Sobre a proposta revolucionária que aceitei…

2938267359_556112a0b3

Durante minhas peregrinações conheci em Buenos Aires a Mary-Jo, blogueira e jornalista, mas no bom sentido. Nessa de papo-vai, papo-vem, descobri que ela era co-editava informalmente mais ou menos a revista Windows Vista, mas não dei muita bola. Minha experiência com revistas é bem semelhante à do João Ubaldo Ribeiro, todo mundo quer de graça, dinheiro que é bom, nada.

Já recebi propostas geniais, teve gente chorando pitanga que estava começando, mas no futuro quando crescessem iriam “dividir o bolo” (você já ouviu isso). Sugeri então que me dessem uma página para veicular publicidade, anunciaria meus blogs, algo assim.

“Não dá, as páginas de anúncio estão todas vendidas”

Outro tinha um projeto maravilhoso de uma revista online, feita em HTML, na mão. Não tinham “tempo” de aprender a usar um WordPress ou Mambo. Também não tinham verba para comprar um domínio (a “revista” estava no HPG). Mas em breve iriam deslanchar. Com certeza.

Assim fiquei cautelosamente animado quando recebi um convite da Mary Jo para colaborar com a Windows Vista, mas como quase tudo na vida (yes, tirando da reta) deve ser experimentado ao menos uma vez antes de tomar uma decisão…

Pois bem; a Windows Vista é uma revista voltada para o público iniciante, que não é freqüentador de blogs como o MeioBit, o Fugita e tantos outros. Impressa em papel de qualidade (chupa, Info!) e não tem preconceitos, já estão acostumados a blogueiros por lá, o Nick Ellis mesmo já deu as caras com uma matéria. Eu colaborei com duas matérias no primeiro número que participei, três na edição que vai chegar às bancas e vem muito mais coisas por aí.

A parte revolucionária da proposta é que eles… PAGAM.

Isso mesmo. Você combina um texto, um valor, eles lêem, gostam e PAGAM.

Eu sei que é uma idéia revolucionária, muita gente vai ter dificuldade de entender mas eles PAGAM. Por algo que EU escrevi.

Céus, devia ter pensado nisso antes. Antigamente escrevia-se por prestígio, eu mesmo caí nesse golpe de uma editora picareta, assinando coluna e tudo sem ver um centavo.

Por enquanto a parceria está sendo bem interessante, agora que comecei a reorganizar meus horários e voltei a escrever nos blogs.

E antes que perguntem, não, a velha mídia revista não está ameaçada pelos blogs. São públicos diferentes, e mesmo quando o público é igual, é só lembrar que a REVISTA Wired (que compro religiosamente) é muito mais influente do que o site. O papel vai morrer? Vai, inevitavelmente. Conceitualmente a mídia impressa JÁ morreu.

Mas necrofilia é bom e eu gosto.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Cardoso, o editor da revista oficial Windows Vista é o Heinar Maracy, que por mais de uma década carregou nas costas a antiga MacMania – substituida pela Mac , que também é publicada pela Digerati. Se encontrar com ele não precisa esconder seu Macbook :p

    • Estou sabendo. O Heinar é gente boa, embora meio alienígena. (acho que é um híbrido). Na redação há vários Macs, não há xiitas por lá.

  • Tche, que estranho nunca vi essa revista aqui em Porto Alegre, e olha que eu sou rato de revista de informática… Nao enviam ela aqui na região sul, não?

  • Esses subversivos que pagam por um serviço prestado não aprendem nunca. Agora como é essa tua colaboração? Tem periodicidade ou é free lancing mesmo?

    • É frila mas sou chato. Então estou em todas.

  • Muitas revistas e outras mídias estão contando com a presença de blogueiros nos suas páginas e afins. Um ponto de reconhecimento para a blogosfera brasileira. As suas matérias tem alguma linha constante, tipo software, gadgets, tendências, etc??

    • Ainda sem foco, estou tentando entender a linha da revista primeiro.

  • Eu acho que aceitar dinheiro por trabalho vai te levar para o inferno, pois sabemos que é pecado. Criatividade e talento são dons e assim como as ciganas, você não pode cobrar pelos seus dons.
    Alias, o João Ubaldo não tem mais salvação, como ele ousou escrever um dos melhores (e mais sacanas) livros que eu já li por dinheiro?

    • Nada como um pouco de ironia!!Muito bom este comentário :)

  • A revista Windows Vista até pode ser boa. Já o sistema operacional…

  • Essa não é da Abril…

    Parabéns e muito mais sucesso.

  • Eu entendi o que você quis falar a respeito do pagamento. Eu fazia traduções free-lancer para algumas editoras e até hoje estou esperando o dinheiro cair na conta. Me desencanei do mercado editorial no Brasil, só tem trambiqueiros.

