Estou Boicotando a Wikipedia Brasileira

Existem várias críticas válidas ao modelo da Wikipedia, como o sensacional episódio do programa de Stephen Colbert sobre o assunto. Eu acho que no geral a auto-regulamentação funciona, não no sentido de “levar democracia ao conhecimento”, mas somente se houver uma massa qualificada de leitores dispostos a colaborar. Por isso só faço links para a Wikipedia em inglês.

O brasileiro adora novidades, as abraça com uma fúria de fãs inexistente no resto do mundo. Só que sejamos realistas, não temos gente qualificada suficiente. O resultado é uma enciclopédia com milhares de artigos, quase todos muito ruins.

Há milhares de artigos que são criados apenas por status, para o sujeito dizer que “nossa, eu sou autor da Wikipedia”, mas são entradas de uma ou duas linhas. Na entrada para “Marlene Mattos“, por exemplo, o texto se resume a:

Marlene Mattos (São José de Ribamar, 27 de abril de 1950) é uma produtora de televisão brasileira. Tornou-se nacionalmente conhecida por ter sido durante mais de uma década a empresária da apresentadora Xuxa. Atualmente é diretora, produtora e tem uma agência de casting de atores.

Nem uma entrada para sua página no Internet Movie Database colocaram. Nem checaram o Google, ou o Guia dos Curiosos. Isso é biografia? Compare com a biografia de Aaron Spelling, na Wikipedia “de verdade”.

Fazendo uma pesquisa rápida, constatei a diferença gritante entre a quantidade de informação na Wikipedia em inglês e na nossa. Vejamos alguns artigos:

quantidade de caracteres por verbete

verbete Wiki BR Wiki Inglês
Harry Potter 33.825 64.557
Ayrton Senna 7.512 42.035
Alain Prost 5.552 20.827
ONU 10.404 46.726
Kofi Annan 1.114 17.758

O que isso quer dizer? Bem, sabemos que o brasileiro não gosta de ler, e quem não gosta de ler não gosta de escrever. Mas gosta de aparecer. Por isso a grande quantidade de artigos sem conteúdo. Vale a o volume, não a qualidade.

Pesquisando sobre distúrbio bipolar para este texto aqui, dei de cara com um artigo na Wikipedia brasileira.. vejam a pérola:

O distúrbio bipolar é uma patologia que ataca índece alarmante de pessoas hoje em dia.

Meu amigo, se você mal consegue escrever corretamente, não se meta a participar de uma enciclopédia. “indece” é o cacete. Falta simancol, coisa que há em outras versões da Wikipedia. Aqui, vai ter gente reclamando pois eu estou violando o direito democrático do analfabeto acima se expressar.

Democracia o cacete, estamos falando de uma fonte de informação que será usada por outras pessoas, querer publicar algo lá, sem a menor qualificação ou sequer dominando o idioma é, para mim, muito pior que vandalismo pura e simples.

Quanto ao erro factual, não, meu amigo, o distúrbio bipolar não ataca ninguém, não é nenhum bicho, e a quantidade de casos sempre foi constante, o que mudou foi o método de diagnóstico. Os casos de possessão demoníaca diminuiram, sabia?

A Wikipedia Brasileira é, no momento, uma fonte de informação não-confiável. Alerto a todos para não utilizá-la. Usem a Wikipedia em inglês ou então o Google, de preferência checando suas fontes. Com isso o “indece” de informação errada em seus trabalhos com certeza diminuirá.

ATUALIZAÇÃO:

Seguindo o comentário feito pelo Alex Hubner, li seu relato assustadorl da Stalinização da Wikipedia em português. Muito triste ver que esse é o destino de todo projeto comunitário no Brasil.


Technorati : , , ,


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional CARDOSO

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Realmente a Wikipédia brasileira, embora costume aparecer nos primeiras páginas do google, é de uma qualidade rasteira. Acho que a grande questão que impede sua melhoria é a guerra de poderes em seu bastidores. Basta visitar a página de alguns moderadores que você verá frases um monte de frases de efeito a respeito de si próprio. Infelizmente parece que há mais arrogância e prepotência do que vontade de criar algo coletivamente.

    Infelizmente autogestão não funciona pelas bandas de cá. Lutou-se tanto por democracia nesse pais e basta ver a qualidade dos eleitos.

    Tal como é no micro e no macro.

  • Boicotar resolve ? Acho que o ideal seria corrigir o "indece", e usar a opção de debate para tentar sugerir mudanças em artigos incompletos, ou até complemetá-los.

    Eu consulto bastante a versão em inglês, por ter mais conteúdo, mas isso não quer dizer que seja confiável. Desconfio da versão em inglês tanto quanto da versão em português, e nunca uso como única fonte de pesquisa.

    • Enderson
      Gostaria de saber do amigo se possível, me respondesse porque a wikipedia, ou seja, seu "esqueleto", é todo em portugues de portugal.
      Outra coisa, e isso é mania de brasileiro, porque ao invès de criticar, o autor deste artigo não procura melhorar o que há de ruim.
      CUIDADO COM A CRITICA SR, CARDOSO. NÃO JULGUE AS PESSOAS DA FORMA COMO FAZ EM SEU ARTIGO. POR QUE NÃO AS ENSINA? CRITICAR É MUITO MAIS FÁCIL DO QUE ARREGAÇAR AS MANGAS E TRABALHAR NO SENTIDO DE MELHORAR AS COISAS.

  • Ok, vc tem razão, muitos artigos da Wikipedia Brasileira realmente são fracos. Mas não é assim que conseguiremos mudar essa realidade. Se todo mundo que consegue escrever algo descente e confiável para nossa comunidade agir assim, nunca teremos algo que preste.

    Todo mundo aqui conhece alguém capacitado para escrever sobre algum assunto, certo!? Então vamos instigar essas pessoas a escrever e corrigir o que há de ruim/errado.

    • Ivan Gomes Pereira

      Descente???

      Vamos consultar pelo menos o dicionário.

  • A Wikipedia em português não é apenas brasileira…

    • IagoHiei

      Dessa eu não sabia x.x.
      Aliás, não tinha certeza ;P

  • A Wikipédia em português é muito triste. Assim que conheci até comecei a colaborar com algumas coisas mas depois desisti, parece que você esta nadando contra a maré. Muitos erros de gramática, muito artigo vazio e o pior de tudo, ainda tem briguinhas entre grupos de interesse.

    Algumas coisas se salvam, procurem os artigos sobre futebol. Hehehe… é Brasil.

    • IagoHiei

      ;PP pior que é mesmo. As brigas dos grupos são as piores ¬¬.

  • George Arraes

    Concordo plenamente. O pessoal tá interessado mesmo é em escrever algo para aumentar o número de artigos no seu nome. A grande maioria dos artigos são minúsculos e me causam uma enorme decepção. Brasileiro gosta de quantidade, não de qualidade. Exemplo? Fóruns. Maldito seja o inventor do contador de posts em fóruns, e tem uns que ainda põe uma qulificação baseada na quantidade de posts, como Geek, Master Nerd e etc.

    Isso é Brasil.

  • Eu penso justamente nisso quando vou pesquisar algum artigo na Wikipedia, sempre a uso na versão em inglês pela deficiência que são os artigos em português.

  • Particularmente prefiro o velho e bom Google.

  • Muriel Gottrop

    Pois é. Mas você está comparando realidades diferentes. Se quiser ser justo, compare também o tempo de atividade da wikipédia inglesa com a portuguesa. Compare também o número de usuários. E sem esquecer o fato de que qualquer pessoa que navega na net é um pontencial contribuidor da inglesa, enquanto que na portuguesa… bem, só nós os lusófonos. E como contribuidora há mais de 3 anos de ambos os projetos, posso dizer que há 3 anos, a wikipédia inglesa era semelhante à portuguesa. E, para terminar, lembre-se que a wikipédia é um projeto de responsabilidade partilhada, por isso, as a "diferenças gritantes" sao também culpa sua, uma vez que nao contribui e se recusa a fazê-lo. Cumprimentos. Muriel Gottrop

  • Daniel Indech

    Infelizmente teu texto é falho, fraco e contraditório. Como membro da Wikipédia, primeiro preciso avisar que ao fazermos uma crítica de um determinado assunto, precisamos ao menos conhecê-lo em primeiro lugar. Nada mais justo. Seu texto é falho quando informa que a Wikipédia em Português é brasileira, quando conta com uma parcela significa da comunidade de origem de Portugal, além de membros de outras nacionalidades. Outra falha é criticar os brasileiros, dizendo que eles gostam de cultura menos que outros povos. Deveria se envergonhar. Descontextualizar o cenário cultural mundial, deixar de avaliar a evolução do Brasil nesse sentido, isso se não for puro complexo de vira-lata. A Wikipédia em português, apesar de contar com um óbvio número 10 vezes inferior de usuários tem apenas 8 vezes menos artigos que a versão em inglês. Se você não tem o conhecimento, pode verificar na própria Wikipédia que a população dos países cuja língua oficial é o inglês é muitas vezes superior ao lusófonos. Da mesma forma, dos países que falam inglês, muitos são considerados desenvolvidos, ou seja, contam com acesso fácil à internet para boa parte da população. Comparar os números das duas Wikipédias, é, portanto, no mínimo irresponsável. Seu texto é fraco porque falta consistência na argumentação do começo ao fim. Talvez você não saiba, mas o tamanho de um artigo não diz respeito à sua qualidade. Uma coisa é o tamanho, outra é o conteúdo. Muitos artigos em português sobre os mais diversos assuntos, incrivelmente superaram artigos em inglês em quantidade e qualidade. Mas isso não foi mostrado acima, lógico. Assim como também não foi mostrado que a diferença de tamanho entre as duas enciclopédias vem diminuindo a cada dia, uma vez que o crescimento da versão em português é ligeiramente maior. Isso é sinal de sucesso. E por fim, seu texto é contraditório. Se você mesmo afirma que boicota a versão em português, como pode cobrar que ela evolua e tenha a mesma qualidade que a versão em inglês. De onde eu venho, você ganharia o apelido de "embalo" ou "maria-vai-com-as-outras". Se não quer ajudar a Wikipédia em português e prefere jogar pedras, então por favor, aprenda a criticar antes.

