Desconfortavelmente Chique

Uma vez eu estava em um barzinho entre as boates Bunker e LeBoy, no Rio, decidindo o que fazer da noite e observando a fauna. As filas de ambas as boates eram pra lá de caricatas. Na da LeBoy, uma popular boate gay o couro comia (e dava). Um monte de sujeitos usavam aqueles acessórios que a gente imagina só existir em comédias, como quepes e suspensórios tacheados.

Na fila da Bunker, pior ainda. Nas palavras de uma loura que conheço, a criatura mais nornal na Bunker tem anteninhas.

Nenhum dos ambientes era para mim, não me sentiria bem ali, a própria idéia já era desconfortável.  Tudo bem, nem todo lugar é obrigado a me agradar.

Mas e quando a sensação de desconforto vem de um lugar onde estou confortável?

Eu explico: repararam no anúncio acima? Na TV a loura aparece removendo Jóias e roupas, no final andando pelada, enquanto fala “jadore” ou algo parecido em Francês.

Em outro comercial, da Kenzo, um monte de garrafinhas vermelhas plantadas aparece espalhada em uma paisagem.

Em um que nem sei de quem é, uma mulher sobe uma pilha de maçãs para pegar um fruto em uma árvore estilizada. No da Chanel a Nicole Kidman têm um caso com o Rodrigo Santoro em meio a uma premiere – eu acho.

A pergunta é: Para QUEM são esses comerciais?

Eu os vejo assistindo Family Guy, CSI, Caminhoneiros do Gelo, Simpsons. Eu não imagino que o tipo de gente sofisticada que compra esses produtos rindo do humor escatológico do Seth McFarlane, ou se interessando pelas técnicas de combate das bigas egípcias.

Poxa, esses anúncios são voltados para mulheres que dão para o James Bond, não para mim.

Também não são o tipo de produto que precise manter share-of-mind, Gucci não é Coca-Cola.
Eu não reclamo quando vejo um comercial de produto que não uso, como absorventes, crédito imobiliário ou sabonete, mas esses comerciais pseudo-ultra-sofisticados me deixam extremamente desconfortável, com um senso de inadequação, quase com vontade de mudar de canal.

Será que isso é frescura minha ou esses caras estão realmente jogando dinheiro fora?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Isso me lembra muito o comercial que o Homer, dirigindo um caminhão de remover neve (caminhoneiro do gelo :-)), manda fazer para concorrer com o caminhão do Barney.

    • Entrei aqui justamente para comentar da lembrança desse episódio. Muito bom… hehe.

  • Eu me sinto desconfortável com essas propagandas horriveis de cervejas.

    :(

    So colocam uma loira peituda e um bucado de homens jog ando pelada ou vendo tv.

    • Núbia

      heheh é por isto que eu gosto da bohemia …

    • Cerveja e mulher: A combinação perfeita!!!

    • Pô, essa é a perfeita combinação para o público alvo, os homens! Qual de nós não ficaria eternamente grato de estar ladeado por essas duas beldades? Eu estou!

  • Parucker

    Putz. Pior que estava reclamando disso estes dias também. Nem sei no meio de que programa era… mas passou uns 4 ou 5 propagandas de perfumes seguidos. Eu nem sabia que existia tantas marcas de perfume.

    Antigamente não via tantas propagandas assim. Começou a pouco tempo que lembre.

    Ao meu ver, todos contrataram uma agência burra e estão jogando dinheiro fora
    ou fizeram pacto com o diabo, tem mensagens subliminares nas propagandas e logo vamos estar todos vendendo os rins pra comprar kenzo e paco rabane.

  • Aloha Chefe!
    Novo-pobre ou pseudo-intelectual.
    Não que a imagem ou a trilha sonora seja desagradável, (Nicole é Nicole, em qualquer lugar!) mas se não é dinheiro jogado fora, é um péssimo investimento.
    Algo do tipo:
    Vasco S.A. trabalhando de Segundaa Segunda;
    Cesar Maia Consultoria, 4 anos em 12;
    Termas Fenômeno: com algo a mais.
    Aloha!

