O robô do AdSense não tem senso de humor

 Existe uma categoria inteira de blogs que é inviabilizada economicamente pelo AdSense, obrigando seus autores a usarem outros meios de monetização. O pior é que são alguns dos blogs mais inteligentes e criativos, os penalizados.

Entender humor referêncial, inteligente e sutil não é fácil. Estilos como ironia e sarcasmo estão fora do alcance da maioria dos humanos. Imagine um pobre script tentando entender algo assim.

Por isso tantos sites de Linux são atulhados de anúncios da Microsoft. Gastam tempo falando mal do Windows, mas acabam fornecendo espaço para propaganda do mesmo, pois o robô do AdSense não tem como perceber se um texto é negativo, positivo ou sarcástico.

Em alguns casos isso chega a inviabilizar o site.

Um bom exemplo é o Jesus, Me Chicoteia. O Marco Aurélio tem um projeto de reescrever a Bíblia, com um texto deliciosamente irônico, sarcástico e fiel ao original. O site tem uma quantidade estupenda de visitas, e em outras condições já seria mais que suficiente para o autor viver bem, como blogueiro profissional.

Sò que o AdSense não deixa. Jesus pra lá, Jesus pra cá, ele acaba saturando o AdSense de mensagens bíblicas, o que gera anúncios de… produtos religiosos. Examinando uma página aleatória, temos 7 impressões diferentes. Uma fala sobre “o poder da graviola”, outra sobre cálculos do IR, O resto são anúncios bíblicos.

O tipo de anúncio que o leitor do Marco Aurélio não vai clicar nem se Jesus em pessoa aparecer em uma nuvem de óleo de biodiesel (malditos hippies) pedindo um cliquezinho pelo amor de Mim.

Blogs de paródia não monetizam bem no AdSense. Você vai passar o blog inteiro sacaneando alguém ou fazendo troça de um tema, e seus anúncios todos serão sobre aquele tema.

Os paraquedistas do Google vão olhar seu conteúdo, gritar “mon Dieu” e sair correndo como um soldado francês cheio de anfetaminas. Não é apenas um conteúdo diferente do que ele queria, é um conteúdo ofensivo, inapropriado e essencialmente errado para aquele público. Quem nessas condições vai parar para ler anúncios?

Felizmente o mundo não é só AdSense. Você pode criar sites de paródias, humor, sarcasmo, e mesmo assim monetizá-los. Só terá mais trabalho. Existem ferramentas não-contextuais como o Text Link Ads, os programas de afiliados do Buscapé, Submarino, Americanas, Performancing e outros, que com um pouco de tempo investido podem ser tão rentáveis quanto o Google.

Se você tem uma boa idéia de um site de paródias e humor inteligente, publique-o. Já há kibe demais no mundo. Estude os meios alternativos de monetização, mas não deixe a perspectiva de ganhar (ou não) dinheiro ser a sua primeira motivação. Fazer algo para ganhar dinheiro chama-se iniciativa. Deixar de fazer chama-se submissão.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Até que nos últimos dias tenho ganho XXXX por dia…hahaha

    Os banners realmente nunca aparece nada que tenha haver com o conteúdo…o que ainda salva é a barra.

    Abs

    t+

  • Fernando, tomei a liberdade de editar seu comentário. É contra as normas do AdSense divulgar valores parciais, estatísticas de CPM/CTR, custo por clique, etc.

  • eu infelzmente sei muito bem o quanto esse ad sense desgraçado é mal humorado viu =(

  • Ótimo post, realmente agora q vc falou eu to lembrando de ter visto em diversos sites Linux propagandas de produtos da microsoft, o jeito é apelar para as outras ferramentas. Eu to começando um blog agora e é otimo saber desse tipo de informação logo de cara.

    Abs

  • E o meu blog que o Adsense nem aprovar aprova…

    aeuhaeuae

    Completa falta de bom humor! :(
    O negócio eh partir para buscapes, mercados livres e tudo mais…

    Inclusive aceitamos doações…qualquer ajuda é bem vinda, inclusive linkar a gente! :D
    aeuhaeuh

    abraços

  • Rodrigo Nascimento

    Cardoso,

    já tava pra comentar há algum tempo: Monetizar é dose pra leão. Por que não “rentabilizar” ou “faturar” ?