  • Muriel Gottrop

    Eheheh! Exemplos: Jacquerie, The Birds of America (nao existe em inglês), Apodidae, Saco de plástico, Darkover, História política dos Jogos Olímpicos de 1936 (mas é desporto, nao sei se lhe interessa), ciclo da borracha (nao existe)… etc (e fui só aos que já sabia, nem procurei). É só nao ter má vontade e nao querer comparar duas wikipédias que têm 3 anos e Muitos usuários de diferenca… Mas como você leva mesmo a sério o apelido de "contraditório", o melhor é nem levar a sério as suas colocacoes… Saúde!

  • Caro Wikieiro: Meu texto é contraditório? Veja o nome do blog.

    De resto, não reclamei da QUANTIDADE de artigos e sim de sua QUALIDADE.

    Você tenta argumentar que os artigos da Wikipedia brasileira são pequenos mas são bons? OK, visite os dois artigos do Kofi Annan e tente repetir isso na cara dura.

    Me mostre artigos mais abrangentes em PORTUGUÊS do que em INGLÊS, que não sejam de Futebol ou algo eminentemente local… estou esperando.

    MURIEL Esse truque não cola comigo. “não pode falar mal pq é um projeto que todo mundo pode colaborar” é uma desculpa infantil para tentar justificar o indefensável. É ruim e ponto.

    • Marcus

      Cardoso:

      Você poderia responder com um simples "I rest my case". O post do wikipedian acima é a comprovação de tudo o que você disse.

  • Muriel Gottrop

    Nao resisto a mais um, o meu preferido: Cotovia-da-Ilha-Stephen.

  • Nuno Tavares

    Tendo em conta que a Wikipédia é uma enciclopédia em construção permanente, eu não acho nada mal esta entrada. É irresponsável comparar, sequer, um artigo destes com en:Aaron Spelling, por vários motivos. Infelizmente, muitos olham para a Wikipédia portuguesa como uma Wikipédia _feita_, e não é esse o caso. Estamos a anos-luz da Wikipédia inglesa, nem sei porque se dão ao trabalho de assumir, ignorantemente, que pertencemos todos ao mesmo grupo de editores… enfim. Podia nem sequer existir [[Marlene Mattos]]. Quanto à comparação, «Compare com a biografia de Aaron Spelling, na Wikipedia “de verdade”», o que eu posso dizer é: Compare [[Afonso de Paiva]] na enciclopédia lusófona, com o respectivo na Wikipédia anglófona. Compare [[Descoberta do caminho marítimo para a Índia]] com…. nada… porque, afinal, a Wikipédia de verdade nem esse artigo tem — POR ENQUANTO!

  • A Wikipédia lusófona (não a "Brasileira" – nem vou comentar o chauvinismo implícito no título deste artigo) é uma enciclopédia em construção. Tem muito artigo mau e com muita treta misturada. 100% de acordo. Mas, infelizmente, o pior é a falta de boa vontade, de entusiasmo, de orgulho, dos lusófonos em geral que são como você: muito opinativos mas sem uma ponta de vontade em mudar as coisas. E poderia indicar, de facto, muitos artigos da Wikipédia em português que são, de longe, muito melhores que os artigos da Wikipedia em inglês (muitos mais que os indicados pela Muriel). Mas sabe uma coisa: não o farei. Em vez disso, vou trabalhar no artigo do Mies van der Rohe, que ainda está muito mauzito (feito principalmente por mim, mas ainda mauzito) mas que, ainda assim, é o mais completo, mais organizado e mais ilustrado de todas as Wikipédias. Poderia, de facto, estar também a escrever um post, no meu blog, sobre a ignorância dos lusófonos em geral. Em contrpartida, prefiro fazer algo de útil. Fique bem com a sua consciência contraditória (se é assim tão contraditória, faça jus ao nome e comece a participar na Wikipédia – sinta a dialéctica na própria pele e não apenas no nome do seu blog). Abraços wikipédicos.

  • Os cães ladram e a caravana passa. Estou escrevendo um artigo pro MeioBIt, precisei fazer uma referência às Três Leis da Robótica, de Asimov. Pois bem, comparem a BOSTA do link da Wiki em português com o EXCELENTE verbete na em inglês.

    Desculpe, gente, mas A WIki em português é um lixo e não me atende. Como consumidor, escolho não usar o produto, simples assim.

    • Leon Antoniel

      Lamentável tua atitude, que prefer destruir ao invés de construir. Uma sugestão: DE EM TEU BLOG UM CURSO DE COMO SE EDITAR NA WIKIPEDIA. QUE TAL?

  • O problema da Wikipedia portuguesa não é tanto o conteúdo, mas quem faz ele. Recomendo a leitura do texto de minha autoria: Cuidado com os xerifes da Wikipedia.

  • Lucpilla

    Eu li os teus disparates e todos os comentários dos meus companheiros de edição na wikipédia lusófona. Só resolvi escrever aqui (exitante, já que isto só te dá mais cartaz, desnecessário), porque penso que ninguém te disse ainda o que eu gostaria de dizer.

    Tenho 46 anos, nível universitário e uma filha de 10 anos (e mais de 20.000 edições na wikipédia, o que tem pouca importância). Sabes quantas vezes a wikipédia lusófona me decepcionou nas pesquisas escolares da minha filha? NENHUMA.

    Se isso não te diz nada, só espero uma coisa: que o teu blog, fórum ou campanha (sei lá o que é isso)caiam no ostracismo, rapidamente. Porque só estás prestando um deserviço à humanidade, especialmente àquela parte que fala a nossa língua…

    Para reflexão: qual o teu intuito?

  • Lusitana

    Se todos fossem como o autor deste artigo, a Wikipédia lusófona (e não somente brasileira) não estaria má como o próprio nos leva a crer. Estaria simplesmente nas ruas da amargura. Felizmente existem pessoas interessadas em colaborar e em criar os muitos artigos (sim, muitos) de boa qualidade que já existem. E quem tenha vontade de corrigir os erros normais de um projecto em desenvolvimento ao invés de ficar a cuspir para o ar. A Wikipédia lusófona e a anglófona não podem ser comparadas pelas diversas razões já referidas, e insistir nisso é ignorar os factos. Uma coisa é certa, ambas têm erros e artigos de qualidade. Podia-lhe referir vários artigos de qualidade que não existem na Wikipédia em inglês, mas prefiro que os descubra por si se quiser. Talvez aprenda alguma coisa -> e em português! Cumprimentos wikipédicos.

  • Manuel Anastácio

    Como consumidor tem o direito de não consumir a Wikipédia em português. Como lusófono que é, devia ter vergonha da sua militância pela burrice. Eu, como consumidor, não volto aqui a pôr os pés. Por isso não responderei a qualquer comentário que venha a colocar posteriormente. Espero ter o gosto de jamais me encontrar com a sua excelsa pessoa. Saudações wikipédicas.

    • Eça de Quer&o

      A wikipédia brasileira não portuguesa já censura deste lado do Atlântico

  • Sock

    Em tempo: O que acontece por lá é isso mesmo que tem acontecido por aqui. Não pode haver opinião discordante que logo te tratam com a estupidez típica dos arrogantes.

  • Lucpilla, tenho pena de sua filha, por ela estar exposta a tanta falta de informação. Se ela fosse fazer uma pesquisa sobre o Kofi Annan ou as 3 Leis da Robótica estaria muito melhor servida pela wikipédia de verdade, em inglês.

  • Manuel, quem milita pela burrice é você, que ao invés de reconhecer o problema e tentar melhorar o SEU projeto, ataca quem demonstra suas falhas.

    E já que você está tão decidido a não botar mais os pés aqui, não vai usar meu site para fazer propaganda de seu blog. Por isso removi a URL de seu comentário.

  • Sock

    Realmente esse projeto poderia ser muito melhor se não tivesse tanta prepotência e arrogância por parte de muitos por lá. Existe sim muita quantidade de artigos e pouquíssima qualidade,infelizmente.

  • Barão

    O Cardoso está certo mesmo. Aquilo ali é um antro de burrice e mal gosto. Saudações vandalizianas.

  • Lu

    "Exitante"?! Será que o caro comentarista n. 17 quis dizer "hesitante"?…

    Eu, por preguiça de ler em inglês, acabo pesquisando sempre na versão em português, mesmo. Textos sobre informática costumam ser bem escritos, o que condiz com o perfil de quem utiliza mais intensamente as ferramentas da internet. Já achei textos interessantes em outras áreas também, como o de "Friends" – praticamente a versão traduzida do texto da Wikipedia em inglês, mas isso não lhe tira o mérito.

    Também já encontrei muita, muita porcaria, é verdade. Coisas mal escritas, informações erradas, textos incompletos (dando a impressão de que a preguiça foi maior que a boa vontade do colaborador em chegar ao fim do assunto).

