Aviso aos amigos: cuidado com escorpiões

É uma lenda bem antiga, foi revisitada em um excelente episódio de Star Trek: Voyager – Scorpion

Um escorpião, que não sabia nadar precisava atravessar um rio. Vê uma tartaruga e pede ajuda:

“Por favor, me leve em suas costas assim poderei atravessar o rio”

A tartaruga responde:

“Não, você é um escorpião. Vai me picar, eu morrerei”

O escorpião responde:

“Se eu fizer isso morrerei também, não sei nadar. Por favor, me leve”

Satisfeita com a lógica a tartaruga deixa o escorpião subir em suas costas. Na metade do rio ele pica a tartaruga, que já à beira da morte pergunta: “por quê?”

“Não tive escolha. É a minha natureza” responde o escorpião, já se afogando.

Acabei de ver um amigo que prezo fazendo uma aliança com um escorpião. Espero sinceramente que ele leia este texto e se toque, mas provavelmente só dará ouvidos ao que Richard Bach chama de “O Grande Rolo-Compressor da Experiência”.

Por mim tudo bem, o máximo que posso fazer é avisar e isso acabei de fazer.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Thiago

    Tartaruga ou rã?