Para que seu plano dê certo é preciso antes ter um plano

Ateam.jpgO Fábio Seixas escreveu sobre os modelos de negócios para blogs. Na verdade ele falou sobre as alternativas de rentabilização, um modelo de negócios vai mais além.

Seja uma carrocinha de pipoca ou uma organização terrorista internacional, planejamento é essencial, do contrário você fica batendo cabeça o tempo todo. Blogs sofrem do exato mesmo problema, com o agravante da facilidade em se criar um.

É muito fácil você se descobrir na complicada situação de ter um blog de sucesso nas mãos e nenhuma estrutura planejada para cuidar dele. Mesmo o blogueiro mais alienado balança, quando sabe que 20 mil pessoas visitam o site religiosamente e ficam irritadas / tristes / preocupadas quando ele deixa de publicar.

Pior ainda é quando bate a Revelação de que todos aqueles leitores poderiam se reverter em dinheiro, que por sua vez significaria mais tempo dedicado ao blog, mais textos legais, mais liberdade, etc, etc, etc.

Quem quer ganhar dinheiro com seu blog precisa planejar. Simples assim. Vejamos, após o link, alguns pontos que precisam ser pensados:

Tempo a Dedicar
Quantas horas por dia você irá alocar para o blog? Dessas horas, lembre-se que não são todas dedicadas ao prazeroso esporte do sexo da escrita. O tempo de um blogueiro deve ser usado também para:

  • Leitura de feeds
  • Gerenciamento de correspondência
  • Agendamento de posts futuros
  • Pesquisa e manipulação de imagens
  • Atualização de posts antigos
  • Atualização de plugins e ferramentas de publicação
  • Pesquisa de novos plugins
  • Responder comentários
  • Comentar em outros blogs
  • Limpeza de SPAMs e identificação de falsos positivos pegos pelos plugins

Como fica fácil de perceber, um candidato a blogueiro profissional precisa dedicar mais do que alguns minutos vagos por dia, se quiser manter um blog.

Estratégia de Crescimento
Não digo que ninguém precisa ter números detalhados, é irreal, mas você pode planejar mesmo assim. Por exemplo: Uma hospedagem excelente no Bluehost custa US$6,95 / mês, então esse era um de meus checkpoints. Quando o blog atingisse esse faturamento mensal, ele seria auto-suficiente em termos de hospedagem.

Não estou computando o valor do meu tempo na equação, pois como sócio investidor dono e único acionista da Cardoso Worldwide Blogging News Co Inc considero o tempo investido como não-mensurável, visto que meu interesse pessoal no sucesso do projeto não é conversível em termos financeiros.

Traduzindo: No momento poderia estar ganhando bem mais fazendo outra coisa, mas prefiro bancar o venture capitalist de mim mesmo.

Quando o site arrecada tanto quanto consome, chegamos a um ponto muito importante, onde não preciso colocar dinheiro para manter o blog no ar. Mesmo assim é só um primeiro passo, devemos planejar bem além disso. Ainda estou longe de precisar de um servidor dedicado, mas já sei o seu custo, então quando for necessário, tenho tudo planejado.

Indo mais além no futuro, quando atingir um determinado número de visitas / dia, irei investir em um administrador de sistemas, que me livrará de todas as tarefas técnicas, o que liberará mais tempo para a parte de geração de conteúdo. Também é essencial para uma migração tranqüila para servidores em balance, replicação de bancos de dados, atualizações de segurança, etc.

O último passo planejado é montar uma equipe de assistentes (todos corcundas chamados Igor) que serão fundamentais para um salto quântico na qualidade do material. Muitas vezes acabo postando informação incompleta, ou deixo de escrever um texto, por falta de tempo para pesquisas. Um assistente dedicado a isso contribuiria para material de melhor qualidade, sem abrir mão do meu estilo.

Modelo de Faturamento
O modelo ideal de faturamento vai depender da estrutura do blog. O que funciona para mim não funciona para você, e vice-versa. O Fábio falou muito bem disso, não há motivo de repetir o que pode ser linkado.

Reinvista no Blog o Mais Cedo Possível
Assinaturas de sites, software, ebooks, computadores melhores, links mais rápidos e primeiro de tudo, um segundo monitor. Tudo que faça a experiência de escrever e acessar Internet melhor é investimento.

Se você vê um monitor LCD de 19 polegadas como um exagero, ou acha que não ficaria mais confortável trabalhando com dois monitores, posso afirmar com certeza: Você não trabalhou com dois monitores, ou mesmo com um LCD de 19 polegadas.

