Você acha que blogueiros são inofensivos? Acha, Clarice?

contraditorium-hannibal.jpgUm serial killer na Austrália, com crimes desde 1994 está deixando mensagens em um blog, com informações privilegiadas sobre pelo menos três jovens estudantes desaparecidas. Ele assina como “Dr Phibes”, e suas mensagens são estranhamente perturbadoras.


Dr. Phibes of Middle Swan (09 October at 10:26 PM)

I believe Sarah Spiers is in water either in Ankatel (south)or north of Wanneroo.And Sarah Mc Mahon is near Mundaring Wier.Just a feeling i get.

Tornando a história mais próxima dos filmes, há um sujeito preso por outros crimes, que aparentemente tem ligação com o caso, mas com o surgimento do “Dr Phibes”, e seu conhecimento privilegiado, pode ser que o acusado seja inocente, ao menos dessas mortes.

Assassinos seriais gostam de reconhecimento, e a Internet é o lugar perfeito para isso. Tirando episódios de CSI e Lei e Ordem, na vida real é MUITO difícil traçar a origem de um comentário em um blog. Mesmo com cooperação entre as agências, alguém com conhecimento razoável pode se manter perfeitamente anônimo, ao mesmo tempo se gabar de como o cérebro daquele político sequestrado estava delicioso, pena que deu apenas para a entrada.

Fico imaginando, entre os milhões de blogs que ninguém lê, quantos serial killers e caras maus em geral devem existir. Aliás, dada sua natureza, pode ser que até mesmo aquele blog inocente que você lê e não dá nada por ele seja escrito por um monstro desalmado devorador de fígados alheios.

PS: não eu. A única Clarice que já pensei em comer era minha concunhada, mas isso Nelson Rodrigues explica melhor do que Hannibal Lecter.

Fonte: News.Com.Au


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Essa foto do Hanibal dá calafrios…

    E eu já pensei em fazer um blog fake de um serial killer, mas não teria graça porque seria fake. Ninguém ia encontrar pedaço de ninguém por aí. Desisti…

  • Eu sei o que vocês fizeram no verão passado…

  • Kico Zaninetti

    Cardoso, achei interessante o caso do "comentador serial".

    O comentário que você postou como exemplo é de outubro. Você sabe se o caso ainda se desenrola ou se já foi concluído? Onde esse cara comenta(va)?

    Abraço.

  • Todos os meus crimes são secretamente divulgados.

  • Pô, Cardoso, não me entrega.

    Beijos.

  • Vixi

    Dá para ficar com medo de alguns, antes era a cabeça de sei lá quem, e você Cardoso? por que viaja para tantos lugares diferentes? caça a sua vitima? da para se fazer uma lista de suspeitos na propria blogosfera

    []'s

  • O Cardoso incluiu a Austrália no Cardosopalooza 2007. O problema de um fake serial killer no Brasil seria a polícia caçando o cara, se eles têm tempo até de caçar quem se diz maconheiro no Orkut… É o que dá viver em um País com taxa 0 de crimes.

  • Brincadeiras a parte, ano passado tive acesso a um blog de um caso famoso de assassino nos EUA. Não lembro muito bem os crimes cometidos mas o blog não é nada leve e nada divertido.

  • Kico:

    Não, os crimes ainda não foram resolvidos e as investigações são desde 1996.

    Para mais informações:
    http://www.supernerd.com.au/~glittercot/WAFemaleshttp://www.news.com.au/story/0,23599,21853031-2,0

  • A internet, as vezes, me assusta… Tem muitas coisas obscuras.

    Veja o orkut, usado para divulgar pedofilia, combinar crimes, etc.

    Prefiro não procurar, nem atrair, esse tipo de público.

  • Isso é macabro, pensar que pode haver um serial killer vendo esses coments.

    interessante pensar assim. hehehe

    espero não atrair esse tipo de publico… como disse o vinicius

  • Esses dias eu tava pensando: e se alguém assumisse sua identidade na internet?

