Twiiter, Scripts e autorealização


Nos últimos dias está rolando um bafafá no Twitter envolvendo um script criado por um desocupado. O tal programa adiciona seguidores automaticamente, e utiliza um teorema segundo o qual 50% de quem você adiciona como seguidor, por cortesia te adiciona de volta.

Com essa lógica se eu passar a seguir 10.000 pessoas, 5.000 me seguirão de volta. Com isso aumento muito meu número de seguidores, subo nos rankings, viro twitteiro fodão. (para detalhes sobre o caso, visite este post no Goma de Mascar)

Eu tenho um grande problema com isso, técnico, que será discutido oportunamente no MeioBit.

Fora isso, a grande dúvida é o MOTIVO. Eu entendo o comportamento de manada do brasileiro, essa necessidade de se destacar aparece em todos os ambientes virtuais, é gente que passa semanas descobrindo como derrubar um servidor de IRC para ganhar o Ops do canal e ficar com uma arroba na frente do nome. -se foderam, no Twitter todo mundo tem arroba-

É gente que fica desesperado atrás de programa para mandar scrap e angariar membros para sua comunidade, e amigos que nunca viu ou verá de verdade.

Conversando com o Eden, percebi que há um grande componente de autorealização. O usuário de scripts para aumentar sua troupe de seguidores no Twitter é imune a críticas, ele não quer ver o ser visto, nem quer ser reconhecido. Seu maior alvo a impressionar é o espelho.

E não há nada de errado com isso. Todo mundo que já fez algo relevante no mundo o fez para se sentir bem, por mais abnegado que o sujeito seja, no fundo ele se orgulha internamente do que está fazendo.

O problema é que os anos passam, as pessoas se tornam mais medíocres e os feitos necessários para que sintam esse sentimento de realização se tornam igualmente medíocres.

Antigamente o máximo de feito sem-sentido com fins de autorealização envolvia japoneses e dominós:

Hoje até mesmo isso dá trabalho demais. O ideal é fazer algo que nos torne importantes (aos nossos olhos) com um mínimo de esforço. Montar um blog kibando textos de outros e mostrar pra família, copiar o texto QUEM SOU EU do Alex Castro, ou então adicionar via script seguidores no Twitter.

Eu acho isso triste. É muito, muito vazio. É pequeno. É limitar demais o próprio potencial. Parece aquelas meninas que sonham ser Miss Caicó, ou os garotos que almejam jogar na 2a Divisão.

Esse sentimento de autorealização baseado em méritos medíocres me assusta. O pior é quando me acusam de compartilhá-lo. Desculpe, gente. Estão vendo a foto no alto do texto? Sou eu, em 2004, no alto do Pico da Bandeira, 2891m acima do mar e de 99,999% da população brasileira.

Fiz uma expedição durante o carnaval, sem nunca ter subido nada além de preços em uma loja eletrônica, usando o que aprendi no Discovery e em mcGyver. Foram 12h de caminhada montanha acima, (mais fotos aqui) e um desafio pessoal. No final, conseguimos.

O interessante é que dois malucos que passaram correndo por nós, e fizeram a escalada em 2 horas não diminuiram em NADA meu sentimento de conquista. NÃO É uma competição. A meta foi alcançada? VITÓRIA!

Seria trapaça alugar um helicóptero, ser depositado no alto da montanha e então fazer uma foto? Seria. É o equivalente a usar scripts? NÃO. Usar scripts para se tornar Twiteiro Fodão é tapaça, mas A META EM SI é pequena.

Então, Script Kiddies, escutem Tio Cardoso: Não tenho problemas com os MEIOS que vocês usam para atingir seus objetivos. Só por favor sejam menos medíocres e sonhem mais alto. O Brasil agradece.

Leia Também:

  • Twitter

    RT @annebecker Fica aqui meu foda-se pro script, pra quem usou o script e pra quem reclama e se importa demais com o script.

