Geeks e Seus Dogmas

buddychrist.jpg Algumas verdades são auto-evidentes e não devem ser contestadas. Fazê-lo é incorrer no maior dos pecados, cometer uma heresia contra os ideais libertários dos Geeks. Parece ilógico, mas é o que acontece. Os mais insuspeitos se tornam verdadeiros Talibans, ao ver alguns de seus dogmas questionados. Faz sentido? Não, mas experimente afirmar algo como “Linux trava”…

Enquanto os cabeças-de-toalha se matam protestando contra cartuns, os geeks riem, mas essa posição iluminada muda muito rápido. Mesmo discutindo por bobagens, defendem suas crenças melhor que muito palestino de vídeo de recrutamento do Hamas.

Vejamos algumas Verdades Absolutas Contestadas:

Linux Trava
A primeira vez que contestei isso quase apanhei. Estava com uma máquina completamente travada. Depois de dias experimentando, descobri que o driver da placa de vídeo não era muito cristão. Os mesmos xiitas que juravam que “linux não trava”, soltaram um “viu, não era o linux”. Pombas, eu estava com a máquina travada, mas ai de mim. Fui atacado de tudo que é lado.

Cometi a heresia de falar mal do Linux, quando só poderia falar mal do Windows.

inquisil.jpg

Mac não é melhor para gráficos
Muitos anos atrás. quando o MacPaint era o único programa disponível, isso era verdade. Quando o Photoshop surgiu, isso era verdade. Nós últimos 10 ou 15 anos isso não é mais verdade. Quem mais afirma isso geralmente nunca chegou perto de um Macintosh. Os programas são exatamente os mesmos, sendo que na área de animação 3D o PC leva vantagem.

Ninguém explica em quê, exatamente, o Mac é melhor em gráficos. Um Photoshop última versão é absolutamente idêntico. Mesmo assim, experimente dizer que consegue usar perfeitamente seu PC para editar fotos… Virão para cima de você. Por alguma magia misteriosa o mesmo Photoshop, no Mac, será… diferente,melhor. E você, um herege, por não aceitar essa verdade.

spanish.jpg

Meu PC é melhor que seu Xbox
A comparação é sempre feita com o PC baleado do escritório do sujeito. Quando mostramos nossa máquina com toneladas de memória, HDs a dar com o pau e uma placa de vídeo porreta, o sujeito retruca que “não garia R$2000 para montar um computador e poder jogar”. A limitação, que era absoluta, agora é meramente financeira. De herege mentiroso você se torna um perdulário.

spanish-inquisition.jpg

Prefiro o Office original às alternativas free
Sempre tive Office oficial. Ou ganhava de presente da Editora, ou vinha com algum equipamento. Eu gosto. Uso 100%? Não, ninguém usa, mas é bom saber que se precisar o recurso estará ali. Poderia usar uma alternativa freeware? Poderia, se bem que ainda são uns cavalos em termo de uso de memória. Só que muita gente já reclamou. Tendo a alternativa, era meu dever usá-la, para não prestigiar o Bill Gates.

Pombas, o Gates está se lixando pra minha opinião, mas se quiser ouvir, o Office é uma puta suíte. As funções de pesquisa na Internet da versão 2003 estão um arraso. Pena que falar isso me garante fogueira.

torquemada.jpg

Equipamento tal não é revolucionário, só uma boa idéia
Esse é genérico. Geeks tendem a idealizar algumas peças de hardware/software. Quanto menos familiaridade com programação, mais ficam deslumbrados. Elegem algumas peças como seu Santo Graal, sendo heresia máxima quem ousa contestar a genialidade daquilo que idolatram.

Outro dia fui falar bo Blackberry, um protótipo de PDA ultrapassado que usa a linha de dados interna das operadoras de celular para enviar emails e outras informações. Pra quê… me chamaram de “ultrageek e metido a sabichão”, seguido de uma longa explicação (de e para leigos) de como o Blackberry é diferente de tudo que já foi feito.

Tentei inutilmente explicar que já conhecia o conceito de push, que tal idéia não era complicada de desenvolver, que o maior problema era a patente do Blackberry. De nada adiantou. Eu sou um herege marcado e aquele bicho preto-e-branco com uma tela ridícula é o caminho a verdade a luz e a vida. Meu conhecimento de análise de sistemas é uma afronta, pois tiro toda a magia do processo, que tanto deslumbra o geek leigo. E isso viola a Terceira Lei de Clarke, “Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia”.

Quem sou eu, para mandar alguém olhar para o homem atrás da cortina.


O Contraditorium vive de doações. Não veiculo anúncios no blog. Somente sua colaboração me incentiva a escrever artigos cada vez melhores, sem rabo preso com anunciantes, partidos ou militâncias. Prestigie essa liberdade, faça uma doação. Use o PagSeguro no botão abaixo ou via PayPal com o email cardoso@pobox.com. Caso você tenha uma carteira PicPay,meu usuário é @carloscardoso. Caso não tenha e queira uma forma de transferir pequenas (ou grandes, de preferência grandes) quantias sem taxas, é só se inscrever.  Eles te darão R$10,00 para experimentar, basta utilizar meu código promocional SKO4

Toda moeda é bem-vinda, desde que seja de país com luz elétrica e água encanada.




Leia Também: