O que é o que é pior que 20 bebês mortos jogados fora?

Não sabe? Eu conto: 21 bebês mortos jogados fora. HA HA, não há nada melhor do que piadas de bebês mortos.

Oooooookey, talvez nem tanto.

A piada vira surrealismo quando os 21 bebês existem. Foi dia 28 de Março, na cidade de Jining, província de Shandong, na FRANÇA, caso alguém ainda não tenha entendido que foi na China. Trabalhadores acharam 21 corpos de bebês na margem do rio Guangfu. Não eram só fetos, o maior tinha 60cm. Alguns com roupas, fraldas, etc.


nem EU colocaria foto de bebês mortos no blog. Fique com um cachorrinho.


Os bebês estavam com etiquetas trazendo seus nomes e o nome das mães, mas nenhuma identificação do hospital. Aparentemente os bebês deveriam ser cremados, ou algo assim, mas algum funcionário preguiçoso achou mais fácil jogar no rio e depois dizer para os pais que os corpos foram tratados com respeito e dignidade.

O curioso é que a notícia não veio pela Anistia Internacional ou pela PETA (que não liga para bebês mortos mas odeia quem cria o cachorrinho acima). A notícia veio pela TV Estatal Chinesa.

A mesma China que vive sob censura não vê problemas em divulgar notícias assim, por mais que sejam prejudiciais a imagem do hospital (estatal). É um paradoxo, talvez gerado pelo gigantismo do país.

Neste link aqui temos um vídeo da matéria que foi ao ar, e é PUNK. Rola um mosaico nos rostos, mas mostram NA BOA os cadáveres dos pimpolhos, é algo chocante para quem está acostumado com a mídia ocidental, devidamente sanitizada desinfectada e onde atentados terroristas raramente têm sangue.

Os jornais que trabalham com mundo cão (como se houvesse outro) são duramente criticados, hoje é raro ver fotos de cadáveres nas manchetes, a violência no máximo é verbal. Bradamos (exceto o Estadão) nossa superioridade aos países comunistas e sua imprensa censurada mas vivemos sob um código de conduta em alguns casos MUITO mais rigoroso.

Se a Globo cobrisse um caso semelhante aqui e OUSASSE mostrar bebês mortos no Jornal Nacional teríamos camponeses com tochas cercando o Projac (camponeses são ruins de geografia) exigindo que a concessão fosse cassada.

REPORTAR um fato ofende muito mais o nosso público do que o fato em si. Quando falamos das denúncias sobre padres pedófilos os católicos se ofendem, exigem que separemos a igreja das matéria, praticamente omitindo a profissão (de fé) dos padres. Agora com essa cagada dos jogadores evangélicos do Santos que se recusaram a visitar um orfanato espírita, mesmo com um deles dando entrevista e dizendo que os motivos da recusa FORAM religiosos, a massa protestante exige que desvinculemos o caso da religião.

Qualquer denúncia de corrupção no Governo (qualquer Governo) imediatamente provoca uma reação de “ovelha negra”, explicando que aquele ali NÃO representa o tal Governo. Pela regra NUNCA há nada de errado no Grupo (qualquer Grupo). Se aparece alguém errado, não é do Grupo.

90% do público revoltado com a atitude dos jogadores mudaria de idéia se alguém usasse o argumento de que “religião não se discute” e a tv estava sendo “sensacionalista”, duas frases essenciais para invalidar qualquer discussão.

Religião se discute SIM, e mostrar fatos NÃO é sensacionalismo. Não gosto do que os Datenas da vida fazem, mas sejamos realistas, eles são os únicos fazendo. O resto das emissoras não quer ofender a sensibilidade dos espectadores, que crescem achando que atentados são coisas que destroem prédios vazios e bebês mortos são entidades abstratas em vivem (metaforicamente falando) em piadas e em notícias de 15 segundos.