  • Marcella

    se não usa sabonete, usa o que?

  • gamarra

    Oi, apesar de acompanhar já há algum tempo seu blog, esse é meu primeiro comentário e quero começar dando meus parabéms pelos posts, são ótimos !!!!.

    A minha decisão em comentar é justamente pelo fato de você descrever exatamente minha sensação sobre esse tipo de comercial, especificamentes esses dois.

    Na minha opnião, eles não dizem nada pra ninguem.

    E estão nesses canais e horários apenas por que alguém paga para mostralos e não por uma decisão bem pensada de marketing.

    Abraços

  • Eu não conheço em profundidade o assunto, mas acredito que os pacotes de inserções publicitárias em canas por assinatura são vendidos não por horário e sim por canal, ou ainda, rede de canais. Perceba que esses 'super comerciais' passam a qualquer hora do dia, da noite, da madrugada. Eles não querem um publico específico, querem qualquer um que 'tenha dinheiro'. Mal sabem eles que até TV pré-paga o Brasil 'inventou'.

  • Eles não estão jogando dinheiro fora, mas o desconforto não é só seu. Eu sinto a mesma coisa que você vendo esses comerciais de perfume. Todos esses que você citou são de uma realidade completamente fílmica. É meio abstrato. É tipo aquelas propagandas de calça jeans (ellus, m officer, zoomp…), em que há uma foto completamente sem sentido, com modelos esculturais e a calça perdida no meio do nada. Eu acho tudo muito estranho.

  • Fernando

    Faltou uma pergunta, porque em todas as propagandas o nome do perfume é sussurrado?

    • Porque o sussuro é normalmente no pé do ouvido, local onde você também sente o cheiro dos melhores perfumes

      (tá, eu chutei, mas foi um chute bom, vai?)

  • Anderson

    Já viu um comercial de um navio de cruzeiro, onde as pessoas tomam banho de piscina, jogam, assistem filme, etc, etc, em pranchas de madeira flutuantes, que se unem, formando um transatlântico? E tem uma linda voz feminina ao fundo, cantando:
    "Por que não vem comigo? Uuh… Uuh…"
    É lindo. De DOER.
    É desconfortável.
    Não deviam fazer isso.
    É cruel.

  • "…Será que isso é frescura minha ou esses caras estão realmente jogando dinheiro fora?.."

    Com certeza estão jogando dinheiro fora. Os canais fechados que tem esses comerciais escrotos, que como disse, dá vontade de tirar do canal.

    Abraços,
    Monthiel, agora .com

  • Será que isso é frescura minha ou esses caras estão realmente jogando dinheiro fora?

    Vejamos através da Navalha de Ockham: O que é mais provável?

    1) Empresas multinacionais, cujo único objetivo é lucrar cada vez mais, jogando dinheiro fora, correndo o risco de um jovem empreendedor gastar menos, fazendo comerciais com um público-alvo e certeiro, tendo retorno garantido.

    2) Os caras estão certos e realmente é frescura sua.

    Um de vocês dois está rico e comendo mulheres que dão pro James Bond :)

    Sober os comerciais de erveja: Loira = Cerveja ; Peituda e bunduda = Sexo ; Tome tal cerveja e vc terá condições de se reproduzir (ou ao menos tentar).

    Comerciais não são pra pessoas bonitas e sim gente feia que QUER ser bonita. Vendo isso se sentem mal e tentam ser o que não são.

    • Sobre os comerciais de cerveja: Se beber bastante, qualquer mulher que você pegar lhe parecerá com as dos nossos comerciais! :P

  • Estes perfumes não são para triliardários. São para pessoas aspirantes a triliardários ou que pelo menos querem parecer ser. Então quanto mais sofisticado for o comercial mais atraente ele é para o público-alvo.