    • ninojoga10

      cardoso, deixa o povo usar o script e ser feliz.. rs.

      sempre existirão pessoas atrás de conteúdo.. mesmo que relativamente poucas, são essas redes que oferecem os saltos qualitativos..

      p.s. ta dando falha no envio do comment

  • Eu realmente não consigo ver qual a graça em ter zilhões de seguidores no twitter. A maioria deles passa longe do que vc escreve, outros trocentos não sabem te interpretar e apenas uma minoria acaba lendo mesmo.

    É tudo tão estúpido, essa massa de gente querendo ser um 'famoso virtual'. Assim como no orkut, que o povo fica fazendo competição pra ver quem tem mais 'amigos'.

    É lamentável e muito triste, essa idiotice…

    <abbr>Andarilho – último post do blog… Quando o mais importante é não complicar – by Max Gehringer</abbr>

  • O twiiter (como você escreve) é uma merda mesmo.

    Abs

    <abbr>FernandoJS – último post do blog… Fotos de balões</abbr>

  • O twiiter (como você escreve) é uma merda mesmo.

    Abs

  • O twiiter (como você escreve) é uma merda mesmo.

    ps: esse formulário está com erro ao submeter.

    Abs

  • Opah

    O twiiter (como você escreve) é uma merda mesmo.

    ps: esse formulário está com erro ao submeter.

    Abs

  • Não!!! Só de você comentar essa idiotice vai ter mais gente ainda usando!!! rsrsrs
    O fato da criação do script não me preocupa, até acho natural. Tem MUITA gente que pensa pequeno. O que me preocupa é o êxodo de gente inteligente e capaz como você, o @interney, o @crisdias, o @marcelotas e etc. de uma ferramenta que, com o uso certo, é tão legal.

    <abbr>Elia – último post do blog… Not For Dummies</abbr>

  • Acho que vc nao poderia sintetizar melhor. Eu concordo com vc, as pessoas tem essa vontade, desejo louco de serem notadas, como numa competicao. Mas neste caso, a competicao 'e completamente sem sentido. Aquela fagulha infantil de "olha pra mim mamae, to andando de bicicleta vestido de super-homem" nao desaparece nunca.

  • Script? Tem pt no nome! Isso coisa do Zé Dirceu!

    <abbr>Luciano Bitencourt – último post do blog… E vamos, que vamos</abbr>

  • Acho que o pessoal não se toca, que não tem fundamento algum ter um monte de seguidores que nem entendem a língua deles (Y)

    <abbr>Rafael Ramos – último post do blog… mechamorafa: mais que grande mer**, meu irmão torrou toda a banda disponível vendo um monte de videos, a internet tá lenta bagarai agora aff</abbr>

  • Enio Luiz Vedovello

    Eu acho gostoso quando aparece alguma mensagem indicando UM seguidor novo. Entro no twitter deste, leio, avalio se vou ou não segui-lo. E sigo apenas os que me interessam ler. Assim, posso pelo menos tentar acompanhar o que dizem e fazem. Que adianta ter milhares de seguidos e seguidores e não conseguir acompanhar nada?

    • Concordo e faço igual, Enio.

      <abbr>Liliana – último post do blog… Adeus ER</abbr>

  • ninojoga10

    cardoso, deixa o povo usar o script e ser feliz.. rs.
    sempre existirão pessoas atrás de conteúdo.. mesmo que poucas, são essas redes que oferecem os saltos qualitativos..
    não demora e o twitter se rende à boçalidade, e já teremos migrado para outros novos espaços..

    • Isso, deixa tudo como está… Pensamento de brasileiro

      Orkut acabou por causa disso. Fotolog também. Se não mudar, logo vai ser o Twitter. Como foi falado no MeioBit já, os brasileiros são as verdadeiras pestes digitais em qualquer serviço decente.

      Até pouco tempo atrás SÓ havia gente inteligente no Twitter. Com estes scripts qualquer um idiota semi-analfabeto consegue a "falsa popularidade" e infla seu ego.

