Permalink: Quem tem cú tem medo

Outro dia estava acompanhando o Danton, um amigo chato perfeccionista e ele se saiu com um pedido inusitado: Queria um jeito de converter os permalinks do WordPress, para evitar que palavras saíssem de forma errada.

Por exemplo: Em um permalink de um título “escolha uma seção” a URL seria:

http://www.seusite/19/9/2007/escolha-sua-seo/

Perfeito, o WordPress remove caracteres inválidos. Só que meu amigo queria algo como:

http://www.seusite/19/9/2007/escolha-sua-secao/

Perda de tempo, perfeccionismo, bla bla bla. Perguntei se ele não tinha mais com o que se preocupar, se não achava que estava se preocupando com minúcias.

Pois bem. Hoje recebo comentários do Rafael, do Futilidade Pública, do Pablo e do Marcelo, do Vídeos Legais, alertando para o permalink deste post aqui de título “Eu vou te dar o céu meu bem”. (pare o mouse em cima)

Peço desculpas públicas ao perfeccionista que primeiramente me alertou sobre essa possibilidade, e repasso o aviso: Pense duas vezes antes de criar seus títulos, porque depois que a coisa cai na Internet, já era, e é seu cú que está na reta.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Hahaha, foi traído pelos permalinks!

    Só posso dizer uma coisa caro amigo: OWNED!

  • Diogo

    Isso não é perfeccionismo não, é um dos bugs mais irritantes do WordPress, é realmente muito chato. Se eu fosse criar um blog, pensaria duas vezes antes de usar o WordPress por causa desse problema, que é grave.

  • E eu, inocente, achei que era só mais uma das suas ironias. :)

  • calma, calma cardoso…

    até os grandes erram ( se enganam ) as vezes

    e valeu pra dar uma boa risada antes de ir durmir ;p

  • Realmente esse problema é um grande problema… mas não tão grande ao ponto de pensar em não usar o wordpress como alguém o diz, se fosse-mos analisar os bugs de outras plataformas… mas quanto ao post gostei do seu pormenor, foi uma piada bem pensada ;)

    Abraço

  • He he he… o permalink ficou muita onda mesmo.

    Pow, logo agora quando meu site dá uma bronca com a transferência é que eu ganho um link na CCnet. Que falta de sorte! :P

  • He he he… o permalink ficou muita onda mesmo. :P

    Pow, logo agora quando meu site dá uma bronca com a transferência é que eu ganho um link na CCnet. Que falta de sorte! :P

  • rodrigo

    Hahahahahaha, desculpa está rindo do seu infortúnio, mas foi realmente cômico! Rendeu um boa risada ao fim de um dia cheio no trabalho.

  • Vem cá, o que eu quero saber é de onde você tirou essa foto! Mais ainda, foi você que tirou? :P

  • Produzida por mim, é a "goatse.cx invertida", e se você não sabe do que estou falando, sinta-se feliz.

  • Rs mas no referido post, combinou perfeitamente ;-)

  • O Cardoso já até escreveu um post sobre essa foto ai. Só procurar nos arquivos, só não lembro se foi aqui no Contraditorium.

  • Ah, vai, pelo menos foi divertido. Pior são os estagiários do Terra que fazem de propósito. =]

  • Vocês não sabem o que é Post Slug não?

    Nâo precisam deixar o WordPress definir como vai ser a URL dos seus artigos. Basta preencher o campo Post Slug com o nome que quer dar ao artigo na URL. Se não definir esta opção, ele vai fazer o melhor que puder baseado no título que der ao artigo.

  • HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU HUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHU

  • Só eu percebi a ironia ou você também leu o título desse post no bloglines?

  • No meu blog os caracteres acentuados do título aparecem normalmente, sem acento. Uso codificação UTF-8 no WordPress, será isso?

  • Igor Gama

    Hahahaha, juro que não tinha notado, mas agora rolei de rir! E a imagem pra completar…

  • Carlos

    E por falar em perfeição, a palavra "cu" não tem acento.

  • Claro que não, mas assim eu perderia a piada do título.

  • Que doido isso, realmente deve pensar bem, minha vozinha não vai gostar de ver estes títulos obscenos e você estará corrento grande risco de perder esta leitora.

  • Cardoso,

    Várias coisas.

    1. O título certo para mim seria "Eu te darei o céu meu bem…", que é a música do Roberto Carlos, como tu colocaste já estava me incomodando por isso (não havia notado teu ato falho);

    2. No blogspot eu postava primeiro o título sem acento e após editava para que o link ficasse correto, mas pelo que notei no WordPress parece que não precisa – não sei se é a nova versão que estou testando, ou o template, mas os itens acentuados foram corrigidos por caracteres sem acento e não suprimidos;

    3. A foto que usaste neste post me lembrou a história de uma capa de disco na época da censura – não recordo o cantor – mas que foi fotografato um fiofó com uma bolita, para provocar a censura e, como ninguém notou, passou.

    4. Era isso! Um abraço!

  • Jorge Araújo,

    O disco com capa de ânus na época da ditadura foi o Todos os Olhos. O Tom Zé usou uma biloca na "composição do visual".

