Você prefere brincar de jornalista ou de cronista?

O blog em geral publica muito mais barrigas do que a imprensa tradicional, mas ao mesmo tempo há uma cobrança perene em cima da credibilidade, veracidade, etc, etc.

Isso acaba limitando um lado muito divertido dos blogs, o cronista do cotidiano. Um blog de notícias por exemplo não pode, em teoria, publicar algo que não seja absolutamente verídico.

Eu concordo, inventar notícias é muito feio. Exceto Primeiro de Abril. Este Paparazzo com Blogueiras me rendeu diversas ameaças de castração com boticão, mas valeu cada segundo de joelhos pedindo por minha vida…

Só que algumas vezes a notícia se confunde com a crônica. Um texto sem maiores conseqüências se torna tão deliciosamente irresistível que temos que publicá-lo, mesmo sem lá muitas fontes confáveis.

Neste texto do MeioBit conto o causo de um sujeito que urinou no Playstation 2 e quase foi eletrocutado. Fiquei na dúvida se valia a pena publicar ou não, a história era improvável, mas ao mesmo tempo é uma história inofensiva e divertida, funcionando como uma pequena crônica do cotidiano, com moral da história e tudo.

Qual o perigo aqui? É perder a mão, sair publicando tudo, seguindo aquela máxima de que se está na Internet é verdade. Com isso você perde a sua credibilidade, fazendo papel ridículo como o Jornal de Uberaba, que publicou meu hoax da Gol, lembram?

Fazendo direito, entretanto, você irá temperar seu blog com notícias divertidas e curiosas, sem comprometer os tais fatos que tanto preocupam o pessoal mais sério.

Na dúvida, crie uma categoria “mundo estranho” ou algo assim. A maioria dos sites de notícias têm áreas específicas, onde esse tipo de história pode ser publicado de forma segura. Você não precisa se tornar o Weekly World News mas também não precisa ser chato como o Diário Oficial.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Todo valor é válido, o que vale é a intenção e o seu cartão de crédito passar. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Muito bom. Começou bem o post, mas achei que ia pra outro lado. kkkk

    Mas me identifiquei por conta de que quando escrevo é porque "preciso", de alguma forma. Imagina colocar isso dentro de um rigor burocrático ou politicamente correto? Não escreveria jamais. Dá mais certo chutar o cachorro na rua.

    Acho que mesmo nos Blogs, na maioria dos casos, ainda fica um certo pudor em falar as coisas de determinada forma, com medo de desagradar determinadas pessoas ou grupos.

  • Eu publiquei uma barriga do UOL e me sinto muito bem. :)

  • "Eu concordo, inventar notícias é muito feio"

    Se o MrManson ler isso vai ficar magoado…

  • Acho que tudo depende do estilo do Blog. Se for um blog sério, inventar notícia é sacanagem. Se for um blog de humor e, desde que, avisem que se trata de uma brincadeira, até que vai…

  • Eu juro que é verdade…palavra de escoteira!!!

  • brazz

    Olá, Cardoso,

    Tentei entrar em contato via formulário, mas ele parece desativado; por isso, estou utilizando esse comment para me comunicar com você.

    Fique à vontade para apagar esse comment sem publicá-lo, já que não tem relação com o post.

    Eu escrevo sobre SEO num blog recente.

    Um dos tópicos sobre os quais escrevi há uns dias foi o caso Buscapé; o post está aqui:
    http://www.sites-de-busca.com/blog/ainda-sobre-o-

    No post, faço referência a um tal afiliado 1199690, de cujo esforço a buscapé estaria se aproveitando.

    Hoje, escrevendo um outro post, descobri que o afiliado é você.

    Achei que você teria interesse em saber disso.

    Abraço,

    Brazz

  • O tal "causo" foi publicado ontem no Terra, que deu os créditos à FoxNews.

    Link: http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,O…

  • Fulano

    Nao me lembro o nome da serie, acho que era "Mythbusters" eles nao fizeram testes com algo parecido com essa historia do playstation ? Algo sobre uma lenda urbana em que um coitado morre eletrocutado ao urinar sobre os trilhos do metrô…

    O resultado foi algo parecido com "possivel, mas improvavel…" ;P

    até!

  • SGE

    Gostei. Por mim prefiro a crónica e o seu humor. As minhas estão por aqui

    :)

    SGE – Porque Posso

  • Olá Cardoso. Sei que o post é bem antigo, mas estou aos poucos lendo os textos do seu blog até que cheguei neste e achei o tema bem pertinente. Eu comecei a publicar também em meu blog de games uma série de posts com notícias totalmente inventadas, mas de alguma forma ligada com fatos recentes do mundo dos games. Acabam funcionando como crítica e descontração.

    Esses dias, talvez até por influência de algum post seu, resolvi pesquisar no google um termo que inventei para um periférico "de mentirinha" de um destes meus posts, e eis que o primeiro site que aparace é um site de agregador de notícias, daqueles meio vagabundos, que chupou meu texto (o dia que chuparem outra coisa, vão ganhar mais dinheiro).

    Pô, não sei se o site é totalmente montado por bots, mas os caras nem prestaram atenção que meu post chupado eram notícias FICTÍCIAS (sempre deixo claro no ínicio do post). Ou seja, um post de humor, falso, com um certo ar de seriedade, misturado com notícias sérias.

    O pior é que não tem meu nome, o autor aparece como outro, mas pelo menos a quebra do "continue lendo" aponta para o post original.

    Tipo, os caras só tem o trabalho de copiar posts de notícias sérias, e ainda colocam coisas erradas. Imagine quem entra neste site para ler notícias e começa a ler coisas sérias e inventadas sem qualquer separação de categorias ou mesmo a contextualização correta.

    O site em questão é o http://www.boonic.com.br