Planeje suas Viagens
Antigamente seria impossível manter o equivalente a um blog, uma coluna diária em um jornal e almejar independência geográfica ao mesmo tempo. Hoje isso não só é possível como é, no meu caso, um dos objetivos primários.

Lembro que uma vez fui passar um final de semana na casa de uma amiga no Espírito Santo, e tinha a revisão de um livro meu para terminar. Só consegui viajar depois de me comprometer a enviar as correções via SEDEX. Hoje? É possível viajar com uma mochila, ou mesmo só com um celular no bolso, e manter-se conectado com o mundo. Passei uma fase nômade onde o que mais fiz foi escrever direto no celular (arquivos .doc de Word, eu amo Symbian). A responsabilidade de manter o blog não deve ser considerada um empecilho para uma viagem, a viagem é que deve ser considerada uma excelente fonte de conteúdo.

Reserve Tempo Para Os Extras
Com sorte você será convidado para participar de outros blogs de sucesso, escrever prefácios, colunas semanais, roteiros para cinema e a autobiografia da Luciana Vendramini. Pese bem os convites.

É preciso diferenciar o que é um convite lucrativo para ambas as partes e o que é “Faça meu dever de casa”. Acima de tudo, lembre-se da muito bem colocada crônica de João Ubaldo Ribeiro, lembrada pelo Bruno Torres : “O Conselheiro Come“.

Se o seu blog é só uma escada para trabalhos “mais sérios”, não é preciso muita preocupação, mas se você está trabalhando com a idéia de ser um blogueiro profissional, cuidado. Seus leitores não irão gostar de ver você sumir por semanas pois “achou coisa melhor para fazer”. Eles provavelmente acharão blog melhor para ler. Seus extras são exatamente isso, extras.

Não se deixe cair em tentação, a não ser que seja uma oferta que valha abrir mão de sua recém-adquirida liberdade. Algo do nível de um recém-divorciado ser pedido em casamento pela Daniela Sarahyba e pela Luana Piovani. Também não convém sair assinando tudo que é letra de pagode. Os leitores reconhecem e respeitam um blogueiro profissional, não um blogueiro mercenário.

Acima de tudo, viva de seu blog, mas não faça dele a sua vida. O principal diferencial de um blog é a cumplicidade com os leitores, se você se tornar um redator sem alma, por não ter mais vida pessoal, seu blog perderá todo o mojo, o tempero. E ninguém gosta de acompanhar as incríveis aventuras e insights de uma casca vazia.


Technorati : , ,


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Um blog de verdade tem que ter bom planejamento mesmo e não só a vontade de faturar, tem que fazer por gosto.

    Eu mantenho um blog onde faço vídeo tutorial e publico um vídeo por mês. É pouco, mas já arrumei muito serviço por conta das pessoas acharem meu material pelo google.

    O bom do vídeo é que ele acaba se transformando em um portifólio e mostra que realmente você sabe fazer e não passa desconfiança. Já que em texto poderia haver muito bem um CTRL+C CTRL+V.

    E continue publicando artigos e não some se não vou ficar revoltado ahuahuahuahua.

    T+

  • Caraca, tu se superou.

    Bem, dizer oque depois desse textaço? Só posso dizer que não tiraria uma vírgula sequer. Parabéns.

  • Belo texto, parabéns.

    Somente quando as pessoas acordarem que o mundo dos negócios não mudou tanto quanto acham, vão perceber como internet pode ser uma profissão como outra qualquer.

    Talvez, com os minguados acessos na internet brasileira, seja, na verdade, mais difícil decolar na internet do que em um empreendimento "convencional".

    Abraço

  • Este artigo está muito bom!

    Um balanço exato de humor e seriedade.

    Ganhou um leitor assíduo. :P

  • Caramuru, caramuru

    Viva o guru

  • "In 1972 a crack commando unit was sent to prison by a military court for a crime they didn't commit. These men promptly escaped from a maximum security stockade to the Los Angeles underground. Today, still wanted by the government, they survive as soldiers of fortune. If you have a problem, if no one else can help, and if you can find them, maybe you can hire the A-Team."

    Conhece esse Cardoso?
    http://www.egowar.com/ateam_episode_generator.htm

  • Pingback: Escrevo porque gosto, com ou sem dinheiro de publicidade - dudu tomaselli()

  • Concordo com tudo.
    Algum dia chego lá.