      • ninojoga10

        quanto à "vida inteligente e aos brasileiros" deixa de ser arrogante e etnocentrico rs.

        se a pessoa se contenta com a pseudo popularidade dela ótimo.. eu nao estou atrás disso lá, eu estou atrás de conteudo entende.. meu objetivo é outro e a gente nao compete.. a nao ser que seu objetivo seja ter uma true popularidade pq vc é um cara super inteligente, cool e fodao e aí é justo vc ser super popular. balela, eu acho isso piada.

        vc nao entendeu o que eu quis dizer com as migrações? isso responde o que vc diz sobre orkut, fotolog, etc..

        outra coisa, deixa de sacralizar a web.. ta parecendo aqueles que defendem a academia como o unico espaço do conehecimento e qualquer um fora disso é um semi-analfabeto idiota que fica fazendo comentarios em blogs "cults" só pra conseguir uma falsa popularidade, pseudo inteligencia e pra inflar seu ego..

        @ninojoga10

        • Se você gosta de spam o problema é seu, eu não gosto. Também estou atrás de conteúdo, mas esses scripts prejudicam todos, jamais pense que você não será atingido. Eu, você, os servidores do Twitter somos prejudicados. Quer provas? Veja o quê aconteceu ontem: Problemas de servidor, avatares, baleiadas.
          .
          Eu nunca falei nada da Web, você leu mal. Acho o Twitter, blogs e a internet em geral uma fonte excelente de conteúdo, desde que soubermos procurar e seguir o bom senso.
          .
          Se estes scripts fossem algo ético, com certeza seria uma opção do Twitter: "Auto-following God and World".

      • Nome Obrigató

        Não importa qual seja o serviço: assim que ele se torna popular, a população migra para ele em massa, e como a maior parte da população só quer "zoar", acontece esse tipo de coisa. Tem de deixar tudo como está mesmo, afinal, não há nada que ninguém possa fazer. E não, Orkut não acabou por causa disso…

        Vou tentar colocar em outras palavras: o mundo tá cheio de hipocrisia, dogmáticos, pessoas de mal-caráter, etc, etc, nem por isso o mundo acabou; nem por isso as pessoas de bem fugiram para o subsolo. Pegando o Orkut como exemplo: ainda existe inteligência lá, a maioria é de gente analfabeta (ou analfabetos funcionais, o que é pior ainda)? Sim, é. Mas e daí?

        É como a escalada do Cardoso. E daí se dois malucos passaram correndo e fizeram em um tempo 6x menor que o dele (haja fôlego)? O que importa não é o que fazemos? Vocês que ficam reclamando que essa ou aquela comunidade tá cheia de gente assim ou assada simplesmente se incomodam demais.

        Como já dizia um ditado antigo: Se um problema tem solução, não há com o que se preocupar (desde que encontre a solução); se um problema não tem solução, toda preocupação será em vão. E me desculpem, mas esse é um dos problemas sem solução.

      • Nome Obrigató

        Não importa qual seja o serviço: assim que ele se torna popular, a população migra para ele em massa, e como a maior parte da população só quer "zoar", acontece esse tipo de coisa. Tem de deixar tudo como está mesmo, afinal, não há nada que ninguém possa fazer. E não, Orkut não acabou por causa disso…

        É como a escalada do Cardoso. E daí se dois malucos passaram correndo e fizeram em um tempo 6x menor que o dele (haja fôlego)? O que importa não é o que fazemos? Vocês que ficam reclamando que essa ou aquela comunidade tá cheia de gente assim ou assada simplesmente se incomodam demais.

        Como já dizia um ditado antigo: Se um problema tem solução, não há com o que se preocupar (desde que encontre a solução); se um problema não tem solução, toda preocupação será em vão. E me desculpem, mas esse é um dos problemas sem solução.

