Seja no rádio, seja na Internet, o que nós queremos é bacalhau

Abelardo Barbosa estava com tudo e não estava prosa, e se vivo fosse provavelmente teria uns 300 milhões de seguidores no Twitter e seria dono de metade do Facebook. Por quê? Simples? Ele entendia COMUNICAÇÃO DE MASSA como algo que envolvia pessoas, não tecnologia. E esse é o erro de um monte de gente que tenta achar o caminho do sucesso nas redes sociais.

Continue reading

Quem diria, submarino caprichou no viral!

Uma das coisas que mais me cansa na propaganda atual, e me fazem ter saudades do tempo em que publicidade se resumia a peças criativas dentro de formatos rígidos, como anúncios, comerciais e spots, é a mania do viralzinho. Originalmente o viral seria uma peça de propaganda que caiu no…

Continue reading