Blog: O segundo melhor emprego do mundo

jlo1.jpgjlo2.jpg

O que mais deixou a bancada moralista com raiva da Bruna Surfistinha foi o fato de ela não fazer o papel garotinha explorada enganada, ela assumiu com todas as letras, “Dei-o porque qui-lo”. Mais que isso, ela gosta(va, pois agora casou) muito de séquiço. Esse é o segredo para se dar bem em qualquer área. Um blogueiro que goste do seu tema, que goste de escrever, conversar e interagir tem muito mais chances de ser bem-sucedido do que um que veja listas de palavras-chave no AdSense e publique mini-blogs sobre Interócitos, ou seja lá o termo que pague bem esta semana.

Alguns casos clínicos de ADHS como eu conseguem se interessar por dezenas de áreas diferentes, o que é uma vantagem. Escrevo com prazer sobre programação de computadores, política internacional, religião ou fofocas de Hollywood.

Se eu fosse fazer um blog temático sobre um assunto fora de meu interesse, provavelmente ele renderia muito pouco, meus textos seriam superficiais, sem conteúdo e desapaixonados. Burocráticos.

Eu não faria uma resenha como a que fiz para o desenho Drawn Together para Lost, por exemplo. Já recusei também várias colaborações sobre futebol, pois realmente não é um assunto que eu domine ou goste.

Um efeito ruim é que isso pode alienar parte da sua audiência, quando perceberem que você se afastou do que costumavam ler e gostar. É raro, em geral o público evolui junto com o blog, mas pode acontecer. Reparei, por exemplo, que não tenho postado nada mais sobre PalmOS. Mesmo tendo sido fã incondicional da plataforma no passado. Acho que ter sido repetidamente sacaneado acabou com qualquer respeito que eu pudesse ter pela Palm, e para postar na base da amargura, melhor ficar calado.

Outro efeito interessante é que alguns leitores não entendem como você pode não ter uma opinião sobre determinado assunto. Nossa cultura opinativa, de 130 milhões de técnicos de futebol e economistas gerou um cidadão-monstro que acha vergonhoso não ter uma opinião.

Bolas, eu não tenho a menor idéia se o Juninho Sergipano deve ficar na zaga do Botafogo. Não acompanho nem tenho competência pra opinar sobre isso. Não é vergonha dizer “não sei”. Outro dia vi um orçamento de implantes dentários de R$6000,00. Achei um absurdo. (dá pra comprar um litro de tinta de impressora com isso, pô) Comecei a fazer um post, mas decidi consultar alguém do ramo. Vi por A+B que o valor fazia sentido. Post cancelado.

Tivesse eu assumido uma opinião formada, não teria feito a consulta e teria publicado algo errado. (certo que depois apareceu orçamento de outro dentista cobrando R$3000,00, mas eu divago) Escrever sobre o que você gosta, saber o que você não sabe e checar suas fontes são passos essenciais para um blog de qualidade. E também serve como filtro de jabá. Quando um blogueiro escreve sobre um produto, um site ou algo que não o agrada, mas está sendo pago/coagido/seduzido para falar bem, ele nunca fará um texto tão verdadeiro quanto um produzido espontaneamente.

Essa é a sutil diferença entre quem ganha para escrever e quem escreve para ganhar dinheiro, e o que faz do sujeito que vive como blogueiro profissional ter o segundo melhor emprego do mundo. O primeiro é do sujeito das fotos, cuja única função é atiçar os mamilos da Jennifer Lopez durante a gravação do videoclipe.


Technorati : , , , ,


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Boa matéria!

    Nem sempre podemos escolher tudo na vida, mas pelo menos no blog temos que ter essa liberdade, de escrever aquilo que gostamos.

    abs

    t+

  • Realmente… Ser pago para “atiçar os mamilos” da Jeniffer Lopez não é pra qualquer um. Só um ser iluminado pra conseguir esse emprego!

    Mas concordo. Não adianta lançar um blog sobre “mecânica para motocicletas” se você não gosta do assunto. Os leitores percebem na hora que você está fazendo por obrigação (e para ganhar dinheiro).

  • Kleine

    Mas carlos, vc tem que entender que as pessoas acreditam que o brasileiro TÊM que gostar de futebol, ser tecnico, o time entrou em campo o cara goza…
    Infelizmente essa é a merda da realidade do Brasileiro, quando alguém pergunta se você está assistindo ao futebol e você diz: mas eu nãqo gosto de futebol, te olham como se você fosse o próprio alien e depois mandam aquele: Mas como um Brasileiro não gosta de futebol?
    vc tem que entender tbm, que a gente tá no país da INTELIGENÇA! Já não vê nosso Presidente? Com tanta inteligença assim, como você pode não ter uma opinião sobre tudo? heheh
    Beijokas

  • FALA SÉRIO, EU QUERO O MELHOR EMPREGO DO MUNDO! ^^

  • Pingback: Axiomas de Zurique: 1° Grande Axioma - Do Risco | Investimentos » » Axiomas de Zurique: ()

  • gibulino

    Curioso , hoje pesquisando no google em imagens por "problogger", o que encontrei logo na primeira pagina ??? http://images.google.pt/images?hl=pt-PT&q=pro

    ;-)