    Aquela coisa de imagem.

    • Deyse

      É verdade. Nos sentimos desconfortáveis com esse tipo de comercial porque não somos o público alvo. Com certeza, eles não estão jogando dinheiro fora, porque eles devem agradar o público-alvo, e não a nós, e esse tipo de comercial agrada os triliardários.

  • AC de Souza

    "Será que isso é frescura minha ou esses caras estão realmente jogando dinheiro fora?"

    Acredito que a resposta mais provável é que a agência vende, para as empresas, que pessoas que tem TV a cabo(exclua a Gato NET!) possuem um poder acsitivo maior do que as pessoas que assistem a TV aberta. E, por isso sugerem que passem os comerciais nestes canais.
    E como "[…]Comerciais não são pra pessoas bonitas e sim gente feia que QUER ser bonita. Vendo isso se sentem mal e tentam ser o que não são.", então as "gentes-feias-que-QUEREM-ser-bonitas-e-tem-poder-acsitivo", usam o 13o para comprar 150ml de D&G.

    Quanto a sua frescura… Parece ser decorrente de um processo mental involuntário, executado em frações de segundos, que imagina as barbaridades que pessoas fazem para se parecer com a mulher/homem do comercial e o quanto elas se deixam iludir com a argumentação da peça comercial apresentada.

    [],
    AC

    P.S.: Me pareceu mais um processo de auto-análise do que uma tentativa de te "ajudar" a entender seu incomodo.
    Eu pensei em uma frase que destoasse de todo o texto para resumi-lo, mas não encontrei uma engraçada o suficiente :D

  • pior do que ver esses comercial sem noção com mulheres, é ver os q tem homens.. dai é pedir pra trocar de canal mesmo…

    a proposito, parece q o kibe te mandou um abraço la no site dele.

  • É frescura sua.

    A idéia do perfume é glamourizar ainda mais a marca e, por isso, investem em comerciais que modelos lindos(as) acabam conquistam outros(as) modelos lindas(os).

  • Não sei se ajudo, mas tenho uma explicação.
    Estes canais são grandes grupos como vc sabe, Fox, Sony, HBO, E!, é tudo da mesma empresa, bem como todos os canais Discovery , P&A, etc…
    Estes anunciantes, nem sabem a merda que estão fazendo, pq eles compram pacotes para o GRUPO HBO, por exemplo, para Américas, ou seja desde, EUA até Paraguai.
    Estes filmes entram no meio da programação, em calhau, sem um horário definido, num tem horário nobre…entendeu.
    Mas eu nem sei se é dinheiro jogado fora, mesmo q vc não seja o alvo, a tv por assinatura no Brasil representa uma parte pequena de domicílios, e quem tem para pagar esta assinatura, pode e compra perfume (1 vez a cada 3 anos, pelo menos). Ah sei lá. Concordo que não é o melhor jeito de anunciar, mas talvez saia mais barato este calhau do que outro tipo de campanha.

  • Cardoso, não é frescura sua não. Sempre que assisto também fico me perguntando "mas pra quem?"
    Mas eu penso assim. Se amanhã aparecer algum comercial de uma cera revolucionária para carro, com algum figurante feliz com o brilho do capô, ninguém vai dar a mínima. Agora, se aparecer aquela Luciana de quem você tanto gosta polindo uma Ferrari vermelha de micro-short neste comercial, você compraria a tal cera??

    [Off]Como assim não usa sabonete???

  • Oras, o cara que assiste Family Guy pode até não usar perfume, mas provavelmente tem uma namorada irada por ele estar assistindo aquilo e não estando com ela. Portanto nada melhor que dar idéias de presentes pra esse sujeito.

