Palanque sim, poste nunca!

Ano que vem teremos a grande divisão de águas na blogosfera; com a autorização para publicidade eleitoral online os blogs serão invadidos. E essa competição pelo espaço publicitário não será necessariamente boa.

Até agora temos apenas apoio direto, como Pedro Dória fazendo campanha pro Gabeira, blogueiros usando sua pessoa física enquanto gente a nível de cerumano manifestando opinião, ou o indireto, com hordas de eleitrolls vasculhando e intimidando blogs com opiniões contrárias aos Partido (seja lá qual for ele), criando blogs anônimos caluniadores, etc. No vácuo do entre as duas pontas, entrará a publicidade online legítima, ativa e propositiva, digna dos maiores Estadistas de Sucupira.

O blogueiro que manifesta apoio explícito a um candidato curiosamente será o que menos se beneficiará. Com o risco de sofrer as acusações de sempre esse blogueiro fugirá de qualquer relação financeira com seu candidato.

Já os blogs que não tem foco em política terão que fazer uma escolha séria: ou profissionalização ou exploração.

Explico: o AdSense e outros programas de publicidade online serão inundados por propaganda eleitoral, direta ou indireta, velada ou não.

“OBA! DINHEIRO!”

Não. Sem querer cometer um ultraje dizendo isso, “dinheiro”  não é o termo a ser usado aqui. Os valores pagos estão longe da maravilha dos velhos tempos. O modelo de leilão não funciona para nós blogs quando os anunciantes se organizam. Faremos propaganda política pelo mesmo preço do Sagrado Coração de Maria ou algo assim.

Os leitores chatos irão te acusar da mesma forma, seu site ficará parecendo muro de subúrbio perto do trilho do trem e dinheiro que é bom, nada.

É preciso amadurecer. Blogs não são mídia, são veículos individuais. O que publicamos aqui é de nossa responsabilidade pessoal. Não temos a autonomia de um jornal que publica classificados moralmente questionáveis sem ser nunca questionado.

Por outro lado os blogs profissionais não podem se dar ao luxo de tanta pureza.

Continuo defendendo a idéia de que podemos vender espaço sem vender opinião. O Globo cansou de publicar anúncios com longos textos de seu maior desafeto, Leonel Brizola. Política é só mais um produto. Vendido por marketeiros, comprado por consumidores.

No caso das eleições um Blog com AdSense que não queira se “comprometer” terá um ano terrível em 2010. Será todo dia bloqueando anúncios e se explicando aos leitores.

Qual minha proposta? Mate o AdSense, e todos os programas semelhantes que seu blog veicula.

Durante o período eleitoral utilize somente publicidade direta.

Crie um mídia kit com os dados de seu Blog, especialmente para candidatos. Defina o que pode e o que não pode. Exemplo: anúncios dizendo “este Blog apóia fulano”. Crie uma política de preços (muito) diferenciada e lembre-se que candidatos em geral não pagam.

Avisei aos leitores que seu Blog irá veicular publicidade eleitoral. Seja transparente. Deixe claro no mídia kit que o conteúdo do Blog não será afetado pela relação comercial. Se quiser transparência mesmo, torne o mídia kit público.

A seguir algumas dicas para sobreviver como mídia no mundo eleitoral:

1 – Cobre adiantado. Seu valor é irrisório comparado a veículos de verdade. Garanto que gastarão mais em chaveiros do que em toda a mídia online. Políticos são notórios caloteiros. Se grandes fornecedores ralam anos pra receber, imagine você com seu blogueeenho.

2 – Não aceite exclusividade exceto se for um candidato que você apóie. do contrário você estará apoiando.

3 –  não aceite publicidade que se refira diretamente ao Blog ou sua pessoa. publicidade testemunhal é muito mais cara, mas no caso de política não há dinheiro que pague. (há sim, me liguem)

4 – Não tenha medo de recusar publicidade de candidatos especialmente nefastos. seu Blog não é uma democracia e ao contrário do que se
imagina, nos puteiros a última palavra é sempre da puta.

5 – Não perca tempo discutindo com os chatos. Lembre-os que não só eles não pagam suas contas, como na mídia tradicional a alternativa é o
horário eleitoral gratuito.

6 – Instale aprenda e use o Google Ad Manager. será muito mais fácil gerenciar campanhas assim.

