Uma Bee inglesa mais importante que Elton John

Nota: A única piada deste texto está no titulo.

Alan Turing era um Gênio. Um dos pais da Ciência da Computação, e um homem que salvou milhões de vidas. Durante a Segunda Guerra Mundial foi um dos coordenadores dos esforços de criptografia da Inglaterra, criando um computador e algoritmos que deram acesso a toda a rede de mensagens cifradas alemães, até então protegidas pela inexpugnável máquina ENIGMA.

Vários autores afirmam que o trabalho do Dr Turing encurtou a guerra em pelo menos três anos. Era comum comandantes aliados terem em mãos mensagens antes que elas chegassem aos destinatários alemães.

TODO estudante de computação conhece o conceito da Máquina de Turing,  um “computador ideal”, criado em 1938 e capaz de emular todo e qualquer outro dispositivo computacional. É tão fundamental quanto o entendimento do DNA.

As contribuições do Dr Turing foram imensas, mas a recompensa da sociedade inglesa não foi a esperada:

Em 1952 ele foi exposto como homossexual,  condição que na Inglaterra Bárbara era considerada doença mental. E crime. Turing foi condenado por Atentado Violento ao Pudor, e teve que escolher entre prisão e castração química.

Ele foi forçado a tomar hormônios femininos durante um ano, com objetivo de reduzir sua libido. Que isso iria literalmente acabar com seu organismo, não era problema da Coroa Inglesa.

Com a exposição pública Turing perdeu o emprego, as credenciais, o acesso top-secret e passou a ser visto como um risco de segurança, pois era comum a idéia de que os soviéticos usavam espiões gays para seduzir e/ou chantagear figuras públicas.

De herói de guerra o Dr Alan Turing se tornou um pária, privado de sua carreira, sua vida, sua sexualidade. Dois anos depois ele fez o que quase toda pessoa racional faria; tirou a própria vida.

Com o tempo a sociedade inglesa foi evoluindo, hoje já há um bom reconhecimento do trabalho desse homem, mas o assunto foi encerrado graças a uma petição iniciada em Agosto de 2009 e atendida ontem por Gordon Brown, Primeiro-Ministro Inglês.

Em uma declaração pública o Primeiro-Ministro reconheceu os erros da Inglaterra dos anos 50, lembrando também dos outros 100.000 homossexuais que passaram pelo mesmo horrível tratamento,  fora os milhões que viveram com medo de ser descobertos.
Um trecho:

“Milhares de pessoas se uniram exigindo justiça para Alan Turing e reconhecimento da absurda forma com que o tratamos. Embora Turing tenha sido  tratado de acordo com a Lei de seu tempo, e não possamos voltar o relógio, seu tratamento foi, claro, completamente injusto, e fico feliz de ter a chance de dizer o quanto me ressinto por tudo que aconteceu com ele […] assim em nome do Governo Britânico e de todos que vivem livres graças ao trabalho de Alan com orgulho digo: “Nos desculpe, você merecia algo muito melhor”

PS: Eu disse que a única piada estava no título. Eu menti. Vejam que MAGNÍFCA imagem de protesto. Seria muito bom se os homofóbicos a levassem a sério.

“Destruam o computador! Uma invenção homossexual de Alan Turing.
Quem se importa que ele quebrou o código da Enigma Alemã
e ganhou a Segunda Guerra. É uma máquina homo do demônio!”


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • A única forma de preconceito mais atroz que a sexual é a racial. Enquanto dos racistas eu não tenho certeza se tenho nojo ou pena, pois é certo que eles estão mais próximos dos neandertais, mas dos homofóbicos é certo, eles me causam nojo, repulsa mesmo!

    Não reconhecer o trabalho de um homem que ajudou a salvar a humanidade por causa de sua opção sexual é de uma estupidez tão cruel que nos faz pensar se seu trabalho realmente valeu a pena. Ao ver uma foto como essa, perco a fé na espécie.

    • Eu também perco. Não imaginei que alguém fosse incapaz de perceber que é uma paródia. Tolinho eu, achando que a bandeira na mão do sujeito (além do texto) daria a dica.

      • Eu também perco. Fico impressionado com a arrogância de alguém que posta uma matéria bonitinha sobre o respeito e a tolerância com os homossexuais, mas não tem respeito e tolerância com alguém que faz um comentário justo, só porque a pessoa não entendeu a piada.

