Teste. E bola pra frente.

Se você está lendo isso significa que está atrás de mim neste momento e isso é bem perturbador. Ou então que todos os testes funcionaram a migração foi completada e este blog voltou ao ar.

Tive vários motivos pessoais para dar essa parada. Pisei na bola com algumas pessoas e especialmente com os leitores, mas no final acho que sairemos ganhando. Gostaria deixar bem claro que os boatos da morte do Contraditorium e do CarlosCardoso.com foram exagerados, assim como o uso dessa citação de Samuel Clemens por parte de todo autor de segunda que quer parecer saidinho. Só não é mais usada do que a babaquice de se referir a ele pelo nome real, Clemens, ao invés do pseudônimo famoso, Mark Twain.

Na verdade o que parecia o inexorável fim entrópico dos blogs, o se tornou -se posso dizer- uma bênção. A mídia fala de Twitter o tempo todo, os blogs falam de Twitter o tempo todo, e eu mesmo viva falando de Twitter. Pois bem, fui me meter a falar de Twitter, o Marcelo Tas gostou, publicou o link. Milhares e milhares de visitantes entraram aqui em hordas, derrubando tudo. Não ganhei dinheiro pois o site ficou fora do ar, e eles perderam seu tempo atrás do conteúdo, pelo mesmo motivo.

Disso tirei a lição de que pato novo não dá mergulho fundo. Besteira manter um servidor Tas-Proof, se ele não se compromete a indicar uns 3 links meus por dia.

Resolvi que poderia me livrar de 2 problemas de uma só vez: O servidor que caía todo dia e os leitores reclamando justamente das aporrinhantes pautas de Twitter. Então criei o Passaralho, o primeiro blog da CardosoNet voltado exclusivamente para assuntos relacionados ao Twitter.

O que você, fiel leitor do Contraditorium ganha? Nada, quem ganha é a Carta, mas ao menos posso me comprometer a não publicar nenhuma pauta relacionada a Twitter por aqui.

Isso já vai deixar muita gente satisfeita. Inclusive eu.

Agora é juntar os cacos, recuperar o tempo perdido e fazer o que fazmos todas as noites.

Agradeço a todos pela paciência, e pode espalhar: The bitch is back!


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • J.

    Finalmente, já estava preocupado.

    Anos lendo esse site, que já passou por alguns períodos longos de abandono, é verdade, e dessa vez achei que tinha ido-se para sempre.

    Obrigado Cardosinho, vou até clicar nos links dos patrocinadores..

    Abraços.

  • Hugo

    Amém!

  • Ah, deixe de conversa, você estava era ficando mal acostumado, só queria postar em 140 caracteres. Só está voltando com o blog porque 140 caracteres é muito pouco pra dar umas acunhadas nas salsinhas comentadoras.

    E seja bem vindo de volta!

  • Eu devo ser muito lento das ideias mesmo, porque não vi este blog fora do ar e quando vi tal Passaralho no Blogger achei que era algum fake querendo fazer sucesso.

  • Ainda bem que deu certo a migração e o Contraditorium está de volta, Cardoso. Agora, é hora de recuperar o tempo perdido com uma bela salsada ou postagem… rsrs. Abraços!

  • WB, cara. vou seguir o outro blog também…

  • Linda foto da Vendramini. Nem precisava ter texto nesse post… =D

  • Legal! bom ver que deu certo e os comentários voltaram a funcionar, olha que maravilha :)

  • É bom tê-lo de volta em mais de 140 caracteres.

  • Ufa. Achei que a Cuddy finalmente tinha conseguido te demitir.

  • Demorou. Esse collation deu trabalho hein?

  • Ok, bom retorno.

    Agora que seus Passaralhos já migraram, voltou à ativa.

    Me assustei com o tempo em que ficou sem atualizações, e mais ainda quando vi que estava fora do ar.

    Meu Reader agradece os bons textos que o Contraditorium manda.

    E parodiando o colega acima, Amém. (haha)

  • Iza

    Finalmente!

    Estava demorando. Quando vi no reader, corri para cá. Sempre leio pelo reader. Hoje comento para comemorar teu retorno.

  • Betinho

    Aleluia!! Agora posso cancelar o pedido dos antidepressívos.

  • Mas, confesse! você foi seduzido pelo passarinho azul (rs).

    Dizer que isso aqui estava às moscas é pouco.

    Já estou assinando o Passaralho e espero os bons textos de sempre aqui.

    Um abraço.

  • Pingback: Fique por dentro Bola » Blog Archive » Teste. E bola pra frente. | Contraditorium()