Arte ou Sacanagem?



Dizem que a maldade está nos olhos de quem vê, e que se não há excitação, não é pornografia, ao menos foi uma das desculpas do Larry Flint. Eu acho que o buraco é mais embaixo (com trocadilho). Quando a coisa é tão complexa ou destacada do cotidiano, não dá para entender de cara se o propósito foi excitar OU NÃO.

Vejam o caso deste sujeito, que fez um belo trabalho em flash, com modelos “de verdade”, vestidas. Quando tocadas pelo ponteiro do mouse, ficam nuas.

A coisa melhora. O sujeito se deu ao trabalho de fotografar as mulheres de frente e de costas, clique com o mouse e vemos as cidadãs em seus trajes de nascença, exibindo sua (em geral) ausência de bunda.

Não estou falando de nada lascivo como a loura do Virtual Bartender. (Não deixe de dar o comando ‘kiss’).

Não há nenhuma referência lasciva ou safada explícita, mas convenhamos, mostrar mulheres peladas, mesmo não carecendo de propósito, precisa de uma fachada.

O site – ok, ok, aqui está o link, pronto – foi criado por um tal Reynald Drouhin, segundo ele é uma expressão artística. Não tenho a sensibilidade para concordar com ele, nem estou subindo pelas paredes a ponto de achar altamente excitante, então fico em cima do muro.

EU gostei, pelo menos é diferente. É uma prova de que mulher pelada não é, nescessariamente, sacanagem. Isso já foi demonstrado, por exemplo, no filme “Requiem for a Dream”.

Quem tem estômago fraco, não recomendo. É uma história de um grupo de amigos que se envolve com heroína, cada um com um final mais trágico que o outro. Não há nada de moralista no filme, é uma pérola do cinema independente, altamente recomendável (para quem tem estômago forte).

O filme promete realizar a fantasia de muita gente, tem Jennifer Connelly, a LINDA Jennifer Connelly nua em várias cenas, culminando com uma cena de sexo lésbico com um double-headed dildo, cercada por uma roda de homens.

Acredite, dá pra ver a cena e não sentir um pingo de nada. É um show de como um roteiro e uma direção competentes conseguem manipular o espectador. Se existe a Suspensão de Incredulidade, o diretor inventou a Suspensão de Sensualidade, em prol da história. Palmas pra ele.

A maldade, assim como tudo mais, está na sua mente, Neo.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Jorge Lutor

    Sempre acesso esse blog, mas é a primeira vez que posto, pois gostaria de lhe mostrar um site que descobri esses dias na inet.
    http://www.e-cuerpos.com
    um site do Paraguai que vende corpos, como se fosse um Mercado Livre ou e-Bay! É inacreditavel o que as pessoas fazem ultimamente, e parece que vendem bem os produtos.

    Abraço.

    Jorge

  • fernando

    Na verdade dizem qur toda expressão humana é artistica. è arte.

    pornografia vem de arte pornografica e a realidade nunca é.

    Com isso uma parte de escapismo vem quando o artista grafico coloca "sua arte" para tornar o mundo mais perfeito..maia artistico…mais pornografico.

    Uma propaganda de coca-cola é as vezes muito mais pornografica do que muita juliana paes e suas celulites e zoiões.

    graças a Deus que existe a arte pornografica.

    fernando

  • Edi

    Implementação nova sobre idéia velha…as fotos circulam há pelo menos 2 anos na internet…

  • Rubens

    Fernando disse:

    "Uma propaganda de coca-cola é as vezes muito mais pornografica do que muita juliana paes e suas celulites e zoiões. graças a Deus que existe a arte pornografica."

    Ou seja, está agradecendo a deus a existencia das propagandas da Coca-Cola?

    Rubens

  • Thiago

    Cara, conheci seu blog agora, muito bom!!!

    Concordo com vc plenamente qto à cena do Requiem Para Um Sonho, chega a embrulhar o estômago, na real… apesar de eu continuar achando a Jennifer maravilhosa, aquela cena foi foda…

    Abs