Você escreve para o AdSense? Pois é, nem eu.

Uma das “acusações” que costumo ler por aí é que ao se profissionalizar o blogueiro passa a escrever para o AdSense, ao invés dos leitores.

Essa é uma das coisas mais idiotas que já li. Não é assim que a banda toca. Se você quer que seu blog cresça mais rápido que um mesotelioma, se quer ver sua audiência crescer mais do que um sujeito com overdose de Viagra, Cialis ou – qual o nome mesmo?- Ah, Levitra, você precisa de mais do que palavras-chave espalhadas pelo texto.

Escreva pensando no AdSense e sua visitação cairá mais rápido do que a Doris Giesse atravessando um telhado de asbestos, digo, amianto.

Blogs não são negócios como venda de notebooks ou cursos de informática, um blog precisa de um pouco mais de cuidado que uma aula de artesanato ou uma revenda da Herbalife, Avon ou Natura.

O AdSense, por melhor que seja, não clica nos anúncios. Quem faz isso é o visitante. E visitantes dependem de… visitas. Que só aparecerão se o site for bem indexado. O que só acontecerá se os outros blogs e sites o referenciarem. O que só farão se os textos forem de qualidade, como os carros da FIAT. Nenhuma agência de propaganda online pode fazer isso por você.

Escrever pensando no AdSense é algo básico. Eu faço isso o tempo todo. Mas penso no quanto vou receber como um todo, não como determinado post irá se comportar. É uma ilusão achar que a qualidade irá se manter se você ficar listando palavras-chave e tentar encaixá-las em todos os textos. No final você ficará com jeitão de vendedor forçado, como aqueles caras que andam com buttons “como perder peso rápido” ou “perca peso agora, pergunte-me como”.

Não conheço nenhum blogueiro decente que pegue uma lista de hot words e escreva seus textos baseado nelas. É perda de tempo. A grande graça do AdSense é justamente não termos que nos preocupar com a parte chata da publicidade. Escrever baseado em palavras-chave seria abrir mão dessa vantagem. Não virei blogueiro para arrumar um editor chamando AdSense. Quem define minha pauta sou eu.

O melhor SEO ainda é ser linkado por Deus e o mundo. Não recomendo perder tempo com listas de termos que “pagam bem”, catálogos que prometem os termos mais procurados no Google e outras estratégias “cinzentas”. Se o seu blog é genérico, isso vai limitar seus posts. Se é segmentado, no mínimo vai deixá-los estranhos. De qualquer jeito seus leitores vão perceber que você forçou uma barra.

E sem leitores, meu caro, babau. Por melhor que seja o robô do AdSense, ele não gera cliques válidos.

PS: gostaria de deixar um VTNC aos que leram os primeiros parágrafos e foram direto postar comentários dizendo que este post é um ímã de paraquedistas, foi feito pra faturar com palavras-chave, etc. Como eu sempre disse, o pessoal acusa mas não checa as fontes. Uma olhada no código-fonte da página revelará a tag <!– google_ad_section_start(weight=ignore) –>, que torna o conteúdo inteiro deste post invisível ao AdSense.

O que, aliás, é excelente quando você tem que falar de um tema controverso, envolvendo palavrões, temas controversos tipo aborto, etc.

O Bender estava preocupado justamente com isso, por ter descido a lenha em um post. Da próxima vez, é só usar a tag, não esquecendo de fechá-la com um <!– google_ad_section_end –>. Com isso seu CPM não será afetado.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.



Leia Também:

  • Douglas

    Oi Cardoso

    Olha só, vou assinar nesse sábado meu plano na bluehost

    vi que clicando ai no teu banner eu vou pra la, esta no link teu promocode pelo jeito

    mas na hora de dar o signup da vida, nao aparece nenhum code teu la, ta certo isso? bluehost ja esta rastreando automatico?

    Abracos

    Doug

  • Rodrigo Lyrio

    Hahaha… Quase que eu me incluo nesse grupo dos que tomaram NC… eu nem ia ler o PS mas pensei "Não… Ele não iria fazer isso" aew fui ler o PS… Mas eu não ia xingar não, só ia fazer um comentário infame…

  • eu não uso porque polui muito o blog… só por isso…

  • Eu também ia fazer um comentario infame.. :D

    Mas… Nem sabia que tinha esse negocio de fazer o adsense ignorar uma pagina inteira, bom saber agora..

  • Você ficou bem nessa foto, hein, Cardoso. Emagreceu?

  • Tem muita gente nessa corrida pela ouro…

    Alguns já se perderam.

  • Clap clap clap

    Só não concordei com a colocação da tag de ignore ;)

    E Trícia, você só não usa pq o Google não aceitou o teu cadastro ou pq não estava rendendo nada…

    Parafraseando o Bush Jr, "o que é uma poluiçãozinha quando eu posso ganhar milhões com isso?"

  • Guelerme

    Tipo, eu já tinha gostado do post duplamente irônico, ter feito o post invisível ao Adsense só te deu mais pontos. :-D

  • diego1116

    A imagem é do videoclipe Money For Nothing, do Dire Straits. Foi uma grande inovação para o ano de 1985: http://en.wikipedia.org/wiki/Money_for_Nothing_%2….