      • Nome Obrigatorio

        Não importa qual seja o serviço: assim que ele se torna popular, a população migra para ele em massa, e como a maior parte da população só quer "zoar", acontece esse tipo de coisa. Tem de deixar tudo como está mesmo, afinal, não há nada que ninguém possa fazer. E não, Orkut não acabou por causa disso…

        Vou tentar colocar em outras palavras: o mundo tá cheio de hipocrisia, dogmáticos, pessoas de mal-caráter, etc, etc, nem por isso o mundo acabou; nem por isso as pessoas de bem fugiram para o subsolo; logo, por que será que todos fogem da comunidade se baseando no resto? Pegando o Orkut como exemplo: ainda existe inteligência lá, a maioria é de gente analfabeta (ou analfabetos funcionais, o que é pior ainda)? Sim, é. Mas e daí?

        É como a escalada do Cardoso. E daí se dois malucos passaram correndo e fizeram em um tempo 6x menor que o dele (haja fôlego)? O que importa não é o que fazemos?! Vocês que ficam reclamando que essa ou aquela comunidade tá cheia de gente assim ou assada simplesmente se incomodam demais.

        Como já dizia um ditado antigo: Se um problema tem solução, não há com o que se preocupar (desde que encontre a solução); se um problema não tem solução, toda preocupação será em vão. E me desculpem, mas esse é um dos problemas sem solução.

      • Nome Obrigatorio

        Não importa qual seja o serviço: assim que ele se torna popular, a população migra para ele em massa, e como a maior parte da população só quer "zoar", acontece esse tipo de coisa. Tem de deixar tudo como está mesmo, afinal, não há nada que ninguém possa fazer. E não, Orkut não acabou por causa disso…

        Vou tentar colocar em outras palavras: o mundo tá cheio de hipocrisia, dogmáticos, pessoas de mal-caráter, etc, etc, nem por isso o mundo acabou; nem por isso as pessoas de bem fugiram para o subsolo; logo, por que será que todos fogem da comunidade se baseando no resto? Pegando o Orkut como exemplo: ainda existe inteligência lá, a maioria é de gente analfabeta (ou analfabetos funcionais, o que é pior ainda)? Sim, é. Mas e daí?

  • ninojoga10

    cardoso, deixa o povo usar o script e ser feliz.. rs.
    sempre existirão pessoas atrás de conteúdo.. mesmo que poucas, são essas redes que oferecem os saltos qualitativos..
    não demora e o twitter se rende à boçalidade, e já teremos migrado para outros novos espaços..

    p.s. os comments vão pelos correios? rs

  • Engraçado é que todo mundo tem medo de apontar o Edney.

    <abbr>Fábio Buchecha – último post do blog… Sinapses</abbr>

  • ninojoga10

    cardoso, deixa o povo usar o script e ser feliz.. rs.

    sempre existirão pessoas atrás de conteúdo.. mesmo que relativamente poucas, são essas redes que oferecem os saltos qualitativos..

  • Agora o senhor me dá licença, porque essa tal-de-internet é uma via de mão-dupla e eu não vou fazer um post no meu blog sobre esse hype por motivos que se explicarão a seguir:

    Outro dia eu falei pra um amigo meu "Eu não quero mais ser web, porque eu odeio flash e se eu ficar só em CSS não vai ser o suficiente. Eu quero ser fodona!" e ele disse "Por que?" e eu comecei a pensar… Por que? Então fui cuidar da minha vida. Acho que esse é um pensamento default. Pronto, explicada a competição idiota.

    Acho que ninguém sabe como usar o Twitter, daí fica aí, essa discussão toda. Até falei com o @interney, por DM, quando dei um reply falando que agora nem tem graça saber que ele me segue. Mas tem, sim, porque ele continua vendo os replys pra ele e comentando.

    A grande revolução do twitter é o nível de comunicação. Com a TV, a via é única, a emissora manda e a gente assiste (ou troca de canal), mas não participa. Com o blog, por exemplo, você está aí, como autor, e eu aqui, como comentarista, mas no twitter estamos todos no mesmo nível. Até eu e a @mbottan.

    Então, vamos aproveitar nossa vida, ok? Fim de hype pra mim. #prontofalei

    • ninojoga10

      mandou bem! a questão de todos estarem no mesmo nivel..

