Fature com mídias sociais fingindo-se de morto

Imagine a cena: Você está tranquilo no escritório, com seus brinquedos. Do nada a invasão: 4 policiais disfarçados, 2 normais e 6 membros da SWAT metem o pé na porta. Circulando, um heicóptero. Na sua mente a frase é “na cara não, pra não estragar o velório”.

O caso aconteceu com Jeremy Bell, em Toronto. Tudo por causa de um vizinho que o viu pela janela com uma arma  na mão.

Seria problemático se armas não fossem permitidas na cidade. Aliás, seria problemático mesmo se a arma em questão não fosse feita de… LEGO.

ScreenShot022 

Em seu blog ele conta a história toda. Comprou o brinquedo, chegou no final da tarde. Montou, deu para um amigo que desmontou, foram jogar Modern Warfare 2 no XBOX da empresa. Do nada, os gráficos melhoraram muito, pareciam até policiais da SWAT de verdade, e eram…

Chamando do lado de fora, ordenando-o para sair com as mãos para cima. após ser algemado os policiais invadiram o prédio, confirmaram que era LEGO mesmo, tudo um mal-entendido, fim da história, certo?

Errado. Um monte de blogs pegou a notícia. Jeremy revelou que a arma fora comprada da BrickGun, uma pequena empresa que monta kits LEGO de réplicas de pistolas. Tão pequenos que em sua sessão de imprensa citam referências em blogs, que fofo!

O resultado da altercação é que um vizinho super-zeloso, uma ação bem-organizada da polícia e um blogueiro sem rancor por ser algemado fizeram com que a BrickGun tivesse um pico de vendas. Avisaram no Twitter que os pedidos estão com prazo de entrega de 4 a 6 semanas, devido ao Efeito-SWAT.

O que temos aqui é um caso onde as mídias sociais alavancaram as vendas, informaram do caso (Jeremy narrou o caso via Twitter) e a empresa fez a coisa certa: NADA.

Declarações de apoio incondicional a Jeremy soariam como propaganda velada, como a faculdade de outro Estado que ofereceu bolsa para a Geisy da UNIBAN. Declarações tirando da reta soariam como… declarações tirando da reta.

Portanto, caro especialista em mídia social, lembre-se de que quando um cliente estiver no meio de um tiroteio, Fugir ou Atacar não são as duas únicas opções. Fingir-se de morto também funciona, exceto contra ursos, no Pernalonga.

(ok, o parágrafo anterior deveria ser algo mais Sun-Tsu, mas não estou inspirado…


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Fingir de morto resolve muitos casos, na verdade. :D

  • Olá Cardoso,

    Vez ou outra passo por aqui, mas até hoje tenho sido egoista nos comentários. Mas este texto seu dá um alerta aos mais afoitos em relação ao uso indiscriminado das mídias sociais. Não dá para arriscar a imagem da empresa e ir dando tiro de metralhadora. Isso aqui não é brincadeira.

    Abraços

  • Túlio

    Tem ainda outra possibilidade, a empresa, em sua felicidade com o aumento de vendas postasse em algum meio de comunicação que estava feliz que tenha ocorrido o dito fato…

    Ai a empresa seria acometida pelo efeito geisy, explicado no seu ultimo post.

    É claro se isso ocorrer no Canadá.

  • War

    Muito bem feita a arma, bonitinha mesmo. O vizinho zeloso foi enganado direitinho. Adorei a história. A dica de fingir de morto é muito boa, sem hipocrisia se ganha mais.

  • Evandro Cesar

    Tem uma parte do livro dele que diz o seguinte:

    "Esconder a ordem sob a capa da desordem é apenas uma questão de subdivisão;

    ocultar a coragem sob um ar de timidez pressupõe um fundo de energia latente;

    mascarar a força com a fraqueza é ser influenciado por disposições táticas."

    É um negócio genial…

  • Vejam só o que um vizinho fuxiqueiro é capaz de provocar.

    Sorte do rapaz que eles "perguntaram antes de atirar"…

    Alias, os modelos deles são bem realistas http://www.brickgun.com/Semi_auto_w_Mag/BrickGun_… (entendi certo as letras vermelhas? atira balas de borracha?)

    Ps faltou um L.

    Cardoso, realmente… melhor ficar quietinho e deixar as pessoas na dúvida do que tomar uma posição que pode ser interpretada erroneamente.

    Otimo post

  • Jorge

    Esses dois últimos posts não estão no feed (o último que aparece é o do Twilight português).

  • Offtopic: Cardoso, tá sabendo do suposto bloqueio que Embratel e BRT/Oi estão fazendo a uma penca de sites? Isso está rolando desde semana passada. Aparentemente estão bloqueando o roteamento para IPs de sites/fóruns suspeitos de divulgar informações de pirataria de TV por assinatura. Quando alguém reclama, as operadoras negam o bloqueio e dizem que o problema é em outro lugar. Mas os usuários já comprovaram via traceroute. O acesso via GVT e Virtua (em algumas cidades) está normal. Quem está na área bloqueada só via proxy anônimo.

    Eu soube disso através do HTForum (www.htforum.com/vb), que inclusive é CONTRA a pirataria e tem receitas por publicidade, o administrador pretende acionar judicialmente as operadoras.

  • Puxa eu nessa situação me fingiria de morto. Faria igual a Thera Fajyn..rsrs

    Na verdade, tem uma outra possibilidade, a empresa tinha que estar feliz pelo fato de agora ter que almentar a sua produção. Na minha opinião devia-se aproveitar o ocorrido e tirar proveito desta situação.

  • Cardoso, eu sempre me divirto com seus posts. O que é legal nos seus textos, além de uma dissertação inteligente, é o modo divertido como vc narra os fatos, até mesmo quando está de mau humor.

    Beijins

  • Concordo com Elaine.Chamo de lucidez,clareza de mente.

  • As vezes se mexer também pode dar resultados, vide http://www.youtube.com/watch?v=I-uSJeEgbXY .