Ninguém vive de Internet no Brasil. Só não conte para o Fabio

Existe uma lenda urbana de que ninguém vive de literatura no Brasil, só o Jorge Amado. Se é que dá pra chamar o Jorge Amado de viver. É mentira. Durante alguns anos vivi bem com o dinheiro de meus livros, e na área de informática, onde best seller significa dois mil exemplares vendidos.

Agora temos uma nova lenda urbana, de que ninguém fora o Edney vive de Internet. Eu discordo, e fico feliz por ter mais exemplos além do meu próprio, até porque eu nunca fui exemplo para ninguém.

Melhor exemplo que eu é o Fabio, do Guia de Guarulhos, que me enviou uma excelente mensagem, reproduzida aqui :

 

Cara, eu vivo de internet também, como um anônimo desconhecido do Brasil, Vivo de internet não da mesma forma que você, escrevendo, mas com um site

Guia de Guarulhos
www.guaru.net

A ideia surgiu em 1.999 internet estava dando os primeiros passos, e eu desempregado, ai fiz o Guia, só consegui juntar 100 e poucos reais no comecinho de 2.000 e o site foi pro ar em fevereiro, e comecei a vender propaganda, fazia paginas baratinho e colocava lá, ai fui expandindo os serviços, abrindo hospedagem, criando sites maiores, ai lancei um portal de imoveis e consegui uma parceria com um jornal aqui da cidade, depois um portal de veículos .. e o site foi ficando conhecido, não tenho as 13.000 visitas diarias que você tem no seu blog, mas meu site é bem conhecido aqui

( 2 lugar no google procurando por Guarulhos, 2 lugar por carros usados :), 1 lugar para veículos usados, 1 lugar para imóveis em Guarulhos, ai ai fazia SEO sem saber o que era SEO)

Mes passado coloquei o adsense pra rodar, queria ver esse lance ja que a grana ta curta, pra minha supresa atingi 603 guaranás, (traduzindo dolis, doli guaraná …) esse mes vai passar, não recebi meu cheque ainda, mas a mão já ta cocando

Bem, isso só pra te dizer que tem uns anônimos que vivem de internet também e vivo tranquilo trabalhando dia e noite nem todo dia.

Um amigo meu largou o emprego bem sucedido que tinha de secretário em uma imobiliária, ganhando seu salário garantido SMB$ = 1 (salário minimo Brasileiro), após lancar um site de cadastro em sites de busca, muitos disseram, você está maluco, como vai pagar o aluguel e se sustentar? e a sua bicicleta o que vai fazer? Resultado em menos de 1 ano comprou um corsa a vista e menos de 6 meses depois trocou por um vectra a vista. Eu me sinto feliz de ter sido o grande motivador da vida dele

Espero que consiga ser o primeiro problogger Brasileiro, vou ficar feliz de ver você na tv

Vou acompanhar um pouco mais de seu blog e desse lance de blogosphera, quem sabe me motive a escrever

Véio, um abraço para você e muito sucesso em sua empreitada!

O Fabio é gente que faz, longe dos holofotes da blogosfera, sem se preocupar se saiu no Bluebus, completamente fora do radar da Época, mas efetivamente sustentanto a si, sua família e seus vícios secretos (só pra soltar uma pequena polêmica) com seu site.

Parabéns, Fabio. Você é um exemplo de empreendedorismo, sua história é um exemplo melhor que o meu, pois já é efetivamente bem-sucedida.

Aos outros, sigam o exemplo: Achem um nicho, pesquisem, invistam e dediquem seu tempo. lembrem-se entretanto, um site tratado como hobby só dará rendimento de hobby, nunca um rendimento profissional. Dinheiro precisa de atenção, dedicação e exclusividade. Mais ou menos como uma mulher, mas isso é assunto para outro post pseudo-polêmico.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • GOB

    Muito bom artigo.

    Com meus 15 anos de vida e 5 de WebDesigner, sonho com isso todos os dias.

    Abraço.

    GOB

  • "Dinheiro precisa de atenção, dedicação e exclusividade. Mais ou menos como uma mulher"

  • É por isso que eu não ganho nada…

  • Eu vivo de internet, não meu próprio negócio, mas fazendo internet para os outros. Seria muito bom poder viver com meu próprio negócio, mas ainda não dá… me interesso muito sobre esse assunto. Sei que tem gente por aí se sustentando do seu próprio site e acho muito bacana. Mas é arriscado.

  • Não sei o que aconteceu, mas meu comentário sumiu. Vai de novo:“Dinheiro precisa de atenção, dedicação e exclusividade. Mais ou menos como uma mulher” Essa é a coisa mais inteligente, útil e sábia que você já escreveu, Cardoso. Ever.

    Parabéns ao Fabio! Legal você compartilhar essa inspiração com a gente.

  • Não, Cardoso, a lenda diz que o Edney é o único brasileiro que vive de blog. Outra lenda diz que blog é diferente de internet, daí a confusão.

    "pra minha supresa atingi 603 guaranás, (traduzindo dolis, doli guaraná …)"

    Putz!

  • Não me confunde.

    PS: Li não sei aonde que o Interney fatura R$20 mil mensais com o tal shopping dele. Em prol da desinformação vou começar a citar que ele fatura R$25 mil, vamos ver quem acredita.

  • OffTopic

    Tche, tu não acha muito entupido de adsense a tua página? tu tem lá em cima, depois embaixo do titulo do primeiro e do segundo post.

    n fica meio agressivo pro leitor isso?

  • Pingback: Chá de Hortelã » Blog Archive » Cardoso e Flavia()

  • Ter um site não é a única forma de ganhar dinheiro com a internet.