    Fiz uma ou outra colaboração e tenho planos em colaborar mais. Embora concorde com a crítica, ainda acredito na Wikipédia em português como forma de facilitar a propagação do conhecimento.

    Agora, sem desmerecer seu texto, Cardoso, a parte mais divertida deste artigo foi ler os comentários de gente fanática, hehehehe!

  • Glum

    Muito bem, batam palmas para mais uma demonstração de uma pequena parcela da população Brasileira que sem perceber se diminui perante a outras populações mundiais.
    Brasileiro é analfabeto cultural, Brasileiro só gosta de futebol e mulher pelada, a mulher Brasileira é P*. Que outras mais conclusões estapafurdias podemos ouvir, ler e coletar por ai.
    Seu texto é contraditório sim, mas não como esperado (contraditório a algo ou algum lugar comum). Seu texto é contraditório na sua própria existência, é contraditório em seus próprios argumentos, o que o deixa indigno até de ser analisado pela maior parte dos Brasileiros, que não são preconceituosos, e não se limitam a analisar os fatos de dentro de seu lugar comum. Abraços amigo meu, e por favor, para o bem do nosso país, analise-o com o devido merecimento, não joge pedras na terra que te alimenta.

  • Sock

    Esse tal de glum falau, falou e não disse nada. Outra coisa: Mulher brasileira P* só se for a tua e falar de contradição aqui não tem nada a ver. O que o Cardoso disse no início mantem até o final. E pra terminar, não é joge e jogue. A VERDADE DOI.

  • Glum

    Foi exatamente o que eu falei.. em quanto falamos mal de nós mesmos, e ficamos no lugar comum (somos um povo aculturado, somos um povo analfabeto, somos um povo que nao entende de política, somos um povo não intelectual.

    "não temos gente qualificada suficiente . O resultado é uma enciclopédia com milhares de artigos, quase todos muito ruins".

    "Há milhares de artigos que são criados apenas por status, para o sujeito dizer que “nossa, eu sou autor da Wikipedia”

    "Bem, sabemos que o brasileiro não gosta de ler, e quem não gosta de ler não gosta de escrever."

    "Meu amigo, se você mal consegue escrever corretamente, não se meta a participar de uma enciclopédia."

    É sobre isso que estou falando, alguem que não sabe qual o significado do projeto, e qual a maneira com que o projeto se organiza.

    Trabalho em equipe, complementariedade de falhas ERRO + ERRO + ERRO = semente, que pode brotar e virar um acerto.

    Não estou criticando o seu texto, mas apenas pedindo para que olhe o macroambiente ao invez de apenas o microambiente…

    Parece que o sock não entendeu o que eu escrevi.. vai la na wikipedia que eu te ajudo

    abs

    Glum

  • Fernando

    De cabeça, posso lembrar de alguns artigo da Wikipédia lusófona que considero superiores a versões de qualquer outra versão: Irineu Evangelista de Souza (só existe na pt), Fernando Pessoa, Lei de Linus, Bem-te-vi, Museu da Língua Portuguesa, Abade, Abadia, Anneliese Michel, Molière, Dante Alighieri, Escândalo do Mensalão, etc.

    Nenhum envolvendo futebol ou qualquer outro esporte diretamente.

  • Não é de hj que a democratização do conteúdo é confundida com a multiplicidade de conteúdo com qualidade. São coisas bem diferentes.

    E a Wikipedia tá dentro disso. É um projeto utópico e chega a ser cômico eles tentarem afirmar que são tão ou mais confiáveis que a Britannica.

  • Rodrigo

    Ao autor do Blog: a escória da Wikipedia portuguesa baixou aqui: Muriel (conhecida como vaca autoritária), Indeech, Manuel Anastácio, Nuno Tavares, Lucpilla e demais figurinhas que fazem da Wiki PT um lixo desde que formaram uma panela pra barrar o fair use.

    Só falou o nazista Michslindwein mas esse graças a Deus não deve gostar de Blog. Dá uma passada la na Esplanada pra rir um pouco deses retardatários que nadam no lixo do POV e do vazio de esboços que é a Wikipedia PT.

  • Pingback: Mataram os Thundercats! | Mundo Bizarro()

  • Eu só não entendo porquê comparar a Wikipedia portuguesa com a inglesa, e somente com a inglesa. Primeiro – pelo menos da minha parte – o sonho da minha vida não é ter uma pt-wiki igual ou à altura da inglesa, portanto, ela (a en-wiki) é ótima como uma fonte de idéias, mas não como um modelo a ser seguido ou como um nível a ser alcançado. Segundo, existem muitas outras wikipedias para vc comparar – caso seja algo muito importante compará-las. No mais, concordo com o que a maioria dos wikipedistas disseram, especialmente sobre o tempo de existência da wikipedia.

  • Thiago

    Você está correto, Cardoso: a Wikipedia em português é um lixo. Como não sou nem um pouco patriota na hora escolher quaisquer produtos que vá consumir, e é exatamente isso que uma enciclopédia é, eu simplesmente nem uso a versão luso-brasileira. E "prestigiar o esforço brasileiro" é o caralho, pra quem vier com esse argumento. A versão em inglês é infinitamente melhor, e isso é FATO.

    Me desculpem os patriotas tupiniquins, mas usar a Wikipedia em português é só pra quem não sabe inglês mesmo, e ainda assim recomendo o Google. Só lamento pra quem quer se expôr a essa versão em português da Wiki, com tanta desinformação.

    Quem gosta de Brasil que fica com esse lixo aí, como são também a maioria dos produtos nacionais.

  • Meu caro amigo… primeiro: a wikipedia em português nao pertence exclusivamente aos brasileiros (é de uma extrema presunçao pensar assim). Existem centenas de artigos em portugues redigidos por portugueses e por outros que escrevem em portugues, e bem redigidos. Segundo: é um conceito em construçao. Se esta mal, corrige-se, nao é passando para o ingles que vai melhorar. Terceiro: se precisar de ajuda para encontrar bons artigos em portugues de Portugal, eu ajudo.

  • Então tão, vamos lá; escrevi um artigo, queria linkar para o termo "POGROM". na Wikipedia em português, uma porcaria, traduziram o início do artigo em inglês. Na wikipedia original, SEIS VEZES mais informação.

    Outro artigo, queria linkar para a entrada sobre Donald Shimoda, personagem de Richard Bach, conhecido de todo mundo que leu Ilusões. Wiki original? Lá está. Em português? Sequer existe a entrada.

    Desculpe, mas como vejo TODOS OS DIAS a wiki brasileira, portuguesa, angolana, não me serve de nada. A menos que eu faça um artigo sobre futebol e todos os sinônimos para o termo "vagina".

  • Sock

    Se procurar sobre atriz pornô e sobre desenhos japonês (que instrutivo para as criânças) também vai encontrar um vasto material. Carsoso, a wiki-pt não é tão ruim assim.

  • Não perco meu

    Basicamente, você é apenas um palhaço complexado. Tchau.

  • Basicamente, você comprova tudo que demonstro no artigo, obrigado. Ah sim, não preciso me mudar para os EUA, com a Internet acesso a Wikipedia em inglês facilmente de onde quiser.

  • Gandalf

    Já que você leu o artigo em inglês e viu que era melhor que o em português, poderia ao menos ter traduzido uma parte do inglês. Teria sido útil ao menos uma vez na vida.

  • Bruno Lessa

    Eh eh… você é bom de marketing cara! É isso aí, é saber o quê chutar, como chutar e aonde chutar, e pronto: Seu blog está cheio de "posts" (não é isso que brasileiro gosta?). Seu anúncios do google devem estar dando um bom dinheiro, e é isso… gerar polêmica é "contraditorium". Parabéns, pois se queria chamar a atenção, você conseguiu.

    Já que você gosta de frases prontas, aí vai uma: os brasileiros gostamos de críticar tudo, tudo mesmo! Somos tão críticos que preferimos ganhar dinheiro construindo críticas, do que realmente trabalhando para melhorar o nosso lugar.

    Você gosta do seu trabalho, correto? Pois Eu gosto do meu na wikipédia.

    Eu até estou lhe elogiando, pois você é um cara "issperto" e sabe ganhar dinheiro. Pois bem, seja esperto mais um pouco, e nos ajude a melhorar um trabalho que não é para mim e nem os demais wikipedistas, e sim para toda a sociedade. Um dia um filho (ou neto) seu vai se beneficiar do nosso trabalho.

    Abraços fraternos,

    Bruno Lessa (usuário brunoslessa da wikipédia portuguesa).

    • Esse babaca aí é tão fervoroso editor e defensor da wikipédia que a página dele na wiki o mostra como "Usuário inativo". Muito bem.

      Antes que falem de stalking, foi ele mesmo que falou o usuário dele lá na wiki-pt.

  • Olá. Tudo bom com você?

    Por favor dê uma olhada nesta publicação já que você ama tanto entrar na Wikipedia.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Contraditorium

    Tchau gracinha!

  • Tem atualizações pra você no Contraditorium, vai lá lindão.

  • Você faz o que? USP?

  • Pingback: Contraditorium » A Stalinização da Internet - ou: Cardoso deu na Wikipedia()

  • George Arraes

    Cardoso, com idiotas e xiitas (sejam eles linuxistas, wikipedistas ou quaisquer outros) eu não discuto, mando logo ir tomar no cú. Acho que você deveria ser um pouco mais radical também, evita stress. Tem gente que não aceita opiniões contrárias,(!!) depois, leva uma surra e não sabe o motivo!

    Abraço.