        • Se você compara promover castração química generalizada e criminalizar os gays com não gostar de incapacidade de interpretação de texto, eu gostaria MUITO que você fosse pro inferno e nunca vai aparecesse em meu blog.

        • Sim, eu comparo as duas coisas, pois respeito, tolerância, paciência, todas essas virtudes não têm divisão. Ou você tem ou você não tem. Não me interessa o que você gosta. Eu também não tenho paciência com gente lerda, mas isso não me dá o direito de ofender uma pessoa com ironias só porque ela não entendeu algo.

          Pode ficar tranquilo que não voltarei mais aqui, só voltei pq um amigo mandou o link. Contudo, fico preocupado com quem te segue e, de certa forma, te idolatra. Eu não suportaria ver mais Cardosos por aí. Ah, desculpa. "Suportaria" não, "gostaria".

      • Eu mesmo nem notei FAIL! LOL

        (nunca mais comento logo depois de acordar :p)

        • eu quase fiz isso depois de ter lido o post ainda tirando remelas (eca)..

          mas já aprendi que não se deve publicar um comentário antes de ter lido/interpretado BEM o post

      • Ok, my mistake.

        Mas não precisa ser verdade pra ser revoltante. Era a intenção deles. E afinal de contas, há pessoas que pensam assim. Existem os sujeitos que chegam ao estágio reductio ad absurdum.

      • Sujeito? Acho que é uma mulher… Uma butch provavelmente.

        E, nada a acrescentar ao texto. Turing merece todas as homenagens. Pena que não as recebeu em vida.

        • Antonio

          Tmb acho q é uma mulher! Uma lésbica padrão Made in Britain, q convenhamos é feínha e sem peito, por isso o povo acha q é homem(além do jeitão)! Mas gostei da foto, humor inglês é sensacional e muito dos responsáveis por ele são gays!

          Agradecemos pelo computador do doutor e pelo humor!

      • Logan

        E eu perco a fé no Cardoso, ao ver que ele confundiu a tia da foto com um homem. LoL!

        • Fato: A Inglaterra é o país com a maior concentração mundial de gente feia por metro quadrado.

    • Eu colocaria as duas formas de preconceito no mesmo balaio.

  • Turing era um grande matemático, mas não foi ele quem quebrou a Enigma.

    O Livro dos Códigos, de Simon Singh, descreve com mais exatidão a quebra da Enigma.

    Resumidamente: algumas máquinas Enigma caíram nas mãos do Serviço Secreto britânico. Os criptologistas foram chamados para desvendá-la, mas como à época não se via a Alemanha como ameaça, os britânicos pouco se esforçaram – e decretaram a Enigma como "inquebrável".

    Uma Enigma foi enviada à Polônia, que estava, aí sim, tremendo de medo da Alemanha. Um capitão do Exército polonês estudou a Enigma.

    Utilizando conhecimentos criptológicos, muita mão de obra braçal e toques de genialidade, o capitão, praticamente sozinho, desvendou a Enigma.

    O livro citado é interessantíssimo para quem quer se iniciar no estudo de criptografia.

  • Nem sempre o tempo é capaz de recuperar o reconhecimento merecido por alguém injustiçado. Felizmente Alan Turing tem hoje parte do reconhecimento que merece. Mesmo que isso não mude em nada tudo pelo oq ele passou. Não o conhecia, nem da sua importância, mas agora sou mais um que deve respeito ao mesmo e suas contribuições.

  • Na boa Cardoso, olha o olhar dessa mulher, é vazio, ou ela é um zumbi imbecil ou fizeram lavagem cerebral na coitada.

    Como disse bem o Philipe a gente perde a fé nas pessoas mesmo…

  • Interessantíssimo texto. Realmente o Dr. Turing foi cruelmente castigado pelos ingleses. Eu considero o que fizeram com ele como uma mancha negra eterna na história inglesa.

  • Legal a matéria, eu desconhecia alguns fatos.

  • Redshank

    Excelente texto, realmente.

    E Cardoso, por favor, coloque em volta da imagem e circula a bandeira, porque a galera tá tendo certa dificuldade de notar a porra do arco-íris na mão da pessoa, ou então eles 'tão achando que um másculo, viril e fálico arco-íris é o símbulo máximo dos homofóbicos.