  • Além da resposta do Alenônimo tem também a opção de se escolher como deve ser o permalink, tem padrão, por data e nome ( nos exemplos acima), numéricas e personalizada.

  • hehehehe

    Ainda bem que você diz que não vai dar, se não cairia no meu conceito . hehehe

  • Nossa, essa foi foda: Eu vou te dar o C(é)U meu bem…

    :D

    hahaha

  • Estranho, eu nunca tive esse problema com permalinks. Nem quando eu usava o wp 1.5.

    Ah, e sobre o disco do Tom Zé, uma vez eu vi ele dizendo que a foto não é de um cu, porque toda vez que colocavam a bola de gude, ela caia antes de tirar a foto. Aí eles resolveram fazer com a boca da modelo. Só não sei se lavaram a bolinha entre uma coisa e outra…

  • Carlos,

    Vc não deve se lembrar de mim, mas somos contemporâneos do Unikey, onde eu já te admirava (e de vez em quando discordava).

    Estou implantando um agregador de feeds em um projeto de um cliente, e durante os testes acabei me viciando no contraditorium.

    Hoje, ao fazer um teste no ambiente de testes, me esbaldei de rir com essa história. Por acaso ontem mesmo tivemos problemas com posts com caracteres especiais no título no projeto de um cliente onde usamos o WordPress.

    Eu não sei se pode ajudar, mas nas nossas soluções internas eu uso uma função muito tosca para sanitizar os títulos e gerar permalinks.

    Eu não quero sair postando isso aqui sem sua autorização, mas caso seja válido e útil, não me importo em contribuir com o universo blogueiro.

    Abraços,

    Rodrigo

  • caramba… eu nem tinha reparado, mas a frase toda criou um clima tão legal cadoso…

    hsuahsuhaushuahs

    vc tá fazendo isso pq a google e o buscape atrasaram?

    tá feia a coisa heim… :P

    [ou será apenas por gosto mesmo? haushuahsuahsuhaushuhas

    brincadeira =DD ]

    []'s

  • Rodrigo, faça o favor. Contribuições são sempre bem-vindas.

  • hehehe Tô rindo até agora, nunca pensei que um permalink poderia trair o blogueiro de tal forma…

    hahuauaauhua

  • Rodrigo Machado

    Taí a função de sanitizar titulos para uso em permalinks.

    Como eu tinha dito, é uma função meio tosca que eu uso dentro de umas classes específicas, e eu não sei dizer se pode ter utilidade para quem usa WordPress e como usá-la nesse contexto. Como outro dia tive que corrigir uma caquinha num site usando WordPress, pelo pouco que eu vi, imagino que possa ser útil, mas não tenho certeza.

    No nosso caso, eu ainda faço uma checagem para saber se já existe um outro post com o mesmo título e caso exista acrescento um sufixo numérico, mas como isso involve acesso a tabelas, não fazia sentido colocar essa parte aqui.

    // troca o que for caracter acentuado pela letra correspondente

    $titulo = strtr(trim($titulo), "ÀÁÂÃÄÅÆÇÈÉÊËÌÍÎÏÐÑÒÓÔÕÖØÙÚÛÜÝßàáâãäåæçèéêëìíîïðñòóôõöøùúûüýÿ", "AAAAAAACEEEEIIIIDNOOOOOOUUUUYsaaaaaaaceeeeiiiionoooooouuuuyy");

    //elimina tudo que não for letra e numero, e converte para minusculas

    $tituloSugerido = ereg_replace("–", "-", ereg_replace("[^a-z0-9-]", "", ereg_replace(" ", "-", ereg_replace("_", "-", ereg_replace("%20", "-", strtolower($titulo))))));

    //faz um "trim tosco" do que virou – (era necesssario no meu caso, nao sei se se justifica

    while (strpos($tituloSugerido, "–") !== false) {

    $tituloSugerido = ereg_replace("–", "-", $tituloSugerido);

    }

    while (substr($tituloSugerido, 0, 1) == "-") {

    $tituloSugerido = substr($tituloSugerido, 1);

    }

    while (substr($tituloSugerido, strlen($tituloSugerido) – 1, 1) == "-") {

    $tituloSugerido = substr($tituloSugerido, 0, strlen($tituloSugerido) – 1);

    }

    É isso aí. Espero que sirva para algo além de ocupar espaço aqui. :-)

  • Rodrigo Machado

    Ah…

    Esqueci de ressaltar, que a maior parte da solução não é propriamente invenção minha, é um ajuntamento de código encontrado aqui e ali.

    De um modo geral, o que é mais elegante é de terceiros, o que é mais tosco é meu mesmo. :-)

  • Rapaz, nunca tinha pensando numa possibilidade dessa. Vou tomar cuidado com meus links!!!

  • Simplesmente LOL

    =)

  • Haha, d+… esse título fez história :-)

    T+

  • Pingback: Escrita Torta em Linha Reta » Blog Archive » Trocando permalinks()

  • Pingback: Parindo | Urtigão()

  • Ae cardoso, uma funçãozinha pra ser adaptada no WordPress que talvez ajude.

  • Pingback: Função limpa texto pra virar URL » El Micox()

  • Pingback: Permalinks são perigosos.()

  • Pingback: A Favorita bate recordes de audiência | 100nexos()