Portanto, palmas para a TV Chinesa por sua postura pé na porta de enfiar bebês mortos goela abaixo do espectador (tire essa imagem da mente agora!), e MUITA PENA de gente que se mostra muito mais chocada com a TV que mostra 21 bebês mortos do que com as mortes em si.


Alarme falso, mas você achou que eu iria fazer isso, né?


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Realmente, não dá para entender. AS pessoas ficam mais indignadas com a NOTÍCIA do que com o fato em si. Como assim? As pessoas tem uma noção de prioridades muito, mas MUITO, estranha

  • AMF

    "Pela regra NUNCA há nada de errado no Grupo (qualquer Grupo). Se aparece alguém errado, não é do Grupo."

    Isso coloca uma questão interessante: quando é que a culpa É do grupo, e quando é que NÃO É? Falo isso pensando, por exemplo, nessas mortes envolvendo RPGistas e, por que não?, no BBB/Dourado.

  • smx

    Fringe science detected!

  • will walbr

    Prefiro o cachorrinho! :)

    Esse "pega leve" danado dos diabos que se impregnou tá deixando o mundo MAIS indiferente ainda… Tivessem eles descrito o que acontece MESMO quando se é arrastado por 7km no –>asfalto, ainda hoje não teriam esquecido o caso.

    …que se dane! A copa tá pra começar e finalmente os problemas do mundo vão parar por um tempo.

  • Xico

    Cardoso! Gostei das legendas nas fotos (on mouse over)! Nao entendi nada, mas gostei :)

  • F.

    O governo da China não vê problemas em divulgar a notícia porque para eles a vida não vale nada mesmo. O absurdo para o noticiário não é a forma como os bebês morreram (afinal, na China, infanticídio é obrigatório), mas o hospital jogar no rio.

    Quanto aos jogadores evangélicos que não quiseram entrar no orfanato espírita, acho que estão no seu direito e digo mais: fizeram um favor aos espíritas não entrando lá. :)

    Quando aos padres pedófilos, creio que a cúpula da Igreja toda deve ser condenada, mas não por pedofilia, que não é culpa da Igreja, mas por não agir energicamente expulsando-os e colaborando com a justiça para punição desses criminosos. Os anti-católicos fazem a perseguição a uma das vítimas (a Igreja), os "católicos" defendem o padre pedófilo (o criminoso) e ninguém leva em conta a criança que sofreu o abuso. Está tudo errado nesse caso.

    Quanto às denúncias de corrupção deste governo, temos que lembrar que por muito menos o Collor (que de toda forma não valia muita coisa) sofreu impeachment.

    Aliás, por falar em prioridade, todo brasileiro fica indignado com o mensalão mas ninguém liga para os 50.000 assassinatos por ano no Brasil, a maioria ligado ao narcotráfico. Acho que não é só na China que a vida não vale nada mesmo…

  • André

    Eu não consegui entender a relação do jornalismo de lá mostrar as criancinhas e o jornalismo daqui ser censurado.

    A "mídia do ocidente" simplesmente não tem interesse em divulgar fotos de criancinhas mortas porque não faz diferença NENHUMA na notícia, a não ser que você seja um perito criminal ou coisa do tipo. O foco das notícias assim tende a ser assuntos sociológicos, psicológicos, etc, mostrando que órgão X está sendo incompetente, que está havendo erros no local Y, coisas que interessam a sociedade inteira. Ver um monte de corpos jogados em algum lugar não vai ser agradável para mim, parte disso por causa da mídia não me acostumou a ver coisas do tipo, mas principalmente: não fará diferença nenhuma, não agregara informação para maior parte do público alvo.

    E outra coisas que diverge o "ocidente" do "oriente": Se o governo chinês não quisesse que a população tivesse acesso a fotos e afins, você não teria (ou teria uma dificuldade imensa para ter). No "ocidente", pode não passar na TV, mas se você REALMENTE acha que aquilo interfere na notícia ou te interessa, você pode ter acesso na internet. Não é, nem de longe, uma censura como a chinesa.