  • Podiam mesmo destruir todos os computadores dos retardados homofóbicos (e preconceituosos em geral). A internet ficaria tão mais tranquila…

  • Outra mancha tem uma nome menos desconhecido: Oscar Wilde. Ele conseguiu sobreviver a um dos livros, para mim, mais bem escritos da literatura (O Retrato de Dorian Gray, razoavelmente de cunho homossexual), mas não conseguiu passar da denúncia feita por um membro da alta esfera. E Turing teve o mesmo destino, mesmo meio século depois de Wilde.

    Sério, talvez nem mesmo os fundamentalistas insanos da América do Norte fossem tão longe com uma mensagem dessas e o povo ainda não viu a Bandeira do Orgulho na mão dela? Isso me faz perder a esperança na espécie.

    • Oscar Wilde! Muito bem lembrado.

    • O Retrato de Dorian Gray é totalmente de cunho homossexual; o personagem principal do livro é inspirado em Bosie, ou Lorde Alfred Douglas, um bem nascido inglês por quem Wilde foi apaixonado, e por causa de quem perdeu tudo o que tinha, inclusive a liberdade. Aliás, foi no cárcere (o pai de Bosie perseguia Wilde, e deu um jeito de condená-lo, o que sem a devida pressão não teria acontecido porque Wilde era rico e por isso mesmo estava um pouco acima da lei) que Oscar Wilde escreveu uma longa carta ao Lorde Douglas, jogando na cara dele o lixo de pessoa que ele era; esta carta veio a se tornar mais tarde o livro De Profundis, que um amigo jornalista do Wilde (esqueci o nome dele) publicou depois que o escritor saiu da prisão.

      No dia em que qualquer fudamentalista tiver inteligência e genialidade suficientes para reconhecer que não têm dignidade nem mesmo para engraxar os sapatos de uma "biba" como Oscar Wilde ou Alan Turing (isso para ficar sõ nos exemplos já trazidos, mas há muitos outros), talvez eu passe a considerar a opinião deles.

  • Roberto

    Preconceito é crime. E crime é coisa de preto! =P

  • É como aconteceu com tantas vítimas da intolerância.

    Infelizmente, não há como voltar no tempo e impedir que queimassem mulheres (acusadas de bruxaria), holocaustos, crimes da K.K.K., e nem esta punição bárbara contra o Turing.

    De qualquer modo, foi bom notar que alguém ocupou-se de "retratar".

    Mas me surgiu um questionamento: O que é pior – pessoas homofóbicas assumidas ou aquelas que se escondem por trás da hipocrisia do politicamente correto?

    Ainda hoje há muita discriminação e falta de respeito encoberta, caminhando de maneira silenciosa.

    Kiso

  • Eu estou sem a inspiração necessária pra escrever um comentário à altura disto, mas se eu deixar pra depois não vou lembrar, e isto aqui não pode passar em branco…

    Ninguém merece esse preconceito idiota, que dirá Turing. E 100.000 pessoas é coisa demais… antes tarde que nunca, mas é meio frustrante olhar pro passado e não ver um pingo de clareza que se destaque…

    …E eu adoro essa imagem, ela sempre pega os desavisados, é hilário. XD

  • Faltou publicar a referência.

    http://gizmodo.com/5356955/its-about-time-britain

  • Se for começar a destruir os computadores dos religiosos, dou o maior rapoio (como diria Seu Peru). E se chegar ao Brasil e começar a destruir os computadores dos evangélicos, melhor ainda.

  • Fiquei sabendo da petição (exclusiva para ingleses ou residentes no UK) há algum tempo e hoje pela manhã li um tweet que apontava para o site da carta do Gordon Brown. Confesso que senti-me aliviada ao lê-la. Não muda a história, mas dá a real importância ao Pai da Computação que é Alan Turing.

    Para o pessoal da Teoria da Computação, 2012 será o Ano de Turing, pois é o ano de seu centenário. Mais informações em http://www.cs.swan.ac.uk/turing2012/

  • Que tapa!Pena que o tempo passe e não aprendamos nada.

