Em Uganda quem tem, tem medo. Quem tem e dá, morre

Você é uma bibinha pão-com-ovo de Copacabana, que considera homofobia quando a tia da loja de lingerie te olha atravassado quando pede pra experimentar o espartilho que quer comprar pro bofe?

Você é um senhor respeitável, que de vez em quando sai com travestis, porque afinal se tem peito não é gay, mas em público faz cara de “eu heim”, e isso te deixa com crise de consciência, “será que estou sendo homofóbico”?

Lamento dizer mas vocês todos são PINTO! Em Uganda o buraco é muito mais embaixo, e não no bom sentido.

Estamos no Século XXI. Achamos sinceramente que barbaridades como a perseguição a Alan Turing não existem mais. Vimos celebridades que passaram a vida inteira no armário como George Takei recebendo carinho de milhões de fãs, e não conheço nenhum trekker que não aceitasse na hora ser convidado pro casamento dele.

É possível ser gay publicamente na TV, ao menos nos EUA. Mais ainda, é possível ser gay sem assumir posturas caricatas. Eu mesmo descobri semana passada que o Neil Patrick Harris era do babado. E não, ele não vivia se escondendo, eu que não tinha lido as legendas e reparado que ele ia a eventos com o companheiro.

No Brasil ainda estamos atrasados, a não ser que o sujeito seja um Lafond da vida ainda precisa se manter no armário, mesmo que ele tenha portas de vidro. Vide o noivo de Copacabana e o Amigo da Bicharada.

Mesmo assim isso aqui é um paraíso, se compararmos com a África.

Em Uganda está sendo proposta uma Lei, que provavelmente será aprovada. Ela prevê que gays reincidentes pegos em atos de gaytitude explícita serão… executados.

ISSO MESMO, e além dos reincidentes, a pena de morte para gays também vale nas seguintes condições:

1 – Pegos com parceiros menores de 18 anos
2 – Pegos com parceiros com deficiência
3 – Um dos dois for HIV+

Homossexualismo já é ilegal em Uganda, mas com a nova lei a perseguição se torna medieval. Ser pego no ato ou promovendo homossexualismo para um grupo é cadeia, com pena de até 10 anos e multa de US$5.500,00 – ou 2/3 do PIB de Uganda.

Casamento gay, fora do país? A legislação prevê extradição para posterior julgamento. Pena? Prisão Perpétua. Agora, a cereja do bolo:

Se você estiver ciente de um cidadão ugandense gay, tem 24 horas para denunciá-lo, do contrário corre o risco de pegar 3 anos de cadeia.

Agora um Quiz rápido: Qual dos três grupos apóia a nova lei?

1 – NASA
2 – Royal Academy of Science, Inglaterra
3 – As igrejas locais e líderes religiosos

Vejam a incrível declaração de David Bahati, Ministro do Parlamento:

“Não acreditamos em nosso país que um homem dormir com outro homem, ou uma mulher ter intercurso sexual com outra mulher é um direito humano”

As entidades religiosas mais moderadas condenam apenas a parte de pena de morte, estão ok com o resto.

O pior de tudo é saber que a distância que me separa da África não serve de consolo. Agora mesmo, pisando o mesmo chão que piso outro boçal com o mesmo tipo de idéia medieval está apertando a mão do nosso Presidente. Um boçal que não só executa gays por serem gays como comete o SUPREMO crime de ódio, executa lésbicas adolescentes. Que tipo de mente distorcida um homem tem que ter para odiar lésbicas adolescentes?

O boçal em questão? O Ahmadinejad, presidente do Irã e iludido-mor.


Será que ele realmente pensa isso? Só tem um jeito, mandarei um email perguntando a seu novo melhor amigo qual sua opinião real sobre gays.

A opinião do Ahmadinejad, porque a opinião do Melhor Amigo a gente já conhece:

Fonte: IPS News


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também:

  • Vish Malia, se fossem fazer isso aqui no Brasil varonil ia faltar aonde enterrar a purpurina meu amor. As bees são invenciveis.

  • Que medo. Quando eu acho que a humanidade está indo pra frente — devagar, quase parando, em velocidades milimétricas, mas pra frente — vem uma dessas pra me derrubar do meu otimismo…

    Olhando por outro ângulo, as prisões de Uganda agora vão ser uma orgia só. =P

    • Só até a hora da execução.

  • Flávio Sim&ot

    Uau. Já ouvi falar em passos de desenvolvimento e talz. Os para frente e os para traz(Ui!). Mas isso é o que eu chamo de Moonwalkers social!

  • Cardoso, diversos outros países africanos e do oriente médio tem pena de morte para o homossexualismo.

    Outra dado, de aspecto interessante na análise da psique masculina, é que em vários países as penas são rigorosas para o homossexualismo masculino, enquanto que o feminino… é legal!

    É o caso da Guiana, logo ali, fazendo fronteira com o Brasil. Lá as lésbicas ficam à vontade, mas os gays vão para a prisão pérpetua!!!

