Se você não construir, eles não virão. Ainda bem.

Eu amo o Flickr. É um excelente serviço de fotos, funciona tanto para quem quer uma comunidade vibrante (como diz o clichê) dos mais variados interesses, como para quem quer compartilhar fotos com os amigos. Há centenas de serviços agregados criados por terceiros, ele é limpo, funcional e rápido.

O Flickr também é virtualmente livre de miguxos, trolls e criaturas desagradáveis.

Eu achava que era por causa das facilidades para lidar com indesejáveis. O Flickr é draconiano em suas opções. Banir um sujeito implica em:

Ele não pode comentar mais as suas fotos

  • Os comentários antigos são apagados
  • Não pode comentar nos sets, comentários apagados idem
  • É removido de seus contatos
  • Você é removido dos contatos do sujeito
  • Ele não pode te adicionar novamente
  • Não pode adicionar suas fotos como favoritas
  • As já adicionadas são removidas
  • Não pode blogar suas fotos
  • Não pode adicionar tags ou notas
  • Não pode te mandar FlickrMail

Mas, depois de pensar um pouco, vi que eu só bani DOIS em todo o meu tempo de Flickr. Um ontem, um novato que ACABOU de entrar no Flickr, achou um post onde eu emitia uma opinião -pecado mortal se vai contra a opinião alheia- e saiu me xingando. O outro foi um verme desprezível do Interior de SP, mas isso é outra história, pras Páginas Afro-Brasileiras de minha autobiografia.

flickr-bloqueio.jpg

Portanto, a auto-regulamentação não deve ser justificativa para comportamento tão civilizado.

Vendo este post do Cybernet Tech News, que lista as cinco máquinas fotográficas mais populares no Flickr, percebi que a mais barata custa US$599,00. O resto é tudo bem mais caro. Não deveriam ser, proporcionalmente, máquinas baratas em primeiro lugar?

O Flickr, mesmo gratuito, tem muito mais recursos que o Fotolog. Deveria ter sido invadido, inclusive pelos gafanhotos brasileiros. Onde ixtaum os manows?

Pesquisando em blogs miguxos, vi que eles ABOMINAM o Flickr. As funcionalidades são “erradas” as cores são “erradas” o estilo minimalista é “errado”. Os comentários são “errados”.

O Flickr, em resumo, conseguiu se tornar um site livre de miguxos, livre da corja que invadiu o Orkut, sem nenhum esforço específico. Ou, na verdade, esforçando-se para atingir um público totalmente diferenciado deste.

O Flickr é complicado demais para as salsinhas usarem. É limpo, funcional demais. Ele não tem muitos visitantes de baixo nível por ser um local que não agrada a esse tipo de visitante. Parece óbvio, mas por que diabos nunca percebi isso antes?

É possível fazer isso em um site, em um blog?

Sim. No MeioBit nos livramos de 90% dos trolls através de um sistema de cadastro de usuários. O troll em geral é preguiçoso. Ele quer gritar mas não quer ter trabalho. Cadastrar-se já elimina a maioria deles. Agora voltamos com os ícones de identificação, ao lado do nome do usuário, em todos os posts e comentários, trazemos um ícone vermelho, de staff, um azul de usuário VIP (dado aos que se destacam e colaboram, com posts ou comentários, como o Kadu e o Cobalto) e inaguramos o ícone de Troll. Se você encontrar um usuário do MeioBit com este ícone meiobit-trollicon.gif ao lado do nome, não perca seu tempo, pule o comentário.

Em blogs pessoais entretanto sou contra cadastro, eu não usaria. Dependemos muito do visitante ocasional, o importante é que ele possa se expressar.

Portanto a melhor forma é manter os textos com um nível alto, não abrir mão das referências, inclusive nas piadas. Quanto menos estimular a favelização do blog, com piadinhas rasteiras mais apropriadas ao kibe, quanto menos hype pelo hype (hype por dinheiro ou hype por uma boa idéia, tudo bem) menos chance de ter um fotolog e mais chances de ter um Flickr.

