#WorldWishDay – tão legal que até eu apóio!

Ano passado eu contei aqui a história de um garotinho sortudo com câncer no fígado. Erik sonhava em ser super-herói, pois se há algo que nenhuma doença consegue tirar de uma criança é a capacidade de sonhar. Isso só quem consegue são pais ruins.

Um belo dia ele recebeu um telefonema do Homem-Aranha, pedindo ajuda para salvá-lo de um vilão. Sem recontar toda a saga já detalhada no artigo acima, o guri rodou a cidade de Seattle com escolta policial, parceiro-herói, ganhou chave da cidade e salvou o dia.

Erik nem de longe foi a primeira criança a ser premiada pela Make-a-Wish Foundation, uma organização que acho fantástica, por fugir completamente do coitadismo. Não é uma Fundação que doa tijolos, eles doam sonhos.

O objetivo é presentear pacientes infantis com doenças. O presente são sonhos, como um guri de 6 anos que adora aviões (e que guri que não gosta?) que sonhava em pilotar um F14. Ele conseguiu. Ou mesmo o caso de Justin, com o estranho desejo de ser um faroleiro. Não seja por isso, com ajuda da Guarda Costeira dos EUA, ele teve seu dia, como faroleiro oficial do Farol Point Wilson, em Port Townsend.

Ontem, durante o #YouPix descobri que a Make a Wish Foundation existe no Brasil, e conseguem realizar desejos bem legais, com a colaboração de um monte de gente, inclusive a Gol, que ajudou um garoto a realizar seu sonho de ser piloto. (garotos e seus brinquedos, nunca crescemos)

O site oficial deles é www.makeawish.org.br/blog, e é um trabalho que merece ser divulgado.

Agora a Make a Wish tem um Wish: Querem expor seu trabalho, em busca de doações e principalmente gente que colabore com a realização dos desejos da garotada. Eles poderiam estar roubando, poderiam estar matando (o que seria mais lucrativo e divertido, aliás) mas estão pedindo que todo mundo colabore para colocar a tag #WorldWishDay nos Trending Topics mundiais do Twitter.

Eu acho que qualquer um que consiga fazer com que a gente fique encantado e -sim, admito- com inveja de pacientes infantis graves merece respeito e apoio. Porque, se eu que nunca cheguei perto de nada mais grave que dengue já acho a experiência fantástica, imagine como foi para essas crianças.

Colabore. Visite o site da versão americana, o site brasileiro, conheça as histórias e divulguem!


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever. Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.

Leia Também:

  • Muito legal, mas confesso que só entrei aqui porque li errado, achei que fosse #WorldWiskyDay

  • Realizar sonhos é trabalho prá poucos, só Wizard lvl 20 ou maior, mas quando vários humanos normais se juntam podemos ter esse poder também. Ótima iniciativa deles e a sua de divulgar, parabéns… estou indo ao site para conhecer.

  • Muito bom essa iniciativa né?
    Ja estou divulgando e também vou ver como faz com as doações!
    Valeu pela informaçào Cardoso!

  • Cardoso, você não vai tecer seus abalizados comentários acerca do barata-voa que está rolando com a PSN?

  • Tito

    Cardoso, este foi um dos seus melhores posts que já li. Trabalho fantástico dessa organização!

  • "O objetivo é presentear pacientes infantis com doenças."

    Ficou ambíguo ;)

  • Cara, isso é muito lindo. Me inscrevi pra ser voluntária.
    (fikdik: eles vão fazer um treinamento para voluntários em julho, em São Paulo e Campinas)

  • Pô kra… me fazer chorar esta hora da manhã não dá ne! http://www.makeawishbrasil.com.br/quem-somos/o-pr
    conservado em meus sites…

  • Estou até pensando em inscrever o Jovem Cardoso para ter uma noite de Príncipe com a Tia Vendramini.

  • Lembro bem de ter visto isso na tv. Tinha uma garota que nunca viu o mar, nunca foi ao mar (ela era paraplégica), muito massa, os caras levaram a garota e coisa e tal. Bem maneiro, acho que já faz um tempo que tem aqui, ou será que eu to errado?

  • E se a criança tiver o sonho de ser saudável?

  • licedoa

    Bem legal isso que eles fazem. Todo dia é dia de realizar um desejo de criança, não importa a situação dela.
    =1

  • leegal

  • Mauricio

    Deu comentei agora sou inteligente?