    Não irei aplaudir uma imprensa só por mostrar bebês mortos. Irei aplaudir uma imprensa que dê conteúdo de verdade, que incite o senso crítico, que mostre a diversos lados e aspectos do mesmo assunto, tudo isso de forma eficiente. Porque ver bebês mortos continuam não fazendo diferença nenhuma para mim.

  • Essas pessoas só se preocupam com o que as atinge. A fórmula é simples : Falta de educação = capacidade abstrativa e interpretativa nula = empatia zero. Tenho um amigo que sempre diz que se resolvêssemos o problema da educação no Brasil (principalmente a educação primária, que influencia fortemente a formação psicológica), por consequência resolveríamos todo o resto. Cada vez mais vejo que ele tem razão.

  • Realmente é impressionante, mas a China é uma sociedade que me parece distorcida do resto do planeta. Por ficar fora da democracia (claro, por vontade própria) perde a noção de sentimentos, ou seja, os fins justificam os meios e por decorrência uma notícia dessas passa assim, como natural.

    Abraços

  • como diria um amigo meu! "nego que diz que religião não se discute, fala isso por que sabe que não tem argumentos capazes de sustentar suas afirmações"

    ótimo post, mais uma vez tá de parabéns cardoso,

    Quanto ao caso dos jogadores do Santos, só posso lamentar por eles, mostraram o quanto são destituidos de cerebro! a igreja deles não permite contato com espiritas? pois bem, vivam como bem entenderem, ( afinal como humanos civilizados e com algo além de BBB, novela, e futebol na cabeça, não podemos reclamar de intolerancia religiosa sendo tão intolerantes quanto eles) não podemos realmente obriga-los a entrar em um lugar no qual eles não se sentem confortaveis, porém acho que o bom senso diria para eles nem irem lá.

    ficassem nas suas boates, festas com traficantes, casos extra-conjugais (creio que essas coisas não são proibidas pela igreja deles!) e poupassem as pobres crianças de ver o quão podres eles são!

    peço perdão pelos erros de digitação e acentuação, mas não vou revisar o texto digitado.

    • Guiguimn

      Likan, calma O.o

      Poxa cara, o simples fato deles terem a mentalidade fechada devido à religião não torna-os frequentadores de boates ou praticantes de sexo extra-conjugal. O simples fato de ser incorreto destacar membros do grupo em alguns casos não justifica tomar a conclusão oposta: nunca se deve destacar os membros do grupo. Qualquer tipo de extremismo axiológico impede uma discussão, simples assim.

  • Núbia Huff

    Esta coisa de falar no assunto sem falar no assunto me parece a fase de consolidação do politicamente correto. Ano passado fomos chamados (eu e meu marido) pra uma reinião na escola de nosso filho para falarmos sobre os problemas de comportamento da turma mas não era permitido falar o que estava acontecendo nem quem andava aprontando.

    E é mais ou menos o que vemos diariamente: o mundo está caindo, a violência é galopante e a culpa agora é do crak, daí a RBS (sucursal da globo aqui no RS) mostra atores maquiados, fazendo cara de miséria fazendo papel de drogadicto na campanha contra o crack. Porque não filmaram a grávida cadavérica obviamente drogadicta (e os filhos pequenos dela que são de dar dó) que pede esmola na esquina da avenida pra usar na campanha? É feio demais?

    Um mendigo foi pichado de prateado dia destes aqui em Porto Alegre e um cara mijou nele.

    Isto acontece TODOS os dias em todas as cidades do país. Tenho certeza.

    Só que semana passada uma mulher viu, anotou a placa do palhaço que mijou no mendigo (bem feito pra ele) e denunciou na polícia. A TV ficou sabendo e o mendigo virou herói regional. Já ofereceram emprego pra ele e roupa e casa e tals.

