Isso não acontece com o Veríssimo

Outro dia publiquei aqui um texto do Sérgio Antunes, sobre saudosismo. Eu o copiei de uma revista uns 20 anos atrás, mas sempre mantive o nome do autor. Sendo escritor eu mesmo, respeito o direito de autoria, ao contrário dos milhares de clones do Veríssimo que poluem a Internet. Eis que me surge um email, hoje. Do próprio Sérgio, comentando e agradecendo a divulgação do texto. Grata surpresa. Posso, décadas depois, agradecer por um texto inspirado. Obrigado, Sérgio. Agora vou visitar