Eu ainda preferia a Geisy

De cabeça de Juiz, bumbum de bebê e cérebro de marketeiro da Uniban nunca se sabe o que vai sair, mas dá pra ter uma boa suspeita. Mesmo assim sempre nos surpreendem. Não sei de quando é esse comercial, mas pelamordedeus, como diriam as bichas do Costinha, PELARMOR DE-DEUS, quem é o target?

Cliente tem mania de aprovar peças que ELES gostam, esquecendo que quem tem que gostar é o consumidor. É o mesmo problema com estudante de publicidade elitista. Vejo um monte desses babaquinhas esnobando o mundo da cultura pop, achando realmente que vão viver criando peças fazendo referência a Goethe e Weber. Propaganda tem que falar a linguagem do público-alvo, o público-alvo por sua vez NÃO é quem paga pela propaganda, é quem paga pelo produto.

Quando você faz propaganda tendo como público-alvo quem paga pela propaganda, no caso o cliente, sai esta bosta aqui:


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • é a montenegro quem tá falando no final? eu, hein?

  • André

    Desde quando Mike Myers canta em português?

  • Pingback: Tweets that mention Eu ainda preferia a Geisy -- Topsy.com()

  • Bruno

    Na época que foi lançado esse "estúdio coca-cola" eu não tinha estudado o que era target. Tempos depois…"PELARMOR DE-DEUS". O que a propaganda diz do institucional da empresa? Na verdade ela fala da responsabilidade do jovem em estudar e as demais coisas. Salvo pela narração em off (da Fernanda Montenegro?)e o gczinho. God!

  • Antônio Pessoa

    #queporraehessa

  • A Uniban, pelo visto, quer se autodestruir.

  • Ulisses

    Não vi NADA de errado com a propaganda. Obviamente que eles atingem o público que ELES desejam (e não é você). Notei sim um FORTE teor de PRECONCEITO no seu post.

    Lamentável este post.

    • Lamentável é você não dizer QUAL público é esse e como você sabe que "OBVIAMENTE"atingem o tal público. Cadê as pesquisas com o ROI da campanha?

  • As vezes a escolha da faculdade se da por fatores que nem aparecem nas pesquisas, eu estudei no Paraná em uma quase ao lado de casa e no curso mais barato, era o que dava. No caso da Uniban, vale a pena caminhar um pouco mais e ir para outra e de quebra vai ficar longe da Uniban e não correr perigo de ser atingido por uma baleia.

    Grande abraço

  • Só ver trabalho de faculdade de designer/publicitário em que eles mesmos escolhem o público-alvo: Classe A/B, de 18 a 25 anos, que gosta de ir na balada, tem carro, vai uma vez por ano ao exterior, etc etc etc.

  • Rafael Netto

    Só sei de uma coisa: deve ter saído BEM CARO esse comercial…

    • E será compensado nas mensalidades dos alunos.

  • Cobra

    Quem sabe o público-alvo da Uniban sejam as velhinhas que (ainda) são fãs do Caubi…

    Na verdade, dá até pra imaginar a conversa que rolou quando esse plano de Cebolinha foi conjurado:

    Gerente de Marketing: "Precisamos de um comercial pra atrair mais alunos pra Uniban. Alguma idéia genial?"

    Marketeiro: "Eu tenho uma! A gente chama o Caubi Peixoto plá cantar uma música sobre a Uniban! Isso vai fazer com que as vovós digam plás suas netinhas ilem estudar na Uniban! E aí a gente chama a Wanessa Camalgo plá cantar junto, que é plás netinhas também se sentilem incentivadas!"

    Gerente de Marketing: "Perfeito! Muito bom esse plano!"

    Marketeiro: "Hehehe! E quando completalmos esse plano, eu selei o dono da lua!"

    Gerente de Marketing: "Hein?"

    Marketeiro: "Nada não…"

    • Eu ri. Nada contra Caubi, mas se fosse só a Wanessa a Uniban teria mais chance. Conhecimento passa de geração pra geração, certo? Pra quê vou pra faculdade então? Deixa minha vó me dar aula….

      Podre, como a maioria das propagandas de universidade aprovada por Reitores PhD.

  • Evelise

    Só o que salva é a narração da Fernanda Montenegro kkkkkkk

  • Ana Fernanda

    "Quem sabe o público-alvo da Uniban sejam as velhinhas que (ainda) são fãs do Caubi…" [2]