Deus me livre, como tem gente louca! Copiar conteúdo de blog é UÓ. Fico me perguntando se seu clonador também copiará esse post… rs…

  • Como disse a Débora, é bem possível que o copião republique este post como sendo dele e ainda se faça de vítima.

    *Direitos autorais: um dos males deste século.

  • Cardoso, excelente, para variar.

    O teu problema é que tu é um autor muito original e prolífico. Todo mundo quer te copiar. Tu deverias te rebaixar e fazer uns posts merda de vez um quando.

    Excelência cansa, haha.

  • Eu recentemente estive pensando sobre essas coisas de cópia, reblog, etc, após ver um post do Jonatas Gardin.

    Muito obrigado pelo texto, esclareceu dúvidas e extremamente informativo.

    Parabéns!

  • Pingback: MauricioTakahashi.com » Blog Archive » Reblog? Reblog!()

  • Pingback: Contraditorium()

  • Cardoso, eu acho que a creative commons está adequada ao "ordenamento jurídico" brasileiro… veja em:
    http://www.direitorio.fgv.br/cts/projetos.html

  • Parabéns Cardoso.

    Post muito esclarecedor e extremamente necessário, principalmente para blogueiros iniciantes.

  • Carlos, mandou bem no post! Como sempre, parabéns!

  • heuehuue que susto quando vi a referência e vi o texto Sanguessugas! rsss

    Eu sempre que copio algum texto, cito a fonte, é muito raro esquecer de fazer isso, e se eu esqueço, quando entro no site e vejo, ja recoloco, como o caso aquele do paparazzo

    Ah Cardoso, ele nao é tao desconhecido sim, vc me conhece, lembra do menino Psychlo? uehuhueue

    Abraços

  • Felizmente esses plagiadores não se sustentam no longo prazo.

  • Comigo aconteceu algo semelhante, roubaram-me umas fotografias de trabalho perfeitamente normais do meu hi5 e colocaram num site/blog a difamarem-me. pedi ao dono do blog um tarado sexual apenas atenciosamente para as retirar uma vez que tinham direitos de autor, o dono do blog, ripostou comigo e mandou-me denuncia-lo a policia, num tom de gozo comigo. mas eu nem sei a que blog pertence uma vez que é um site pessoal, estou perdida, nao sei o que fazer. podem ajudar-me?

  • Graças a essa matéria, que conheci por recomendação da Rosana Hermann, no QL, eu descobri que também fui plagiado, uh-hu! :-)

    Agora só preciso começar a escrever alguma coisa interessante e arranjar uns plagiadores menos mequetrefes para poder processá-los. :-)

    Infelizmente, a gente brinca, mas a Educação vai de mal a pior e a internet é apenas uma enorme vitrine para o ser humano.

    Como dizia o lema do velho, extinto e saudoso eClube: "a vida real no espaço virtual".

    Aquele abraço!

  • Pingback: Repositório » Lista Blogosfera - Análise da discussão sobre blogs de qualidade - parte 1()

  • Tom

    E aí, Cardoso… quando que sai o manual em português do editor de blog Zoundry?

  • Flavio

    Olá, gostaria de saber se o mesmo vale para imagens…

    Deixe-me explicar a situação. Eu e algumas pessoas, organizamos um tópico (fórum) com várias imagens que achamos…(de uma empresa estrangeira) nós mantivémos os direitos autorais dessa empresa…porém alguem pagiou o tópico e colocou-o em outro fórum…eu posso fazer alguma coisa?

  • Se copiam seu trabalho é porque seu trabalho tem muito valor.

    Quem tem criatividade, vai longe, quem não tem e só copia o trabalho dos outros, vai sempre em ultimo lugar.

    A meu ver, quem cria, será sempre reconhecido.

    Deixem copiar os infelizes …

    Mas, se puder, denuncia …

  • Pingback: And After()

  • Gostei da estratégia de colocar fotos "cabeludas" no lugar das hospedadas no seu servidor !!!

    Há um outro problema relacionado as facilidades que é a cópia de conceitos e explicações mais detalhadas sobre quaisquer temas usados em colégios e faculdades…

    Tenho amigos professores que já chegaram a receber mais da metade dos trabalhos de seus alunos copiando estritamente páginas do wikepedia…

    Sem comentários….

  • Pingback: Cópias descaradas: Maldito copiar e colar! | Blog da equipe()

  • Pingback: Eram os Deuses Internautas? » Quem pode blog, quem não pode se ferra()

  • Pingback: Cópias descaradas: Maldito copiar e colar! » Guia do PC()

  • Cardoso, num país em que pensar atenta contra a segurança nacional, o que dizer da segurnaça blogueir! A originalidade, a excelência de conteúdo, o vocabulário e até o "modus scriptus" (estilo de escrever) atestam sua capacidade…daí não ser a toa que tenha tanto chupim chocando ovos e gerando tráfego pelo seu ninho (ou seria nicho). Uma coisa é certa, "…somente as árvores que produzem bons frutos é que são sacudidas e às vezes apedrejadas (não lembro o autor), mas a frase caiu como uma luva sobre estes fatos. Sucesso sempre! Um seu leitor assíduo.

  • professor de biologi

    tudo isso que voces falarm é uma idiotice. nada a ver com o título!!!!!!!!!!!!!!!!!!!