  • Rena

    Gostei do cachorrinho aí em cima da página…sobre as wikis não há medidas de comparação, ainda. Poderemos ser cooperativos e não achincalhadores da nossa atual biblioteca virtual. Por que as coisas não podem melhorar? É claro que há textos que dão vergonha, mas nem por isso vamos parar de escrever e sermos muitas vezes surpreendidos com cabeças pensantes dos editores de nossa wiki.

  • David Andrade

    Estou na wiki e entendo a disparidade que você apontou ser causada por outra disparidade. Existem mais de 2500 editores com mais de 3 mil edições na wiki anglófona. Os anglófonos são uma população com quase o drobro de falantes e leitores. Existem colaboradores neste idioma em praticamente todos os lugares do mundo sendo mesmo o idioma mais recomendado para se escrver qualquer texto, mas não restringir-se a um único idioma é empobrecer intelectualmente seu universo de sentimentos e de sociabilidade. Reavalie sua postura e ajude não se irritando com as colaborações pobres e desqulificadas. Ajuda muito qualquer tradução de qualquer testo melhor ou acrescentando ao texto já existente em português.

    Bos sorte. David Andrade

  • Pingback: ‘Too Much Idiuts: Why I Boycott Brazil Wikipedia’ « NMM Business Continuity()

  • Fagri

    Só para ficar sabendo. Dizem por aí que a wikipedia de melhor qualidade que existe é a alemã (de.wikipedia.org), mas a inglesa é uma das melhores. O problema é que eu não sei alemão :((.

  • Diego Mitsuo Toyama

    Cardoso, concordo com você em todos os pontos.

    Minha professora de biologia já alertou sobre vários artigos errados da Wikipédia que aparecem nos trabalhos que ela pede.

  • Manu

    Realmente, tem alguns que acham que a wikipédia é propriedade deles. Aí vai o nome de alguns dos xerifes (pelo menos os mais reclamados, os mais censuradores):

    – Rangelpalma

    – Fernando S. Aldado

    – Leslie

    – 555 (conhecido como Lugusto)

    – Salles Neto

    – Gaf

    – Adailton

    – Daniduc

    – Arges

    – Dpc01

    – Dantadd (um dos piores)

    – EMP (conhecida como Nice, também é difícil de engolir)

    – Mschlindwein (ô nome hein! Outro que também é bem censurador).

    – OS2Warp (certamente o pior de todos, se acha, realmente, "O DONO" da wikipédia)

    Bem, essa é a lista da vergonha. Perceba que é composto de brasileiros apenas, não tem nenhum português, o que mostra o diferente nível de civilidade entre portugueses e brasileiros e o quão maduros são os usuários portugueses e imaturos são os brasileiros.

    Mas o pior é que tem alguns dos bons que estão deixando de ser administradores. Dois desses são o Hinkel e o Andreas Herzog, que deixaram de ser administradores. Uma pena!

    Tem alguns administradores novos chegando, vamos ver se eles dão uma cara nova a wikipédia, ou se vão se alinhar a esses demônios.

  • Janice

    COMENTÁRIO DE JANICE

    DESCULPEM-ME PELA INTERFERÊNCIA TARDIA, MAS SÓ ENCONTREI ESTES COMENTÁRIO AGORA.

    ACREDITO QUE NO BRASIL MUITAS COISAS SÃO MODISMOS.

    A WIKIPÉDIA PODE TER TODOS OS "PORÉNS" DO MUNDO, MAS CONCORDO COM ALGUNS QUE DISSERAM QUE DEVEMOS TENTAR MUDAR ESSA SITUAÇÃO.

    SE TEMOS UM ESPAÇO PARA SER USADO PARA VEICULAR BOA INFORMAÇÃO E CULTURA, POR QUE NÃO UTILIZÁ-LO?

    ALÉM DISSO, DIZER QUE BRASILEIRO NÃO GOSTA DE LER É NO MÍNIMO REDUCIONISMO. ALGUNS PODEM ATÉ NÃO GOSTAR DE LER LITERATURA, MAS NÃO OUTROS TEXTOS DE INTERESSE PESSOAL.

    TAMBÉM HÁ O PROBLEMA DE QUEM NÃO SABE PROCURAR MUITO BEM.

    POR EXEMPLO, NO CASO ACIMA CITADO POR CARDOSO A RESPEITO DE BIPOLARIDADE,VC PODE PROCURAR COM VÁRIAS ENTRADAS: BIPOLARIDADE, DEPRESSÃO MANÍACO-OBSESSIVA, ETC.

    SE PROCURAR POR "DISTÚRBIO BIPOLAR", POR EX., VAI ENCONTRAR ISSO

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Psicose_man%C3%ADaco
    NÃO ENTENDO PORQUE ELE NÃO O ENCONTROU.

    NÃO ESTOU DIZENDO QUE É UMA INFORMAÇÃO COMPLETÍSSIMA, MAS NÃO É TÃO RUIM ASSIM. E PODE AINDA SER ACRESCIDA DE OUTRAS INFORMAÇÕES RELEVANTES POR ALGUÉM QUE ENTENDA MAIS DO ASSUNTO.

    ASSIM, RECLAMAR TANTO E BOICOTAR UMA COISA PÚBLICA NÃO ADIANTA, ANTES DEVE-SE COLOCAR EM DEBATE (PARABÉNS!) E TRABALHAR PARA QUE O ESPAÇO MELHORE EM CONHECIMENTO EFICAZ E DE QUALIDADE.

    SOMENTE COM A COLABORAÇÃO DE TODOS PODEMOS MUDAR O ASPECTO DAS COISAS.

    NÃO PRECISAMOS NOS COMPARAR A NINGUÉM, MAS LUTAR PARA QUE A DIVULGAÇÃO DE UM CONHECIMENTO LEGÍTIMO POSSA FAZER-SE POR INTERMÉDIO DO POVO DO BRASIL TAMBÉM. ALIÁS, PAÍS ONDE HÁ PESSOAS QUE ESTUDAM E QUE SÃO INTELIGENTES O SUFICIENTE PARA COLOCAR NOVOS E BONS TÓPICOS NA WIKIPÉDIA BRASILEIRA, E PORQUE NÃO??

    OU SERÁ QUE DEVEMOS DESCARTAR TUDO O QUE SEJA DEFEITUOSO NESTA VIDA??????

    ABRAÇOS

  • Augusto santos

    Bem, reparei toda a conversa é realmente deplorável o amanhã da nossa sociedade (li todos os textos ponto a ponto)

    O que será do futuro de nossas crianças?

    Vocês já pararam um pouco para pensar nisso ao invés de ficarem defendo sobre um 'sistema artificial' que é a internet, pois no meu colégio não recomendo 'wikipédia' de forma alguma e nem sites para pesquisas por serem tudo muito resumido, incompleto, triste mesmo… Recomendo sempre ler um livro.

    wikipedistas (acho que nem sei escrever isso)

    Um recado pra vocês!

    É tolice esperar a melhora dos tolos!

    Filhos da sabedoria, façam tolos!

    Dos tolos, como deve ser!

    Ou seja, vocês tolos wikipedistas que não saem da ignorância!

    Wikipedia é realmente um sistema deplorável! Insistidos por aqueles que se acham filhos das palavras ou sabedoria, mas que na verdade são bandos de sonhadores vâs.

    A inteligência brasileira precisa realmente de um reparo. Tirarem todos os administradores do wikipédia e começar tudo de novo. Pois o projeto é bom, mas quem opera é realmente muito pífia para tamanha proposta.

    Vocês wikipedistas podem enganar aos burros e idiotas, mas a mim vocês não enganam.

    Abraços!

  • reynata

    Não recomendo a wikipédia!

    As declarações de quem são a favor da wikipedia é bonita, mas mesmo assim não recomendo!

    Alerta!

    Humanidade em perigo.

    Alerta!

    Humanidade em perigo.

    Alerta!

    Humanidade em perigo.

    A wikipédia é muito ruim.

    É cada uma que aparece aqui no Brasil por isso que o país não cresce nunca.

    Wikipedistas, por que vocês não vão assistir o bbb7? Garanto que suas idéias seriam bem mais aproveitadas.

  • Téo

    Wikipédia é uma bosta! Aqui no sul comprovadamente milhões de pessoas detestaram essa idéia e o pior por causa dos próprios administradores babacas que não sabem nada sobre cultura em massa e ainda fica conjeturando fracamente suas ideologias tolas defendendo um órgão que primeiramente não lhe pertence. Vamos olhar mais para o cidadão ao nosso lado e ajuda-lo de verdade e não transformar em vandalismo ( como os wikipedistas ou administradores dizem e ainda tem cara de pau de acusar em sua política de regras os outros de vândalos se tal e tal…)

    Mas – sempre vem um e tenta defender um absurdo como esse.

    Por isso concordo com o amigo acima – uma vez tolos sempre tolos!

    Não recomendo wikipédia a ninguém como milhões de brasileiros por aí não Recomendariam!

    É cada uma.

    e já que estamos falando dos tolos há um texto de 'André agui' muito interessante que poderia se encaixar aos wikipedistas.

    “Ver um tolo metido a inteligente é só comparar com a vida das plantas, para elas o homem é imóvel.”

    Direito 'CC'

    Autor que achei sem querer pela net.

    Abraços!

  • Pingback: Dissidência » O comunismo e as enciclopédias()

  • Marcelo Germano Alen

    É constatar o óbvio dizer q o artigos da Wikipedia em português são em geral mais fracos, mirrados, incompletos qdo não equivocados e mais tendenciosos q a sua contra parte em inglês. Oa menos p/ qq pessoa c/ o mínimo de bom censo.