  • Anderson

    A miss Caicó que eu conheci era bem bonitinha… Aliás, próximo de lá, uns 30 Km, tem uma cidade chamada sugestivamente "Jardim de Piranhas" (graças ao Rio Piranhas, óvio…) que todo solteiro deveria conhecer pelas suas belezas naturais…

    Se no Orkut eu aguentei um ano antes do "Orkuticídio". Pelo que você descreve, no Twitter sou natimorto…

    • Anderson

      Fiquei tão emocionado de lembrar do nordeste-portiguar-seridoense que escrevi "óvio" pra óbvio…

    • E eu que já estava pensando que Caicó não existia ai vejo esse post agora e mudo de idéia. :-)
      Detalhe: eu moro em Caicó.

      Jardim de Piranhas até que é bacaninha mas cidade boa pra solteiro conhecer mesmo é Caicó em tempo de carnaval (Não tem nenhum Carnaval no RN que seja melhor que o de Caicó não). A unica coisa que Caicó tem de ruim mesmo é a internet que é mais lenta que a do Acre.
      []'s
      @AbelardoDanger

      <abbr>Abelardo – último post do blog… Anônimo sendo o mais RETUITADO</abbr>

  • Acredito que m* quanto mais se mexe, mais fede. Por isso optei por deixar o assunto quieto. Cada um sabe de si, né? Eu tenho meu blog-diarinho há anos. Uma vez fui citada no caderno de informática d'O Globo – isso me rendeu um reencontro com um amigo virtual cujo contato havia se perdido no tempo e que com o passar do tempo virou um de meus melhores amigos, um irmãozão. Não tem "monetização" nem pageview que pague este reencontro. Tenho menos de 200 "seguidores" e sigo menos de 100 cabras. Muita gente que eu sigo não me segue e eu não tô nem aí. Sigo quem é meu amigo, real ou "virtual", ou quem escreve coisas que acho interessantes. Imagina ter 10k seguidores ao custo de seguir 20k pessoas! Eu mal dou conta dos menos <100!!!

    Tô nem aí procê, seu script. Todo poder ao Guaraná Jesus e força na peruca. ;-)

    <abbr>Carol – último post do blog… </abbr>

  • Acredito que m* quanto mais se mexe, mais fede. Por isso optei por deixar o assunto quieto. Cada um sabe de si, né? Eu tenho meu blog-diarinho há anos. Uma vez fui citada no caderno de informática d'O Globo – isso me rendeu um reencontro com um amigo virtual cujo contato havia se perdido no tempo e que com o passar do tempo virou um de meus melhores amigos, um irmãozão. Não tem "monetização" nem pageview que pague este reencontro. Tenho menos de 200 "seguidores" e sigo menos de 100 cabras. Muita gente que eu sigo não me segue e eu não tô nem aí. Sigo quem é meu amigo, real ou "virtual", ou quem escreve coisas que acho interessantes. Imagina ter 10k seguidores ao custo de seguir 20k pessoas! Eu mal dou conta dos menos <100!!!

    Tô nem aí procê, seu script. Todo poder ao Guaraná Jesus e força na peruca. ;-)

  • Engraçado, normalmente não concordo muito com vc, mas dessa vez temos mais ou menos a mesma opinião, até usamos metáforas parecidas…

    Sempre haverá as pessoas que esmolam prestígio como a atriz ou ator que se vende sexualmente para conseguir aquela ponta no filme do diretor famoso. Essa é apenas uma das versões do fenômeno nestes estágios iniciais da era do conhecimento.

    O negócio só é ruim mesmo para quem trabalha com mídias sociais online e agora terá mais um fator a analisar ao buscar nós de influência na rede, afinal lá está alguém com 20 mil seguidores-zumbi.

    A propósito foi só o que faltou no seu artigo.

    Os seguidores conquistados com esse artifício são diferentes dos obtidos espontaneamente e acabam sendo um tipo de legião de zumbis.