    Veja bem, algumas pessoas interneticamente ativas ganham uma certa notoriedade web afora. Eu, por exemplo, devo me conectar de pelo menos meia dúzia de ips diferentes. Agora, imagine que alguém mal-intencionado resolva assumir a identidade de Carlos Cardoso (ou Fabiane Lima – se bem que assim tem menos impacto, quem se importa com Fabiane Lima?), e resolva espalhar comentários pela blogosfera, tomar certas atitudes, sei lá… perversas, e que seja inteligente o suficiente para "pegar" o estilo do blogueiro que resolveu assumir. Não seria um simples Fake Steve Jobs da vida: esse realmente enganaria um bom número de pessoas.

    Poderia derrubar reputações, poderia arrasar com imagens de pessoas, poderia acabar com impérios. Se a pessoa que fizer isso for inteligente o suficiente, até o "seqüestrado" conseguir esclarecer e consertar toda a lambança que seu sósia fez, a cagada já vai ter sido grande. Isso supondo, claro, que exista uma pessoa com mente doentia a este ponto, e inteligente na mesma proporção, o que é um tanto difícil.

    Ah, se eu não tivesse escrúpulos!

    ————-

    Acabo de ganhar o prêmio de comentário mais off topic!

  • Pingback: Megalopolis » Impostores, mentes doentias e conspirações()

  • Mais perturbador é pensar que você pode estar CONVIVENDO com um serial killer, seja no trabalho, no seu círculo social, etc.

  • Na verdade em todo círculo social haverá boas e más pessoas, cabe a nós nos relacionar com umas ou outras, creio que na blogosfera não seja diferente. A questão é: De onde viemos? para onde vamos?…

  • Certa vez vi um blog de um serial killer (que se dizia como tal) que expunha fotografias de braços, cabeças, pés, mãos. Na verdade era uma mulher, e muito gata…e eu acabei comendo ela, sem assar! hihihihii

    :P

    Abraço

  • Oi. Cheguei aqui via Apoio Fraterno, do Mário, e me entusiasmei. Queria lhe contar, se é que você não sabe, que em Porto Alegre, não faz muito, um garoto se matou com a ajuda de um internauta do outro lado do oceano. Se trancou no banheiro, se cercou de aquecedores, e fez o que se chama "grelha", para morrer queimado por dentro e por fora. Era um garoto inteligente, mas com uma relação tortuosa com o pai e com a mãe e, até onde sei, portador de esquizofrenia. A mídia local não deixou clara muita coisa porque o pai teve cargo público importante, e tal. Enfim, dor de pai é dor de pai, respeito. A polícia foi avisada por outra pessoa, que estava no chat, e se desesperou quando o menino voltou a teclar dizendo que não suportava a dor, no que foi criticado pelo "incentivador" e terminou cumprindo seu ritual satânico de suicídio. Só queria comentar que o perigo mora ao lado, em cima, em baixo, atrás, em frente de nós, via rede. A mesma rede que promove coisas boas. abraços

    maristela

    estou linkando você

  • Ops!

    Meus amigos sempre diziam: "sempre tem alguem melhor que você, outro pior e outro mais louco e psicótico que você".

    Bem verdade o que foi dito, deve existir inúmeros tipinhos: o nazista, o cara que lê seu blog peladão e até o cara que escreve nesse estilo livre leve e solto hehe Vai saber.

  • A56

    Conteceu algo engraçado numa comunidade de arte da qual eu sou membro, o deviantART. Havia um cara até bem popular, que tinha muitas visitas em sua página e fazia um grande sucesso. Descobriram que o maluco era um ladrão de arte e ele acabou sendo preso por furtar objetos de arte que iam desde peças de antiquário a quadros em museus. Essa é a nossa web, anonima e surpreendente.

  • Pedro Arbues

    Dá uma olhada <a href="
    <a href="http://www.pvision.com.br/blog/2007/06/11/colisao-do-asteroide-pallas-o-mais-novo-tiro-no-pe-do-marketing-de-guerrilha-brasileiro/">nisso” target=”_blank”>http://www.pvision.com.br/blog/2007/06/11/colisao… Cardoso…

    parece ser o mais novo e maior tiro no pé do marketing viral brasileiro

  • Daniel

    Offtopic: Estou doido para saber sobre os seus testes com o JáCotei, assim que possível conta pra gente, conta?

  • Pingback: A geografia do anonimato na internet » Webinsider()