    Baita som…

  • Hahahaha

    Te um anúncio ali:

    "Dicas de Marketing"

    Tá aí. fica a dica.

  • eu tento me focar sempre no segmento principal do meu blog, pois assim, penso eu, terei mais peso no google, para certas campanhas……

  • “perca peso agora, pergunte-me como”.

    tem um cara no escritorio que trabalho que todo dia na hora de ir embora.. coloca um botton com esses dizeres e pega o metrozao lotaaaado…

    ele verde herbalife…

    uahuauhauhahuauauh

    tadim

  • Eu tb achei exagero deixar o post invisível para o AdSense.

    Mas gostei do post e da dica dessa tag, não a conhecia. Agora posso colocar aquelas fotos da Sandy pelada no EE sem problemas! hehehee

    PS.: Isso foi uma piada. NÃO, eu NÃO tenho fotos da Sandy pelada.

  • Você tinha que deixar o post invisível ao googlebot também! Como quem diz 'viu, eu não me importo com paraquedistas, eu escrevo pra vocês, meus fiéis leitores' hahaha! :P

  • Também não exagera ;)

  • Estava lendo as regras para o comentário, eu também odeio GENTE QUE ESCREVE TUDO EM CAIXA ALTA

    e sabe de uma coisa, não vai adiantar essa sua mensagem por que as pessoas que escrevem em caixa alta, miguxês, palavrões desnecessários são os leitores que não lêem!

    Isso ficará como as letras miúdas dos contratos, mesmo que fossem graúdas e tivessem caixa de confirme, checkbox de confirme, e o Silvio Santos perguntando está certo disso?

    Desencargo de consciência sobre o post? a melhor coisa é escrever para os leitores e o adsense adorar, por que é essa exatamente a grande graça, os anúncios anunciantes e leitores terem esse menage ganha ganha.

  • Essas tags são o ouro quando se linka conteúdo suspeito, aliadas ao rel="nofollow" também não se faz baby Jesus chorar, hehe…

  • Roberto Durval

    Mas Cardoso manipular o código do Ad-sense não é ilícito?

    Peraí… Vai me dizer que você ganha essa grana toda com a ilegalidade?

    Polícia!!!!!!

  • tiagotb

    Tenho notado ultimamente em meus feeds certos blogs que deixaram de ser interessantes e começaram a usar posts com títulos pega-paraquedistas… se tornaram pior que o kibe…

    ou seja, vão parar de ganhar links de qualidade,sairão dos feeds de todos, e em breve começarão a cair de posição no e quando tentarem voltar a ser o blog de qualidade que eram antes, terão portas fechadas ;)

  • tiagotb

    errei o href ali encima =/

    iniciante em html é complicado :D

  • Mas toda vez que venho por aqui tem uma nova pra eu pensar. E pensar, no meu caso, é questão de segurança publica. Escrever pensando em Adsense é quase Indesense… oh trocadinho infame. isso é o que dá não saber como fechar comentario

  • Muito interessante o post, é o que mais encontro na Blogosfera. Gente querendo fazer sucesso a qualquer custo, mesmo que isso signifique blogar sobre tudo e sobre todos com o objetivo de inchar a lista de hot words usadas no blog. Bacana Cardoso, deixou claro o que não fazer. Devagar vou entendendo melhor essa história toda de problogger. Um abraço.

  • Cardoso, seu monstro!

    Parei de ler na 3.851.947 palavra chave ;)

  • Cardoso, seu monstro!

    Parei de ler na 3.851.947ª palavra chave ;)

  • Opa, boa dica. Será usada da próxima vez.

    Valeu!

  • Como sempre, um ótimo texto, mas sem dúvida a melhor parte (pelo menos pra mim) foi o lance da tag que torna o post invisível pro adsense. Vou tirar muito proveito disso.

  • A cada frase que escrevo penso na possibilidade de alguém procurar aquilo no google. Então, mudo algumas frases de forma a se tornarem mais relevantes

  • EI CARDOSO. COMO É QUE FALO COM VOCE? EU SÓ QUERIA SABER SE VC ACEITA TROCAR LINK COM MEU BLOG. SEI Q VC JÁ TA RICO COM SEUS BLOGS, E NÃO PRECISA DA MINHA PARCERIA, MAS EU PRECISO DA SUA.

  • opa! primeira vez por aqui.

    Do caralio o post e depois do elogio aproveito pra dar minha opinião.

    Desde que nao influencie no conteúdo não vejo o menor problema e usar as palavras "certas", afinal de contas blogueiro ainda tem vida social e se bobear da pra pagar a balada! lol.

    Enfim, abraço.

  • Pingback: Megalopolis » Mistureba()

  • É realmente contraditorium, quase chegando ao ridiculum…

  • me

    é mas eu achei seu link nas palavras chaves no google, o que diz q seu post está nas buscas…. e ainda em terceiro luga na busca pela palavra adsense, ou seja esse seu post está rendendo bastante clique hein….

    balela esse seu post.