    Pegue dois desses famosos com perfis semelhantes e compare os índices de retuíte ou de clique em links publicados por eles. O segundo obtém resultados 5 vezes menores.

    Bons tempos os das guerras do IRC ;-)

    <abbr>Roney Belhassof – último post do blog… Script para o Twitter cria legiões de seguidores zumbi</abbr>

  • Esperem só o google monetizar o twitter :P

    <abbr>Sergio Clemente – último post do blog… Twitter, umbigotwittosfera. eu já vi esse filme</abbr>

  • Hawk

    Alguém deve ter usado o script invertido no meu twitter, eu perdi 4 seguidores.

    • Tem uma evolução dele que funciona assim: A pessoa segue um monte de gente. Destas, a parte que seguir de volta ela continua seguindo. Aqueles que ignorarem o script dá unfollow.

      Porquê as coisas evoluem…

  • Thiago

    "gente que passa semanas descobrindo como derrubar um servidor de IRC para ganhar o Ops do canal e ficar com uma arroba na frente do nome. -se foderam, no Twitter todo mundo tem arroba-"

    Hahahaha! Lembrei na hora da LENDA REIROM e sua tentativa de dominar o #emuroms

    LOL AMIGOS!

  • BRAVO! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

    <abbr>Damnati – último post do blog… Big Brother Brasil e a Mulher Brasileira</abbr>

  • Quem sonha alto nem tempo tem pra twitter. Tem que contratar alguém pra twitar.

  • A humanidade agradece.

  • que tchauzinho tímido… tava com medo de cair lá de cima, Cardoso =D

    <abbr>Felipe Barros – último post do blog… O que falta pro Brasil ser um lugar melhor?</abbr>

  • Renata

    Cansado de ver as celebridades somente em momentos glamurosos? Acesse bigcarasbrasil.blogspot.com e tenha uma visão diferente do mundo das estrelas.

    Beijos

  • Acho que o cerne de toda esta questão está no seguinte: não podemos mais ficar consultando os rankings de Twitteiros "mais populares", nem ficar achando que o cara que tem mais seguidores é o mais "fodão". O SCRIPT é a prova clara de que não tem nada a ver esse lance de se comparar pelo número de seguidores. Uma pessoa pode ter poucos seguidores e fazer twitts interessantes. A outra pode ter muitos seguidores e só escrever asneiras (acho que não preciso nem dar exemplo). Ou seja – dane-se o número de seguidores, o importante é ver se o que a pessoa escreve é interessante ou não. Pelo menos é nisso que eu penso quando resolvo seguir uma pessoa. (EM TEMPO: E EU ME RECUSO A SEGUIR ALGUÉM POR CORTESIA, SÓ PORQUE ELA ME SEGUE… TAMBÉM ACHO ISSO FALSO E RIDÍCULO)

    <abbr>José Eduardo Machado Marcondes – último post do blog… Jornalista se confunde e dá ao Frontal propriedades erradas</abbr>

  • Acho que o cerne de toda esta questão está no seguinte: não podemos mais ficar consultando os rankings de Twitteiros "mais populares", nem ficar achando que o cara que tem mais seguidores é o mais "fodão". O SCRIPT é a prova clara de que não tem nada a ver esse lance de se comparar pelo número de seguidores. Uma pessoa pode ter poucos seguidores e fazer twitts interessantes. A outra pode ter muitos seguidores e só escrever asneiras (acho que não preciso nem dar exemplo). Ou seja – dane-se o número de seguidores, o importante é ver se o que a pessoa escreve é interessante ou não. Pelo menos é nisso que eu penso quando resolvo seguir uma pessoa. (também acho ridículo seguir alguém por cortesia só porque me segue… mais autêntico é seguir alguém porque gostei do que ela escreve)

    <abbr>José Eduardo Machado Marcondes – último post do blog… Jornalista se confunde e dá ao Frontal propriedades erradas</abbr>