  • O caso do Sr. Alan Turing demonstra que não bastou ser gênio e salvar muitas vidas (inclusive as de 2 familiares meus que estiveram na 2ª Guerra). Era preciso se render às regras impostas pela hipócrita sociedade da época.

    A hipocrisia pouco mudou de lá para cá. Neste momento, milhares de casais homossexuais possuem os mesmos deveres, mas NENHUM dos direitos do casais heterossexuais. É uma triste realidade que não sei quando é que vai mudar.

    O que falar do post em si, né? Você é o cara, Mr Cardoso.

  • Núbia Huff

    Também estou meio sem inspiração pra escrever mas não posso deixar passar: preconceito me dá alergia. Seja de cor, sexo, opção sexual, religião, classe social … cada vez mais a gente vê que intolêrância leva só pra ignorância (rimou! que horrível!). Quando li este o pedido de desculpas do Gordon Brown lembrei do Giordano Bruno e do Galileu que também foram perseguidos (por motivos diferentes, ou não …) pelas suas idéias e pesquisas. Depois de séculos a igreja pediu desculpas. Bah.

  • Thiago Moraes

    Sabe o que é foda: tem aluno de curso de computação que nunca ouviu falar dele. Ou pior, acha inútil estudar a teoria da computação.

  • Tal preconceito existe até hoje. Pessoalmente não tomo lado no que se refere a isso. Acho meio que um absurdo em alguns lugares do mundo os religiosos aceitarem o casamento Gay, enquanto em outras regiões, o casamento Homosexual não é admitido.

    Está na hora de se dar o devido respeito…

    Grande abraço Cardoso! Bom final de semana para você!

  • Ricardo Crispim

    Toda a área da teoria da computação não seria completa sem a existência da máquina teórica de Turing, imagine no futuro quando os autômatos com pilha que fazem os programadores C# vibrarem com o Visual Studio não forem suficientes para facilitar a vida o quão ela não será útil. Vale lembrar que o prêmio máximo da acm.org chama Turing Award, acho que devemos inscrever o Sergio Rezende para ganhar este ano, ou o Hélio Costa, nossa nata tecnológica.

  • "Eu disse que a única piada estava no título. Eu menti"

    Realmente você mentiu mesmo. A imagem é infinitamente mais engraçada.

    Afinal de contas o que é ganhar a segunda guerra mundial? Não é nada. Deve ser a mesma coisa que ganhar uma Eurocopa, ou então uma Liga dos Campeões.

  • Fiquei orgulhosa de vc ao ler este post, querido.

    Sabe, por uns dois milionésimos de segundo, quase quis que a resposta àquela pergunta indiscreta fosse "sim", mesmo sabendo que isso me custaria "algumas vértebras, neurônios e autoestima" e vários amigos, hahaha!!! ;D

    Parabéns! :)

    PS: Leia "A Balada do Cárcere de Reading" do Oscar Wilde, por favor. Se vc quiser, depois te empresto. Faz mal à alma ver o que um gênio da literatura sofreu devido a sua opção sexual… :(

  • Não interessa se o cara era homossexual ou não, não interessa o preconceito. O que realmente interessa é o que ele fez: ele foi um gênio. Se ajudou ou não a ganhar a guerra é apenas um detalhe.

    Leonardo da Vinci também foi homossexual, mas hoje ninguém lembra disso. E para acalmar os religiosos: O rei David era homossexual, amante de Jonathan. Não inventei isso. Está na Bíblia.

    Gostemos ou não, esse é o mundo em que vivemos.

  • Gabriel Fonseca

    Cara, mais uma vez mandou bem pra caralho no texto. Mais um texto emocionante sobre um cara que foi tratado como lixo depois de tudo o que fez.

  • Turing foi o melhor aluno de Wittgeinstein. E muito de suas ideias deve-se ao mestre austríaco.

    • ¬¬ eusoueu

      que também era gay e sofreu horrores qdo o companheiro morreu de pólio.

  • Pingback: Em Uganda quem tem, tem medo. Quem tem e dá, morre()

  • acho issu uma loucura!!!!!!

  • Pingback: Gays Tomando Tiro? Eu comemoro!()

  • dinho

    Uma das “lendas”atrás do antigo simbolo da apple é que ela era colorida “simbolo gay” em homenagem Alan Turing :)

  • Roberto Queiroz

    Tão feia como a homofobia é a heterofobia.