    E atira na direção certa em concluir q a causa do problema é a tendência de privilegiar quantidade em detrimento de qualidade, somado ao fato q a comunidade qualificada a contribuir p/ a Wikipedia em português é ser certamente muito menor q aqueles capacitados a fazê-lo em inglês.

    E ainda poderíamos dizer q quem é capaz e interessado em contribuir acaba debandando p/ a versão inglêsa. Nas minhas modestas contribuições à Wikipedia provavelmente fiz mais pela versão em inglês q pela lusófona.

    Só não posso concordar contigo em propor um boicote a Wikipedia em português. Temos mais é q incentivar as contribuições qualificadas.

    Uma idéia é quem sabe fazer uma comparação entre os mesmos verbetes em inglês e português e seguir traduzindo, adaptando e completando de uma versão p/ o outra. Além é claro de trazer informações de outras fontes, incluir links externos p/ enriquecer o conteúdo dos verbetes.

  • oieojfoj

    "Dantadd (um dos piores)", alguém conhece algum podre desse mentecapto na wikipédia? Precisamos de provas para tirar o status de administrador desse calhorda, ou, pelo menos, pedir o bloqueio por algum tempo desse lixo humano.

  • A WIKIPEDIA NAO EH S

    FODA-SE INVEJOSO DIREITISTA DE MERTAS, E MORTE A TODOS OS ELITISTAS FDP. VOLTE PARA AQUELE SÍTIO NAZISTA DO MSM CHUPE O PAU DO OLVO DE CARVALHO E DEIXE A WIKIPEDIA EM PAZ, BOQUETEIRO.

    E TODOS VOCES VAO TOMAR NO CU TB. SE EU QUISER FAÇO O DESCARREGAMENTO DO MEDIAWIKI, OU JSPWIKI, OU QUALQUER PROGRAMA AÍ E CRIO O CONTRADITORIUMEHUMBLOGINVEJOSOPORQUEACHAQUEPODEREGULARALIBERTADEDEEXPRESSAONANET.WIKI.COM

    GOSTOU, BUNDAO? MANDA ESSA PROS CARAR DA BOSTA DO GOOGLE.

    PAU NO CU NA VACA VELHA DA TUA MAE QUE INFELIZMENTE TE BOTOU NO MUNDO, DEVIA TER ABORTADO A LEITOA

    • Isso que dá deixar computador liberado na APAE.

    • NestorBendo

      Esse não é o tipo de sujeito que faz alguns perderem a fé na humanidade?

  • É. Como demonstrado a Wikipedia é formada por gente inteligente, articulada, democrática e racional.

    Cara, muito obrigado. Imbecis como você são tudo que meu artigo tenta demonstrar que há de errado com a wikipedia. Obrigado mesmo.

  • Pingback: Sexta Feira 13 « episthemologie()

  • Luiz

    O Cardoso não boicota totalmente a wikipédia de língua portuguesa. Teve um texto que você falou sobre meme, e você usou um artigo da wikipédia lusoparlante.

    O problema (creio que você já deva ter ouvido isso mais de 1 milhão de vezes, desculpe-me a prolixidade) é que a grande maioria do pessoal de lá só quer saber de quantidade, e não de qualidade. Embora existam pessoas que peçam que seja incrementada a qualidade dos artigos, que seja olhada a qualidade dos mesmos; aparenta que essas pessoas estão falando diretamente com uma porta.

    De fato, você só vê o pessoal preocupado com a qualidade dos textos quando tem alguma competição valendo "medalinhas", "troféus" e outras "premiações" ridículas. Fora isso, que se dane a qualidade.

  • Luiz

    E tem mais, enquanto nas outras línguas discute-se sobre política, filosofia, ciências, tecnologia, história e outros assuntos importantes e relevantes; na wikipédia de lingua portuguesa discute-se sobre pokemon, anime e outros desenhos podres do mesmo gênero, jogadores de futebol das categorias de base do esporte clube fim-do-mundo, programa de televisão (dos mais estúpidos), comunidades de orkut, "sites" estilo kibe, bandinhas de garagem. Enfim, o supra-sumo das inutilidades, enquanto que o importante é relegado a um segundo (talvez terceiro, quarto ou até mesmo quinto) plano.

    E tudo isso acontece porque a maioria dos usuários de Internet no Brasil é composta de pessoas medíocres. É o pessoalzinho que só quer saber de Orkut e mais nada. Como você disse, é o pessoal que bosteja na vida.

    PS: Desculpe a chateação, é que eu esqueci de escrever isso ontem.

  • Max

    Esse sem dúvidas é o blog mais tosco de toda internet brasileira

    Parabens Carlos Cardoso!

  • Mesmo?

    Curioso, a entrada do Contraditorium na Wikipedia diz que ele é um dos 10 blogs mais acessados do Brasil…

  • abdula

    Não mais respondam a este site.

  • Luiz

    Cardoso, porque você já não expõe o IP e o e-mail dos trolls acima?

    ;-)

  • Luiz

    Cardoso, você fala que só usa a wikipedia de língua inglesa porque lá o conteúdo é mehlor (de fato é).

    Mas eis o que eu achei lá: Procura por Sistemas de informação na wikipédia de língua portuguesa. Agora procura pelo equivalente em língua inglesa. Não sei se você teve a mesma sensação que eu, mas o artigo em língua potuguesa está melhor que o da língua inglesa (está mais completo), por incrível que pareça.

    Eu escrevi esse texto para mostrar que críticas são boas. Contribuo com a wikipédia e recebi de bom grado as suas críticas (bem ao contrário dos outros contribuidores), mas enfim.

  • Pedrow

    Finalmente, o regime wiki-soviético está caíndo, e a brava tropa de guerreiros do Desciclopédia, após essa sangrenta batalha, verá o doce gosto da vitória sobre os opressores.

    Se bem que sempre esteve caíndo. Também, copiar artigos e distorce-los não é muito incentivador à evolução de um crescimento descente…

  • Excelente a sua posição! A Wikipedia realmente merece algo que a faça repensar sua postura como enciclopédia colaborativa: especialmente me incomoda a inclinação de comparar-se a enciclopédias tradicionais como a Encarta e a Britannica. Internet é outra mídia e isso eles não entenderam.

    Aproveito a oportunidade para convidar você a acessar um projeto que nasceu em ironia a Wikipédia: a FREAKPEDIA (http://www.freakpedia.org) um projeto colaborativo de uma enciclopédia de verbetes sem qualquer importância (ao contrário da tão procurada "relevância" dos wikipedistas).

  • Der kenner

    As idéias apresentadas por este blog são muito fracas. Realmente nãp há comparação entre a Wiki:PT e a Wiki:EN pelo tempo de existência e quantidade de falantes da língua. Em algum sentidos este blog é RIDICULO. ao autor, como ja foi dito, É FACIL CRITICAR QUERO VER VOCÊ CONTRIBUIR. Não gosto de escrver com o capslock travado, mas não sei se o HTML funciona aqui.

  • Bruno

    Realmente a wiki portuguesa esta fadada a acabar, pq se esse cara, tao inteligente assim, realmente nunca vi igual(tem premio nobel de roborica?), resolveu boicotar… apesar de me contradizer agora(pois estou postando aki), acho que nos (digo aqueles que tem realmente um compromisso com o conhecimento) deveriamos fazer o nosso boicote. Que tal boibotar os comentarios? Sugiro que tentemos de outra forma dialogar sobre as questoes em jogo aqui, pois discutir com certas pessoas simplismente nao leva a nada. Devemos dialogar de forma produtiva e o q esse cara ta falando nao eh de maneira alguma produtivo, alias nao vale nem a pena gastar tantas palavras com isso como acabei de gastar…

  • NandaB

    Uma palavra basta pra você:

    IGNORANTE!

  • Bruno: Você escreve "simplismente" e quer contribuir pra uma enciclopédia? É, meus argumentos contra a wikipedia em português se provam mais e mais corretos.

    Nanda: Outra para você: INFANTIL idiota que não sabe argumentar contra FATOS.

  • nem terminei de ler os comentários, por isso talvez eu possa ser redundante. Bem, antes de mais nada vou tomar cuidado com minha grafia (apenas perdoe minhas abreviações linguisticas e as faltas de acentuação) pois o clima está hostil em relação a isso!

    Apesar da intolerância e radicalidade demonstrada pelo assunto eu gostei da questão que vc levantou. Eu sou estudante de Comunicação e atualmente realizo pesquisa na área de tecnologia da informação. Em todos congressos que vou sempre surge a questão: "como confiar no conteúdo colaborativo?". E sempre surge a resposta: "mais olhos menos erros".

    Contudo essa questão nunca foi levantada num ponto de vista mais crítico, como por exemplo, "o brasileiro que utiliza a Internet está cognitivamente preparado para as produções colaborativas?".
    De qualquer forma acredito que boicotar a wikipédia lusófona só irá retardar o processo de inclusão digital. Mas veja bem, o sentido que quero empregar aqui de inclusão digital não dar computador e acesso a Internet para todos, mas sim preparar cognitivamente as pessoas para lidarem com tais tecnologias. Nem falando isso parece simples, pois trata-se de uma releitura de signos.

    Bom, meu próximo post será sobre isso, caso ainda tenha interesse nesse assunto dê uma passada no meu blog em breve. Até!