Claro, sempre existirão os paraquedistas, mas o importante é que eles cliquem, não que comentem e muito menos que se sintam em casa. Mesmo nos blogs especializados.

Nota: Visitante Ocasional não é paraquedista. Paraquedista é pejorativo, visitante ocasional é um sujeito que efetivamente contribúi para o blog, com um comentário decente, uma opinião bem-fundamentada.

O que mais me deixa feliz é perceber que é possível ter um site de alta visitação, economicamente viável com uma freqüência de altíssimo nível. Percebo que Contraditorium já é assim. Um dos meus medos de deixar o blog crescer muito era justamente essa possibilidade de favelização, que percebo agora, pode ser evitada.

Então, mãos à obra.

PS: Aguardem meu Projeto Cingapura, saindo da gaveta nas próximas semanas. Também há dinheiro na favela, e eu quero!


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Excelente post, Cardoso! Essa é uma preocupação minha também. Felizmente até hoje não recebi nenhum comentário estranho e fico EXTASIADO com o alto nível de quem me lê.

    Abraço!

  • stefan

    "PS: Aguardem meu Projeto Cingapura, saindo da gaveta nas próximas semanas. Também há dinheiro na favela, e eu quero!"

    Casas bahia tá rica pq?? Porque vendem barato ou porque fazem em 24 vezes de 1 real (um produto que custa 14 reais)?

  • Irvin

    Pois é cardoso, o flickr se tornou um local onde raramente aparecem paraquedistas/trolls/miguxos, a maioria das pessoas que utilizam tem uma noção de como se comportar on-line, mas assim, eu acho que os blogs no brasil tambem representa na sua maioria, pessoas que tem ideias de qualidade, e postura para manter um blog, pelo menos os que eu visito, e os que o blogblogs lista como mais populares, paraquedistas/trolls/miguxos em geral utilizam orkut e fotolog que atualmente hospeda tudo que e tipo de doido/maluco que quer falar alguma bobagem on-line. um miguxo da vida e preguiçoso demais pra ter um blog de qualidade. bom essa e minha ideia!

  • O pior é q os trolls alugam o teu blog como se fosse um direito divino deles de comentarem. "Cadé a democracia!!!" berram.

    Eu bano e edito todos que eu considero trolls. Sem exceção.

  • É democrático cada blogger exercer a sua ditadura. :)

  • Hugo

    Acho que a solução do yet another cadastro não é a melhor solução… De maneira alguma. Pros usuários sérios também é chato ter que ficar se cadastrando…
    Talvez usar open ID seja uma boa idéia.

  • Serviços como o Flickr dão certo por não dar espaço para a, clichezona, lei de Gerson.

    É uma pena ser assim, mas infelizmente não podemos esperar muito de um povo cuja herança cultural veio da malandragem, afinal por um bom tempo aqui foi colônia penal portuguesa.

  • Há também um plugin para WordPress nos moldes do usado no MeioBit:
    http://www.younggogetter.com/2007/08/28/douche-ba

    Provavelmente terá que alterar a imagem, já que essa gíria não é muito utilizada por aqui, mas que é engraçado é.

  • "É democrático cada blogger exercer a sua ditadura. :)"

    Falou tudo

  • Os Trolls, Salsinhas, miguxos e afins não abominam o Flickr. Estão distantes dele pelo mesmo motivo de estarem distantes do MySpace e outras ferramentas sociais, estão distantes pois idolatram o Orkut.
    Cada um idolatra por seu próprio motivo, mas a maioria é pelo fato de poder "xeretar" a vida alheia. Se o Ser Humano é curioso o Brasileiro é em dobro.
    Tudo bem que tem os miguxos que acham que "Orkut" é uma forma de escrever "Orcute" no seu idioma… mas esses são os mesmo que não fazem peso nas estatisticas.

    Sobre os metodos em blogs pessoais, acho que cada um tem que decidir o seu e boas. Na minha humilde opnião, por um click de $1,30 pode até elogiar a senhora minha mãe.