    Infelizmente a outra forma que eu conheço é um segredo de estado hehehe….e tem que ser…devido às externalidades positivas (falhas de mercado).

  • Você sempre pode assinar a versão sem anúncios, por módicos R$15,00 mensais.

  • Longe de mim tá reclamando da quantidade de anúncios do teu site. Eu estou sim ponderando se colocar bastante anúncio, como tu faz, é melhor do que deixar um pouco mais discreto.

    A pergunta é se colocar muitos anúncios não afastaria os leitores.

    Eu não me importo, até porque nem olho para os anúncios. Até me admiro em quem clica neles, apesar de querer que os leitores cliquem.

  • Acredito que dá pra viver de internet! Agora, viver de blog, aí é demais!

    As crianças hoje deveriam pedir isso ao Papai Noel: "Quando eu crescer, quero ganhar muito dinheiro com um Blog"

    O problema é se ela não crescer!

  • Cara, tou começando a me interessar.

    Valeu pela dica.

    E tou esperando pelo outro post pseudo-polêmico, ou será pseudo-post polêmico?

    Abraço.

  • Big, o anúncio discreto elegante e integrado se torna completamente invisível. O retorno é próximo de zero.

    Quanto ao leitor habitual, ele vem pelo conteúdo, não pelo anúncio. O que espanta são os floatings em DHTML, aquelas páginas que alguns colocam entre o link e o conteúdo, propaganda se mexendo e tampando a visão e popups, os malditos popups.

  • Entendi. Então esses aí que tu põe embaixo dos títulos não incomodam e dão um retorno bom? Ou eles fazem parte dos elegantes?

    Qual que dá mais retorno pra ti, os la de cima ou esses aí do título?

  • Rapaz, esta iniciativa do Fabio me deu uma idéia aqui para a cidade.

    Sabe aquela lâmpada de idéia genial dentro do balãozinho? :) Pois é :D

    Bom, muito bom!

  • Dizem que o Interney ganha 25 mil reais com o site dele.

  • Bruno

    No MercadoLivre a média dos maiores pagamentos dos últimos meses para MercadoSócios foi de 40 mil reais. O recorde de pagamento do MercadoSócios já ultrapassou 60 mil reais (não é chutômetro, é estatística do site MercadoSócios).

    No eBay, os maiores pagamentos mensais são em torno de milhões de dólares. No AdSense americano, pagamentos superam algumas centenas de milhares de dólares.

    Existem muitos sites "pessoais" no Brasil faturamento uma grana boa.

    O Edney tem um blog, mas ele ganha mesmo é com o shopping. São duas coisas totalmente diferente.

    No Brasil da para ganhar uma grana boa com blogs, mas nada se compara aos blogs americanos.

    Quem quiser começar um blog de qualidade, 300 reais por mês é fácil de atingir com um blog de qualidade,

    Abraços

  • Me identfiquei muito com a história do Fabio: no final de 1998 deu um "estalo" e criei o http://www.guiapoa.com.br em janeiro de 1999. Eu tinha 20 anos na época. Dai, deslanchou, peguei o pico da Internet no Brasil (2000-2001), onde deu para faturar muito. Com uma sócia, abri uma empresa de desenvolvimento de sites, hospedagem, e outra série de serviços para Internet. Vivo muito bem, obrigada, de Internet :)

    Aliás, é o que sei fazer.

    Abraços

    Maysa

  • Eu não espero sobreviver do meu blog de reviews de histórias em quadrinhos , porém sobrevivo muito bem dando aula de web design na faculdade e atuando como consultor no mercado. Vários alunos estão muito bem também, alguns até mesmo vivendo exclusivamente de consultoria.

    A internet DÁ dinheiro. É só saber como.

  • Indiretamente não há dúvida, mas me expressei mal. "viver de Internet" é no sentido direto, sem uma associação com o mundo físico.

  • Sensacional, fabuloso, esplêndido, divino,wonderfull!

    Estive visualizando minhas estatísticas de acesso dessa semana e voilá

    Bomba! os acessos referenciados pelo Contraditorium ultrapassaram os provenientes do Terra e do Cade!

    Resultado

    43 : Cardoso x Terra : 35

    Isso na segunda feira

    Pretendo responder agora os vários emails recebidos, afinal o Felipe Coisa me mandou logo na sequencia so não tive "temportunidade" de responder, ja deve estar chateado rs.

    Valeu por todas as histórias semelhantes, isso dá mais motivação para continuar vivendo de internet e não arrumar um emprego período integral aguentar chefe chato e ter que estudar muito para quem sabe alguém gostar de mim e me dar uma promoção.

    Outra motivação realmente é o cheque do adsense que acabei de receber hoje

    Agora chega que esse blog é do Cardoso e não do Fabio

    []'s

  • Primeiro o Efeito Slashdot, depois o Efeito Digg e agora o Efeito Cardoso. Vou derrubar muito site ainda ;)

    E não livro a cara de ninguém, derrubo inclusive os meus ;)

  • Pingback: Negócios reais vs. negócios virtuais()

  • Patrícia Pere

    Como posso entrar em contato com Fabio (guarunet)??? preciso saber como ele trabalha se ele mantem funcionarios para fazer visita no local (comercio), estou preocupada pois recebi uma visita de um vendedor da guarunet, mas nao tinha nenhuma identificação!

    grata,

    Patrícia

  • É muito legal achar matérias de 7 anos atrás e ainda estar atual, mudou um pouquinho as coisas, a Guarunet agora é Zupy!

    Patrícia Pere, faz tempo esse seu post, nem deve ver mais, bem, temos consultores para visitas sim