  • Pingback: A Wikipédia lusófona é confiável? « iBlog()

  • Diego Gabriel

    Fiz um monte de artigos lá e só porque um xerife ,fez uma invenção

    o seu mandante me bloqueou toda hora e pior vi alguns artigos na area que não tem nada haver com o artigo ,como Eneida de Morais, que é pesquisadora e não personalidade de carnaval

  • Edjoel

    sempre que leio que algo que mencione, porque os brasileiros…, ou porque aqui no Brasil…, já começo a perceber um pré conceito e normalmente acabo tendo razão, pois os alienantes que financiaram mais de vinte anos de ditadura aqui no Brasil conseguiram, em muitos casos, convencer-"nos" que somos inferiores, ignorantes etc. Porém, o fato é que se não fosse a mão de obra brasileira, o mundo não seria o mesmo, nossos cientistas são os melhores do mundo, nossos esportista, seja em qual esporte for, são os melhores do mundo, nossa música é a melhor do mundo, qualquer categoria que se possa acrecentar a isso, com certeza nos sobressaímos, pena que alguns formadores de opinião que ionsistem em aceitar que todos deveríamos saber "urgh!!" inglês e que deveríamos baixar a cabeça para os norte-americanos. desculpe-me se fugi um pouco do assunto é que fico indignado com certas colocações que são infundadas, povo é povo em qualquer lugar e tanto cá como lá poucos se interessam por cultura.

  • HHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

    cada um que me aparece. Sim, nossos "esportista" são ótimos, mas nossos professores de português deixam a desejar.

    Do resto, nossa enorme coleção de prêmios Nobel e Medalhas de Ouro olímpicas provam o quanto somos bons…

  • Edjoel em 14/10/2007 às 6:04 pm

    sempre que leio que algo que mencione, porque os brasileiros…, ou porque aqui no Brasil…, já começo a perceber um pré conceito e normalmente acabo tendo razão, pois os alienantes que financiaram mais de vinte anos de ditadura aqui no Brasil conseguiram, em muitos casos, convencer-”nos” que somos inferiores, ignorantes etc. Porém, o fato é que se não fosse a mão de obra brasileira, o mundo não seria o mesmo, nossos cientistas são os melhores do mundo, nossos esportista, seja em qual esporte for, são os melhores do mundo, nossa música é a melhor do mundo, qualquer categoria que se possa acrecentar a isso, com certeza nos sobressaímos, pena que alguns formadores de opinião que ionsistem em aceitar que todos deveríamos saber “urgh!!” inglês e que deveríamos baixar a cabeça para os norte-americanos. desculpe-me se fugi um pouco do assunto é que fico indignado com certas colocações que são infundadas, povo é povo em qualquer lugar e tanto cá como lá poucos se interessam por cultura.

    Parei de ler na primeira palavra.

  • Skaertus

    Concordo com o autor. A Wikipédia (em português) realmente é lamentável. Ela contém diversos erros gritantes e os artigos são, na maior parte das vezes, mal escritos e baseados em fontes de informação não confiáveis.

    Há, sim, artigos bons na Wikipédia (em português), mas como acreditar que eles não contêm erros absurdos? Vejam, por exemplo, o artigo sobre o Mercosul (http://pt.wikipedia.rg/wiki/Mercosul) na Wikipédia (em português). Ele é muito maior e supostamente mais completo do que o artigo correspondente na Wikipedia (em inglês): vejam a entrada Mercosur (http://en.wikipedia.org/wiki/Mercosur). O artigo em português, porém, contém a informação (errada) de que a Venezuela pertence ao Mercosul. O artigo em inglês traz a informação correta.

    O artigo sobre o Mercosul na Wikipédia (em português) não tem erros gritantes de português, contém fotos, tabelas, mapas, referências e links, mas isso não o torna um artigo bom. Falta o principal: a informação correta. Como confiar nos outros artigos que também parecem bem elaborados e corretos?

    Devido à pobreza das informações, à falta de pesquisa na elaboração dos artigos, ao despreparo dos autores e à falta de correção (tanto gramatical quanto factual) dos textos, não consulto a Wikipédia (em portugês) e não a recomendo como obra de referência.

    Reconheço, porém, que a Wikipédia (em português) não é a única ruim. A Wikipedia em italiano e em espanhol também são lamentáveis.

    A única em que confio é a Wikipedia (em inglês). Ela contém uma quantidade extraordinária de informação e é constantemente monitorada para evitar erros grosseiros.

  • luiz carlos

    o brasil nao tem wikipedia essa wikipedia e de portugal duhhhhh

  • Pingback: Blog do Lucho()

  • Adriano Couto

    Modo mesquinho e preconceituoso de pensar! Fico triste que você tenha esse ponto de vista carregado de complexo de inferioridade quanto as capacidades do povo brasileiro… Cara, um recado pra ti: se não ajuda não atrapalha! Porque em vez de ficar gastando seus neurônios e seu bom português para criticar a Wikipedia brasileira, não tenta corrigir
    ou incrementar os textos que citou? Porque não tenta criar algo consistente e altruísta visando fins educativos do zero, pra ver se é fácil?
    Fácil é escrever em bom português e ficar criticando os outros né?
    Pois saiba que eu apoio muito mais o indivíduo, que mesmo não sendo nenhum gênio, tenta contribuir com a democratização da informação geral, do que essa sua postura arrogante e recalcada de ficar apontando erros sem procurar corrigi-los. E o que é pior, justificá-los através daquele velho pressuposto: "O que vem dos E.E.U.U. é sempre superior a nossa própria produção…"
    Legal mesmo.
    Continue assim cara!

    • "Pois saiba que eu apoio muito mais o indivíduo, que mesmo não sendo nenhum gênio, tenta contribuir com a democratização da informação geral"

      Isso aí cara. Vamos apoiar o cara que não é nenhum gênio e contribui com sua informação. Mesmo que seja uma informação errada, mas o que isso importa? Ele está fazendo a parte dele contribuindo com a "democratização da informação e do conhecimento da Internet".

      Depois não sabe porque se diz que na verdade vivemos numa era da DESinformação.

      E no mais…

      "O que vem dos E.E.U.U. é sempre superior a nossa própria produção…"

      E.E.U.U.? 1950 mandou lembranças.

  • Flss

    Tem uns artigos que se salvam, mas no geral a wikipédia brasileira(digo,wikipedia em portugues, mas a maior parte dos artigos é escrita por brasileiros, então whatever) é bem fraquinha, quer uma prova dos comentarios sobre a falta de cultura do pessoal que escreve na wikipédia?

    Artigo de Kofi Annan
    1114 caracteres e 3 paragrafos

    Artigo principal do Big Brother Brasil
    mais de 21 mil caracteres, traduzido em diversos idiomas(por brasileiros, só olhar os ips…), sub artigos para cada edição do programa, artigos para participantes, resumos dos acontecimentos, etc, é, big brother brasil tem uma importancia mundial muito maior do que o prêmio nobel da paz(aliás, falando em prêmio nobel, ja viu o artigo sobre ele na wiki-pt?)…

  • vitor

    a wikipedia em português é pior que a wikipedia em inglês isso é um fato. O autor não criticou a idéia de uma enciclopédia colaborativa somente sua versão em português. Não entendi o exagero dos comentarios contrarios ao artigo. Revolta estúpida comentarios sem conteudo.

    • A revolta foi causada porque os wikipedistas da wikipédia de língua portuguesa são um bando de semianalfabetos. Mais um motivo para a wikipédia de língua portuguesa ser uma merda.

  • Marion

    Pior será vc fazer isso. Na verdade vc não só está boicotando como tb mutilando o direito de pelo menos algumas pessoas interessadas em obterem informação. Se a wiki br é fraca, movimente-se em fazê-la melhor! Não fuja desses problemas e nem perca as esperanças, ainda há algumas pessoas que lêem e se interessam por coisas íntegras aqui neste país. Não faça isso!

  • Flávio

    “movimente-se em fazê-la melhor”…

    … esse é o motivo pelo qual todos os projetos “comunitários” degeneram em caos. NUm ato de muita boa vontade eu poderia consertar os erros que eu visse em artigos, ou alertar o autor sobre artigos minúsculos.

    Mas de que adianta eu fazer isso se eu tenho uma maré contra mim?!
    Vida eterna à Desciclopédia e ao todo-poderoso Google!

    Utopias são belas, mas vivemos em um mundo de seres humanos.

  • Eduardo Blooudeear

    Boicotar não resolve nada! As pessoas precisam ir na Wikipedia, ver os links externos e pesquisar nesses sites, eles são mais confiaveis. As pessoas não sabem nem ler nem escrever a Wikipedia.
    É claro que a Wikipedia em inglês será melhor do que a em português, o inglês é a lingua mundial, gente de todo o mundo edita ela. Milhares de pessoas que falam português (não só brasileiros, mas também angolanos, portugueses ….) não sabem falar inglês por uma serie de motivos.
    Ao invés de boicotar a Wikipedia você deveria ajudar colocando fontes confiaveis e evitando que as pessoas leiam mentiras.
    Artigos muito pequenos…. isso é normal! Até na sua amada Wikipedia em inglês existem artigos tosco e insubstâncias como aqueles que você nos mostrou.

  • Felipe Nunes

    Reclama que está ruim? Faz melhor: ou você ajuda o que é "ruim" a melhorar, ou cala a boca dos wiketeiros e faz algo que "realmente preste".

    Ficar falando que algo não presta ou é ruim é extremamente fácil. Fazer algo bem feito…

    Não sou membro ativo e participante da wikipédia, e os poucos artigos que consulto na mesma também procuro completar a informação com outras fontes.

    Afinal é como dizem:

    Copiar de uma fonte é plágio, copiar de várias fontes é pesquisa

  • Andre

    Primeiro: a enciclopédia é livre, entra quem quer, ninguém é obrigado a visitá-la. Numa boa, não gosta, não entra. Ou vai fazer uma melhor, ou procura em outro lugar. De preferência, ao invés de reclamar de um erro, arrume-o.