7 – Cuidado com agências. Você irá receber uma fração do que receberia com o contato direto com o candidato, e as assessorias eleitorais já
estão alfabetizadas em Internet o suficiente para andarem com as próprias pernas.

8 – Seja pró-ativo. Venda seu peixe agora, não espere um assessor qualquer lembrar do seu Blog.

9 – Evite Peixadas. O QI do QI vai voltar pra te assombrar. Amizade e networking sim, esqueminhas não.

10  – Deixe pelo menos um banner do AdSense, just in case.

11 – Não caia na sedução de candidatos simpáticos. Se você apóia a causa dê 15% de desconto. Gratuidade nunca. O Blog é sua fonte de renda e o seu querido candidato ostentará uma capa élfica quando o Seu Barriga vier cobrar o aluguel.

12 – Estude Geolocalização. Vender espaço com cobertura regional será bem mais rentável do que uma audiência indiscriminada.

13 – Entenda a eleição como um evento sazonal. Extrapole e pense em quantos já perdeu por ficar sentado na própria bunda esperando o Mundo reconhecer sua genialidade e encher sua porta de dinheiro, Cardoso.

14 – Prepare-se para os trolls. Eles ficarão indignados por você “apoiar” candidatos, sejam eles quais forem. Não responda. Ignore.

15 – Feche comentários de publieditoriais políticos. Nunca dão certo e você não ganha para moderam Fórum.

NOTA:

As dicas acima são para blogs profissionais que veiculam publicidade e pretendem faturar algum com a propaganda política das eleições 2010.  Se você ainda não se enquadra e pretende, cai dentro. Se não é sua praia, vá na fé. Existem milhares de motivos para ter um Blog. Todos são válidos e ganhar dinheiro é só mais um.

De resto, se na pior das hipóteses você ajudar a reeleger o Sarney sempre pode perguntar “tem culpa eu?”, responderão “tem” e você “Oba!”


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Daniel Sugui

    "Política é só mais um produto. Vendido por marketeiros, comprado por consumidores."

    Triste, isso, mas terrivelmente verdadeiro.

  • Perfeita a imagem do general Zod, hehehe:)

  • "Políticos são notórios caloteiros." Outra verdade doída. Já são caloteiros antes de eleitos, como exigir honestidade depois?

  • Pingback: 2010 é ano eleitoral… hora de ganhar dinheiro nos blogs? |()

  • Será uma ótima oportunidade, porém complicada, por uma questão pessoal mesmo. Creio que abrir espaço para política em meu blog, geraria uma série de questionamentos e acusações em minha consciência: "Você ajudou a eleger mais um corrupto."

    Definitivamente é uma questão/vontade pessoal diante de uma maneira "fácil" de ganhar dinheiro.

    Existe a falta de contexto. Por vezes, critico a política mal organizada Brasileira. Anunciar apoiando mais um que entrará lá, seria meio desonesto comigo mesmo.

    Cardoso, ótimo post, parabéns!

  • Diferente de outros meios de comunicação o Blog tem personalidade definida, e essa normalmente está ligada aos seus autores e leitores. Ninguém critica o Contraditorium, criticam o Cardoso. É ai q a coisa se mistura e fica preta. Ninguém deve deixar de ganhar com as oportunidades em 2010, mas um pouco de bom senso vai cair realmente muito bem. E o post ilustra muito bem como tê-lo.

  • Infelizmente ou felizmente teremos eleição ano que vem… Já que votando em situação ou oposição tanto faz como fez – sempre vem o seu barriga cobrar aluguel – o negócio é mesmo entrar na onda e receber anúncios mesmo sendo de um Polvo, de um Tubarão ou até mesmo de uma "Lula".

    Então agora o negócio mesmo é montar o meu média kit e correr atrás dos políticos pedindo voto$.

    Vamos ver se aqueles Deputados que meu tio sempre pediu pra eu votar, desta vez vão me dar aquele VOTO de confiança, e se não lhe patrocinarem, você já tem um canal para falar mal deles e acabar com sua eleição. :D

    Será que chantagem vale? :D

    Abraço

  • Lembrando que a Lei que aprova a publicidade e outras formas de divulgação da campanha Eleitoral na internet ainda não foi votada. Ontem, os relatores já barraram a proposta de publicidade "paga" em portais.

    No caso dos blogs a coisa muda, pois o conteúdo pode ser infiltrado como opinião, que talvez também ocorra em outras mídias.

    Por enquanto temos que aguardar.