    Veja mais em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Legisla%C3%A7%C3%A3o

    • É um avanço, mas em um mundo ideal o lesbianismo seria obrigatório, pelo menos por alguns anos ;)

      • Na Era Vitoriana, aprovou-se uma lei contra a sodomia, considerando crime o sexo entre homens.

        Mas Sua Graciosa Majestade nada fez sobre o homosexualismo feminino, porque nenhum assesor conseguiu convencé-la de que "isso" existia.

        Coisas do século 19…

  • Paulo Brito

    Mas.. perai aí!

    E o item 2 "Pegos com parceiros com deficiência"? Isso foi sério ou era pra ser engraçado? Ou foi mal escrito?

  • Guilherme

    Como você é hipócrita. Só porque o Lula fez uma piada com Pelotas, você insinua que ele é homofóbico? Não venha dizer que comentarista de blog não sabe interpretar texto e que não insinuou nada, porque está bem claro nas entrelinhas.

    Engraçado porque se fosse o Lula que tivesse escrito este post recheado de piadinhas homofóbicas no mesmo nível da de Pelotas, posso imaginar do que você o teria chamado.

    • Deixa adivinhar qual partido você apóia…

  • Seria uma 'Holocausto Gay'? Porque boa parte da população está com o vírus HIV e essa seria uma maneira bem simples de descontaminar, pelo menos um dos países do conteinente. Se essa moda pega.

  • Guilherme

    "Seria uma ‘Holocausto Gay’? Porque boa parte da população está com o vírus HIV e essa seria uma maneira bem simples de descontaminar, pelo menos um dos países do conteinente. Se essa moda pega."

    Olha! Um idiota que ainda vive na década de 80 e que acha que o vírus da AIDS só se dissemina entre homosseuxais.

  • O mais ridiculo de tudo, é que a epidemia do HIV no continente africano é basicamente heterossexual, e perpetrada pelo mesmo pensamento ignorante dessa bacteria gigante. Quanto ao presidente do Irã… Sem palavras pra escrotidão desse encontro.

  • Eu realmente, até agora não entendi o que a gente ganha fazendo diplomacia com o Irã. Será que o presidente está atrás de ganhar um Nobel da Paz através da intromissão no debate entre ONU e Irã?

    • O Hugo Chavez é pior que o Ahmadinejad e 99% da blogosfera "intelectual" gosta dele. Why not Ahmadinejad? E no mais, deixa o homem [OSTRA]diplomaciar.

      • Foi uma boa ressalva – o que não quer dizer que eu concorde com a relação melhor / pior.

        Importante aqui é lembrar que o Irã já teve um regime mais pesado, o do Xá, e ele era recebido com tapete vermelho nos EUA e na Inglaterra. O ÚNICO período democrático no Irã foi estraçalhado por esses mesmos países – defensores do "mundo livre" – por ter nacionalizado o petróleo e estar rumando para uma certa independência econômica.

        Em resumo: quando o interesse é comercial, não existe padrão moral, ética, etc. Política, hoje, é sinônimo de economia. É triste dizer, mas não espero que o Brasil seja uma ilha de moral. Nenhum outro país será.

    • Petrôleo X carnes, frango, açúcar, cacau, café, roupas, tecidos, automotores, tecnologia, técnicos industriais, empresas de construção… aliás tudo o que o Brasil tinha em comúm com o falecido Iraque.

      Está bom ou quer mais?

  • Francisco

    O "Melhor Amigo" foi o presidente brasileiro que mais fez pelas causas LGBT até hoje. Ataques de pelanca por causa de uma visita de UM DIA do presidente do Irã não ajudam muito.

  • Segundo Parágrafo: Eu ri

    No mais, a perguntar é que se faz é, sempre ela, quando nós vamos aprender a cuidar de nossas vidas?

  • Se o Brasil já é atrasado imagine Uganda e Irã.

    • Uganda é mais atrassado. Estive lá em 1974. O Irã não (Estive lá em 1975). É um país moderno, mas hoje com uma visão religiosa muito rígida, que nós brasileiros e sulamericanos em geral não estamos preparados para entender.

      Eu não moraría lá, mas moraria no Iraque anterior a 1991 (que visitei em 1975, onde trabalhabam mais de três mil brasileiros), único país muçulmano onde as mulheres podiam andar sem véus e dirigir automóveis, podíam se divorciar (no Irã também podem) e não existiam crianças sem escola e sem sapatos, não existiam analfabetos, nem pobres, e nem filas nos hospitais. (Fui a arrancar um dente e me atenderam na hora, sem filas e sem pagar, apesar de que era um estrangeiro – o governo paga – me disseram) Ah! E a gasolina era quase de graça, até para mim.

      • El-Chak

        A verdade é que o desconhecimento rola solto entre o povo: o Irã não é um país atrasado. Pode ter modo de vida diferente e pode até não agradar a muito democrata, mas está investindo pesadamente em todos os setores e se encaminhando para possuir tecnologia de ponta, sabendo que a era do petróleo está chegando ao fim. E é isso que não agrada às democracias: querem que permaneçam eternamente subjugados, importadores de tecnologia e exportadores de petróleo barato. Não admitem que um povo, por si só, contra quase todos, se transforme em potência na região e ameace a hegemonia (artificial porque peitada pelos USA) de Israel. É geopolítica. É ideologia.