    Segundo: neguinho que faz ctrl+c ctrl+v pra trabalho tem mesmo é que pegar informação errada e tirar 0.

    Terceiro: a quantidade de informação errada que uma pessoa absorve da wikipédia é diretamente proporcional ao bom senso dela. É possível pegar 100% de informação errada, assim como 100% de informação certa.

    Ainda no terceiro… o cara é burro, vai pegar informação errada mesmo. Só pelo nível da linguagem do artigo ja da pra fazer uma "peneira".

    Quarto: reclamar não é nada construtivo. Faça algo construtivo.

    Quinto: a enciclopédia é nada mais nada menos do que uma representação da sociedade. Toda ela. Também diretamente proporcional. Sociedade lixo, enciclopédia lixo. Até que pro Brasil o nível ta bom.

    Ainda no quinto… neguinho sem bom senso, acredita que sabe alguma coisa que não sabe ou não tem certeza, vai lá e escreve merda mesmo.
    Porra, não sabe não escreve caralho! Ou vai pesquisar antes! Aristóteles ou Platão disseram algo relacionado a isso.

    Sexto: Você quer saber muito sobre alguma coisa, com certeza não é lá que vai aprender. Faça uma faculdade ou curso sobre o assunto. E de preferência compartilhe o conhecimento gratuitamente após aprender.

    Sétimo: as pessoas que ganham dinheiro falando mal da wikipédia não contam. Isso inclui jornal, revista, etc. Essas pessoas estão mais pra mercenários do que pra outra coisa qualquer. Mês que vêm ele mete o pau na seleção brasileira. Vendendo e repercurtindo ta bom. O dono ou fundador(sei lá o que aquele cara é) da Enciclopédia Britânica tá incluido. O cara vende, você quer o que?

    Oitavo: o tanto de gente que reclama… na maior das boas intenções… juntem-se, usem o conhecimento que possuem, e façam algo bom com ele. Bom para o próximo. Isso inclui assumir o que não sabe e não escrever.

    Ou seja: esse é o problema. Para quem não visa o bem do próximo, tanto faz se está certo ou errado. Aquele que escreve puramente por compartilhar, jamais vai escrever algo errado ou que não tem certeza. Ta aí. Numa sociedade como a nossa vocês esperavam o que? Melhor impossível!

  • gtx

    se boicote funcionasse, índio tava rico.
    ao invéz de reclamar, mexa-se e faça algo pra mudar.
    é simples :)
    sempre que vejo algo em desacordo na wikipédia, caso tenha certeza da versão correta dos fatos e/ou escrita ortográfica, edito.
    se os moderadores aceitam ou não a alteração, é outra história. pelo menos fiz minha parte…

  • Diego

    O mais importante é largamos de ficar dependentes da Internet, seja ela nacional ou estrangeira, e começarmos a ler os bons e velhos livros, que estes sim são sem dúvida a melhor fonte de informação possível. Creio que discussões acaloradas sobre qual é a melhor não leva ninguem a nada, coisa boba, até porque cada um tem uma apatia ou não pelo projeto Wiki.

  • ALAN PERNALONGA

    Ao boicotar à Wikipedia Brasileira, quem será realmente boicotado?

    Quem faz a Wikipedia Brasileira?

  • Um bom texto sobre a realidade da wikipédia em português feito por um administrador que se vai…..

    Participar na wikipédia lusófona: investimento ou perda de tempo?

    É tão verdade que chega a ser confrangedor dizer que o ambiente faz as pessoas e que o trabalhador mais dedicado se tornará preguiçoso entre os preguiçosos, tal como o desinteressado se tornará motivado entre os motivados.

    O ambiente da wikipédia lusófona é nauseante. O ritmo das discussões é definido por dois ou três colaboradores agressivos, de duvidosa educação e que passam o tempo em ataques pessoais regados por um insulto e uma difamação por aqui e por ali. Quem tenta debater no meio deles acaba por ser acusado do comportamento que neles é tolerado, mesmo que não o tenha.

    Como resultado, há, cada vez mais, uma rigorosa selecção dos novos colaboradores da wikipédia: quem não gosta de baixarias não tem lugar aqui. Entre quem permanece na wikipédia, há uma crescente cultura do silêncio, um afastamento generalizado dos debates por se achar que são demasiado conflituosos ou mesmo uma tendência de duvidosa dignidade para se assumir uma espécie de neutralidade presidencial. Ouve-se diariamente nesta wikipédia a velha máxima salazarenta: a minha política é o trabalho. Numa triste analogia com a ditadura, os colaboradores deixam que outros decidam o rumo do projecto, dedicando-se apenas à rotinazinha e abandonando o debate de ideias. Até a frase a wikipédia não é uma democracia, útil na wikipédia anglófona, para defender os princípios do projecto contra as hordas de intenções duvidosas, já serve na wikipédia lusófona para defender votações anti-democráticas e o derrube do sistema de administradores democraticamente escolhidos.

    Não há contra este estado qualquer tentativa significativa de mudança. Entre gente mal educada, gente que não tem nada a ver com nada e gente verdadeiramente incapaz de distinguir um insulto de um ataque pessoal ou uma difamação de um insulto, ou todas estas coisas de um debate normal, entre toda esta gente não há um movimento significativo para mudar o ambiente infantil deste projecto. Há excepções, sim, mas são tão pouco imitadas que ao serem tão honrosas e tão heróicas contrastam com o resto do projecto e lançam sobre ele a vergonha.

    Em lugar de tentativas de mudança, assiste-se, pelo contrário, ao triste espectáculo de um contágio progressivo pelo baixo nível que é imposto nos debates. Cada vez mais colaboradores começam a achar que não há outra forma de viver na wikipédia senão lutando com as mesmas armas dos outros. Nada se consegue discutir sem ter pelo meio a tentativa de denunciar as verdadeiras intenções de alguém. E que moralidade terei eu ou seja quem for para ir falar com o colaborador que mal começou a fazer ataques pessoais, cobrando-lhe o comportamento, quando, ao lado, outros fazem pior, diariamente, há anos, sem que qualquer medida seja tomada? E que terá ganho um colaborador por nunca ter insultado ninguém na wikipédia e por se ter sempre abstido de contra-atacar perante ataques pessoais?

    Cada vez nos afastamos mais da possibilidade de melhorar as políticas e as características desta wikipédia. Neste ambiente é impossível discutir verificabilidade, fontes, relevância e percursos faseados a caminho dessas três coisas. Em vez de discutirmos mecanismos de incentivo à produtividade, discutimos os terríveis abusos dos administradores contra os coitadinhos dos vândalos, dos auto-biógrafos e de quem não se dá ao trabalho de ler as políticas. Em vez de discutirmos qualidade, desencantamos maneiras de incentivar os colaboradores a criarem mais cem artigos cada, como se as enciclopédias se vendessem ao quilo.

    Faz sentido investir algum do meu tempo numa enciclopédia lusófona em sistema wiki, faz sentido investir tempo numa luta colectiva por uma futura enciclopédia lusófona em sistema wiki. Perder tempo aqui, é que não faz sentido nenhum. Este projecto não é a wikipédia lusófona, é o conjunto desequilibrado dos artigos que sobram do naufrágio das nossas políticas. As que nunca foram respeitadas e as que nunca foram sequer traduzidas a partir da wikipédia anglófona. Este projecto tem bons colaboradores, mas não tem uma comunidade capaz de, ou interessada em, lutar colectivamente por uma enciclopédia lusófona de qualidade. Por enquanto, este projecto não está a caminho de nada senão de se tornar ainda menos credível do que já é. Para isso, tenho muito pouco tempo e é em conformidade com isso que tenciono agir de futuro. Termina, assim, esta minha breve passagem pela wikipédia (de 15 de Maio a 27 de Junho). Abraços e até qualquer dia, Ozalid

  • Elaine

    Eu só uso a Wikipedia brasileira para diversão e procurar assuntos relativos a animação japonesa. Os conteúdos que vi já foram suficientes. O problema é… Quem não sabe ler em inglês pode consultar a versão na língua inglesa? Eu acho que não…

  • fabio

    O pt.wikipedia da marlene mattos tem spam inclusive. Aquela: "Ligação externa" apontando pra um site X com uma matéria que não faz muito sentido estar no wikipedia.

  • Mizunoryu

    Eu tenho que concordar com o Cardoso que o conteúdo da Wiki-pt deixa muito a desejar. Não só em artigos mas em conduta. Mas quem é o culpado? O culpado é aquele que reclama e não faz nada para mudar e acatam as injustiças calado. Pq vc não vai lá e edita? pa vc não vai lá e contesta uma decisão errada? Mais fácil reclamar não é?

    • E quem paga as minhas contas?