  • Na

    É frescura sua.
    Só pq eu gosto de Simpsons não significa q eu não uso bons perfumes…

    Nhé… homem não entende nada mesmo…

  • Não há um intervalo que não passe comercial de perfumes. O mais escroto na minha opinião é do Madame, a mulher rasgando as roupas para ficar no estilo "rebelde" (não a banda ou novela, sei lá). A do 1 Million pelo menos tem uma música bacana. Este comerciais são voltados pros personagens de Gossip Girl, a nata da upper east society.

  • Eu até entendo. O comercial é bem-feitinho e atinge esse público feio (e fedorento), porque o público está sempre perseguindo a cenoura, e se ilude achando que ficará linda num passe de perfume.

    O que não entendo é QUEM vai comprar aqueles aparelhos de ginástica da subpropaganda dos programas vespertinos. E não tenho notícia de uma pessoa acima do peso que tenha usado aquele negócio em que suas pernas vão e vem, apoiadas nuns pedais, num ridículo sem-fim, e tenha saído com um bumbum sarado.

  • Cristiano

    Cardoso, acho que você viajou um pouquinho nessa…
    Esses perfumes não são super-elite-sofisticados, olhe pelos preços deles.
    Não são exatamente as coisas mais caras do mundo, mesmo considerando que vem em 30, 50 e 100ml, você usa quantidades ridículas se quiser usar diariamente. E sim, tem perfumes pra homem também, com comerciais parecidos… Que alias, já estão passando a pelo menos uns 6 meses nos canais da minha tv a cabo.

    E quanto ao comentário do James Bond.. rs.. Você já experimentou dar um perfume desses de presente para uma mulher ?
    Vai se sentir o James Bond. :D

  • Bom, os comerciais tecnicamente passam na FOX, FX, Sony e etc, não somente nos intervalos desses programas específicos. Normalmente à noite, aliás. As chances de realmente se atingir o público alvo desejado(gente com dinheiro) é grande. Se estivesse passando em TV aberta, aí sim eu acharia estranho…

    Mas ainda assim, a falta de distinção a respeito de quais intervalos de programas(CSI ao invés de, digamos, Desperate Housewives) passar os comerciais é intrigante… Talvez eles estejam procurando pára-quedistas, ou melhor, "zapeadores".

    Enfim, é frescura, Cardoso.

  • Eu assisto Family Guy, CSI, Simpsons. E compro perfumes como os dessas propagandas.

    Acho que são muito bem feitas e que não estão deslocadas. Não são é só o público de Gossip Girl que gosta de perfumes de qualidade.

  • No comercial do filme "Debi e Lóide", apareceu o comercial do Flowers by Kenzo e outro do BOSS. Digo, será que o público que consome perfumes frescos desses estaria vendo um filme do Jim Carey?

  • Há quem diga que os comerciais são feitos para os próprios publicitários. Fazer algo pós-conceitual e alguem cult achar lindo, maravilhoso e indicar pra algo tipo um leão de Cannes…

    Mas isso é só mais uma teoria a respeito do mistério dos comerciais de perfume…

  • Rafael Netto

    Eu pensava a mesma coisa quando via comerciais de um tênis da Nike que custa R$ 600 em pontos de ônibus. A conclusão que eu cheguei é que eles não estão querendo "vender" para este público, e sim manter a "aura" de produto inatingível. Porque afinal de contas o que mais interessa a quem compra um produto desses não é o desempenho do produto em si (como tênis ou perfume) e sim a "sensação de exclusividade" de tê-lo. O anúncio não tem o objetivo de fazer quem assiste Family Guy (ou quem anda de ônibus) comprar o produto, e sim fazer com este público admire quem realmente consegue comprá-los.

  • Rapaz,

    Sobre propagandas,

    A vez em que eu mais me interessei em assistir foi quando o Zeca ficava fazendo rixas entre cervejarias.

    Desde então nunca vi nada que me empolgasse tanto.

    Um abraço.