    Derrepente todas as pessoas de bem, que até ontem reclamavam dos feios sujos e malvados e preguiçosos atirados pelas ruas, viraram defensoras de mendigo aqui. Daquele mendigo, bem entendido. É hipocrisia demais pra mim.

    A China vista daqui parece estranha né?

    • clap clap clap

      • Também aplaudo, daqui de Porto Alegre.

        Concordo em teor gênero e grau com essa senhora Núbia.

  • Paulo

    Não Cardoso, acontece que no horário que essas notícias passam na nossa TV normalmente tem crianças vendo TV, eu não quero meu filho ou meus sobrinhos vendo isso. Ou as pessoas poderão estar fazendo uma refeição, etc. Ninguém quer ver isso quando não for apropriado.

    Eu sei que você não pensará nem 5 minutos antes de discordar, mas pense da seguinte forma, tudo tem hora e local.

    E você misturou coisas que não tem nada a ver… uma notícia com imagens gore, com outras notícias de grupos que se sentem prejudicados quando algum 'representante' fere seu código de ética/moral.

    • Coma com a TV desligada, é fisiologicamente correto.

  • Núbia Huff

    Cardoso só um cometário pra ti sobre o mundo pequeno: fui pesquisar um link pra te mandar a notícia do mendigo prateado e acabei de descobrir que ele era um dos obreiros que reformou minha casa no ano passado e foi demitido pelo mestre de obra porque bebia demais. Que coisa.

  • Confesso que não acho que precise mostrar um cadáver para sensibilizar, mas infelizmente a hipocrisia de nosso povo exige "medidas extremas"; a analogia feita entre notícia e cara de pau foi realmente apropriada. De modo geral o povo brasileiro é infiel, desleal, malandro, preguiçoso entre outras qualidades, e estranhamente "cheio de dedos" pra falar de um monte de coisa séria; imagina cutucar político deus me livre que medo, colocar sexo no jornal não pode só na novela. É o tipo de gente que solta foguete no julgamento dos Nardoni mas não move uma palha pra ir protestar pela saúde precária em alguns Estados, que sem dúvida gera vários bebês como esses da China, hipocrisia pura. Quanto a história do Robinho, bom religião é conveniência.

    Abraços

  • A china nos surpreende mais pelos números que pela cultura.

    • Santa cltura brasileira!

      Os chineses tinham cidades, escrita, moeda papel e pólvora quando aqui ainda habitávamos em cavernas.

    • F.

      Que foi devidamente destruída na Revolução Cultural.

      Hoje tem mais cultura chinesa autêntica fora da China do que dentro.

      • Mas a coisa está mudando aos poucos. Talvez demore mais do que na Russia, que agüentou 70 anos de tirania, até descobrir que esse sistema não funcionava. Os chinesses estão nessa desde 1949, talvez demorem menos para ver que isso não prestou na Russia e não presta mais para eles.

        Já aqui, na senzala…

  • Realmente é algo estranho da nossa cultura: quando a mensagem é ruim, culpamos o mensageiro.

  • Eu até concordo que seja um postura contraditória do governo Chinês que censura tudo, mostrar esse tipo de notícia com tanta transparência. No entanto, eu pergunto qual a vantagem disso? Eu acho que até existem programas sensacionalistas no Brasil que filmam e mostram cadáveres. No entanto, eu não sei se há realmente algo de louvável nisso, isso realmente acrescenta algo à notícia. Os fatos realmente devem ser transmitidos de modo fidedigno, mas eu não sei se esse tipo de imagem é necessária. Eu sei que há muito hipocrisia eu soube que em algumas cidades a prefeitura mandou retirar contadores de assassinatos instalados em outdoors por que achavam que era nocivo ao turismo, o que ao meu ver é censura.