  • Mizunoryu

    Alguém paga a sua conta para vir aqui? =)

  • EU ODEIO A WIKIPÉDIA ELES SÃO MAL EDUCADOS

  • IagoHiei

    Rapaz, eu concordo que falta gente qualificada na Wikipédia Brasileira. Tanto pra escrever como para moderar. Mas eu verifiquei esse erro ai, do indece/índice, e ele já havia sido corrigido. Eu fiquei muito puto quando tentei postar um artigo sobre o autor australiano Garth Nix, de como é difícil criar um artigo lá, como tem burocracia e como é mal moderado. Quase desisti, mas já tinha começado. Tava tentando traduzir o artigo americano, mas meu inglês ainda não é fluente, ai dá um pouco de preguiça, mas vou retomar. Não é tão fácil achar informações sobre esse autor.
    Agora concordo com o Enderson. Sempre que eu vejo um erro na wiki, vou lá e corrijo. Fico impressionado com o tanto de erros. Uma coisa é você conversar de maneira informal (me dá, tá aqui…), ou até escrever assim no msn. Outra é você fazer um artigo com erros tão gritantes, não só textuais como (falto léxico, esqueci a palavra certa) na escrita certa das palavras. Por que não ajuda a gente a corrigir? ;D

  • Victor

    Só existe brasileiro na wikipédia lusófona? Outra, você já deu uma olhada na wikipédia em espanhol? Comparar o inglês, que é uma língua muito usada por todos, ao português é hipocrisia… A wikipédia em inglês têm mais usuários do que qualquer outra… É ridículo ver você falar desse jeito. Porque não dá uma olhada em "best wikipedia vandalism"?

    • Tá, mas como você explica mesmo os assuntos brasileiros serem mais aprofundamentos e completos na versão em inglês?

      • Wikipedista

        A Wikipédia lusófona cresceu. Nunca será igual a inglesa. Vai sempre ser tratada pela imprensa com desconfiança e sempre será denegrida. Poucas pessoas externas, conseguem detectar e enxergar que lá existe uma comunidade extremamente complexa e antagônica, que edita e mantém a Wikipédia.

        Se conseguissem acompanhar as discussões dos editores da wikipédia, escreveriam sobre a complexidade de se tentar manter um verbete escrito de forma enciclopédica, escreveriam sobre a natureza das discussões.

        Detonariam editores, detonariam administradores, detonariam princípios, talvez mesmo questionariam, se um site colaborativo, pode conseguir ser imparcial, e democrático, face ao posicionamento pessoal e afetivo de muitos editores, ao votarem sobre a manutenção de um verbete ou do cargo de administrador, etc.

        Acredito que as pessoas externas se preocupariam mais em discutir, do que cuidar dos verbetes.

        Lá não existem salsinhas. Existe sim oportunistas e garotinhos recém-formados que acreditam saber como o mundo funciona. Pessoas tentando tornar parentes falecidos escritores de renome, Pessoas criando verbetes sobre projetos assistenciais criados pelas inúmeras igrejas evangélicas, etc.

        João Belchior Marques Goulart morreu do coração, ou foi assassinado pela CIA ? Como tentar manter e justificar a aparente versão histórica da sua morte ?

        Eu sei como fazer isso. Jornalistas, advogados, não sabem fazer isso.

        Ass: Wikiretardado.

    • Eu já frequentei a wikipedia em espanhol. É outra bosta, mas comparado com a versão em português, dá de 10 a 0.

  • Já criei um verbete (modestamente, corretamente colocado) que foi deletado porque não havia ocorrências no Google. Não apenas o motivo esdrúxulo (o número de páginas no Google serve como parâmetro de legitimidade), mas também a maneira autoritária e mesquinha dos administradores me fez virar a cara definitivamente para a Wiki lusófona.

    E isso se fosse uma grande enciclopédia! Ela é horrível, fraquinha, cheia de erros de português e de imprecisões aberrantes. Fico com a Wikipedia americana que, aliás (e isso não é raro de acontecer) traz informações com mais acuidade inclusive sobre temas nacionais.

  • Michel

    Em vez de ficar aí reclamando, por que você não incluiu as ligações no artigo e corrigiu a ortografia? Como quer exigir qualidade, se você não faz nada pelo projeto? Pior do que a falta de conhecimento é a falta de atitude. A propósito, se alguém que escreve "indece" é analfabeto, quem escreve "vandalismo pura" é o quê? Vai consultar a Barsa.

  • Turma da TI

    Esses problemas da Wikipédia se tornaram nosso objeto de pesquisa interdisciplinar.

    Estamos querendo nos aprofundar um pouco mais, quem tiver mais informações a nos passar, por favor, passe-nos os links e deixem comentários a fim de nos ajudar

    atenciosamente.

    Turma da TI 2009/01

  • Terence

    Perfeito: "Bem, sabemos que o brasileiro não gosta de ler, e quem não gosta de ler não gosta de escrever. Mas gosta de aparecer."

    A Wikipedia é o exemplo mais flagrante. Mas qualquer pesquisa no Google é muito mais válida, no sentido da qualidade dos resultados, em inglês do que em português. E digo isto sobre pesquisas relevantes (para ficar no exemplo, distúrbio bipolar), e não Britney Spears, Beyoncé, etc. Mesmo os sites ditos "especializados", a maioria me parece estar ali para constar e aparecer e não para agregar conhecimento ou prestar um serviço.

  • Olá Cardoso,

    Acompanho seu blog mas este é meu primeiro comentário. Ontem o Pedro Doria retornou ao assunto sobre a Wikipédia Brasil num post sobre a exclusão do verbete "WebCo". Nos comentários lá, eu argumentei mais ou menos na linha do seu post aqui mas com um enfoque maior defendendo os administradores.

    O problema não está em quem exclui mas em quem inclui verbetes. No Brasil existe a tendência dos usuários não respeitarem as regras e escreverem qualquer bobagem. É natural que ocorram mais eliminações. Mas argumento também que nos EUA as eliminações ocorrem aos montes também, só que como o volume de edições lá é muito maior, acaba que elas ficam diluídas.

    Veja mais no meu comentário lá no Pedro: http://pedrodoria.com.br/2009/04/21/os-censores-d…. Desculpa se estou tratando de um assunto velho mas achei que seria interessante ouvir sua posição também, já que discutiu sobre isto no passado.

    <abbr>Ricardo Lage – último post do blog… Fotos do Tata Nano</abbr>

  • Tatiana

    "O brasileiro não gosta de ler, e quem não gosta de ler não gosta de escrever. Mas gosta de aparecer".

    O próprio artigo já comprova isto, pois um imbecil que escreve isto realmente gosta de aparecer.

  • Pingback: Falsa Denúncia: Wikipedia hospeda pedofilia « Meio Bit()

  • Desculpa eu reviver tal discussão, mas Wikipédia brasileira não existe: estou no meio de uma bela guerra de edição com os portugueses e não apareceu nenhum brasileiro para colaborar com a discussão.

    No final, o artigo bitola mista foi renomeado para via algaliada, um termo que eu nem sabia que existia até então.

  • Cris

    wikipedia PT é um lixo em função dos seus "moderadores". Faltam colaboradores? Sim e vai continuar faltando porque os xiitas "donos" da wikipedia PT assim o querem. E fazem todo o possível pra demover qualquer um que queira construir um artigo novo ou simplesmente corrigir um erro de grafia.
    A wikipedia é "comandada" por uma corja. Fazer o que, vai continuar sendo esse lixo e não adianta espernear. É só olhar quando o artigo original foi escrito e quando estou comentando aqui: nada mudou.

  • Rasherx

    Eu concordo. Só há uma circunstância em que uso a wikipédia em português: quando não sei qual é o equivalente em inglês ao termo que procuro. Aí procuro no Google, e sigo para o link da wkipédia em português, que aparece nos resultados. Assim que a página carrega, não leio um único parágrafo: vou na coluna lateral que exibe os outros idiomas em que o mesmo artigo está disponível, e vou direto para o artigo em inglês. Assim, aprendo qual é o termo exato em inglês e no futuro já posso pesquisar diretamente por ele.

  • Eu costumava traduzir uns artigos da Wikipedia inglesa para a portuguesa, mas parei de fazer. Uma andorinha sozinha não faz verão._Pessoas criando/tarduzindo artigos sem capacidade nenhuma de fazê-los é desmotivador.

    • Com a criação do Google Translator, todo mundo agora acha que é tradutor profissional. :)

  • Pardo Brasileiro

    Vim do futuro pra dizer que hoje ela está pior do que antes. Agora que o PT criou o MAV, esses parasitas comunistas estão se alojando em vários sites e promovendo um boicote a todos que não são da panela deles. Lamentável. Felizmente ainda tem a wiki inglesa. A, falando nisso, a paródia da Wiki BR, a Desciclopédia, é mais segura quando a esse tipo de coisa. Lá realmente há uma moderação e posts mal feitos são apagados no mesmo dia. Não existe essa palhaçada de contador de posts ou algo do gênero.

  • André Vale

    Sou um dos chefes do editorial de um dos dois maiores, mais renomados e mais vendidos dicionários de língua portuguesa. Já fui consultor também do outro dos dois dicionários. Ganho mais que muito médico trabalhando apenas algumas horas por semana usando todo meu conhecimento acumulado em linguística, língua portuguesa, toponímia etc. Talvez puro altruísmo, talvez (não nego) tédio me levaram a me tornar colaborador voluntário da Wikipédia. Pelo mesmo serviço com o qual sustento muito bem toda a minha família há décadas, dispus-me a servir de graça à Wikipédia. Só que nunca fiz questão absolutamente nenhuma de “socializar” (para isso tenho o Facebook) com o restante da comunidade que manda na Wikipédia lusófona e, honestamente, nunca tive nenhuma paciência para empreender discussões com meninos de 15 anos que detêm o poder lá, para precisar “convencê-los” (optei por fazer trabalha de correção de graça, não dar aula para gente desconhecida em páginas de discussão). Resultado? Fui banido, e todas as centenas de correções que havia feito, revertidas. E a Wikipédia jogou no lixo, contando quanto cobro por hora de revisão profissional (para as melhores editoras e academias do Brasil e de Portugal) quase 1 milhão de reais em consultoria grátis, só pelo ego e ignorância de seus administradores.