  • Anyone

    A "Mafê Bastos" descreveu a situação real. Essa veiculação foi fechada deuma grupo (LVFM, que tem todas essas marcas de perfume) com outro (Sony Entertaiment/Turner). São veiculações mundiais, em calhau, e com repasse simpels de verba p/ países veiculantes. Ou seja, um pacotão bacana sem esforço de ninguém.

  • Olha, tambem acho um saco esses comerciais de perfumes na TV a cabo – inundam a programação, são majoritariamente imbecis (o pior é o do 1 Million, aonde um modelete estala os dedos e tudo dá certo – aparece dinheiro, aparece carro, a menina olha pra ele, a menina tira a roupa… sexista pra caramba), e se repetem 2 ou 3 vezes POR INTERVALO – isso é insuportavel e beira o desrespeito com o consumidor. Em tempo – quase sempre estou assistindo a algum tipo de comédia, nada a ver com esse tipo de comercial.

  • vide comercial da bravia.. mais non-sense every…

  • André Ferreir

    A verdade é que funciona!
    As pessoa que "quase mudariam de canal", não o fazem…
    E as pessoas que não consumiriam tais tranqueiras, esvaziam suas carteiras, com alegria…
    Palmas, aos novos titereiros: Os publicitários!

  • De forma alguma estão jogando dinheiro fora, não concorda comigo? ;)

  • Estava pensando esses dias também como esses comerciais de perfume são estranhos. O que eles tentam passar para a audiencia é um mistério. Alias acho que ninguém compra um perfume por causa do comercial. É sempre a namorada ou namorado que presenteia ou então você entra em uma loja de perfume e sai cheirando um monte de coisa, até dar dor de cabeça e você não comprar nenhum ou comprar um que alguem comentou.
    Mas, apesar de eu não ser nenhum conhecedor de teoria de comunicação, o que eles tentam mostrar nesses comerciais é a "atitude" do perfume, eu acho.

    Mas TV por assinatura é uma droga. Ou só tem comercial da propria programação ou comercial de perfumes. Ou então aqueles comerciais feitos para a Venezuela que sequer se dão o trabalho de dublar (e quando dublam, com uma terrivel sincronia).

    Mas é sempre interessante ver a "derriere" da Charlize Theron (comercial da Dior, J'adore).

  • Porque afinal, tem tanta propaganda de perfume nos canais de tv por assinatura?
    Durval – <a href="http://www.hotmastersound.com.br” target=”_blank”>www.hotmastersound.com.br

  • Eu já tive que suportar comercial de perfume da Lacoste durante o intervalo de jogo de futebol.

  • é me pergunto a mesma coisa………

    como assim não usa sabonete??!!?

  • Erickson Leon

    O desconforto acredito que seja geral, particularmente só soube que existia "Dolce e Gabana" (como se soletra Gabana?) por causa de filmes como "o diabo veste prada" e "sex and the city", e o único trabalho de Jean-Paul Gauthier que conheço é o das roupinhas de "o quinto elemento". Estamos fora e não nos esforçamos em nada para fazer parte do jogo. Mas imagine que eu quisesse ter certo "refinamento" como poderia eu, nada sabendo do que é bom gosto, saber o que consumir? Concordo com o Paulo quando diz que: "São para pessoas aspirantes a triliardários ou que pelo menos querem parecer ser. Então quanto mais sofisticado for o comercial mais atraente ele é para o público-alvo." Sem querer parecer a pirâmide de maslow, mas após conquistar um certo ganho financeiro parece ser natural procurar um maior refinamento estético.
    Além disso, essa visibilidade associa a marca a bom gosto entre o grande público, cria aquela aura em torno da marca com um baixo custo. Eu ou você conhecer em que universo imaginário uma marca se situa já é um benefício para quem a consome, um distintivo (Claro que eu não sou capaz de distinguir o falso do verdadeiro, mas isso é outra história). Não acho que estejam jogando dinheiro fora, estão garantindo sua posição, ampliando a faixa de consumidores, valorizando a marca… enfim, tudo o que o anunciante de creme dental faz também. PS.: Detesto propaganda de creme dental.