    Boa sorte nessa nova investida! :o)

  • Eric Souza

    [escandalizado mode]
    OMG, recebendo pra escrever, que pecado, que pecado…que….
    [/escandalizado mode]
    coisa pra se fazer com gente que escreve textos descentes e que o povo gosta de ler.

    É uma boa rasteira nos caras que ficam enchendo por causa disso. Um "chupem, criticos de merda!" seria até merecedor, mas pra que se rebaixar ao nível deles?

  • Cardoso, sugiro como primeira coluna sobre o vista a keynote do Jobs do evento de hoje, onde o sistema da Microsoft foi listado como grande responsável pelo crescimento da Apple =D

  • Sempre achei o PC o melhor console de todos, nunca comprei um video-game. Ainda teremos um sistema operacional só para jogos!

  • Nossa Cardoso. Esse negócio de receber dinheiro é tão estranho… Tem certeza que eles vão te pagar? Hehehe.

  • Isso é bom. Receber dinheiro. Faz parte.
    Todas as revistas deveriam ser assim também, dá algo em troca pela colaboração de quem nela escrever, e que esse algo seja DINHEIRO….

    Um dia chegarei lá… aguarde!

    Abraços,

  • Alô a todos.
    Só para esclarecer, caso não tenha ficado TIM ou VIVO. Ou OI!
    O Cardoso eu só conhecia virtualmente.
    O Heinar conheço de priscas eras, quando ninguém havia ouvido falar de BBS. Era tudo via telex (com mãos sujas).
    O Cardoso era conhecido na rede e eu não tinha tido ainda a oportunidade de estar na sua presença.
    Grande figura.
    Simpatissíssimo.
    Em Buenos Aires, tomamos vinho. E bons vinhos.
    E por conhecer seus blogs e seus textos no MeioBit e companhia, achei que era mais do que hora (já deveria ter feito isso antes) de chamá-lo para escrever na Windows Vista. Eles pagam, pois profissionalismo é isso aí.
    E Heinar é um dos sujeitos mais profissionais e corretos que já conheci.
    Ah, só para recapítular, eu sou a editora-assistente de pijama da revista. E edito uma outra a GSMmania, bimestral, e co-autora do blog Nomadismo Celular http://nomadismocelular.wordpress.com.
    BOm, a parceria com Cardoso vai de vento em pôpa nesta louca nau.
    E quando ele der conta de tudo que tem a fazer, também vai escrever na Mac+, pois o Cardoso manja pracas de Vista, MacOs e mobilidade.
    E eu espero poder tomar umas brejas em algum NOB aqui em Sampa, pois só café não tem graça.
    Abraços digitais, Cardoso e leitores do Cardoso.

    Mari-Jô Zilveti

  • Me lembro que cheguei a acompanhar (online) está revista logo quando a mesma surgiu, talvez eu até tenha cadastro ativo ainda. As promoções que rolavam por lá eram excelentes.

  • Anderson

    Li isso e me ocorreu o seguinte "Chupa, Estadão! Chupa Abril":
    http://dinheirooportunidade.com/index.php/blog-va

    Alguém ganhou US$ 15.000.000 na venda de um blog. Com isso o ex-dono, caso queira (e seja algo estúpido/vingativo/desocupado) COMPRA algumas das mais "relevantes" editoras existentes. Ou não?

    • Pois é.
      O Cardoso já entendeu o foco da revista, claro. Ele faz charme. É da sua natureza. Só posso dizer que me adorei conhecê-lo ao vivo. E por mais que acredite na vida de zeros e uns, tive de encontrá-lo ao vivo, ver o seu corpinho analógico, feito de átomos, como diria ou disse Negroponte, para fazer-lhe o convite oficial.
      Eu posso dizer com todas as letras que fui e sou a responsável pela ida dele à Windows Vista – A Revista Oficial.
      Claro está que o mérito é todo dele. Só fiz uma ponte.
      Ah, e leiam e visitem Nomadismo Celular http://nomadismocelular.wordpress.com.
      Hoje, 22 de outubro, postei o texto "Estatísticas dos mundo móvel".
      Vão lá e comentem, por favor. Vocês leitores do Cardoso são preciosos: http://nomadismocelular.wordpress.com/2008/10/21/

      Abraços digitais,
      Mari-Jô Zilveti

  • Escrever por dinheiro nao da inferno. o que manda direto pra la sem escalas e monetizacao, palavra, alias, inventada pelo coisa ruim.

    Agora para de blogar e entrega as 10 resmas que ce ta devendo pra gente ai, Cardoso.

  • Pingback: Retrospectiva da Blogsfera em 2008, segundo minha opinião e ponto final | Pois Bem()