  • Acho que o cerne de toda esta questão está no seguinte: não podemos mais ficar consultando os rankings de Twitteiros "mais populares", nem ficar achando que o cara que tem mais seguidores é o mais "fodão". O SCRIPT é a prova clara de que não tem nada a ver esse lance de se comparar pelo número de seguidores. Uma pessoa pode ter poucos seguidores e fazer twitts interessantes. A outra pode ter muitos seguidores e só escrever asneiras (acho que não preciso nem dar exemplo). Ou seja – dane-se o número de seguidores, o importante é ver se o que a pessoa escreve é interessante ou não. Pelo menos é nisso que eu penso quando resolvo seguir uma pessoa. (também acho ridículo seguir alguém por cortesia só porque me segue… mais autêntico é seguir alguém porque gostei do que ela escreve)

    <abbr>Jose Eduardo Machado Marcondes – último post do blog… Jornalista se confunde e dá ao Frontal propriedades erradas</abbr>

  • Acho que o cerne de toda esta questão está no seguinte: não podemos mais ficar consultando os rankings de Twitteiros "mais populares", nem ficar achando que o cara que tem mais seguidores é o mais "fodão". O SCRIPT é a prova clara de que não tem nada a ver esse lance de se comparar pelo número de seguidores. Uma pessoa pode ter poucos seguidores e fazer twitts interessantes. A outra pode ter muitos seguidores e só escrever asneiras (acho que não preciso nem dar exemplo). Ou seja – dane-se o número de seguidores, o importante é ver se o que a pessoa escreve é interessante ou não. Pelo menos é nisso que eu penso quando resolvo seguir uma pessoa. (também acho ridículo seguir alguém por cortesia só porque me segue… mais autêntico é seguir alguém porque gostei do que ela escreve)

  • Ué, se a pessoa está afim de querer aumentar o seu lado, que mal pode haver?

    Não mexendo com o meu, qualquer mocinha pode ser miss caiako ou qualquer cidadão pide ter seus seguidores multiplicados.

    <abbr>Iara Alencar – último post do blog… Da serie 'as coisas que eu odeio'</abbr>

  • Eu concordo com o texto todo, mas você foi até legalzinho no final. Inesperado, talvez.

    O fato é que mimimi ou não, eu ainda acho isso um aborrecimento. Assim como o rapaz ali em cima afirmou que é legal ganhar um seguidor legítimo, quando eu ganho um seguidor que também segue mais de 10 mil pessoas, sinto como uma pseudo falta de respeito.

    EU SEI que o cara não vai ler nada do que eu escrevo, e ele quase que fala isso ao seguir apenas mais um.

    Em tempos de mídias *sociais*, é um baita ego querer apenas ser visto.

    E se a desculpa for DM, coloca o email no perfil/background, ou o link para o me adiciona ali do lado.

    <abbr>Thiago Mobilon – último post do blog… Cadê o Conficker?</abbr>

  • Leonardo

    Isso tudo é uma praga da era digital. Um bando de pseudos-felizes e pseudos-populares.

    graças a Deus, exluir meu ORKUT a 4 anos atrás( Cansei de receber scraps pré -fabricados de gente que mal conheço). Nunca vi tanta exemplo de mediocridade na vida. Pessoas que fazem de conta que são algo que na verdade gostariam de ser e que fingem ter amigos que não tem ( o que é pior, tem uma grande dificuldade em criar amizades). Acredito que o TWITTER vai se tornar a mesma coisa. Não irei culpar a Miss Caiacó, o moleque que o pai deseja que jogue no time da 2°, nem os inclusos digitalmente. Culparei a nós, que permitimos essa misturada.

    • O problema é que não tem como evitar. Mais cedo ou mais tarde com a popularização, sempre chega tudo isso. Em qualquer coisa, por melhor que seja.

      No Twitter a forma que encontraram foram estes scripts para criar uma falsa popularidade.