  • larry

    cara, pra mim! ver a chalize por si só basta. nesse comercial ela está um tesão. por causa dela vou sempre lembrar desse perfume. e o dia que quiser comprar um para minha namorada será uma opção (não importa se é caro, pode ser um presente para impressionar)

    se era pra questionar um comercial do mesmo tipo, poderia ter falado daquele que fica uma musiquinha "do it again…" e um modelo bizarro-andrógino estalando os dedos.

    mas sei lá, vc questiona a chalize, fica ao lado da leboy, sei não

  • Normalmente eu não me incomodo com essas propagandas, mas teve uma que me deu nojo.

    Era uma propaganda da Paco Rabane em que o cara aparecia sem camisa e com as calças tão baixas que os pentelhos estavam aparecendo. Quase vomitei na primeira vez que vi, trocava de canal sempre que essa propaganda passava, e jurei a mim mesmo que nunca na minha vida compraria um perfume da Paco Rabane (não que eu tivesse a intenção antes do comercial…)

  • Matheus Velloso

    É exatamente isso que eu sinto sobre esses comerciais de perfume. Eu sempre me perguntei "o que diabos isso quer me passar?"

  • Eu tenho a impressão de que no Brasil qualquer coisa voltada para "pessoas chiques e cultas" fazem muito sucesso. Hoje eu recebi uma correspondência do banco Itaú Personalité mostrando a reforma que eles fizeram na agência para que ela ficasse mais confortável. Ao invés de aumentarem o número de caixas eletrônicos ou de atendentes, eles colocaram uns quadros abstratos e umas poltronas elegantes. Eu me sinto incomodada com uma correspondência como esta porque meu interesse neste banco é simplesmente receber o meu salário, mas grande número de pessoas acham importantíssimo terem suas contas no Personalitè porque passa uma imagem de inteligência, cultura, educação, superioridade; não é apenas um banco, é um conceito.

    E pessoas "simplórias" como nós ficam incomodadas com propagandas conceituais como estas.

    Adoro seu blog!!!

    um abraço,

    Marilena

  • A única coisa que poso dizer é que sou apaixonado pela modelo lisa Cant, aquela que faz a propaganda do perfume Carolina Herrera. Toda vez que vejo esse comercial meu coração dispara! Ela é muito linda… uma bonequinha!!!

  • Olho pro mundo e acho esses comerciais fora de senso; mas não tenho nada contra. São um tipo de comercial que eu não chamaria de brasileiro; comerciais brasileiros são como os comerciais de cerveja: música, piada, malandragem. Mas você já pensou como deve ser difícil fazer a pessoa querer comprar um perfume caríssimo sem sequer sentir o cheiro?

    P.S.: Absorvente ou crédito imobiliário, tudo bem. Mas sabonete? É algum trauma de infância?

    Abraço!

    • Por isso mesmo, são comerciais europeus, ou seja, inteligentes! Muito diferente do que é visto por aqui, onde a banalização impera.

  • Conrado

    tu não usa sabonete?

  • Ia falar a mesma coisa sobre o sabonete mas, já indagaram antes.

  • Com certeza, dinheiro eles não estão perdendo. Essas propagandas existem várias mensagens subliminar para envolver as pessoas…

  • Ô, cardoso, e você não sabia que TV paga é produto consumível pelas Zelite?? Pois pelo menos assim alegam a esmagadora maioria dos leitores do Teleséries, toda vez que o assunto "dublagem" vem à tona :P

    • o problema é quem da "Zelite" ta assistindo o programa

      (off e pela sétima ou oitava vez)COMO ASSIM NÃO USA SABONETE?!!?!? (/off e pela sexta ou sétima vez)(entre parentês porque da outra vez as tags não aparecereram)

      • parênteses, antes que me acusem de erros bizarros de ortografia…..