    Abs

  • Sou totalmente contrário a propaganda política na internet.

    Esse país nunca terá um eleição limpa e justa enquanto não evitar a influência do poder econômico nas eleições e ao liberar a propaganda na internet a festa está armada.

    O ideal e até utópico da minha parte, seria proibir toda e qualquer propaganda eleitoral que não fosse oficial. Dessa maneira, ao menos amenizariamos a força do poder econômico nas eleições, com aumento de igualdade entre os cadidatos, o que não ocorre quando se vê rios de dinheiro sendo investidos em toda e qualquer forma divulgação.

    E o pior, você acha que os rios de dinheiro gastos em campanhas são pagos ao final por quem?

  • Cardoso tudo isso que você escreveu é só para blogs de opinião (grandes) como o seu, aqui embaixo a coisa é diferente ;)

    Mesmo assim esse post ficou ótimo porque mostra vários detalhes que evitam confusão ou prejuízo ao blogs.

  • luiz

    Cardoso fazendo caridade, ensinando aos pobres mortais como ganhar dinheiro.

    Tá garantindo a vaga no céu?

  • Franciny Chequer

    Boa tarde

    Existe as leis que são aplicadas a não se dabater ou falar de politica, ou de candidatos, em qualquer blog, ou outros meios de comunicação, e isso e legislação, e como isso será aplicadp, e tb controlado???? pois em nossa suposta democracia fala que todo mundo e livre para o debate, e de dar a sua opinião, mas como tudo aqui no Brasil e contraditorio, e em nenhuma democracia plena o voto não e obrigatorio, mas a minha duvida fica ai como será a regulamentação de midia, e tudo mais???

    beijos

  • Cobrar adiantado é super certo, já que eles adoram dar colote depois do resultado das eleições.

  • Tiago Tavonerd

    Ler "blogs profissionais" me causa náusea.

    Fico me pensando quão vergonho é responder um "mas e aí, tu trabalha com o quê" para pessoas dessa laia.

    Brio foi pro cacete há muito.

    • Tiago Tavonerd

      vergonhoso*

  • Adorei o post.

  • Interessante a lista de dicas, Cardoso. Mas isto não é aplicável em qualquer blog. No me, por exemplo, escrevo contos de um certo tema ou estilo próprio, que provavelmente nenhum politico sério (Se existe!) irá pagar para estar lá.

    Em blogs tematizados, é difícil um candidato descer (ou melhor, subir?) ao nosso nível de acesso e nos pagar para fazer propaganda. Seria como ver Juca Paraguanasú, candidato de belém falar que apoia a causa dos veterinários. Ou o Deputado entrar em um blog de games e falar "Eu já TERMINEI Simcity e irei aplicar tudo que aprendi ali!"

    Talvez ajude para links do google ou outro mecanismo bing bing bing coelho ricochete de busca, para quanto mais palavras associadas sobre o fulano, mais fácil ele estar na busca. Talvez ai compense, mas é algo de cada candidato, seus representantes combinarem o que é o que entre cada blog. Valeu pelas dicas, Cardoso.

  • Pingback: Palanque sim, poste nunca! | Contraditorium » CrisDias weblog()

  • Nos "anais" do país a política sempre fudeu a população…

    Vocês não acharam que ia mudar agora, né?!

  • Como parte interessada, achei muito bom e elucidador o artigo. Mas, encontrar um político que pague um anúncio em um blog que, momentos depois, poderá criticá-lo é algo que ainda quero ver acontecer (rs).

    Acredito que o pessoal vai buscar a publicidade em grandes portais e em blogs mais ligados às próprias correntes ideológicas ou mesmoa blogs como o seu (de grande penetração (ui!) e de assuntos diversos). Não vejo o pessoal com disposição e hombridade de encarar blogs com opinião própria e que não estejam dispostos a vendê-la pela melhor oferta.

    Imagine a situação da assessoria de imprensa dos candidatos ao contratarem um anúncio em meu blog, por exemplo, e trinta segundo depois darem de cara com um artigo expondo uma mamata do mesmo? Tenho quase certeza que isso será muito bem negociado e pago. Infelizmente.

    Por isso acho que o pessoal vai fugir de blogs políticos que não toparem a "isenção" e abraçar os generalistas.

    Quanto as dicas; são ótimas. Confesso até que resolveram um certo dilema pessoal. (rs)

    Abraços camarada.