Problema eliminado, é hora de necrópsia

Eu comecei brincando de House, depois me irritei por vários dias, e acabei brincando de Grissom, mas admito que quase brinquei de Dexter com o WordPress 2.3.

Quem comentou aqui ultimamente conhece os erros abaixo:

WordPress database error: [Table ‘contradi_contradit.main_post2cat’doesn’t exist]SELECT cat_ID,cat_name FROM main_posts p, main_post2cat pc,main_categories c where p.ID = pc.post_id and pc.category_id =c.cat_ID and post_status = ‘publish’ GROUP BY cat_ID

WordPress database error: [Table ‘contradi_contradit.main_post2cat’doesn’t exist]SELECT cat_ID AS ID, MAX(post_modified) AS last_mod FROM `main_posts`p LEFT JOIN `main_post2cat` pc ON p.ID = pc.post_id LEFT JOIN`main_categories` c ON pc.category_id = c.cat_ID WHERE post_status =’publish’ GROUP BY cat_ID

Pois é. Foram dias e dias batendo cabeça, achei que fosse algum erro meu mexendo no código do WordPress, depois achei que podia ser algum plugin. Da mesma forma que o Chefe de Polícia em Casablanca, fui atrás dos suspeitos habituais, mas nenhum deles foi útil.

Depois de muito bater cabeça, descobri os culpados.

O Crawlpage e o Google Sitemaps.

O Crawlpage gera uma página com todos os links do site, como esta aqui. Na verdade é um plugin que existia por já estar ali.  O Dagon Design Sitemap Generator é bem melhor, e gera uma lista mais organizada, como esta aqui.

Foi só remover o Crawlpage e metade dos erros sumiram. Mas e o Google Sitemap generator? sitemaps são essenciais para o Google conhecer melhor seu site, se tornar amigo dele e indexar até a unha do dedão. Não poderia me livrar do plugin assim.

Felizmente uma visita ao site do desenvolvedor resolveu. A versão mais recente não só resolve o bug, como tem um monte de melhorias e inovações. Foi só instalar e botar pra rodar.

Para saber mais sobre o Google Sitemaps e outras ferramentas para webmasters, visite (d’oh!) o site do Google.

Agradeço a todos que reportaram os erros, e tiveram paciência em esperar sua solução.

Excelsior! (sim, estou numa fase Stan Lee)


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Boa, mesmo não interferido na leitura dos artigos esses errinhos são chatos.

  • Não lembro como, mas foi por causa desse erro que descobri o cardosocorps.com .

  • Cardoso, você se saiu um Dexter muito eficiente, analisando o sangue deixado pelos plugins para detectar os problemas!

  • Passei por uma dessas quando atualizei. O culpado apareceu desabilitando plugin por plugin. O sitemaps eu já havia lido em algum lugar que tinha de atualizar, mas havia um bem disfarçado que não levantava suspeitas.

  • Quando falou em Dexter, eu imaginei que o problema pudesse ter sido causado por alguma "Dee Dee" sem noção que teria apertado um botão vermelho que não devia, mas… Acho que não era bem desse Dexter que vc se referia.

  • Cardoso,

    Esta é minha primeira visita ao teu site. Seu texto é bacana e suas analogias são ótimas. Preciso continuar visitando pra descobrir se você é mais Dexter ou House. Gostei e agora sou fã.

    Por coincidência, hoje acabei tomando umas porradas. Não era o Cap. Nascimento, mas o danado do WordPress. Instalei uns plugins e editei o index.php e a casa caiu. Foram horas de tensão e muitos pontapés depois, consegui acertar tudo. Graças a teu post já sei onde não devo provocar o "homem" de novo.