  • Quando eu tinha esta mesma sensação tua ao ver este tipo de comercial, logo após eu me sentia mal, talvez achando que fosse recalcado, ou algo assim, agora vejo que é um sentimento mais geral. É muito distante da minha realidade, e, apesar de parecer que tentam mostrar como o melhor e mais interessante estilo de vida, não desejo chegar a este tipo de realidade.

  • Putz Cardoso você não usa sabonte? o_O
    Imagino que a intenção ao passar um comercial assim é pela comédia que tá passando o momento, como o cara tá 'atordoado' fica ligado também no comercial.
    O duro é saber se alguém compra uma coisa dessa porque viu na tv.

    ;)

  • Ninguém entende comercial de perfume, por definição. É assim mesmo.

  • cara me desculpe, mais…

    essas mulheres não dão para o james bond é voce que só deve ter mulher feia
    mais voce te razão
    sou muito mais a PROPAGANDA DO AXE!

  • É frescura sua!!!

  • Tentei evitar, mas não consigo evitar… vou ter que dizer, Cardoso… : Vi-a-do!! =]
    Por mim ela poderia estar vendendo até geladeira no pólo norte, vale pela degustação visual ultra sofisticada =]

  • Fabio

    sentado em um barzinho observando uma fila gay. Ui, fala verdade, escapou a quarta e entrou na ré huahuahauhau

  • Se eu ganhasse essa loura de presente de natal, você poderia se sentir "desconfortavelmente chique" até no Piauí, que não ia fazer a menor diferença.

  • alexandre maia

    Concordo que esses comerciais são meio deslocados e o do perfume da Nina Ricci é conceitual é meio estranho, mas…

    pô, o do j'adore com a Charlize Theron (esse é o nome da moça) até que não reclamo quando vejo não, viu!

  • É frescura sua. Os comerciais citados são maravilhosos, glamourosos, uma atmosfera de sonho, beleza, pureza e poder: exatamente o que uma mulher quer sentir ao se perfumar com perfumes caríssimos como aqueles.

    • ZPQNO

      Você precisa levar uma boa comida isso sim.

  • carlos

    o objetivo do comercial está longe de vender o produto. e sim, fortalecer a imagem da marca. muitas grifes, começaram a produzir perfume para pegar classes com menor poder agregado. afinal, todos tem (ou querem) o direito a luxo. se a marca pode ser consumida por mais gente, ela acaba perdendo o status. por isso, é necessário uma carga publicitária imensa pra reafirmar que aqueles produtos não só são chiques como a marca também, apesar do maior numero de consumidores. uma coisa é certa: esses caras são porcos de ricos, e vendem inúmeros produtos a preços gigantescos. a última coisa que eles podem ser taxados, é de burros.

  • Pingback: Blog do Cardoso » Blog Archive » Estarei eu sob influência de drogas pesadas?()

  • Natasha

    Na verdade, as agências não estão jogando dinheiro fora, muito pelo contrário. Repare que a maioria segue esse padrão de comercial utópico com mundos abstratos, mágicos, fora da realidade, e o fato de nos deixar incomodados é totalmente esperado. Esses produtos fazem parte da categoria 'luxo', não são necessários como sabonetes ou frango frito. Eles não tem uma razão para serem comprados, a não ser o status que proporcionam.
    Os comerciais, portanto, não vão retratar seu dia-a-dia como ele é: vão retratar como você gostaria que fosse. E como são perfumes femininos, tocam as mulheres que desejam ser glamourosas e perfeitas como as divas representadas. Já os masculinos, geralmente são homens rodeados de mulheres glamourosas e perfeitas.
    O comercial quer incomodar você com sua realidade bunda e comum, que vai mudar magicamente na compra de um vidrinho de perfume caro pra caramba. Bem vindo ao mundo do marketing e da publicidade.