Christvertising – como não pensei nisso?

Algumas vezes eu me acho uma anta. Preciso ser mais ousado com minhas idéias absurdas. Na verdade preciso parar de achar que uma idéia é absurda demais para ser considerada.

Vejam por exemplo este conceito, Christvertising!

Eles propõe uma abordagem totalmente nova para a promoção de sua marca: Nada de virais, métricas, estratégias de marketing. Eles focam no Usuário Final (mesmo): Deus.

Dizem usar uma rede de fiéis proativos e criativos que através de intensas preces irão melhorar a imagem de sua marca aos olhos do Senhor. “Se Deus ama sua marca, ela se tornará mais forte e vem-sucedida”.

Citam até Deuteronômio, 28:5, “Bendito o teu cesto, e a tua amassadeira”.

Eu não sei se isso é só mais um daqueles sites humorísticos ou uma idéia genial, mas lembrando da quantidade de empresas na Dutra com enormes e constrangedores placas com dizeres bíblicos, eu acho que uma empresa que se especializasse nesse serviço, uma espécie de Site Social de Orações, faturaria muito, muito dinheiro.

Afinal, você não pagaria para milhares de pessoas rezarem pelo sucesso de seu negócio?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Quando a empresa é ruim, nem reza brava adianta.
    Se não me engano, é isso que diz um ditado popular.

  • Viajei um pouco, mas fiquei pensando como seriam feitas essas orações. Os caras chegam em um quarto branco bem iluminado sem móveis, fazem um círculo segurando as mãos dos outros e um deles diz: "Irmãos, agora vamos orar pela Microsoft…"

    Auhaiuhaiuhaihauhuia…(ao infinito)!

  • GhosT

    Cardoso,

    nao tem nada a ver com o post, mas achei interessante caso o apocalipse contra seu blog aconteça, você ja tem uma ilha particular pertinha de uma das maiores reservas ecológicas do mundo

    Veja lá no Google earth:

    "Ilha do Cardoso" lat=-25.293052, lon=-48.085613

  • É, Cardoso, existe louco para tudo.
    Mas a verdade é que a web possibilita tudo que é tipo de iniciativa.
    Muitas coisas malucas ainda estão por acontecer e muita gente vai encher os bolsos com isto.
    O negócio é sair na frente!
    Quem sabe um site para "vender a marca para o diabo" também não pode ser uma boa idéia !?
    Topa este negócio conjunto ?
    ;)
    Abração.

  • Você duvida que vão entrar nessa onda?!

    O que não se faz pra ganhar algum dinheiro… acho que vou começar a vender terrenos comerciais na lua!

  • putamerda, isso é o fim do mundo. sinais ! sinais !

  • Muito engraçado mesmo.
    Quando li o título pensei que fosse uma rede de publicidade em sites cristãos.

  • Pingback: gabiru 2.0()

  • Será que se a empresa não crescer eles vão jogar a culpa nos fiéis, dizendo que a fé deles é fraca, ou vão dar atenção àquele antigo conceito de que se você não fica rico é porque Deus não quer?

  • Irmãos! Se a fé move montanhas, por que não levaria sua empresa ao topo do mundo? Mas lembre-se: não adianta apenas ter fé, é preciso fazer por merecer.
    Deus ajuda quem cedo madruga.