De bela e pura a pistoleira online

brunasurfistinha.jpg
clique para a página completa

Tags são um conceito bem legal, mas por sua própria estrutura, são restritas em termo de contexto. Algumas vezes, com resultados constrangedores. Um amigo meu estava procurando por Bruna Surfistinha no Daily Motion. A busca retornou um vídeo meu, com minha querida amiga Bruna Pazinatto e a Bia Kunze. (não no estilo de vídeo que você está pensando, goddamnit!) Que fique registrado que ao que consta nenhuma das duas exerce atividade “surfística” por assim dizer, e com certeza não gostaram da associação, mesmo que feito por um sistema de buscas sem simancol.

A busca do Daily Motion não usa o operador lógico AND, que traria somente os resultados com todos os termos pesquisados, mas por não possuírem um acervo tão grande quanto o YouTube, apelam, trazendo os resultados que atendam a ao menos um dos termos.

Com a proliferação das tags, isso tende a aumentar. É muito complicado ser relevante com apenas uma palavra. Se eu anotar uma foto com “cardoso” estou restringindo muito? Não. Continua sendo comum a todos os cardosos do planeta, inclusive os famosos.

Tags como “legal”, “férias”, “viagem” só servem para meia-dúzia de imagens. Birthday, no Flickr, retorna 1.226.634 imagens. Uma busca mais específica significaria procurar por “birthday, nome do fulano, ano da festa” e chega-se a um ponto onde a quantidade de informação exigida para iniciar a busca é maior do que a disponível para qualquer um menos os mais próximos ao objeto da mesma.

A saída seria uma versão local (para blogs e sites) da estrutura do del.icio.us, onde suas tags obedecem a uma hierarquia (ou não) e ficam expostas para buscas. Se eu souber como você indexou sua informação fica mais fácil de buscar do que tentar palavras aleatoriamente.

Technorati : , , ,


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Horrível! Dizem que a moda agora é roubar fotos de perfis no Orkut e montar perfis fakes com a foto da vítima.

    Essa tal de internet… ;)

  • Pois é… e quem quer ser achado na net nao consegue…rs

  • Ai caraio…. Quando iria eu imaginar algo assim!!?!!

    Ainda bem que quem vê o filme logo percebe o erro… ufa!!!!!

    Beijosss

  • skwni jpkflgusi dhrkmlbuo kwarylxzs fnhwxl kldnzcwh xinuz