    Abraços.

  • É lógico e compreensível esse comportamento do Adsense, mas que realmente acaba prejudicando, acaba.

    Infelizmente não vejo muita alternativa a não ser outras formas de monetização, como o Text-Link-Ads, por exemplo…

  • Cara, eu morro de rir com os anúncios que aparecem lá no JMC. Vez em quando aparece um “Deus assine já SKY”, assim mesmo, sem vírgula separando o vocativo.
    Mas penso assim: como* boa parte das pessoas que cai no blog pelo Google o faz procurando Jesus (ou a Sarahiba, mas aí é outro público), nada melhor do que ter um anúncio lá que os leve para o que procuram: curso de pastor, bíblia, oração não sei das quantas.

    *Esse “como” não é verbo, ok?

  • Rodrigo, “Monetizar” não é neologismo, muito menos anglicismo. É um termo bem antigo, bebe da mesma fonte que o “monetize” inglês. Ambos vêm do Francês.

    Lembre-se, temos uma Política Monetária, um fundo Monetário. Olha o termo aí.

    O verbo monetizar existe no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, e em todo dicionário decente, desde edições BEM antigas.

  • Acho que Rodrigo quiz dizer que, fazer dinheiro entrar no site pelos visitantes é difícil, e sugeriu fazer uma cotação para publicidade de outros no site.

  • //sarcasmo

    Nossa, que idéia genial…

    //sarcasmo

    (não dá pra usar < < e >> aqui… eu acho.

  • Por isso sou totalmente a favor da utilização das tags e suas variações (essa ultima ia ser utilizada em uma escala absurda…) e tudo mais que vier…

    que tal mandar a sugestão pra W3C, quem sabe eles se sensibilizam com a causa dos blogueiros ironizadores e padronizam as tais tags? :}

  • Porque que a palavra JESUS está aparecendo em quase todos os seus textos?

    Será que você não anda frequentando a Universal!??

    Ou é só para puxar visitas dos crentes??

  • Rafael, crente é um bicho muito chato, só dão dinheiro pro Macedão. Jesus é muito corporativista, só rende pros franqueados. Independentes como eu ficam ao Deus-dará.

    Visita de crente só vai diminuir meu CPM, gerando pageviews vazios.

    Usar o termo Jesus é inevitável, faz parte do imaginário popular. Não vou me policiar, não é proibido botar jesus no meio (embora a piada óbvia seja de mau gosto). O que não pode é falar “Jeová”, como todo fã de Monty Python sabe.

    O único termo que uso com frequência que tem segundas intenções é “Luciana Vendramini”.

  • ele fica enxendo o nosso site com propagandas de segurança quando queremos que hackeiem ele ¬¬

    http://www.hackmyweb.com

  • — You're only making it worse for yourself!

    — Making it worse? How can it be worse? Jehovah! Jehovah! Jehovah!

  • Nem precisa ser um site de sátiras.

    Eu trabalhei num portal, e me lembro de uma notícia que falava de um acidente de avião. O AdSense apontava para vendas de passagens de avião.

  • Você não entendeu, era promoção de passagens só de ida…

  • O Google AdSense é estranho mesmo! Você nunca sabe quanto ganha ao certo, e tudo é muito confuso! Por exemplo, tenho um blog onde escrevo posts sobre alguns seriados como C.S.I, Arquivo X, Xena, e os banners não mostram nada relacionado com isso tudo!

    O seu blog está de parabéns! Muito limpo e organizado!

    Valeu!

  • Pessoal,

    Gostaria de obter orientação de como colocar Boowidgets do Boo-Box no rodapé dos posts na plataforma WordPress. Já tentei diversas vezes implementar o código seguindo as orientações do próprio site do boo-box, contudo sem sucesso.

    Desde já agradeço,

  • Olá.
    Fazendo pesquiza sobre visitas em blog, encontrei o seu. Olha fiquei muito atenta a tudo. Vou dizer uma coisa tenho o meu blog desde 09/2008, junto o Adsense até hoje eu não ganhei um tostão. Mas elê continua lá.
    Um grande abraço.