  • Que merda cara…….phoda-se o twitter

    <abbr>Luiz – último post do blog… Cofres Digitais</abbr>

  • Tomás

    Isso não acontece somente ao nível dos script kiddies…

    Eu não sigo o @interney mas vivo recebendo notificação de que ele está me seguindo e quando eu vou checar ele já não está mais. Não foi somente uma vez que isso aconteceu, foram várias. Não sei se ele usa script pra fazer isso mas creio que sim pois já vi outras pessoas relatando algo parecido.

  • Rodrigo[NightSpy]

    Creio que a idéia do Cardoso não foi só critícar tal script, mas os objetivos almejados pela "mulekada"(internautas) hj na net..objetivos futéis e como ele mesmo disse medíocres, onde ninguem se beneficia com sua conquista, como por exemplo, tal script.

    hmmm.. acho q é a primeira vez que concordo plenamente com um post seu.

    :-)

  • Pedro

    Cardoso, eu jurava que você era o irmão gêmeo do House, essa foto sexy sua vai derreter o cérebro das salsinhas =P

  • Pingback: Famosos do Twitter contam como conseguiram muitos leitores (followers) « Eduardo Marcondes()

  • Pingback: Compulsive » #talkshow e a internet do jeito que eu gosto()

  • Anonimo

    Num mundo repleto de problemas, é espantoso como as pessoas desperdiçam seu tempo com coisas tolas. Esse fato citado pelo Cardoso é só mais uma delas. E enquanto esses trouxas perdem seu tempo com essas baboseiras, os inventores do serviço vão lucrando…

    São coisas, que se deixássemos de lado, não nos faria falta nenhuma. Eu não uso orkut, twitter, fotolog e sou muito feliz. Não vejo vantagem nenhuma em tornar públicas minhas informações particulares, sendo que não sei quem estará vendo e julgando meu perfil…pode ser um ladrão ou um seqüestrador (diante da forte concorrência, os salafrários se especializaram). Você está em desvantagem, porque o salafrário vê você, mas você não o vê. Não quero que esse tipo de gente me enxergue. Me desculpem. Hoje em dia não dá para bobear.

    A manada está seguindo para o penhasco…mesmo assim todo mundo quer participar…então boa sorte…sigam…não foi por falta de aviso.

  • Pingback: Hoje é um Bom Dia » Blog Archive » The times, they are a-changin()

  • Bia Mosca

    meu, uma bosta esta nova ortografia:
    É AUTORREALIZAÇÃO Cardoso, mas até 2012 vc pode escrever AUTO-REALIZAÇÃO

  • Sou novo no Twitter e fiquei até animado com gente de língua inglesa me seguindo afora alguns brazucas que não conheço. Mas agora acordei. Um "amigo" disse que vai dar um alô no cidadão e esperar algumas horas; se não responder é robô e ele detona. Outra coisa que pode ser observada é que essa gente desmantelada (ou robôs) quase não atualiza. Vou seguir um critério em relação aos que me seguem: se a relação entre os following_me do cidadão e os followers_me for maior que 2, tô fora. Pior se eu entrar nessa taxa (hoje é 1,36) e aplicarem o critério contra mim. Paciência!

    <abbr>Luiz Lailo – último post do blog… Gostei desse final pegado</abbr>

  • Pingback: Bruno Guedes e Toupeiras()

  • Pingback: Geek Links | Geek Chic()

  • quando do surgimento de: orkut, myspace e facebook vislumbrei algumas utilidades bem interessantes para as ferramentas mas confesso que a "genialidade" do twiter não cativou meu cérebro "tico-e-teco"! se morrer… que morra em paz!

    <abbr>thesuicidehandbook – último post do blog… Depeche Mode no Brasil em outubro!</abbr>

  • quando do surgimento de: orkut, myspace e facebook vislumbrei algumas utilidades bem interessantes para as ferramentas mas confesso que a "genialidade" do twiter não cativou meu cérebro "tico-e-teco"! se morrer… que morra em paz!

  • bilu

    é realmente o twiiter é massa..

    p/ d e falar merda seu otario…

    scroto;

  • Eu acho bem legal esse twiiter…

  • abUSA

  • Elton

    Voce conhece Caicó-RN?