        • Concordo que o conhecimento do brasileiro sobre o resto do mundo limita-se ao que a rede globo "ensina".

          O que os brasileiros em geral não sabem é que o resto do mundo dito "civilizado" pensa do Brasil: que é um pais atrasado, onde o único digno de nota é o futebol e o carnaval, para o qual as cobras e onças são retiradas das ruas para que os turistas não se machuquem, como – eles pensam – acontece na África.

          O povo brasileiro precisa viajar mais, aproveitando que as passagens de avião estão baratas.

          Vou propor ao Lula mais um vale: o vale avião.

  • renato

    O grande problema contra os travestis e gays em mais caricaturados é o medo do confronto direto, um homem para se vestir de mulher e enfrentar uma sociedade já prova que tem coragem, e essa coragem pode ser assustadora para os escravos do sistema.

  • Cara, nada contra os gays, só não quero ninguém me dizendo o que tenho que fazer e o que eu tenho que achar certo. Fiquei triste pelas lésbicas D:

  • Cada um tem o direito de fazer o que quiser dentro da sua casa. Agora, dizer que eu sou OBRIGADO a aturar homem se agarrando, mulher se agarrando, fazendo viadices, e eu achar que é normal? E ainda os meus filhos verem isso e achar que é NORMAL? Por mim fuzila todo mundo.

  • Cara, não é por nada mas Lula já apertou a mão de gente pior, como Peres e Lieberman, genocidas…. Merda por merda estamos bem servidos.

    Mas cadê o povo pra protestar contra os genocidas Israelenses, pq só falam de Ahmadinejad?

    tsavkko.blogspot.com

    • Porque o povo faz o que a Globo manda.

      • É a triste verdade! É Honduras pra cá, Ahmadinejad pra lá… MAs fraude, Israel e genocídio ninguém quer falar….

        tsavkko.blogspot.com

    • Sami

      E o kiko???

      • E o kiko que você é ignorante.

        • Sami

          É mesmo? Se fode, então.

  • Além de uma constatação terrível para a humanidade, o avanço do fundamentalismo religioso e da intolerância. O masi triste disso tudo é ver o Brasil batendo palmas e chamando esses imbecis (genocidas africanos, ditadores de toda espécie e o louco do Ahma) de "líderes democráticos".

    Ultimamente a vergonha é um sentimento que acompanha qualquer brasileiro que pense além do bolsa família.

    • Lembro que Mao Tsé Tung, que matou mais gente que Stalin (o paizinho do povo), era chamado de "lider democrático", assim como Kim Il Sung e outros governantes de países chamados "República Popular Livre e Democrática" de…

      China

      Coreia do Norte

      Polonia

      Alemanha Oriental

      Hungria

      Yugoeslavia

      Checoeslovaquia

      Russia

      Ucrania, etc.

      Mas talvez eu lembre disso porque sou velho.

    • Realmente… Melhor receber Lieberman, Peres… Ah, mas eles são democratas! Queriam "só" proibir os árabes de concorrer e "apenas" matam milhares de Palestinos…

      São genocidas mas…. como é bela a democracia!

      • Sami

        E o kiko?

      • A democracia é o goveno da maioria.

        Mas só a minoria é que tem cultura.

        Grande vendedor esse que nos vendeu a democracia!

        Viva o vendedor!

        Estou contratando, preciso vender geladeiras no Alaska.

  • Luis

    Ahh, e sobre a AIDS e Heterossexuais:

    OMS agora descarta epidemia de Aids entre heterossexuais

    http://www.infectologia.org.br/default.asp?site_A

    Tem gente ai que ainda acredita nos mitos do Lobby Gay…

  • Se nã me engano lá de cada 20 humanos 13 tem o vírus da aids e o sexo lá rola a torta e a direita , tem que conter isso senão já viu. fácil falar …. vamos entender

  • agostinho

    homossesualismo é coisa seria, e deve ser tratado serio,é inadimissivel aceitar tal pratica na nossa sociedade.

    homem tem que ser homem e acabou.

    que todo gay se converta da sua pratica.

    aceita a Cristo, e larga esta vida amaldiçoada.

  • Eu posso até não concordar com a vida que os gays levam, pois sou evangélica e creio que Jesus os ama e tem um plano para suas vidas também (porém eu amo o jeito sensível que eles tem com as pessoas, são fofos, posso falar porque tenho até amigos bissexuais no meu orkut, eles são muito doces comigo)… mas querer matar um cidadão só porque ele é homossexual??? Francamente, onde está o amor ao próximo??? E onde está a compaixão e a caridade que o tal deus Allah tanto fala em seu Al-Koran??? Francamente, é muito fundamentalismo e ignorância pro meu estômago. Os muçulmanos radicais fazem barulho por tudo. Isso não é só na Uganda. Essas penas de morte são bem a cara do porco imundo do Ahmadinejad. Eis aí um cara nojento, asqueroso. E o Lula é um imbecil, pois aceita fazer acordos internacionais com essa raça de gente cruel. Abomino.