    Eu acho que ainda existe a cultura do notícia ruim que é notícia. No entanto, eu acredito que há tem muita gente tentando discutir temas relevantes e tocando projetos que realmente transformam a realidade não ter metade da atenção na mídia do que foi a dada a um maluco que bebeu demais e matou a própria família a tiros.

    • F.

      Não é contraditório não. Eles não tem nada contra crianças morrerem, eles adoram. A notícia é porque os dirigentes do hospital estão poluindo o rio com crianças mortas. Essa é a denúncia.

  • Para piorar a situação no caso "meninos da vila", o site do Terra ainda informou que ficaram fazendo batucada dentro do ônibus!
    http://esportes.terra.com.br/futebol/estaduais/20
    com certeza, era "música de cristo" que cantavam… ¬¬

    • Pagospel. Pior que existe.

      • Pagospel????????????

        Coisas do Brasil.

        • Hipocrisia ou burrice por parte deles? Ah não… foi "pagospel" apenas.

  • Eu não sei se suportaria ver bebês mortos no jornla da Noite (independente do canal) porém para ser sensacionalista depende de como vinculam a imagem. Preferir atoroes fantasiados à verdade nua e crua das ruas e da droga também não concordo.

    O que difere o Jornalismo de verdade com imagens que nos fazem protestar, não contra o mensageiro por favor, e os Datenas da Vida é a forma como é apresentado. Sensacionalismo é querer ganhar audiência com Imagens e fatos chocantes e jornalismo é mostra-las como endosso da realidade.

    Mais uma vez ótimo texto.

  • MattSimonato

    Cardoso, mas tu acha que era realmente necessário mostrar as fotos dos bebês para que a notícia seja transmitida? Acha MESMO?

  • PG

    "Eu tomo café da manhã com tiro na televisão e janto com tiro na televisão". Segundo Lula, deveria haver programas que incentivem a paz.

    http://www.primeiraedicao.com.br/?pag=politica&am

  • tu vê o que é um alarme falso!

    saudhudhuasi

    abraço

  • Acho que imagens chocantes devem ser expostas quando a intenção for justamente chocar para acabar com um determinado comportamento. Quem acompanha a história da Segunda Guerra sabe que as atrocidades nazistas quase passaram por "erros" e "equívocos" até que as chocantes imagens do que acontecia nos campos e nos "Einsatz Grupem" espocaram nas telas do Tribunal de Nüremberg.

    Da mesma forma, países mais "adiantados" usam imagens chocantes de acidentes de trânsito em comerciais para chocar e imprimir uma marca imorredoura nas mentes dos assistentes. Isso é comprovadamente mais eficaz do que o discurso dito "positivo".

  • Pingback: A polêmica do caso dos jogadores do Santos » Ceticismo.net()

  • Jonatas

    Fringe science detected [2]!

  • laiz

    É UM ABSURDO O QUE ACONTECE neste mundo ,tanta pervesidade,tanta loucura ,mesmo que os bebes estavam mortos eram para eles terem um enterro digno,e suas fotos nao eram para serem exposta a rede de tv,e telejornais.

  • Eduardo Marques

    Os chineses têm uma moral diferente da nossa. Enquanto eles tentam conter a população do país, nós tratamos a vida de cada bebê como se fosse sagrada sem nos importar se eles terão condições de ter uma vida digna no futuro.

    • Houve um filme de SF há mais de 40 anos: "Proibido Procrear", em que o governo mundial agia pior do que hoje age o governo chinês.

      Os chinesses autorizam um filho por família, no filme existia a proibição de ter filhos em todo o mundo por 30 anos, sob pena de morte do casal.

      Não lembro diretor nem atores, mas o google está aí para isso. quem quiser saber mais e tenha tempo para isso…

  • bruno

    Cardoso, você tam a habilidade de me fazer relfetir durante bastante tempo sobre diversos assuntos.

