Parabéns Twitter, fizeste Hitler cair no meu conceito

hitler-cat-tempNos Anos 80 Gerald Thomas (é, aquele) costumava passear na Alemanha e perguntar aleatoriamente a senhores na casa dos 60 anos onde eles estavam 50 anos atrás. Praticamente 100% davam alguma desculpa esfarrapada, como a do Ex-Papa.

Junto à essa tiração da reta, criou-se o mito de que Hitler seria incrivelmente carismático, um gênio maléfico manipulador de multidões, que com auxílio de seu Mestre-Propagandista Goebels (comunistas ADORAM reforçar o termo “propaganda” aqui) moldou o inocente povo alemão em uma implacável máquina de guerra e ódio.

Não é bem assim.

Calma, não estou dizendo que Hitler era inocente (quem diz isso é o 4Chan), mas seus “poderes” foram muito exagerados. Ele mesmo não tinha essa apreciação toda pelos súditos de seu império milenar de 12 anos, ou não diria:

“As massas são femininas e estúpidas. Somente emoção e ódio podem mantê-las sob controle”

Vamos deixar de lado a misoginia e nos concentrar no “estúpidas”. Quão complicado é manipular gente burra? Não muito difícil, mas devemos confiar em Hitler? (spoiler: não) Não estaria ele sendo preconceituoso com a população em geral? Se a Alemanha era assim imagine a Jamaica.

Infelizmente Hitler estava certo. A média de QI de uma multidão é muito mais baixa que o QI individual de seus membros. Ocorre uma sinergia ao contrário, presenciada em portas de bailes funk e estádios de futebol, onde gente minimamente racional se comporta de forma animalesca, sob influência da multidão.

eviltwitterNa Internet isso ocorre o tempo todo. Seja nas turbas de linchamento coletivo virtual, seja no dia-a-dia. E o melhor exemplo dessa estupidez vem de um site brilhantemente canalha chamado FollowGen.

Ele é mais um daqueles milhares de sites com esquemas para ganhar seguidores no Twitter, mas a forma com que ele promete isso (e consegue!) deixaria Adolf orgulhoso.

Ao invés de montar um esquema de pirâmide ou follow-back, onde você se compromete a seguir de volta os seguidores que o site enviar, o FollowGen abusa da boa-vontade e cortesia (e da cegueira) das pessoas.

Ele não segue, então não cai nos limites diários do Twitter. Ele busca twits aleatórios, favorita-os, partindo do princípio que o dono do tal twit favoritado se sentirá prestigiado e, como cortesia, irá seguir o autor da favoritada.

É o mesmo modelo do Follow-back espontâneo, que funciona MUITO bem, 50% das pessoas seguidas seguem de volta, mas mesmo que no modelo do Favorito o percentual seja menor, você não cai nos limites de follows/dia, não lota sua conta de seguidos, evidenciando a manipulação, e não oferece nada em troca.

É maquiavelicamente genial. Uma forma de macetear o sistema sem deixar traços, excelente para quem tem pretensões profissionais e aposta que por vários anos ainda agências não entenderão a diferença entre números brutos e engajamento. Uma visão bem cínica diria inclusive que com isso você está maceteando as próprias agências, que não entendem como as redes sociais funcionam.

Você deve usar? Sinceramente acho que não. Por mais que eu concorde quanto à facilidade de manipulação das massas, em algum momento isso se torna moralmente questionável, e uma regra das mais fáceis é que não convém imitar Hitler, por mais tentador que seja.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Como sempre, um excelente artigo.

  • Teve um certa pessoal que ficou famosa usando scripts no twitter, e por causa dessa pequena fama chegou participar do BBB, pior que ainda vendia tweet pago, em um perfil levantado a base de script. Uma vergonha.