    PS: Tenho icone de Troll no MeioBit mas nem ligo, afinal só comento o que realmente me interessa e que não seja papagaiada e flamewar. Coisa que ta meio constante lá no MB.

  • É realmente o Flickr é um lugar muito mais navegável do que o fotolog.
    Acho que isso acontece mais porque os miguxos gostam de aparecer, e no Flickr você não consegue mudar muito a interface dos albuns, ou seja, isso acaba com a graça daqueles miguxos que gostam de escrever de cinza no fundo branco, ou de roxo no fundo preto. =D

    Com relação aos blogs, já tentou essa solução?
    http://cambiodesligo.com/2007/08/07/combate-a-pra

    Abraço!!

  • Excelente post Cardoso. O fato de haver poucos "miguxos" no flickr é um dos fatores que me fazem gostar tanto de lá!

    Estou há mais de um ano e meio e só bani uns 2 ou 3 também!

    Infelizmente ainda há alguns miguxos e também gente que usa pra pornografia e pra colocar fotos copiadas da internet (as clássicas: wallpaper do windows, gatinho com a metralhadora, etc.)

    Ainda bem que a grande maioria são pessoas que gostam muito de fotografia, se interessam seriamente e é justamente por isso que as câmeras populares lá são as mais caras!

    Outra coisa excelente é a possibilidade de restringir fotos apenas aos seus contatos – o que resolve muitos problemas.

    Muitas pessoas que colocavam fotos de crianças estavam tendo problemas com gente que roubava fotos para criar perfis fakes no orkut. Lamentável. Tenho muitos contatos de mães fotógrafas que colocavam fotos dos filhos e de clientes e tiveram suas fotos roubadas, e a maioria dos fakes é criada por brasileiros.

    Parece que esses miguxos gostam do flickr só pra isso mesmo…

    E eu já gosto por motivos muito, muito melhores!

    Atendimento excelente, participação de quem usa para sugerir funcionalidades e relatar bugs (e eles ouvem!), muitas facilidades, etc..

  • O que os miguxos e afins gostam, é de fundos roxos, cores esdrúxulas e etc…
    O flickr é pra quem sabe o que é bom, o que é bonito, o que é funcional. Para quem tem bom gosto!
    Outro exemplo parecido é o deviantART, que ainda se mantém longe de miguxos.
    Até a postagem de vídeos só é permitida para certos usuários, para que ele não vire um "youtube", ou seja, para que contenha somente vídeos artísticos.

  • Um exemplo de web navegável….

    E tenho medo desse seu cingapura… :O

  • Olá Cardoso!Fiz uma pequena homenagem do seu blog na campanha "Este blog vale a pena Conferir". Passa la e pega o selo para indicar mais 5 blogs que iram prosseguir com a campanha.Ok!Abraço

    *Sobre o post acima:
    Muito bom o post…Mais felizmente não recebi visitas desses posers e miguxos.No flick a navegação flui muito bem e bem comportado.Sem frescuras.

  • As minhas Sony já foram caras. Sou usuária "pro" porque não acredito em "grátis". Tudo que você falou é verdade, Cardoso. O Google acaba de propor uma solução sui generis ,se não fosse Google, para o YouTube e suas piratarias. Ai, o link? L.A. Times. Business Section de domingo.
    Ainda tenho uma certa fé no orkut. Você não? Quanto ao Flickr, sim, satisfeitissíssima.
    Este post saiu no capricho. Preciso, objetivo, tudo que não sou.

  • As mais usadas no Flickr são o retrato no nosso maravilhoso poder de compra… :(

  • Os trolls e salsinhas são do tipo parasitas, o parasitas não suportam ter que se socializarem, o flickr está mais ligado à cultura de rede social mutualista, já o fotolog não, o flickr é usado por quem está ligado ao mutualismo, o fotolog ao parasitismo.
    A diferença de cultura das redes sociais mutualistas para as parasitas não é percebíbel apenas pela tecnologia, mas sim pela cultura geral que envolve, cores, usabilidade… entre outros fatores.
    Viva aos que cooperam e morte com requintes de crueldade aos que parasitam.