    Apesar de seus comentários e opiniões ácidos e ofensas declaradas a "heróis da comunicação nacional", gosto dos racíocinios aqui registrados, que fazem jus a liberdade de expressão tão bradada hoje em dia e tão sem utilidade pela maioria das pessoas que a ovacionam.

    O que realmente me impressiona é as pessoas acharem que você é um gênio quando tudo o que diz é resultado de um raciocínio cognitivo lógico e contundente, o que talvez alimente os comentários e o ódio com trolls e etc…

    De qualquer forma agradeço o conhecimento passado e a informação postada, o que preciso saber agora é, o que fazer com ela além de ser mais um revoltadozinho.

  • Felipe

    Interessante a diferença cultural.

    "Os jornais que trabalham com mundo cão (como se houvesse outro) são duramente criticados, hoje é raro ver fotos de cadáveres nas manchetes, a violência no máximo é verbal. Bradamos (exceto o Estadão) nossa superioridade aos países comunistas e sua imprensa censurada mas vivemos sob um código de conduta em alguns casos MUITO mais rigoroso."

    É o código do bom-senso. Essa matéria estava sendo transmitida em uma emissora chinesa, provavelmente na hora do jantar. Muitas pessoas assistem a algum telejornal durante a refeição. Eu não gostaria de ver imagens de cadáveres no conforto da minha casa, e durante a refeição. (SIM, podemos ter conforto em nossas casas!!! E sem sermos burgueses indiferentes às mazelas alheias!!)

    O jornalismo sensacionalista é deplorável, onde o grotesco supera a competência e o talento. A difusão televisiva ou impressa de cadáveres recém-nascidos, como você sugere, não seria saudável. Ocasionalmente, num blog, já é suficiente para causar impacto.

    Detalhe importante: você citou a censura na imprensa chinesa, e citou a reportagem dos bebês como um oposto a isso. Veja bem: enquanto o público chinês se interessa por cadáveres apodrecendo às margens de um rio, não se dá conta das informações realmente importantes que estão sendo suprimidas (comunismo? oposição ao governo censurada? Enquanto isso todos estão preocupados com os bebês. Já ouviu falar em pão e circo? Nesse caso, pão e show de horrores.)

    Princípio número um do controle de massas: distração para evitar a oposição.

  • O caso dos jogadores do Santos é apenas um reflexo de como as pessoas tratas suas religiões como se fossem times, ou trincheiras. Aliás, sem comentários para uma atitude dessas.

    Mas vou parafrasiar a @danividal: Pra se indignar com uma morte, não é preciso ver o corpo.

    A imprensa que mostra o corpo não faz isso pelo fato em si, faz pela audiência, para vender, para ganhar.

  • é um absurdo o que acontece na China, é uma sociedade distorcida do resto do mundo.

    Ana

  • Amy

    Não é contraditório não. Eles não tem nada contra crianças morrerem, eles adoram. A notícia é porque os dirigentes do hospital estão poluindo o rio com crianças mortas. Essa é a denúncia.

  • Guiguimn

    Cardoso, baseado no seu passado acadêmico você provavelmente estudou Ética. Poxa, esse artigo teria sido um bocado enriquecido com algumas explicações sobre o que é axiologia e por que o radicalismo axiológico engessa qualquer discussão. Caso não tenha tido essa matéria essa é uma área que merece seu tempo: axiologia. Um dos assunto tratados na maioria dos cursos de Ética o estudo dos valores é muito interessante.

    • Sinceramente o que NÃO quero é fazer um blog onde tenha que enriquecer meus textos com axiologia.

  • Júlio Santos

    O que só prova que a China sabe reconhecer quando erra, não sacrificando a liberdade de informação pela propaganda. Ponto para eles.

  • Abraão

    Legal era um programa "mundo cão" que tinha aqui em Manaus em que eles mostravam os cadaveres…. até de uma pessoa que tinha sido queimada até morrer aheuhaeae, pena que eles que mandavam matar para mostrar xD