Como se chama site cuja repórter ganha montes de brindes e fala bem de evento mesmo?

Algumas observações da repórter, sobre o Rock in Rio Madrid:

 

“fiquei impressionada com a organizaçao”

“estava tudo tranquilíssimo”

“Estava preparada psicologicamente para enfrentar dificuldade no acesso a bebida, comida e banheiro, e nada. Simplesmente nao havia filas”

“Recebi uns 10 SMS e MMS. Confesso que, no início, me irritei um pouco com tanta intromissao, mas, depois de ganhar uma camiseta e o acesso para assitir ao show do Bob Dylan de uma zona especial, com direito à bebidas, gostei da brincadeira “

 

Uau, parece que ela gostou mesmo. Mas… dá pra confiar?

Vejamos o que ela dz:

muitas outras pequenas atraçoes, do tipo ‘participou, ganhou um brinde’. Fez uma maquiagem ou tatuagem no estande da L’oreal, levou um kit de produtos. Saltou no colchao de ar do jornal El Mundo, ganhou uma camiseta. Fez um verso para o seu artista preferido, saiu com uma mochila. (…) Entrei com uma bolsinha e saí com 1 mochila, 1 bolsa, 2 camisetas, boné, chapéu de palha, frisby, uma cadeira inflável (!) e vários pequenos brindes, como pulseiras e pins (…) Sem falar no que consumi de graça no próprio evento, como sucos Heinz e balas Mentos. E olha que eu nem me esforcei muito.

Hummm…. será que esse monte de brindes não influenciou a jornalista? Será que ao aceitar todos esses brindes ela não colocou em xeque sua credibilidade?

Já que o site preza TANTO a credibilidade alheia e implica com blogs a ponto de nos chamar de “blogs de aluguel”, deveria ter a postura ÉTICA de dizer “desculpe, mas você ganhou um monte de brindes, isso segundo nossos critérios afeta sua credibilidade, não podemos publicar sua matéria”.

Mas claro, cagar ética para o bluebus só vale para blogs, eles não precisam. Afinal ninguém usou ainda a expressão “site neolítico web 1.0 de aluguel”.

Eu acho que se tivesse um MÍNIMO de coerência o bluebus não poderia ter publicado a matéria, afinal é exatamente o tipo de atitude que estavam reclamando.

Já eu publicaria numa boa, primeiro por minha opinião valer mais do que alguns brindes, e segundo por confiar plenamente na Deborah Serra, que foi namorada de meu amigo Giuliano, e é gente finíssima.

 

Mas a dica da matéria veio do Jardel


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Cristiano

    Mas alí qualquer pessoa que compareça ao evento sai com os brindes, não? Diferente de o reporter ganhar um brinde exclusivo de um produto e nem ao menos dizer se o produto é bom ou não, fala simplesmente que o brinde é bom.

  • Acho que é questão de tempo do Julio admitir que o BB é também um "blog de aluguel".

  • nao vejo diferença entre qualquer pessoa que compareça ao evento ou receba em casa um brinde, a diferença é q um chega pelo correio e o outro foi entregue em mãos. ônibus de aluguel!

    PS. nao se se os comments são moderados ou não, mas nao consegui responder o e-mail, gostaria de créditos sim, se possível, e para jardelscorner.com.br (se possível tirar esse e-mail alternativo entitulado de PS do comentário, agradeceria!)

  • Começou o novo round.
    Essa briga de um lado pro outro, do outro pro um não traz frutos. Mas ficar calados realmente não dá.

  • Cardoso rapaz, para de chutar cachorro morto

    =P

  • Se todo o público presente ganhou brindes, a jornalista podia simplesmente ter dito que havia brindes por todos os lados, de balas a mochilas e de bebidas a brinquedos… Enfim. Evidentemente que a jornalista foi convidada pela organização do evento e quis fazer uma média com os patrocinadores (distribuidores de brindes) para ficar bem na foto e ser convidada novamente… Afinal, uma passagem SP-Madrid-SP está bastante cara na alta temporada…