  • Eu uso o flickr já faz um tempo, mesmo só começando a usá-lo "de verdade" a pouco tempo. E sempre me perguntei porque os miguxos não vão pra lá, mas nunca encontrava uma resposta lógica, já que ele é tão prático, "limpo" (ok, clean) e de fácil manuseio.

    Então a resposta é essa, ele é bom demais para eles. É confortante saber que os miguxos ainda preservam alguns instintos primitivos úteis para a sociedade ;D

  • "É democrático cada blogger exercer a sua ditadura."

    E, até onde considero, a internet não é uma democracia, é uma anarquia tipo 2(cada um faz sua lei em seu território, i.e., site). Ainda tenho que estruturar essa idéia direito…

    Mas enfim… Saber que existe um território gratuito onde os emos e os vegetais diversos não invadiram é um estranho prazer(Não, não é Carlton; não fumo). Imagino que o índice de fotos tiradas de um braço de distância seja bem pequena devido a isso :D

    Mas deixa ver se eu entendi: emos abominam interface limpa e funcional? Acho que é a melhor coisa que ouvi/li hoje.

  • Johann

    Cardoso,

    Eu imagino que os mIgUx0s se afastam do Flickr por outro motivo, também: a propaganda do Flickr é muito boca-a-boca. E eu não vejo muitos usuários com QI acima de 80 falando do Flickr para mIgUx0s abaixo dos 60…
    De qqr forma, uma vez tentei convencer minha prima de 12 anos a usar o Flickr… Desastre total. Aconteceu igual vc comentou acima.

    Agora fiquei curiosos para ver esse negócio de Projeto Cingapura ;-) … Tipo, blog para miguxos, com AdSense?
    Imagina alguma "coisa" (blog) com o nível de visitação/clicks do Orkut nos AdSenses da vida $$$ :-)

  • v1r3d

    Cardoso, deixou passar essa eihn:

    "Please confirm that you´re sure you want to block ALEMCK"

    Não adiantou nada passar o pincel preto no paint… ops GIMP… ops photoshop lá em cima.

  • Gostei muito das suas observações e eu nunca tinha pensado nisso, entrei no flickr por sua causa, se bem me lembro e não me arrependo…recomendei até pra minha tia que está se cadastrando hoje.. espero que ela não me decepcione ;)

    Ah, antes que me esqueça…eu odeio pobre… uhauhahuahuahuahu

  • [..]o Carlos Cardoso, do Contraditorium, está enganado. E vou explicar porque[..] http://suspensa.info/post/354

    ;)

  • Zeca

    Difícil não achar esse post preconceituoso e intolerante.

    O pior é ver tantos aplausos para atitudes assim.

  • Pingback: Caminhando e cantando()

  • Ana

    O que você não comentou foi que tem uma turma de miguxos que usa, sim, o Flickr pra roubar fotos e criar perfis falsos no Orkut – os famosos FAKES. Isso já deu tanta dor de cabeça pra tanta gente. Não pra mim, mas já vi muita gente se sentir prejudicada com isso.

    Sobre o Orkut… o que será dos miguxos depois que decobrirem o Facebook? Ou será que o Facebook é o Orkut "flickereado" para não-brasileiros?

  • Eu postei aqui avisando que tinha feito uma resposta ao teu post, mas acho que o anti-spam travou. Ta falado de novo! ;)

  • Eu estou viajando ou tu falou da minha pessoa linkando outro blog? :D

  • Pingback: Lançamento do FlickrBrasil()

  • Não faz muito alarde desse site não que vai que algum "gafanhoto" vê… =P

    Achei o texto muito interessante, principalmente porque o li junto com o texto que você citou sobre o problema dos brasileiros na Internet. E deu pra entender porque já vi pessoas do nosso "querido" país sendo discriminados no Deviantart… Pelo menos é bom saber algumas dicas de como deixar um blog mais acessível a pessoas realmente interessadas no conteúdo.

  • Pingback: » Blog Archive » Será que o Flickr tem alguma chance no Brasil?()